A Rede de Esgotos do Rio de Janeiro

Página 27 de 28 Anterior  1 ... 15 ... 26, 27, 28  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Stevie - Lázaro/Sophie

Mensagem  Stevie Armstrong em Qua Maio 11, 2016 1:20 am

Enquanto aguardava a resposta de Sophie ele conversava com Lázaro, que parecia por algum motivo confiar em Lampião, Stevie sabia da fama do cangaceiro dentro de seu Clã, mas não sabia de sua importância para a história nacional, nem quem ele realmente era no mundo humano, apenas que ele era um grande Brujah, que defendia sua causa com coração, e era isso que importava.

"- Então a gente vai pra lá agora."

E logo em seguida Sophie também lhe responde, aparentemente também surpresa com Lampião.

"- Ao que tudo indica, ele próprio Sophie, estou indo encontrar ele e mais um amigo de Clã, queremos recomeçar a construir uma defesa... Fillipi era um grande cara, tenho certeza que ele lutou ou está lutando até o fim, se ele tiver bem vai se reunir com a gente."

_________________
Carisma: 5
Aparência: 5
Voz Encantadora
Rubor Sanguíneo
avatar
Stevie Armstrong

Mensagens : 237
Data de inscrição : 16/03/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Andreas - Emilie

Mensagem  Andreas Petrev em Qua Maio 11, 2016 9:33 am

O elogio de Emilie faz com que Andreas sorria e responda:

-Por gentileza, pode me chamar apenas de Andreas.

O Tremere continuava bem carismático, mas percebe que tinha tocado em um assunto um pouco delicado quando falou sobre a besta que era da zeladora do Elísio. Em um ato automático e de certa empatia, o Tremere toca no ombro de Emilie e fala:

-Com certeza ela está bem e logo se juntará a nós. Não se preocupe.

Sorriu. Ao aceitar a companhia do Tremere, ele comenta:

-Fico feliz em aceitar minha companhia. Acredito que devamos seguir o senhor Maus até a superfície.

Estendeu o braço na direção de onde o Nosferatu tinha ido para indicar para a simpática cainita que poderia ir na frente:

-Por gentileza senhorita...

Andreas não era perito em etiqueta, mas o pouco que sabia estava tentando utilizar. Olhou em volta e viu os dois desconhecidos juntos, Sophie e outros dois cainitas. Os Toreador já seguiam com o Nosferatu esgoto adentro. Aguardava a cainita ir na frente.

_________________
Carisma: 3
Aparência: 2
Altura: 1,80
Peso: 75 quilos
Idade Aparente: 40 anos
avatar
Andreas Petrev

Mensagens : 77
Data de inscrição : 24/06/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Hans for Vincent, Henry e Bruno

Mensagem  Hans Schneider em Qua Maio 11, 2016 11:01 pm

Os passos são lentos, os ratos fazem a verificação do caminho e isso da tempo para que eu possa conversar com os Toreadores e ainda é possível ver a entrada da câmara já que estamos seguindo praticamente em linha reta por um período.

- Eu tenho um piano, Coreano, mas será que sei toca-lo? Ou talvez eu o tenha como uma aquisição ornamental para apoiar a minha coleção de crânios? De toda forma eu tenho que me apresentar formalmente para meus colegas de clã com tendências politicas, pelo menos de forma mais "correta" já que tanto eu quanto eles já sabemos da existência um do outro. Eu creio, inclusive, que Carlent já sabia que eu residia no Rio já há algum tempo e que me permitiu manter-me nas sombras. O motivo? Desconheço. - Paro alguns segundos me situando sobre o ambiente rapidamente, o que parece ser "alguma coisa" nada mais é do que uma trombada entre um dos meus ratos e outro que não pertencia ao meu bando, logo cada um segue seu rumo. Behavior em meu ombro encara o ambiente e ocasionalmente se vira e fica parada observando Vincent. - Mas sejamos lógicos Henry Sung, ninguém do meio de vocês, Toreadores, gosta de passar algum tempo com Nosferatus mais do que o necessário, não é "bonito" e nem digno de status e confesso que fiquei surpreso quando descobri sobre o seu relacionamento, Sr. Lyon, não me leve a mal, algumas noticias correm rápido. - Volto a caminhar lentamente enquanto fico pensando como Vincent conduziria uma reunião estando sem mandíbula caso não se recupere.

- Acho que podemos ir conversando enquanto isso, os esgotos parecem seguros. Quando vocês foram transformados? É uma pergunta besta, mas tenho curiosidade. Eu começo, ocorreu comigo em 1944 ou 45, não me lembro, sei que a segunda guerra estava chegando ao fim, eu estava na França e era mais um morador Alemão naquele pais quando minha nação invadiu a sua, Sr. Lyon, não se preocupe, como a Alemanha de hoje em dia eu também sinto vergonha pelo que foi feito naquela época. -

Falo o bastante para iniciar uma verdadeira conversa, se eles fossem receptivos saberiam prosseguir e desse modo poderíamos aprender uns com os outros no lugar de ficar trocando promessas e palavras ao vento.

_________________
Hans Schneider
Aparência: 0
Altura: 1,93 Mt - Peso 80,0 Kg
Idade Aparente (Deformado): 24 Anos
Carisma: 4 (Genialidade)
Características Marcantes: Sotaque Alemão, Altura e a Companhia de Ratos.  
avatar
Hans Schneider

Mensagens : 17
Data de inscrição : 16/02/2016
Idade : 94

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Andreas, Todos

Mensagem  Emilie Blanc em Qua Maio 11, 2016 11:33 pm

- Pode me chamar de Emilie também. - retribui a cortesia.

Contudo, apesar de reconhecer a tentativa dele em tentar consolá-lo, ela não concorda com ele, e suspira dando de ombros.
- Eu já não tenho mais muitas esperanças, não será a primeira vez que eu perco alguém que eu estimo...

Acena para ele com um leve sorriso e assim que ele lhe dá passagem, ela caminha na frente, esperando Andreas seguir atrás dela. Escuta Hans falando com os toreadores mas não entra na conversa, apenas caminha com os olhos vagando pelos cantos do esgoto.

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Henry / Vincent / Bruno / Hans / Emilie/ Andreas / ratinhos

Mensagem  Henry Lee Sung em Qui Maio 12, 2016 11:19 am

Henry seguia pelos esgostos, enquanto o guia começava a falar, ficava o ouvindo e observando discreto mas curioso os ratos pelo esgoto que os seguiam.
- Pessoas não costumam ter um piano num local de difícil acesso para manutenção em perfeita afinação apenas para uso estético. – resposta saia quase como se ele estivesse falando consigo mesmo e refletindo sobre o assunto – Posso não ser um Luthier, meu foco maior pode ser o violino, mas sei reconhecer um instrumento em bom estado. E afinar piano é algo trabalhoso e caro, logo pessoas que não tenham interesse em usá-lo não se importariam em deixá-lo afinado. Claro que não precisa ser nenhum grande artista. A ideia era apenas tocar junto e se divertir um pouco, passar o tempo, não realizar algum recital.
Henry ponderou que pelo instrumento era claro que o nosferatu tocava o piano, mas talvez estivesse tímido de suas habilidades então o último comentário foi de forma a tentar o deixar mais confortável. Apenas diversão. E então o nosferatu continua a falar, e acaba por fazer comentários um pouco desconfortáveis.
- Estética é algo bastante mutável e questionável. Alguns preferem o clássico, outros o moderno... – parou e estreitou os olhos – Não levo, mas deveria levar você a mal seus informantes talvez. Não tenho nenhum relacionamento com Monsieur Lyon para além de pertencermos ao mesmo clã e origem próxima. Eu o conheci pessoalmente fazem duas noites e creio ser muito cedo para designar que tenha algum tipo relacionamento. Apenas ajo como alguém que coopera com seu clã.
Abre um sorriso seco e curto, enquanto mentalmente se lembrava desse habito tão comum das reuniões sociais, especular, fofocar e supor coisas. Bom, já tinha cortado ali o assunto e possibilidades. E o nosferatu mesmo parecia mais entretido em continuar a falar e retomar o passado. Talvez apenas quisesse jogar aquilo no ar para ver que intrigas gerariam.
Logo questiona sobre o passado e origens, e acaba falando as sua. Henry não entendia muito a função daquilo e nem via aquilo como lazer. Na verdade já estava um pouco contrariado ali a falar qualquer coisa. Esperava que Bruno logo viesse em auxilio aliviar tudo com alguma piada ou mesmo Vincent com alguma mensagem no celular.
- França, meados de 1987, nenhum fato histórico importante no momento...
Deu a resposta seca e curta, apenas para não parecer mau-educado. Mas era um assunto que não sentia nem um pouco de vontade em falar sobre. Seguiu andnado em silêncio, apenas reagindo ao perceber Emilie na proximidade e lhe dando um sorriso, sem nem saber se ela notaria, afinal a garota parecia focada em observar outros pontos.

_________________
Carisma: 5
Aparência: 5
Idade Aparente: 17 anos
Altura: 1,65 m
Peso: 55 kg
avatar
Henry Lee Sung

Mensagens : 133
Data de inscrição : 10/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Hans for Henry

Mensagem  Hans Schneider em Qui Maio 12, 2016 11:31 am

Revirei os olhos e ri do comentário de Henry.

- Não... rapaz, não é você que eu me referi, arg, garoto sentido, trata-se de outra figura na vida do francês aí. -

Acabei rindo ainda mais.

- Eu poderia ser um Brujah cego e ainda teria sensibilidade o bastante para saber que vocês não tem nada de relacionamento acontecendo. -

Ri um pouco novamente de forma discreta.

- Sim, você esta certo, eu sou um pianista, meia boca, mas gosto. -

_________________
Hans Schneider
Aparência: 0
Altura: 1,93 Mt - Peso 80,0 Kg
Idade Aparente (Deformado): 24 Anos
Carisma: 4 (Genialidade)
Características Marcantes: Sotaque Alemão, Altura e a Companhia de Ratos.  
avatar
Hans Schneider

Mensagens : 17
Data de inscrição : 16/02/2016
Idade : 94

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Vincent - Bruno - Hans - Henry - Emilie - Andreas

Mensagem  Vincent Lyon em Qui Maio 12, 2016 2:39 pm

Vincent permanecia em silêncio não por vontade própria, mas porque ainda era obrigado a caminhar por aí sem mandíbula. Maus começa um diálogo e como não poderia responde-lo e achava uma gafe ter que ficar escrevendo no celular e estendê-lo ao seu interlocutor, deixou que Henry cuidasse dos pormenores da conversa com Maus. Bruno falava pouco, mas sempre cheio de gestos e chavões, o que diferenciava bastante o clã Toreador.

Quando henry faz menção ao nome de Vincent e comenta sobre um encontro mais tranquilo e em melhores condições, Vin meneia a cabeça positivamente. Seu sobrinho estava indo muito bem, como se esperava de um membro do clã da Rosa.

A rata de Maus observava Vincent que estende mais uma vez a mão para acariciá-la quando o Nosferatu para ver alguma coisa depois de falar sobre seu piano e sua possível apresentação. Era bem provável que se encontrassem ainda esta noite durante as apresentações dos Caitiffs. A rata de Maus, aparentemente, tinha gostado do Toreador.

Maus o impressiona em saber sobre seu relacionamento com um irmão de clã dele e quanto retoma a caminhada, ele deixa de acariciar Behavior. Infelizmente a visão de Maus sobre os membros do clã Toreador era correta, se fosse levado em conta os pomposos e insuportáveis do clã, mas não se encaixava para Vincent que nem ligava com quem andava. Preconceito era para os desafortunados mentalmente.

Maus resolve mudar o foco do assunto e comenta sobre sua transformação. Então é dessa época que ele acabou sabendo de Vincent. Agora as coisas se encaixavam um pouco. Adoraria conversar sobre a sua transformação, tinha muito o que dizer sobre ela, mas digitar o irritava e era demorado demais.

Henry lança farpas doloridas em Maus, mas provavelmente nem percebe isso. O cainita tinha uma língua que atingia como um chicote. Essa faceta de henry ele não conhecia muito bem. Vinha em uma hora fantástica. Entendeu que Henry tenha ficado confuso com Maus a respeito do relacionamento que ele tivera, achando que o tio estava com o sobrinho. E mais uma vez o violinista lança suas farpas de forma elegante, porém brutal, tanto que Vincent ergue a sobrancelha esquerda achando aquilo interessante.

Neste momento percebeu Emilie acompanhada do Tremere que os ajudara na noite anterior, no ataque ao Elísio. Maus então responde Henry sobre o possível relacionamento do tio e sobrinho. Se tivesse mandíbula riria dos dois.

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
Status na Corte - 3
Prestígio de Clã - 3
avatar
Vincent Lyon

Mensagens : 363
Data de inscrição : 28/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Andreas - Emilie

Mensagem  Andreas Petrev em Sex Maio 13, 2016 8:05 am

O Tremere tinha estudado antes de ir para o Rio de Janeiro e sabia quem era Emilie, a Primógena Malkaviana. Na verdade sabia apenas os nomes dos membros e nada além disso, nem precisava saber mais que isso.

-Como quiser Emilie.

A Malkaviana era bem forte e não recebera as palavras de Andreas com muita receptividade, na verdade ela até recebera bem, mas não deixaria se enganar por palavras que tentavam apenas abrandar o coração.

-Mesmo assim sinto muito por sua perda. Perder pessoas queridas é muito doloroso e eu conheço bem esse sentimento devastador.

Emilie poderia perceber a verdade por trás das palavras de Andreas. Assim que ela caminha já na direção de onde o Nosferatu ia, Andreas segue a Malkaviana. O Tremere ouve a conversa do Nosferatu com os Toreador e resolve não interferir. O grupo deles ia um pouco mais a frente e Emilie parecia aturdida em pensamentos e olhava para todos os lados. Andreas por sua vez ficava bem atento ao ambiente e com sua retaguarda.

_________________
Carisma: 3
Aparência: 2
Altura: 1,80
Peso: 75 quilos
Idade Aparente: 40 anos
avatar
Andreas Petrev

Mensagens : 77
Data de inscrição : 24/06/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Andreas

Mensagem  Emilie Blanc em Sab Maio 14, 2016 2:32 pm

- Obrigada, Andreas. Realmente é uma dor muito terrível... - diz, apreciando as palavras mais sinceras do tremere.

Achando ter avaliado o bastante o esgoto, bem como o que quer que poderia estar lá, resolve continuar conversando com Andreas.
- Você chegou ontem ao Rio de Janeiro, de onde veio?

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Em algum lugar dos Esgotos cariocas]

Mensagem  Lázaro em Dom Maio 15, 2016 4:19 am

Interações com The survivers/ Stevie Armstrong e Sophie.

Com a resposta, Lázaro diz:

-
Então ramubora? Tá pensando em ir como pra lá?

Lázaro treme ao pensar que provavelmente o Brujah usaria aquelas coisas barulhentas e com rodas. Preferiria as asas de sua forma de vôo evidentemente, e a usaria, apesar dos ferimentos.
[/color]
_____________________________________________________
.

_________________
avatar
Lázaro

Mensagens : 66
Data de inscrição : 04/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Andreas - Emilie

Mensagem  Andreas Petrev em Seg Maio 16, 2016 9:31 am

A questão da Malkaviana surpreende Andreas. O Tremere tinha imaginado que a conversa entre os dois já tinha se encerrado quando a cainita entrara nos túneis do esgoto e ficou observando suas paredes, talvez a procura de alguma coisa.

Simpático ele responde:

-Sim. Cheguei ontem no fim da noite. Vim da cidade da Filadélfia a pedido de minha mentora para apoiar a Camarilla na cidade.

Olhou mais uma vez para trás e depois voltou a atenção de novo para as costas da malkaviana:

-E a senhorita? Faz tempo que está na cidade? De onde veio?

A conversa casual, coisa rara na vida do Tremere, estava agradável.

_________________
Carisma: 3
Aparência: 2
Altura: 1,80
Peso: 75 quilos
Idade Aparente: 40 anos
avatar
Andreas Petrev

Mensagens : 77
Data de inscrição : 24/06/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Henry / Hans / Vincent / Bruno / Emilie/ Andreas / ratinhos

Mensagem  Henry Lee Sung em Seg Maio 16, 2016 5:00 pm

Achou incomoda as respostas do nosferatu com suas piadas debochadas, mas preferiu não entrar ali numa discussão sem sentido, até porque o nosferatu os havia salvo e também pelo jeito aquele jeito desbocado e despolidos era natural dele e não uma implicância com o asiático. Com a cara neutra, talvez até um pouco entediado, deu de ombros como único gesto em resposta as falas e risadas dos ratos de esgoto.
Seguiu os próximos passos sem muito se importar com a situação.
Voltando apenas dar atenção a ele quando tocou no assunto relacionado à música.
- Gosto é o que importa. Diversão, apreço... não sei muito bem sobre os outros clãs lidam quanto a isso, mas, o das rosas, valorizam muito tais prazeres. Logo seria bom ter convivas para tocar um pouco junto e aproveitar música. Deleite acima de técnica em momentos descontraídos... Se tiver interesse, entre em contato.
Dá a ele um leve sorriso, sendo gentil e mostrando não se importar com o que ocorrera nem com o deboche. A situação ruim da noite anterior era exemplo da necessidade da união de toda a Camarilla e não haveria tempo e disposição para pequenas rugas e jogos sociais de diz-que-disse e ofensas sem sentido. Era momento e alianças e elegância.
Por fim, bota os olhos sobre Vincent que mesmo sem maxilar parecia estar se divertindo, ou com a conversa do nosferatu ou com a rata em seu ombro. O que lhe deixava curioso sobre isso e sobre o tal relacionamento indicado pelo nosferatu, afinal Henry ouvira algumas vezes Tatiana e Cecyl comentarem que Vincent apesar de não parecer em alguns momentos e gostar de aventurar-se ao novo, é o tipo fiel que se entrega apenas a um ser (por vez), logo seria curioso saber quem era aquele que o havia gostado nas terras brasileiras. Mas aquilo era apenas uma curiosidade sem real importância frente a situação e frente a reunião torador que iria logo acontecer

_________________
Carisma: 5
Aparência: 5
Idade Aparente: 17 anos
Altura: 1,65 m
Peso: 55 kg
avatar
Henry Lee Sung

Mensagens : 133
Data de inscrição : 10/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bruno - Vicent - Ki-Suco - Feioso

Mensagem  Bruno Modenesi em Ter Maio 17, 2016 12:15 pm

Bruno ignora o comentário de Lee Sung já que para ele todo oriental do Rio de Janeiro era dono de pastelaria e chinês. O bicheiro prossegue com o grupo tendo o nosferatu como guia e prefere prestar atenção onde pisava com o pé descalço do que se ater à conversa sobre pianos e violinos. Não conhecia os costumes orientais, mas achava muito estranho os afagos para como o feioso. E eis que o rato resolve colocar os pingos nos is.

*- Hahaha... toma viado! Vai querer fazer média com essas porra!*

Ao fim de sua fala o “fraco de feição” solta um direto no queixo inexistente de Vicent e isso chama a atenção do bicheiro que não evita a pergunta:

“- Relacionamento?” - Bruno olha para Vicent em busca de respostas

Nesse momento o chinês veste a carapuça e vai logo se defendendo. Bruno o observa desconfiado

*Mais um? Não é possível! Nessa porra só tem viado?*

Rapidamente o nosferatu esclarece o equivoco e Bruno não consegue conter a risada enquanto olha a cara do china.

“- Hahahaha! Deixa a carapuça dos outro, Bruce Lee.”

Por fim, a conversa volta a falar de música...

*- Que papo chato do caralho.*

...e o bicheiro dispara como se estivesse sentado na mesa de um dos bares da Lapa conversando com amigos

“- Que tal marcar pra comer umas bucetas? É bem mais prazeroso.” – Bruno estava atento na reação da gueixa incubada – “- Vocês sabem o que é isso?”

_________________
Aparência: 2
Carisma: 5
Voz Encantadora
Vulgar

"O tempo ruge e a Sapucaí é grande"
avatar
Bruno Modenesi

Mensagens : 155
Data de inscrição : 13/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Kazak - Rashid

Mensagem  Kazak em Ter Maio 17, 2016 12:19 pm

Kazak permanece observando seu irmão inerte

"- E aí? Você vai ou fica?"

Em outro momento ele o deixaria ali mesmo, mas o tamanho da língua de Rashid parecia perigosa demais para não tê-la por perto.

_________________
"ou se é o caçador, ou a caça"

Guerreiro despojado
Carisma: 1
Aparência: 2
avatar
Kazak

Mensagens : 37
Data de inscrição : 22/06/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Hans -> Bruno e Vincent

Mensagem  Hans Schneider em Ter Maio 17, 2016 4:26 pm

Os comentários de Bruno são provocativos para os outros dois Toreadores, cruel a certo modo e "rudemente" divertido. Eu, no entanto, não ri da palhaçada dele apesar de achar bem colocado.

- Ah, claro, grandão, sentindo falta das suas put*s na favela? Se quer ser macho e apelar para as b*cetas mude o rumo e desça alguns andares, não tenha frescura e seja como "homens de verdade" e lamba a teia de aranha da vagina das minhas irmãs de clã, o mais desinteressante dos Toreadores para as mais amarguradas Nosferatus, parece digno. -

Ri sarcasticamente pensando sobre a possibilidade da consumação do ato ser de fato realizado, Toreadores são bons línguas-afiadas, acho que irei me arriscar nesse jogo também. Me viro e encaro Bruno com meus olhos vermelhos e dentes imensos na boca, levanto minha mão para os "céus" e brinco como se tivesse lendo um outdoor acima da cabeça do gordo.

- O grande f*dedor machão, temam-no, ele não usa desodorante. Até porque todos os bons machos não usam. -

Me viro e continuo andando rindo discretamente e sarcasticamente, eu não era sempre rude, na realidade eu sou um "cara legal", salvaria o mundo se fosse necessário e estou disposto a ajudar toda essa cambada de mauricinhos, na realidade até mesmo Henry e sua pinta de garotinho recatado deve saber fazer mais atrocidades do que eu, mas eu tinha um prazer doloroso em questionar comportamentos.

- Perdoe-me por isso, é inevitável quando ouço as "clássicas falas" como essas ditas por você. -

Falo para o Toreador incomum enquanto atravessamos por diversos caminhos, havia uma diferença em relação ao percurso que foi percorrido na noite anterior, não sairíamos pelo mesmo lugar que entramos e o novo caminho era mais curto, algumas poucas curvas e poças suspeitas pisadas já era possível ver por onde sairiam.

- Ali esta o local onde vão sair, são duas quadras do Elysium, trata-se de uma zona comercial que fecha a noite, provavelmente vão ter alguns drogados que não vão ligar muito para vocês, ainda assim são indivíduos demais saindo do mesmo buraco (se o Bruno passar pelo buraco), de toda forma é fácil de se localizar na cidade quanto ao local. Vincent, preciso falar a sós contigo, assunto de cuidados. -

Estalo os dedos e peço para que o Sr. Lyon me siga até um ponto mais discreto, o local ali parecia um "ponto final e sem saída nos esgotos" onde a escada vertical nos levaria para a saída, mas haviam duas entradas laterais, na direita uma pequena cabine onde parecia ser algum controle de energia e do outro lado continuava um segundo caminho mais estreito, fui até a cabine elétrica e esperei que Vincent me acompanhasse do mesmo modo que imaginei que o restante não ficasse próximo.


Última edição por Hans Schneider em Ter Maio 17, 2016 5:09 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Hans Schneider
Aparência: 0
Altura: 1,93 Mt - Peso 80,0 Kg
Idade Aparente (Deformado): 24 Anos
Carisma: 4 (Genialidade)
Características Marcantes: Sotaque Alemão, Altura e a Companhia de Ratos.  
avatar
Hans Schneider

Mensagens : 17
Data de inscrição : 16/02/2016
Idade : 94

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Henry / Vincent / Bruno / Hans / Emilie/ Andreas / ratinhos

Mensagem  Henry Lee Sung em Ter Maio 17, 2016 4:59 pm

Henry compartilhava da mesma curiosidade que Bruno, e pelo jeito fora algo bem secreto, afinal o outro toreador brasileiro não sabia de nada. Recordou-se do que ouvira falar sobre redes de informações do nosferatu, bom para fofoca da existência do Vincent aquele ali sabia bastante.
Deu uma leve encolhida de ombros com o comentário de bruno sobre ele deixar a carapuça, mas não teve mais nada a falar ou reagir, até o homem corpulento fazer um proposta a todos. Proposta que ele não entendeu nada.
- O senhor Modenesi quis dizer comer brusqueta? Aquele pãozinho italiano com queijo, tomate e temperos?
Henry havia aprendido português a pouco tempo, e aprendera com duas mulheres elegantes, logo ele tinha pouco aprendizado de palavras de baixo calão, especialmente com as que se referiam as partes femininas.
- Restaurante italiano parece bem, mas bom, tenho problemas como a maioria dos vampiros com alimentos sólidos e...
Então ouve a manifestação do Nosferatu e então entende que Bruno não havia errado a palavra, mas do jeito dele falava de outra coisa, que o rato de esgoto deixou bem mais claro o que era.
- Ah...
Ele ficaria corado se pudesse naquele momento. Observou o nosferatu e os toreadores, elevando a sobrancelha. Não estava esperando aquela reação dos dois e preferiu não intervir também, por enquanto. Passou os olhos sobre Vincent tentando ler alguma reação dele. E apenas em silêncio continuou andando até o momento que o nosferatu volta a se manifestar sinalizando que é o fim do caminho e então chama Vincent para um canto. Sobrando ele e Bruno ali.
Discretamente ele apenas da um sorriso para o Bruno, a situação era um pouco desconfortável ali.

_________________
Carisma: 5
Aparência: 5
Idade Aparente: 17 anos
Altura: 1,65 m
Peso: 55 kg
avatar
Henry Lee Sung

Mensagens : 133
Data de inscrição : 10/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Vincent - Bruno - Hans - Henry - Emilie - Andreas

Mensagem  Vincent Lyon em Qua Maio 18, 2016 4:03 pm

Vincent aprendera bem o português para entender bem o que Bruno falava. O irmão de clã achava que Vincent não conhecia uma vagina? Ledo engano do cainita. Vin não se limitava em pênis, ânus e vaginas, ele sempre experimentava tudo o que podia e o que não podia. Henry meio confuso no uso das palavras divertiu o Primógeno, mas o que o faria gargalhar estrondosamente foram as respostas de Maus para Bruno. Não poderia ser tão preciso e tão direto com as palavras como o Nosferatu, na verdade poderia e ainda seria bem pior, Bruno poderia já levantar um altar em nome da vagabunda que arrancara o maxilar de seu Primógeno ou ele teria tido uma lição da qual nunca mais esqueceria.

Não demora para chegarem finalmente ao local onde deixariam os esgotos. E ouve Maus pedir desculpas à Bruno e simplesmente achou aquilo desnecessário. Já ia se encaminhando à saída quando o Nosferatu pedira para falar com ele a sós. Arqueou a sobrancelha esquerda e deu de ombros aos membros de seu clã, seguindo para uma cabine elétrica próxima. Digitou uma mensagem ao Nosferatu para que ele lesse:

Mensagem: Pois não senhor Maus? No que posso ajudá-lo?

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
Status na Corte - 3
Prestígio de Clã - 3
avatar
Vincent Lyon

Mensagens : 363
Data de inscrição : 28/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Andreas

Mensagem  Emilie Blanc em Qui Maio 19, 2016 9:19 pm

- A Camarilla desta cidade realmente precisa de apoio... - comenta com um ar vago. Responde tranquilamente a pergunta que ele devolve - vim da França. Estou no Rio de Janeiro já faz alguns anos. Essa cidade nunca foi tranquila, mas ultimamente... está cada vez mais difícil...

Consegue ouvir a conversa obscena dos vampiros mais a frente, felizmente uma informação mais relevante vem junto com ela.

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Rede de Esgotos do Rio de Janeiro

Mensagem  Hans Schneider em Sex Maio 27, 2016 6:10 pm

Mais afastado do resto do grupo pude conversar falar especificamente com Vincent, não é como se isso fosse plena "verdade" se considerarmos que os outros vampiros poderiam ter seus meios para ouvir o que seria dito por mim, felizmente não seria nada demais.


- Foi na segunda guerra que conheci você, certamente não vai se lembrar de mim graças a diferença entre o que fui e o que sou agora, talvez se lembre de um jovem careca que tocava piano em apresentações em teatros francenses, bem, geralmente voltado para o público alemão. A questão é que... bem, agora não sou mais um segredo no Rio de Janeiro, é bom que saiba que estou aberto a possíveis socializações, o número no cartão, ligue se precisar de ajuda! -

Coloco o dedo indicador e o médio da mão direita no topo da testa e faço um gesto discreto tipico de saudação "Militar".

_________________
Hans Schneider
Aparência: 0
Altura: 1,93 Mt - Peso 80,0 Kg
Idade Aparente (Deformado): 24 Anos
Carisma: 4 (Genialidade)
Características Marcantes: Sotaque Alemão, Altura e a Companhia de Ratos.  
avatar
Hans Schneider

Mensagens : 17
Data de inscrição : 16/02/2016
Idade : 94

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Vincent - Hans - Bruno - Henry - Emilie - Andreas

Mensagem  Vincent Lyon em Qua Jun 22, 2016 9:25 am

A revelação de Maus impressiona bastante Vincent. Lembrava-se de apresentações de um pianista exímio quando estava na França. Tinha ido em uma ou duas apresentações dessa pessoa na época, com sua senhora, para apreciar a arte da música. Arregalou os olhos assim que se lembrou. Tinha cogitado, junto à Tatiana, se não seria prudente abraçar tal criatura e ter seus dons artísticos somando ao clã das Rosas, mas ela tinha dito que haviam intrigas demais por sobre o humano em questão e conseguiu tirar aquilo da cabeça do pintor.

A saudação militar de Maus é engraçada, mas Vincent não tinha como sorrir, pelo menos por enquanto e então digita rapidamente uma mensagem e estende ao Nosferatu:

[Mensagem: Eu me lembro de que você fazia muito sucesso naquela época. Fui em duas apresentações suas e elas eram magníficas. Sinto por não poder “falar” sobre aquela época, mas tenha certeza de que teremos muitas outras oportunidades de socialização. E conte comigo se precisar de alguma coisa. Este é meu contato.

Ele põe a mão dentro do terno meio destruído e entrega um cartão totalmente branco com uma rosa vermelho no centro com apenas um número de telefone e estende ao Nosferatu. Assim que entrega o cartão, o Toreador aguarda mais algumas palavras que porventura o Nosferatu venha a dizer e parte na direção dos membros de seu clã. Tinha um compromisso com Victoria, e ao lembrar-se dela um amargor sobe pela sua garganta.

Assim que chega próximo dos seus, os observa e faz um gesto com a mão onde gira o indicador impacientemente para que eles seguissem para fora dos esgotos o mais rápido possível.

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
Status na Corte - 3
Prestígio de Clã - 3
avatar
Vincent Lyon

Mensagens : 363
Data de inscrição : 28/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Andreas - Emilie - Toreadores - Hans

Mensagem  Andreas Petrev em Qua Jun 22, 2016 9:38 am

O Tremere ouve Emilie e fica atento à retaguarda com os dois membros dos quais levantaram suspeitas. Cautela nunca era demais, ainda mais na crise da qual a Torre estava passando.

-Entendo.

Andreas sabia de alguns fatos aterrorizantes que bombardearam a cidade recentemente. Estava em um campo minado e qualquer ação poderia desencadear uma explosão em cadeia que poderia destruir a Máscara. Não sabia ao certo como isso ainda não tinha acontecido e achava intrigante que a FESN trabalhava para encobrir os erros de alguns membros.

Não pôde deixar de ouvir a conversa do grupo Toreador e o Nosferatu. Pelo sua percepção, pareciam estar se aproximando. Agora aguardava a saída dos outros membros para depois seguir por último. As ordens de Lupinatti tinham sido bem claras.

_________________
Carisma: 3
Aparência: 2
Altura: 1,80
Peso: 75 quilos
Idade Aparente: 40 anos
avatar
Andreas Petrev

Mensagens : 77
Data de inscrição : 24/06/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Henry / Vincent / Bruno / Hans / Emilie/ Andreas / ratinhos

Mensagem  Henry Lee Sung em Qua Jun 22, 2016 3:18 pm

Assim que Vincent retornou o garoto abriu um leve sorriso e logo que o Primogeno fez o festo para o seguir e sair dali, fez um gesto de cabeça em afrimativo e logo se colocou atrás dele como em fila indiana, já o seguindo como o patinho segue a mãe, e ali, fez uma rápida reverência para o Nosferatu antes da saída

_________________
Carisma: 5
Aparência: 5
Idade Aparente: 17 anos
Altura: 1,65 m
Peso: 55 kg
avatar
Henry Lee Sung

Mensagens : 133
Data de inscrição : 10/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Rede de Esgotos do Rio de Janeiro

Mensagem  Hans Schneider em Qua Jun 22, 2016 11:26 pm

Vejo a mensagem no celular de Vincent e me sinto satisfeito que ele tenha me reconhecido, parte de mim queria que alguma "parte" dele notasse que se naquela época os "Rosas" tivessem feito algo eu não estaria trancafiado num corpo seco e decrépito, de toda forma eu tinha uma "vantagem", por já ser careca antes da transformação eu não corria o risco de ficar com aquele tufo de pelo horroroso acima da cabeça.

Aceno positivamente concordando com o Francês no que se referia a conversarmos depois sobre o "passado" já que agora não era hora e tomo em minhas mãos o seu cartão para contata-lo se fosse de meu interesse.

Assim que Vincent se afasta Hans o acompanha meio a distancia observando os Toreadores, não havia mais sentido que eles ficassem aqui e eu não tinha mais serventia para ajuda-los...

_________________
Hans Schneider
Aparência: 0
Altura: 1,93 Mt - Peso 80,0 Kg
Idade Aparente (Deformado): 24 Anos
Carisma: 4 (Genialidade)
Características Marcantes: Sotaque Alemão, Altura e a Companhia de Ratos.  
avatar
Hans Schneider

Mensagens : 17
Data de inscrição : 16/02/2016
Idade : 94

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Vincent - Bruno - Hans - Henry - Emilie - Andreas

Mensagem  Vincent Lyon em Ter Jun 28, 2016 9:24 am

Depois da conversa entre o Toreador e o Nosferatu, Vincent formula diversas possibilidades futuras para interações e quem sabe laços amigáveis mais fortes. Isso era tanto possível quanto impossível, mas tentar nunca era demais e Vincent tinha todo o tempo do mundo para isso. Era uma pena que Linda Wilson era insuportável e que Carlent fosse mais do que asqueroso, mas Maus parecia diferente dos outros dois. O que tornava o clã um pouco mais interessante.

Sem mais nada para fazer nos esgotos, Vincent então pega o que restou do seu paletó e o enrola no local de sua mandíbula. Não era a melhor ideia que tinha, mas funcionaria caso algum curioso o olhasse por alguns instantes. O Toreador sobe as escadas que o levaria até próximo do Elísio atacado. Esperava que fosse em um beco ou um local mais escondido para evitar olhares mortais, pois seu paletó enrolado na cabeça estava horrendo e não combinava em nada com sua elegância.

Próximo Post – Ruas Zona Sul.

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
Status na Corte - 3
Prestígio de Clã - 3
avatar
Vincent Lyon

Mensagens : 363
Data de inscrição : 28/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

HENRY / VINCENT / BRUNO / HANS / EMILIE/ ANDREAS / RATINHOS

Mensagem  Henry Lee Sung em Ter Jun 28, 2016 10:32 am

Abaixa a cabeça e abre um pequeno sorriso divertindo-se da cena de Vincent com os restos de paletó enrolado na cara. Voltando a uma expressão mais neutra, observa novamente o nosferatu que os guiava a faz um último gesto cortes de despedida e então segue escadas acima. Era hora de ter a reunião com Victoria Ash. Mentalmente se questionava o que seria pior, ficar nos esgotos sujos ou ficar ao lado daquela mulher de mau humor.
____________
Próximo Post – Ruas Zona Sul.

_________________
Carisma: 5
Aparência: 5
Idade Aparente: 17 anos
Altura: 1,65 m
Peso: 55 kg
avatar
Henry Lee Sung

Mensagens : 133
Data de inscrição : 10/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Rede de Esgotos do Rio de Janeiro

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 27 de 28 Anterior  1 ... 15 ... 26, 27, 28  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum