[CAERN] Clareira Central

Página 4 de 40 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 22 ... 40  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Olhos que Riem (Lupina) - Titãs

Mensagem  Convidad em Dom Jun 30, 2013 7:44 pm

A lupina, em sua forma de loba, não sabia o que acontecera... ela também estava confusa, mas preferia ficar atenta enquanto outros buscavam respostas. Segue as ordens do alpha quando ele manda obedecer o Garou que uivara e, no mesmo passo que ele, Olhos que Riem o segue de perto.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

John Montecchio - Todos/ Arautos do Trovão

Mensagem  John Montecchio em Dom Jun 30, 2013 9:17 pm

John acabava de conversar com Adan sobre Benção-de-Gaia ter aparecido e salvado todos daquele pesadelo. Não demorou para que escutasse um uivo do líder dos Peregrinos Silenciosos avisando que a batalha tinha acabado.  Tinham sido vitoriosos e era preciso comparecer com urgência ao centro do Caern.

Antes que pudesse voltar sua atenção para o Alpha para que desse a ordem para ir até o centro do Caern, John nota que Ethan vai até Sylvia, encostando na árvore e também consolando a garou. Após algumas palavras bonitas, Sylvia se levanta com uma cara de choro porém não diz absolutamente nada. Talvez não havia muito o que se dizer nesse momento. A Theurge estava visivelmente baqueada por causa do ocorrido. Ethan tinha em seu vocabulário muitas palavras doces para um garou que tinha um personalidade tão fria.

Apenas ignorou o que não era de importância nesse momento e deu como página virada aquilo. Procurou Danniel e ao fazer contato visual com o Alpha, disse para ele:

- Danniel, vamos lá?

Se referia ao centro do Caern como tinha uivado o líder dos Peregrinos Silenciosos. Não sabia exatamente qual era a intenção de Danniel, por isso resolveu perguntar.

_________________
Ahroun - Andarilhos do Asfalto - Cliath - Espertinhos

Aparência 05
Fúria 05
Magnetismo Animal / Ambidestria.
Cicatriz no pescoço em formato de "S".[/b]


"Apenas é digno da vida aquele que todos os dias parte para ela em combate."
avatar
John Montecchio

Mensagens : 250
Data de inscrição : 13/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guardião-Escarlate (crinos) - Titãs

Mensagem  Guardião Escarlate em Dom Jun 30, 2013 9:27 pm

O Garra Vermelha ouve a voz de Isack e logo se direciona para ele. O Roedor não consegue conter seu contentamento em rever o rubro companheiro de matilha e o abraça fortemente. O lupino esboça o que seria um sorriso e corresponde ao gesto de Isack.

"- Eu estar vivo e estar bem. Você estar bem? Não saber onde estar os outros..."

Pouco tempo depois, os demais Garous vão aparecendo. Um alívio vai tomando conta do lupino, que cumprimenta a todos da Titãs com um aceno de cabeça à medida que os mesmos vão chegando.

No entanto, um uivo toma conta do Caern. O líder dos Peregrinos chamava todos para o centro do Caern, e que a vitória havia sido deles. Guardião-Escarlate solta um suspiro, com uma mistura de alívio e questionamento. Aquilo tudo havia sido muito estranho. Muito mesmo.

O Ahroun nada diz, e fica apenas aguardando seus irmãos de matilha para atenderem ao pedido do Peregrino. Vez por outra ficava olhando por mais tempo para Vingança-de-Freya. Sua mente estava confusa demais pela situação. Era um alívio enorme ver todos ali, bem, completamente diferente da visão que estava tendo anteriormente.


Última edição por Guardião Escarlate em Dom Jun 30, 2013 10:10 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Guardião-Escarlate - Lupino Ahroun Cliath dos Garras Vermelhas
Manchas (vermelho mais forte) em forma de chamas indo do torso até a cabeça e nas patas.Fúria: 6
Aparência: 1
Raça Pura: 3
avatar
Guardião Escarlate

Mensagens : 70
Data de inscrição : 27/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Vento-da-Montanha (crinos) - Arautos do Trovão

Mensagem  Vento da Montanha em Dom Jun 30, 2013 10:09 pm

Em poucos instantes, Vento-da-Montanha começa a ouvir uivos dos demais membros de sua matilha, tranquilizando o coração e a mente do Ahroun, que se aproximava dos demais Arautos do Trovão.

Chegando próximo a eles, o Portador faz questão de falar com todos os seus companheiros.

"- Fico feliz e aliviado por saber que está aqui! Você está bem?"

Logo em seguida, Ur-Rashid convoca todos para o centro do Caern e que, apesar de toda a confusão, haviam saído vitoriosos.
Claro que estavam felizes, mas como se deu aquilo tudo impedia que a comemoração tivesse um outro gosto.

Sylvia parecia bem alterada. Pelo visto, os demais membros da Arautos tiveram a mesma visão que Vento-da-Montanha. O Garou de pelugem branca se aproxima da Theurge.

"- Fica calma. Seja lá o que for que você passou, é algo que não aconteceu e Gaia lhe deu uma oportunidade de fazer com que não aconteça. Bom, agora vamos atender ao pedido de Ur-Rashid?!" - Se virou para Danniel e os demais - "Vamos, pessoal?"

Vento-da-Montanha possuía de volta a sua característica calma ao falar. Após seus companheiros começarem a se dirigir ao centro do Caern, o Portador os acompanha. Seu corpo o conduzia para o lugar marcado, enquanto sua mente tentava apagar aquela cena.

'Eu vou acabar com todos aqueles malditos traidores... Ah, se vou!'

_________________
Mark Thompson - Vento-da-Montanha
Portador da Luz Interior - Hominídeo - Ahroun - Cliath - Campo do Zéfiro
Fúria: 5
Aparência: 1
avatar
Vento da Montanha

Mensagens : 40
Data de inscrição : 11/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Adan Dimitri (Crinos) - Arautos do Trovão

Mensagem  Adan Dimitri em Dom Jun 30, 2013 11:22 pm

O Filho de Cervo não precisava responder ao comentário de John, pois Sylvia demonstrou nitidamente sua repulsa por aquilo. Com certeza ela precisava de tempo para se recuperar e não que os outros sentissem pena dela. Nesses momentos a solidão era o melhor remédio.

Um uivo, no entanto, corta qualquer atenção que Adan pudesse estar focando naquele assunto. O Peregrino Silencioso Ur-Rashid anuncia a solicita a presença de todos no centro do Caern. Adan olha para Danniel e depois para Bruno, sinalizando para o Andarilho que depois queria ter uma conversa com ele, mas por hora esperava o Alfa para irem ao centro do Caern.

_________________
Hominídeo - Philodox - Filho de Gaia
Cicatrizes: Cicatriz profunda no abdômen.
Carisma 05
Aparência 02
Raça Pura 00
Fúria 03
avatar
Adan Dimitri

Mensagens : 168
Data de inscrição : 28/01/2013
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

MENSAGEM DA NARRAÇÃO

Mensagem  Narrador em Seg Jul 01, 2013 10:17 am

Estimados jogadores,


Nossa crônica conta com mais de 5 anos de existência. Ao longo desse processo passamos por diversas situações que foram sendo corrigidas até chegarmos no nosso ápice que tem sido as últimas noites. No entanto, alguns velhos problemas surgiram nas últimas semanas que vão desde atritos de jogadores com a Narração, insatisfação de players com a ação dos colegas, falta da leitura de posts dos players por parte dos outros players, adiamentos das atualizações – por parte da narração – para que muitos jogadores não fossem punidos (hoje é um exemplo disso), sucessivos casos de falta de atenção.

A Narração avalia que esses erros – com exceção da perda de postagens – são fruto do afã que os jogadores vêm tento de postar e seguir adiante com jogo. Um excesso de vontade que é positivo pois esta crônica necessita ganhar mais corpo e velocidade na resolução de suas cenas. No entanto, mesmo sendo fruto de um excesso de vontade positivo, a Narração tem que tomar algumas medidas para que as coisas continuem a fluir bem.

Eis as medidas:


1 – As atualizações da crônica, a partir da próxima quarta-feira (03/07) irão acontecer novamente às quartas e sábados. A mudança tem como intuito acabar com o excesso de punições de jogadores nos fins de semana. Se os jogadores que possuem namoradas ou uma vida social de solteiro agitada não são capazes de fazer um post com seus personagens na sexta-feira antes de ir para suas merecidas curtições de fim de semana ou domingo antes de irem dormir para voltar a sua vida normal no dia seguinte, a Narração tem que tomar uma medida para adequar a crônica a estes. A crônica voltará a ficar mais lenta, mas são ossos do ofício.

2 – Todo jogador, quando for mudar de cenário (sair da umbra, entrar na umbra, trocar de sala, se deslocar de um lugar para o outro no Caern) só poderá interagir com as ações que acontecerem após o seu post. O post irá marcar, a partir de agora, a chegada do personagem. A leitura retroativa das ações é uma atividade muito benéfica para a crônica e interessante, mas a Narração não tem como argumentar contra jogadores que se sentirem prejudicados por alguém que postou que chegou em algum lugar depois deles perceba o que ele fala ou faz antes dele efetivamente chegar.

3 – Todo jogador que se sentir prejudicado por um outro jogador que tenha visto/ouvido algo que não deveria ou que tenha agido em função de algo que não deveria ter notado deve entrar em contato com o próprio jogador para resolver o problema e, caso ele não seja resolvido, solicitar à Narração a punição do mesmo. A Narração irá avaliar e, caso a punição seja estabelecida, o jogador alvo receberá a mesma na forma da perda de XP.

4 – Quando em público um jogador for falar algo que ninguém mais ouve, ou algo fazer algo discretamente que ninguém nota, esse jogador deve declarar essa ação por MENSAGEM PRIVADA ou INBOX NO FACEBOOK. Em caso de fala com outro player, esta deve ser enviada com cópia para o narrador e interpretada em ON. Em caso de ação discreta, deve-se interpretar algo referente e declarara a ação por inbox. Exemplos: se um jogador vai falar baixo com outro para ninguém ouvir ele deve postar que fala algo baixo com o outro mas enviar a fala por inbox para o jogador em questão e para o narrador. Se alguém for discretamente pegar algo deve postar que segue na direção, faz alguma coisa qualquer e sai sem postar o que pega efetivamente e mandar por inbox pra narração o que pega. Se um jogador, por exemplo, tira as balas de um revolver discretamente deve postar apenas que mexe no revólver e avisar por inbox para a Narração sua ação discreta.

5 – Quando um jogador quiser notar o que o outro player fez, ou ouvir a conversa, este deve procurar a Narração, informar que deseja ouvir, apresentar os motivos pelos quais acredita que seu personagem estaria focado naquele momento, naquele outro personagem, e solicitar à Narração – que irá avaliar a procedência da ação – uma rolagem de percepção para notar algo.

6 – Estão proibidos os usos de quaisquer recursos de destaque e a caixa alta só deve ser usada quando o tom de voz do personagem for elevado (leia-se alto ou grito). Os jogadores devem, obrigatoriamente, passar a prestar mais atenção em tudo que está no post do colega e erros como ouvir o que não se deve, ver o que não se deve, serão punidos com rigor. A narração está aumentando o valor dessa punição de XP de 1 para 2 pontos por erro.

7 – Ainda é autorizado o destaque de pensamentos com base no recurso itálico e se torna obrigatório o uso do uso da cor diferente nas falas. Não usem duas cores no texto em hipótese alguma. Falhas nesse ponto causarão perda de 1 ponto de XP por erro.

A Narração salienta que espera que isso resolva todos os problemas e pede que NINGUÉM RESPONDA ESSA MENSAGEM NAS INBOX DO FACEBOOK (quem quiser tirar dúvidas ou argumentar sobre algo que o faça no privado) para evitar que o chat se torne uma discussão e as pessoas acabem nem lendo a primeira mensagem como acontece com os spams que recebemos nessa rede social. A resposta no grupo do facebook está liberada, mas a Narração recomenda a argumentação privada de qualquer um dos pontos citados, exceto o primeiro que se for discutido deve ser feito no grupo do facebook de maneira pública.

Os problemas venceram! O Narrador está engessando a crônica novamente! Todas as punições feitas ao longo desse dia em ON estão revogadas, porém o rigor com as novas regras será muito mais alto e se os jogadores não prestarem atenção podem ter surpresas desagradáveis no fim da noite.

A atualização será iniciada agora e espero que todos os problemas sejam solucionados com a adoção dessas medidas. Essa mensagem NÃO DEVE SER RESPONDIDA NESSE FÓRUM. Respostas dos pontos 2 a 7 devem ser feitas por meios privados de comunicação e o ponto número 1, caso seja debatido, deve ser feito em aberto no whatsapp e no grupo do facebook.

Atenciosamente,

O Narrador
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Todos no Caern

Mensagem  Narrador em Seg Jul 01, 2013 11:34 am

Conforme caminham, os Garous que estavam pelo Caern começam a chegar na clareira. Sentado, visivelmente abatido e cansado, tomando uma cuia com água entregue por um filhote, estava Benção-de-Gaia, que espera uma boa aglomeração se juntar (todos os personagens das matilhas que estavam no Caern podem interpretar como tendo chegado a tempo de ouvir as palavras do Theurge Filho de Gaia) para dizer:

'- Irmãos, vencemos.'

Sua voz era bem fraca. Coração-Sábio, o Portador da Luz, se aproxima de Benção-de-Gaia que faz um gesto para que ele não lhe impeça e diz:

'- Enquanto Ur-Rashid vai fazer o levantamento das nossas baixas...'

O Theurge tosse um pouco de sangue e é acudido pelos filhotes, mas mais uma vez os afasta para prosseguir falando:

'- ... eu acho que devo explicar a vocês o que aconteceu. Todos nós fomos vítimas do ataque de uma poderosa criatura da Wyrm, chamada Pesadelo. Eu pude estar em contato com sua essência no processo do exorcismo e digo-lhes que é uma das coisas mais vis que eu já vi. É uma criatura que nos joga contar nossos medos, nos prende em ilusões e que estava tendo seu poder potencializado por outro monstro da wyrm, o Tecelão dos Sonhos.'

Benção-de-Gaia volta a tossir e vomitar sangue em uma cuia, mas segue falando:

'- Eu usei todo o poder que eu tinha para manter a barreira de proteção e exorcizar os dois. Nosso Caern está muito perto de sofrer uma queda de nível e não pode mais sofrer danos. Mas nós vencemos. Esse Caern é filho da Fênix. Mais uma vez passou perto da queda e sobreviveu. Mas algo me preocupa...'

O Theurge olha na direção de Meet e, voltando sua atenção a todos mais uma vez, diz:

'- Eu vi que segredos, muitos deles, são guardados. Não se espantem, Pesadelo, que ainda está por ai, leu a mente de cada um de vocês e sabe seus medos, angústias e segredos não revelados. Eu vi que ele estava aqui o tempo todo e peço publicamente...'

Mais uma sequencia de tosse, dessa vez mais longa, e ele segue falando:

'- E peço publicamente desculpas à Matilha Titãs, em especial ao seu alfa, Herança-Selvagem por não ser capaz de saber o inimigo que estava aprisionado em vosso território. A culpa da fuga de pesadelo é minha e eu a assumo. Eu deveria ter investigado melhor. Esse Caern, fundado há muito tempo, perdeu sua história com a morte dos nossos Galliards mais antigos e com isso não temos ideia do que temos espalhado por essa cidade e esse Estado. Todos devem abrir os olhos. Todos precisam estar atentos.'

O Theurge olha para cada Garou ali, muito sério, e apenas diz:

'- Eu não tive tempo para entender como pensa o Pesadelo e nem de descobrir como derrotá-lo mas saí dessa conexão com duas certezas: teremos muitas surpresas com coisas que não sabemos que temos em nossos territórios e que ele será um dos piores inimigos que já enfrentamos. Muita coisa aconteceu aqui há 100, 200, 300 anos atrás e a Wyrm, pelo que pude sentir, cuidou direitinho para que ninguém soubesse dos segredos escondidos nessa cidade...'

Ao fim da fala, Benção-de-Gaia tosse mais sangue e encerra dizendo:


'- Estão todos dispensados, apesar de eu não ter autoridade para dizer isso. Falcão-de-Prata deve estar voltando, mas até ele chegar, vamos apenas começara a preparar os nossos mortos para a cerimônia quando ele chegar e, caberá a ele decidir o que deve ser feito dali pra frente. Só peço que ninguém deixe as dependências do Caern, por favor.'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sylvia (Humana) - Todos

Mensagem  Sylvia Capuleto em Seg Jul 01, 2013 1:19 pm

A Theurge continuava aguardando uma orientação do líder de sua matilha para seguir ao centro do Caern. Uma orientação que não vinha. Danniel estava estático e aquela posição inerte poderia incomodar Sylvia, caso ela não estivesse perdida em seus pensamentos.

Já de pé, após a interação com Ethan, Sylvia recebe comentários vindos de Vento da Montanha. A Theurge, com o olhar vazio e meio perdido, olha na direção do Portador da Luz mas nada diz. Apenas aproveita a deixa que ele havia dado - e que portanto não a colocava como líder de nenhum motim contra o alfa - para começar a caminhar lentamente na direção do centro do Caern.

A Senhor das Sombras caminha sem dizer uma palavra sequer e quando chega e vê o estado de Benção de Gaia, se acomoda em um tronco de árvore para ouvir suas palavras. As palavras são ditas com dificuldades e revelavam o que ela mesma já havia deduzido. Tinha certa curiosidade sobre os poderes usados pelo antigo líder da Seita, mas não tinha cabeça para pensar sobre eles agora. Ainda estava abalada e, de tão abaladas, as palavras importantíssimas e sérias que haviam sido ouvidas não tinham sido devidamente absorvidas. Só entendera quem era Pesadelo e pelo pouco que havia sido dito, esse inimigo tinha que ser estudado. Uma ideia de que estão em um campo minado de segredos também é lançada. Enfim, a batalha tinha sido vencida mas a guerra estava cada vez mais complicada.

Sylvia apenas ouve tudo que é dito e, sem dizer uma palavra, fica observando as reações dos demais diante de tudo que tinha sido falado.

_________________
Sylvia Capuleto "Feiticeira das Sombras"
Adren / Hominídeo / Theurge / Senhores das Sombras
Voz Encantadora / Magnetismo Animal
Aparência 05
Raça Pura 05
Fúria 02
avatar
Sylvia Capuleto

Mensagens : 408
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Matilha Titãs

Mensagem  Convidad em Seg Jul 01, 2013 8:17 pm

"Véi... o play boy é foda mesmo..."

Isack passou a nutrir certa admiração por Benção-de-Gaia. Estava triste com a morte de tantos. Filhotes e guerreiros mais experientes, a onda de destruição e seus medos revelados, tudo isso parecia uma ferida muito grande cujo sopro de mãe era incapaz de fazer parar o ardor. Mesmo quando o sopro materno era de Gaia. Essa vitória parecia o prenuncio do apocalipse.

Isack assumia sua forma Crinos e, próximo de Meet, não pode deixar de dar um tapinha amigo nas costas de seu Alpha quando o Ex-líder da seita dirigiu desculpas ao Presas de Prata.

O Roedor permaneceu ali, calado, e assim ficaria até segunda ordem de seu Alpha.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Bruno - Arautos do Trovão

Mensagem  Convidado em Seg Jul 01, 2013 9:55 pm

Continuou alí de pé, achando graça de praticamente tudo, até notar o estado de Sylvia, que felizmente todos pareciam se preocupar em acudir: “O maior dom que gaia pode dar, é ser uma fêmea bonita! Hahahahahahaha”

Certamente suas palavras não fariam diferença alguma para Sylvia em meio a tantas outras, sem contar que não estava em condições de consolar ninguém, e sabia disso. Pensamentos pouco honrosos voltaram a lhe ocupar a mente, tendo certos companheiros de matilha como principais alvos até que percebeu a olhadela de Adan: “Bom, parece que alguém está preocupado comigo afinal! Hahahahaha” Pensou, deixando escapar mais um sorriso. Logo em seguida meneou a cabeça em negação: “Nêh... acho que essa olhadinha sexy foi por causa do comentário que fiz do pai dele...”

Um uivo convoca a presença de todos para o centro do Caern, e Bruno permanece olhando Danniel por algum tempo, que parecia catatônico. Até aquela cena parecia cômica aos olhos do Andarilho, que ao ver Sylvia se deslocando para onde haviam sido convocados, deu de ombros: “Alpha... to indo lá também hein...” Disse, sorridente e apontando para o caminho, seguindo tão logo para o local do uivo.

Só quando Benção-de-Gaia foi esclarecendo tudo que havia acontecido, foi que aos poucos, Bruno conseguiu apagar aquele sorriso dos lábios, à medida que ia recobrando o raciocínio lógico: “Então... foi isso...”

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Herança-Selvagem - Benção-de-Gaia / Titãs

Mensagem  Convidado em Seg Jul 01, 2013 10:27 pm

Após ter chegado, acomodou-se sentado em algum canto, dessa vez despreocupado com posições hierárquicas, já que o Caern estava extremamente desfalcado. De lá, esperou que a matilha se juntasse enquanto começava a ouvir as primeiras palavras do debilitado Theurge.

O discurso preocupa Meet, que se pergunta sobre aquela encarada que recebeu do Filho de Gaia ao ter escutado o ex-líder mencionar sobre segredos. Teria ele em algum momento presenciado as experiências do Ahroun com o Rei? Por via das dúvidas, permaneceu indiferente, retribuindo o olhar com o mesmo de sempre.

Ao receber os pedidos de desculpas, apenas balançou a cabeça uma única vez, como quem aceita, fitando em seguida o ragabash da matilha que lhe tocava com companheirismo.

Após terem sido liberados, Meet se vira para os seus, observando a todos com seus olhos claros e frios como o gelo:
“Vamos ajudar com os mortos! Mas... Isack... quero uma ótima atuação sua ao contar sobre os feitos da matilha na assembleia, então, se quiser se preparar...  está liberado!”

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Madame (lupino) - Titãs - Benção de Gaia - Todos no Centro do Caern

Mensagem  João Maria de Sant'Anna em Ter Jul 02, 2013 9:54 am

Madame resolve mudar para Lupino enquanto a matilha segue ao centro do Caern. Lá chegando, todos podem ver que Benção de Gaia estava muito debilitado, fraco e cuspia sangue aqui e ali. O Roedor, em todo o caminho tem as mente colada a sua família. Precisava vê-los, mas Gaia lhe chamava e ele tinha um dever para com o mundo do qual eles viviam.

A Titãs chegam no momento em que Benção diz que haviam vencido a batalha. Era um alívio para Madame saber aquilo, mas e os garous que pereceram? Houve baixas, isso era visível. Onde estaria Canção de Balder naquele momento? E o filhote dele? Quem cuidaria dele agora se ele tivesse perecido na mão daquele adversário? Suspirou fundo, ainda na forma Lupina e prestou a atenção nas palavras de Benção de Gaia. Seus pensamentos ficariam para depois.

Quando o Theurge, ex-líder olha para Meet, o Philodox percebe que viria algo mais da boca de Benção de Gaia dirigida a Herança Selvagem ou a matilha. Talvez ele ficara sabendo que a matilha tinha conhecimento da possível traição que ocorrera. E não demora a isso acontecer. Benção de Gaia pede desculpas a matilha pelo seu erro em não ter descoberto o traidor antes.

Todos no Caern tinham que ficar em alerta. Mesmo com a vitória, era possível que eles fossem atacados novamente. O líder da Seita, Falcão de Prata, ainda não retornara e por isso tinham que aguardar. Madame mantém sua boca fechada e na forma lupina. Isack é o primeiro a falar e Meet o dispensa, caso ele desejasse. Madame apenas observa Herança Selvagem, parecia ter gostado de ter recebido aquelas desculpas, mesmo não tendo nenhuma demonstração que havia gostado. Assentiu positivamente com a cabeça sobre ajudar com os mortos.

_________________
Madame Satã - Cliath - Hominídeo - Philodox - Roedores de Ossos
Cicatriz de batalha no pescoço advindo de uma mordida e falta da mão direita
Carisma - 03
Aparência - 03
Fúria - 03
Magnetismo Animal
avatar
João Maria de Sant'Anna

Mensagens : 100
Data de inscrição : 21/02/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Isack - Meet - Madame

Mensagem  Convidad em Ter Jul 02, 2013 10:35 am

Isack fareja a aproximação de seus companheiros de matilha enquanto ouvia as recomendações de Meet. Ao mesmo ele responde:

-Obrigado por me liberar... mas... se dé, quero ajudar com os caídos... se vc liberá..

Ele olha para baixo, abatido.

-Fechar os olhos deles é uma honra que eu quero te... se á ligado Herança-Selvagem... Graças a morte deles.....nóis tá aqui... Eles também fazem parte da história da Titãs...

Repentinamente, o Garou sobressalta-se, refletindo sobre o que dissera, e repete parte das úlimas palavras:

-Nós estamos .... eita cassete.... -  ele fareja o ar ao redor - Cade o Fenris?! O Canção-de-Balder.... - Ele vira-se deixando o Alpha sozinho sem entender direito o que se passava - Ô Madame... cadê o Fenris? Onde tá o malaco?

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Lúcia (Crinos) - Todos

Mensagem  Lucia Dweight em Ter Jul 02, 2013 10:47 am

Lúcia segue com sua matilha até chegar no local onde um muito debilitado Benção de Gaia faz pesadas revelações. A meia lua fica atenta a cada palavra e acha curioso o pedido de desculpas direcionado especificamente à Meet. Pensa, por um instante nas revelações de mais cedo, mas depois daquelas desculpas, como ter certeza de algo?

Lúcia olha para Meet e quando a fala de Benção de Gaia termina se prepara para seguir com sua matilha e cumprir os procedimentos já programados para aquela noite. Meet havia decidido que iriam ajudar com os mortos e, se seu alfa havia tomado essa decisão, não seria ela quem iria questionar.

Sendo assim, Lúcia apenas espera que Meet parta (visto que ele conversara com Isacknewton antes de partir) para seguir junto dele para ajudar nas tarefas que haviam para serem cumpridas naquele Caern.

_________________
Lúcia Dweight "Links Aleatórios"
Forsten (Posto 2) / Hominídea
Philodox / Andarilhos do Asfalto
Interruptores Aleatórios
Aparência: 5 / Fúria: 4
Raça Pura: 0
avatar
Lucia Dweight

Mensagens : 98
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Helene (Crinos) - Arautos

Mensagem  Helene Rios em Ter Jul 02, 2013 1:50 pm

Conforme os membros da sua matilha vão seguindo, Helene faz um gesto para que todos sigam consigo para o centro do Caern e no caminho diz:

- Vamos nos manter juntos e demonstrar a união dessa matilha para toda a seita.


Lá chegando, Helene se mantém próxima aos demais Arautos do Trovão mas com o olhar busca e verifica que os outros 3 generais haviam sobrevivido e isso era bom.

A Fúria Negra ouve sem esboçar reações as palavras de Benção de Gaia. Era muito bonito reconhecer erros, mas agora era tarde demais e, mesmo com ele tendo salvado a vida de todos ali, a Fúria Negra ainda colocava na conta dele a vulnerabilidade da seita nos tempos atuais..

Sem nada a dizer, ou pelo menos não querendo dizer naquele espaço, Helene apenas observa os demais e fica aguardando por manifestações ao passo que assimilava a gravidade e complexidade do que havia sido dito.

_________________
Helene Rios - Ira de Ártemis
Adren - Mulher - Ahroun
Fúrias Negras - Amazonas de Diana
Aparência - 5
Fúria - 6
Raça Pura - 4
avatar
Helene Rios

Mensagens : 107
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Adan Dimitri (crinos) - Danniel / Arautos do Trovão / Todos / Benção de Gaia

Mensagem  Adan Dimitri em Ter Jul 02, 2013 1:54 pm

O Filho de Gaia nota que alguns membros da matilha ja tomavam a iniciativa de seguir para o centro do Caern e, devido a demora que estavam tendo ali, achava que talvez fosse o melhor a ser feito. Adan olha então para Danniel e diz:

- Vamos Danniel... Deve ser importante...
Dito isso ele segue para o centro do Caern logo atrás de seus companheiros de matilha a tempo de ouvir Benção de Gaia. A reação inicial de Adan ao ver o ex lider de Seita foi de querer ir até ele para ajuda-lo, mas visivelmente ele estava recebendo bastante atenção dos filhotes e não queria ser interrompido.

Adan escuta tudo em silencio sobre o que tinha acontecido. Havia ficado realmente feliz de saber que foi pelas mãos de Benção de Gaia, o “lider fraco”, que todos foram salvos do controle da Wyrm.

Benção de Gaia precisava descansar, isso era fato, mas ele não se detem em falar tudo que tinha parar ser dito. Visivelmente preocupado com as informações passadas o Filho de Gaia imaginava que segredos os Galliards mais antigos poderiam ter para a Wyrm tê-los abatido.

Uma ideia vem a mente do Philodox e ele procura Danniel com o olhar rapidamente e assim que o encontra vira-se para o lider e diz:

- Preciso conversar com você sobre o que ouvimos aqui...

_________________
Hominídeo - Philodox - Filho de Gaia
Cicatrizes: Cicatriz profunda no abdômen.
Carisma 05
Aparência 02
Raça Pura 00
Fúria 03
avatar
Adan Dimitri

Mensagens : 168
Data de inscrição : 28/01/2013
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sarah (Crinos) - Todos

Mensagem  Sarah Paulsen em Ter Jul 02, 2013 2:32 pm

Em conjunto de sua matilha, de quem não se afastara em momento algum, Sarah ouve todas as palavras de Benção de Gaia. O Filho de Gaia, que havia demonstrado um enorme poder ao salvar todos do que ele explicava ser uma terrível ilusão d Wyrm, se mostrava agora como um verdadeiro Filho de Gaia. Fraco, combalido, quase morto e com dificuldades para falar. Sarah chega até a sentir um pouco de pena, afinal, ele havia salvo sua vida, mas no fundo estava orgulhos da superação dele. Não era um Fenris, para ele, aquilo era um grande feito, ainda mais saindo vivo.

Deixando os ranços tribais de lado, Sarah ouve tudo que é dito e um profundo ódio habita seu coração. Pesadelo deveria ser morto, destruído e o Tecelão também. Eram criaturas muito malignas que tinham mexido com feridas que a Fenris jamais iria perdoar. Ela queria vingança. Tinha sede de sentir suas garras dilacerando aqueles monstros, mas infelizmente sabia que ia ter que esperar.

Ouvindo o comentário de Meet sobre as tarefas, a Fenris apenas acena positivamente e já se coloca para seguir com a matilha para ajudar no recolhimento e preparação para o enterro dos mortos. Tinha um mínimo de treinamento de Galliard pelo seu passado e achava que poderia ser útil agora.

_________________
*Sarah Paulsen, Vingança de Freya*
Impura - Cliath - Crias de Fenris - Valquírias de Freya
Deformidade: Sentidos Hiperaguçados
Cicatriz: Superficial no Ombro Esquerdo
Aparência: 05
Fúria: 06
Raça Pura: 04
Qualidade: Físico Impressionante
avatar
Sarah Paulsen

Mensagens : 121
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Clareira Central

Mensagem  Danniel Jacks em Ter Jul 02, 2013 5:18 pm

BARDO FORASTEIRO - ARAUTOS DO TROVÃO

Danniel estava meio perdido em seus pensamentos, será que não era mesmo um bom líder para sua matilha? Ele tinha tentado de tudo, tentou ser companheiro, tentou ser um bom alpha, tentou cuidar de todos, pensar no lado de todos mas ainda assim fora taxado como um incompetente, será que aquela era a sua realidade?

Em meio a seus devaneios, os membros de sua matilha começam a chamar seu nome, ele fala com os dois que estavam mais próximos, Adam responde porém Sylvia ignora o alpha. Antes que pudesse falar mais alguma coisa um uivo solicita a presença de todos os garous, Danniel ainda viajava, não falava muita coisa, estava ainda abatido com o que vira, toda matilha se junta e partem para o centro do caern onde Benção de Gaia falava algo.

Ele se limita a se por em silêncio, tinha sido fraco, mesmo com uma Lança que tinha tamanho poder, conhecia o poder de seu fetiche e mesmo assim caiu em um ataque daquele, estava decepcionado consigo mesmo, com seu desempenho, com sua conduta como alpha e com as palavras de a imagem de seu pai havia dito. Em silêncio, o garou caminha e se coloca próximo a Helene e de seus companheiros de matilha.

Estavam parcialmente dispensados, precisavam se manter no Caern, então o Galliard se volta para seus irmãos de matilha e diz:

-'Eu não sei o que todos aqui viram, não vou obrigá-los a falar e sei que ninguém gostou do que viu... Eu ainda estou meio baleado com o que vi, mesmo ouvindo as palavras do Benção de Gaia... Só queria pedir que mantivéssemos a união aqui, agora e sempre, por mais que tenhamos visto coisas que doeram não podemos deixar a peteca cair, temos que ter confiança uns nos outros, somos uma família, somos um só!! Queria me desculpar se não fui um bom líder durante a batalha, permiti que Sylvia se machucasse, muitos se feriram, eu não soube administrar...'

O Garou respira fundo e olhando para cada um ali, ele diz:

-'Vamos ficar por aqui mesmo, a matilha junta... Estamos todos cansados e abatidos, acho que a união é a melhor opção agora... Alguém discorda ou tem algo mais a dizer
?'

_________________
Hominídeo - Ahroun - Fianna - Irmandade de Herne
Aparência 05
Raça Pura 05
Fúria 05
Característica marcante: Voz do Rouxinol
avatar
Danniel Jacks

Mensagens : 359
Data de inscrição : 27/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

John Montecchio - Todos/ Arautos do Trovão

Mensagem  John Montecchio em Ter Jul 02, 2013 6:58 pm

John aguardava ansiosamente uma posição de Danniel para que pudessem ir na clareira central do Caern já que o líder dos Peregrinos Silenciosos uivou convocando a todos para que fossem urgentemente. As conversas continuavam rolando. Vento-da-Montanha mostrava-se profundamente feliz em saber que estava bem e que tudo tinha acabado. Não era para menos, John também tinha essa sensação de alívio no corpo apesar de desconfiar muitas vezes se aquilo que estava vivendo agora era real. De tempo em tempo olhava para seu corpo e levava a mão no saco conferindo suas bolas e seu órgão sexual. Desejou do fundo do coração que a idéia de ser eunuco nunca mais passasse em sua mente, mas esse pesadelo insistia em aterrorizar seus pensamentos, porém não mostrava nenhuma reação quanto a isso.

Cansado de esperar Danniel dar a ordem para que todos fossem até o centro do Caern, John vê Sylvia ir na frente e logo depois de algum tempinho Bruno e Helene também. John, para não ultrajar a hierarquia, seguiu os modos de Bruno e o acompanhou.

- Danniel, to indo pra lá também.

Acompanhava o irmão tribal sem dizer nada, até que a voz de Helene chega a seu ouvido, pedindo para que  se mantivessem juntos e mostrasse a união que aquela matilha tinha. John não pensa duas vezes, acena positivamente para Ahroun e vai próximo a ela. Olha para Bruno certificando-se também de que ele viria. Ao chegar ao centro do Caern nota Benção-de-Gaia muito ruim fisicamente sendo amparado pelos filhotes. Entre tosses de sangue e sua voz trêmula, escutou atentamente o que era dito pelo ex-líder da seita. A idéia de que o Pesadelo ainda estava solto fez com que John respirasse fundo desejando nunca mais ter que encontrar esse espírito. Era demais pra cabeça dele. Não queria passar isso de novo de jeito nenhum.

Danniel tinha acompanhado a matilha logo atrás. Estava quieto demais, mais que o normal. Após Benção-de-Gaia terminar de fazer o uso da palavra e pedir para que todos se mantenham no Caern, Danniel virou-se para todos e começou a falar sobre o acontecido. John escutou atentamente cada palavra do Alpha e concordava com todas. Danniel não poderia ser o melhor dos líderes, mas tinha certeza absoluta de uma coisa: ele tinha fibra e raça. Isso bastava para John. Melhor do que ser um bom líder, é reconhecer aonde está errando e seguir em frente corrigindo aquilo que estava errado. Ao terminar de falar e abrir espaço para pergunta, John se antecipa olhando para Danniel e diz:

- Danniel, você não precisa se desculpar de nada. Um líder nunca deve abaixar a cabeça. Se você enfraquece, nós enfraquecemos. Você é o elo mais forte dessa corrente. Você só não seria um bom líder se não tivesse lutado ao nosso lado com garra e louvor. Você fez o que estava ao seu alcance e isso é extremamente valioso para um Alpha! Fibral, Moral, Garra, Raça, Comprometimento e Humildade para reconhecer e melhorar, é sempre importante! Você têm isso como líder e isso para mim basta. Seguiria você e a todos aqui até a morte se fosse preciso não pelo seu comando de líder, mas sim pelo seu caráter. Todos nós aprendemos com os erros e um líder não aprende de forma diferente.

Fez uma pausa ainda olhando para Danniel e o cumprimentando com a cabeça. Finalizou erguendo seu punho e cerrando na altura da cabeça mostrando comprometimento naquele momento difícil da matilha.

- Se depender de mim, a peteca não vai cair! A união faz a força! Sejamos unidos agora e mais fortes juntos a cada novo dia!!

Terminava seu discurso olhando para todos e seguindo as palavras que Danniel tinha iniciado. O Alpha poderia estar apanhando como líder, mas John sabia que tudo na vida era experiência e algumas dela você só ganha apanhando da própria vida. Terminando de proferir suas palavras, John abaixou seu braço. Olhava no rosto de cada um com um semblante sério e firme. Esperava que suas palavras surtissem algum efeito no coração de seus irmãos de matilha.

_________________
Ahroun - Andarilhos do Asfalto - Cliath - Espertinhos

Aparência 05
Fúria 05
Magnetismo Animal / Ambidestria.
Cicatriz no pescoço em formato de "S".[/b]


"Apenas é digno da vida aquele que todos os dias parte para ela em combate."
avatar
John Montecchio

Mensagens : 250
Data de inscrição : 13/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Adan Dimitri (Crinos) - Arautos do Trovão

Mensagem  Adan Dimitri em Ter Jul 02, 2013 9:22 pm

O Filho de Gaia escuta as palavras de seu Alfa sobre o que tinha acontecido e sobre seu desempenho como líder. Adan cruza os braços e aguarda calmamente que ele terminasse o que tinha que dizer.

John toma a palavra logo em seguida, fazendo o Philodox apenas olha-lo com o canto dos olhos. Assim que o Andarilho termina de falar Adan pigarreia mostrando que desejava falar e então diz:

- A situação não era boa e definitivamente o que você pode fazer foi feito... Sylvia ter se machucado foi uma fatalidade pois como ficamos parados no inicio demos chances para os malditos nos atacarem a distancia.

Ele faz uma rápida pausa e logo prossegue:

- No que depender de mim pode contar comigo sempre Danniel, assim como todos da Arautos do Trovão... Sei que tem tudo pra ser um grande Alfa... Esta no seu sangue.

Ele lança um olhar para John e depois para Mark e diz:

- Mas, para manter a união, preciso advertir do que vi no campo de batalha. Uma atitude que não deve se repetir jamais... Vento da Montanha, enquanto estávamos defendendo este Caern e você enfrentava uma das criaturas que o Theurge invocou você "avisou" Punho de Aço para não mais matar um inimigo que você já tenha deixado a beira da morte... Eu entenderia seus motivos se este fosse um inimigo pessoal seu, mas como não é o caso quero pedir que ISSO não se repita. Só Gaia sabe o que teria acontecido se John não tivesse dado fim a criatura. Você é um Portador da Luz Interior, Tribo que admiro muito pela inteligencia, e espero que pondere sobre o que estou dizendo e veja que o que estava em jogo é muito mais importante do que "quem mata quem".

Dito isso o Philodox se cala e se mantém olhando para o Portador da Luz Interior esperando uma resposta. Deixar aquela conversa para depois poderia acabar não tendo o mesmo efeito do que teria agora já que o referido combate havia acontecido a poucos instantes.

_________________
Hominídeo - Philodox - Filho de Gaia
Cicatrizes: Cicatriz profunda no abdômen.
Carisma 05
Aparência 02
Raça Pura 00
Fúria 03
avatar
Adan Dimitri

Mensagens : 168
Data de inscrição : 28/01/2013
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bruno - Arautos do Trovão

Mensagem  Convidado em Ter Jul 02, 2013 10:15 pm

Logo a matilha estava reunida novamente, e agora, Danniel demonstrava não apenas estar verdadeiramente presente, como se punha a desculpar-se, seguindo o exemplo do ex-líder do Caern.

Mais uma vez, antes que pudesse pensar em dizer qualquer coisa, seu irmão tribal, John, parecia comprometido em levantar os ânimos por alí. Não pôde deixar de admirar a força de vontade do companheiro, que em nada se parecia com a de Bruno, ainda mais reticente que o normal depois do que havia acontecido.

Algumas palavras no discurso de Danniel e de Helene martelavam de forma negativa na cabeça do Andarilho, que apenas preferiu enxergar o melhor do que haviam falado. A situação já era complicada demais para se ater a pequenos detalhes que não concordava.

O comportamento sorridente de antes já não mais fazia parte do semblante de Bruno, que observava sério o desenrolar da conversa sobre Sylvia ter se machucado: “Bom... sinceramente, o que aconteceu com Sylvia me abalou tanto quanto a qualquer um no campo de batalha, mas... na guerra, estamos sujeito a isso e a morte. Não vejo o porquê desse assunto... é claro que existem estratégias a serem melhoradas, mas não por isso, todos nós nos ferimos lá... uns com mais intensidade que outros, claro!” Não entendia a razão de ser do assunto até que Adan repreende o Portador da Luz, cumprindo seu papel como Philodox. Realmente para um Portador, aquela atitude não havia sido muito sábia, imaginou o Andarilho.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Herança-Selvagem - Isack / Titãs

Mensagem  Convidado em Ter Jul 02, 2013 10:33 pm

Se preparava para partir junto a matilha, quando ouve a resposta de Isack: “Como disse... você está liberado! Se quiser usar seu tempo livre para ajudar com os corpos, acho muito louvável... mas deixei claro o que espero de você na assembleia, se acha que não precisa desse tempo, ótimo, venha nos ajudar!”

Logo depois, toma a frente da matilha para o caminho que seguiriam, mas vira-se novamente para todos antes de fazê-lo: “Aliás... nenhum de vocês está obrigado a ajudar com os falecidos. Afinal, imagino que uns estejam mais abatidos que outros, e não vejo problema algum se não quiserem seguir simplesmente para descansar. EU particularmente, acho que me sentirei mais disposto fazendo isso... o resto de vocês está liberado também! Só quero que não sumam do Caern nem se afastem tanto que precisemos uivar para nos reencontrar. No mais, nos encontraremos mais tarde aqui, nesse mesmo ponto!” Balançou a cabeça milimetricamente antes de disparar para onde o Wendigo havia devorado o filhote, imaginando que encontraria algum resto para ser enterrado.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ferida-do-Vento (lupus) / Todos

Mensagem  Balik Samir em Qua Jul 03, 2013 2:08 am

Chegava ao caern e ouvira o uivo da vitória, mas não era suficiente para esbanjar sorriso. Ainda havia muita água para rolar.
Ele apenas espera o resto de sua matilha junto a Anksu, e depois os segue.

_________________
Hominídeo Ragabash Wendigo - Cliath
Carisma 3
Aparência 2
Fúria 5
avatar
Balik Samir

Mensagens : 130
Data de inscrição : 30/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Matilha Arautos do Trovão | Matilha Titãs

Mensagem  Narrador em Qua Jul 03, 2013 7:49 am

Benção-de-Gaia, antes que todos se retirem, diz:

'- Um minuto eu tenho mais uma coisa importante para revelar. Eu espero que vocês consigam entender, mas as palavras que vou dizer podem ser difíceis de serem entendidas e eu estou pronto para arcar com as consequências delas.'

O ex-líder da Seita se levanta com dificuldade e começa a falar:

'- Quando ocorreu a Tempestade Espiritual, que aqueles que não a presenciaram devem pelo menos ter ouvido falar, eu tive que conter, com minhas próprias mãos, a instabilidade causada pela abertura permanente dos portões do inferno. E durante o Ritual no qual fiz esse processo...'

O Filho de Gaia começa a tossir muito sangue e cai desmaiado no chão. Ur-Rashid, o Peregrino Silencioso se aproxima para cuidar dele. Alguns Theurges também se aproximam e o líder dos Peregrinos diz a todos os presentes, não em tom de ordem, mas em tom de quem tentava segurar as pontas já que, na transição de poder, não havia quem as segurasse por ali:

'- Ele está com a alma ferida. Não há como curar. Ele precisa de repouso e descanso. Vai ficar bem. Sigam com suas tarefas e não saiam do Caern até que Falcão-de-Prata esteja de volta. Precisamos contabilizar nossos mortos e deixar tudo pronto para a cerimônia quando podemos realizá-las assim que as matilhas que invadiram a colmeia voltarem.'

Meet e quem mais seguir para onde o Wendigo estava irá encontrar um rastro de 15 filhotes mortos. O único filhote vivo é Manto-Branco, filho de Kiba, que estava no colo de Hans Falcon. A lista de mortos no Caern era considerável. Muitos Garous importantes caídos. Os que trabalharem com os mortos irão encontrar os corpos de: Cólera-de-Ares (Impuro Macho, Athro, Philodox das Fúrias Negras), Todo-Errado (líder dos Roedores de Ossos, Athro, Philodox, Impuro, Capuz), Ferrugem-dos-Espíritos (Adren, Theurge, Andarilhos do Asfalto, Hominídeo, Interruptores Aleatórios), Máquina-Mortífera (Hominídeo, Athro, Ahroun, Andarilhos do Asfalto, Cyberdogs), Forjador-de-Histórias (Líder dos Fiannas, Hominídeo, Ahtro, Galliard, Irmandade de Herne),  Alma-Tranquila (Impuro, Philodox, Filhos de Gaia, Servos do Unicórnio), Ligeirinho (Hominídeo, Athro, Ragabash, Peregrinos Silenciodos, Arautos).

O Garou Canção-de-Balder e seu filho não são encontrados dentro dos limites do Caern.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Isack - Meet

Mensagem  Convidad em Qua Jul 03, 2013 12:51 pm

Isack olhou profundamente nos olhos de Meet, um certo grau de raiva enrijeceu os músculos do Roedor. Obviamente ele tinha ouvido a resposta anterior do Alpha, só repetiu a pergunta para mostrar que agiria somente com consentimento do mesmo. Na realidade, aquilo era uma prova de apoio ao qual o Alpha respondia com desdén. O Presas de Prata era FORTE, MUITO FORTE, mas não aguentaria com a matilha e provavelmente não aguentará caso não melhorasse seu relacionamento interpressoal. Existiam outros Garous mais aptos para liderança lá, Sarah e Links eram dois grandes exemplos disso.
Ser um líder e ser revestido por ela, são coisas bem distintas e o Presas de Prata precisaria aprender isso rápido.

"Hunf! Me chutar a bunda quando já estou de quatro é demais! Aguarde filho burguesinho... aguarde."


Apenas virou para o Alpha e disse:

-Entendido.... - seu tom foi neutro. Não tinha agressividade nenhuma, mas tão pouco, seu tom bem humorado habitual.

Quando Meet partiu, seguiu para os principais campos de batalha, longe dos olhares curiosos e a procura de corpos caídos e algum objeto que lhe fosse útil: fetiches, dinheiro, chaves de carros, cheques ou até mesmo pistas. Revolveria os corpos dos inimigos com discrição e depois ajudara a recolher os irmãos caídos.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Clareira Central

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 40 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 22 ... 40  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum