Capela Tremere - Chácara em Vargem Grande

Página 2 de 34 Anterior  1, 2, 3 ... 18 ... 34  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Filippi - Beatrice

Mensagem  Luiz Filippi em Ter Fev 25, 2014 9:22 pm

*A voz áspera e naturalmente um tanto autoritária de Filippi fala em seu italiano perfeito no telefone*

- Boa noite, Beatrice. Aqui é Luiz Filippi, conversamos ontem brevemente no Elísio. Creio que você já sabe do ocorrido...

_________________
Carisma 4
Aparência 2
Qualidade: bad boy
Idade aparente: 43
Altura: 1,90 m
avatar
Luiz Filippi

Mensagens : 216
Data de inscrição : 26/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Beatrice Verlanghieri - Luiz Filippi

Mensagem  Beatrice Verlanghieri em Ter Fev 25, 2014 11:01 pm

Ela prontamente responde, também em italiano pois ele assim escolhera:

- Claro, claro Luiz Filippi....Eu soube dos eventos e estou mobilizando minhas forças aqui para o que puder ser feito...você está bem? Estava em um dos locais atacados?
avatar
Beatrice Verlanghieri

Mensagens : 84
Data de inscrição : 11/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capela Tremere - Chácara em Vargem Grande

Mensagem  Johanna Meisner em Qua Fev 26, 2014 4:00 pm

Johanna aguardou pacientemente o lacaio de Beatrice vir buscá-la na ante-sala. Sabia que provavelmente a irmã estaria compenetrada entre vísceras e galões de sangue e precisaria de alguns segundos até poder encontrá-la. Pousou os olhos nas unhas vermelhas imaculadas e, repentinamente, um lampejo surgiu em sua mente. Estaria Ian vivo? Se sim, que tipo de informação ele teria sobre o ataque? Ele não negaria contar a história completa à sua regente, certo? "É claro que não. Ou eu teria que arrancar cada palavra de seu seu delicado rostinho", pensou, arranhando o braço direito da cadeira em que estava sentada.

- Senhora Meisner, aguarde mais um instante, a senhora Verlanghieri está ao telefone.

- Meu caro, certamente que Beatrice não me deixaria esperando por uma coisa tão fútil como uma ligação - disse, um sorriso malicioso no rosto - Apenas aponte-me o cômodo que ela está e eu irei encontrá-la, sim?



Caminhou pelos corredores escuros a passos lentos, passando por inúmeras portas trancadas e imaginando que tipo de experimentos a irmã já havia conduzido por ali. As imagens que fariam o estômago de muitos revirar não tinham efeito na húngara. Medo, paixão, desejo, raiva... não havia sentido em ser uma imortal e ainda se entregar a coisas tão pequenas e desprezíveis. Emoções só serviam para anuviar o pensamento frio e criar obstáculos em planos racionais. Os impulsivos eram sempre os primeiros a cair em situações de perigo.

'- Então, irmã,  - disse, ao abrir a porta do quarto onde Beatrice estava - o que houve com os membros da cidade dessa vez? Será que precisaremos colocá-los em jaulas até que aprendam a fazer algo direito? Não são capazes nem de defender um mero palacete?

Rolou os olhos, impaciente. Pelo jeito, teria que tirar seu chicote do armário se quisesse as coisas funcionando corretamente na cidade.

off. Ações do carniçal de Beatrice devidamente autorizadas pela player.

_________________
Aparência: 2
Carisma: 3
Qualidades Notáveis: Voz Encantadora

"Sempre passa a impressão de segurança e eficiência"
avatar
Johanna Meisner

Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Filippi - Beatrice

Mensagem  Luiz Filippi em Qua Fev 26, 2014 9:49 pm

- Sim, eu estava no Elísio, ajudei as pessoas a saírem. Tivemos menos baixas do que eu esperava... felizmente. Mas elas incluíram os três candidatos a príncipe. Horazzio, Leon e também Jorge. Sua irmã, Bianca, ela conseguiu sair? Ian conseguiu escapar pelos esgotos com aquele menino toreador...

*Faz uma pausa e depois prossegue*

- Precisamos nos encontrar ainda esta noite, todos os clãs, para decidir o destino de nossa cidade. Temos um lugar discreto em Jacarepaguá, seria possível vocês, ou ao menos seu primógeno, se juntar a nós?

_________________
Carisma 4
Aparência 2
Qualidade: bad boy
Idade aparente: 43
Altura: 1,90 m
avatar
Luiz Filippi

Mensagens : 216
Data de inscrição : 26/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Beatrice Verlanghieri - Luiz Filippi / Jo jo / Maximillian

Mensagem  Beatrice Verlanghieri em Qui Fev 27, 2014 10:48 am

Beatrice ouve a discreta entrada de Johanna e volta-se em sua direção com um meio sorriso...estava, de fato, ao telefone e tão logo sua irmã entra seu carniçal entra atrás dela com cara de culpado por não ter segurado-a longe enquanto Beatrice ainda estava ocupada... Luiz Filippe, entretanto, volta a falar, não dando tempo para que a Tremere respondesse à sua irmã - ela apenas faz um sinal que indicava uma poltrona e então responde o Brujah:

- Fico mais tranquila por saber que a Corte pôde contar com sua ajuda, Luiz Filippi... Por acaso você viu os atacantes? Os rituais presentes naquele Elísio não falhariam a menos que tenham sido sabotados... Algum traidor entregou o Elísio em uma bandeja de prata...

O clã Tremere estava investigando, era óbvio, mas se os Brujah tivessem um suspeito pouparia um tempo precioso para a Camarilla... Ela olha para Johanna e silenciosamente lhe comunica formando as sílabas de forma que ela pudesse ler seus lábios: Brujah.

- Bianca está bem...e provavelmente à caminho, ou ela já teria informado. Assim que soube do ataque entrei em contato com os anciões de cada clã para convocar uma reunião de emergência...e ofereci a Capela Tremere como refúgio.

Ela olha agora para Max, tapando rapidamente o telefone para que o Brujah não pudesse ouvir e diz para o carniçal muito baixo:

- Max, informações sobre Jacarepaguá, agora.

Ela indica ao carniçal o computador onde Evandro trabalhava, se posta atrás de seu lacaio para acompanhar o resultado e destampa o telefone, durara pouco mais que um segundo.

-... Eu fui nomeada a Primógena de meu clã e ofereço à todos os membros da corte esta mesma proteção em tempos de guerra, especialmente para um conselho de emergência. Estamos sob ataque, a corte foi destruída e e não podemos nos arriscar...

Ela olha o resultado na tela do computador que o carniçal mexia.

- ... a concentrar os membros em um local tão perigoso. Jaca.....paga - ela tem alguma dificuldade em pronunciar a palavra - é ainda muito próximo da cidade, muito perto de locais de risco segundo minhas pesquisas. Aqui vocês estarão bem protegidos. Venham para cá, Luiz Filippi... eu desejo expor o plano que comecei a traçar.

Ela termina de falar e permanece olhando para Johanna com um meio sorriso...era nítido que ela tinha um plano em mente.
avatar
Beatrice Verlanghieri

Mensagens : 84
Data de inscrição : 11/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capela Tremere - Chácara em Vargem Grande

Mensagem  Lucas Boaventura em Qui Fev 27, 2014 11:26 am

Uma mensagem de texto chega ao celular de Beatrice:

"Srta. Beatrice, favor retornar contato ASAP. Ass:. Lucas Boaventura, primógeno Ventrue."

_________________
Lucas Boaventura - Ventrue
Voz Encantadora
Aparência: 4
Status: 3
avatar
Lucas Boaventura

Mensagens : 81
Data de inscrição : 27/08/2013
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capela Tremere - Chácara em Vargem Grande

Mensagem  Johanna Meisner em Qui Fev 27, 2014 12:47 pm

Johanna parou seu discurso quando percebeu que Beatrice continuava a falar ao telefone. Se ela não havia interrompido o interlocutor é porque devia ser algo importante. Seus lábios formando as palavras "Brujah" fizeram com que ela automaticamente associasse aos dois que conhecia - Jorge ou Luiz Filippi. Não entendia o que Bianca havia visto no primeiro - irrelevante, em sua opinião - nem o que o segundo podia acrescentar além de uma irritante impaciência em forma de bracinhos cruzados e cara fechada, como uma criança mimada que não havia ganhado o que queria.

Com confiança que Beatrice sabia o que estava fazendo - ela sempre sabia, afinal - e a certeza que um plano surgia por trás dos olhos escuros da italiana, sacou seu celular do bolso e pôs-se a digitar uma mensagem para Ian. Todos deviam se encontrar na Capela Provisória - o refúgio de Beatrice serviria perfeitamente -, o local mais seguro de toda a cidade. Esperava que os outros membros tivessem bom senso de encontrá-las lá, mas não podia fazer muito para obrigá-los. Com os Tremere, a situação era um pouco diferente - bom senso, nesse caso, valia para seguirem as ordens de sua Regente, sob pena de punições. Qualquer Tremere sabia que a hierarquia rígida do clã não abria espaço para insolência e Johanna fazia questão de seguir isso à risca - talvez até um pouco além do que deveria.

Por fim, como a irmã não havia ainda saído do telefone, optou por ligar para François Carlent, o Nosferatu. Tinha certeza que ele era perfeitamente capaz de estar em segurança, mas, sendo um dos poucos com capacidade de pensar na corte, precisava garantir isso. Se Carlent e suas irmãs caíssem, estaria sozinha, cercada dos macacos mal treinados disfarçados de cainitas que viviam naquela cidade. E bem, digamos que ela preferia tomar banho de Sol a passar por isso.

_________________
Aparência: 2
Carisma: 3
Qualidades Notáveis: Voz Encantadora

"Sempre passa a impressão de segurança e eficiência"
avatar
Johanna Meisner

Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Johanna Meisner

Mensagem  Narrador em Qui Fev 27, 2014 4:24 pm

Os toques em chamada de espera indicavam pelo menos que o Nosferatu estava vivo, mas que usava o aparelho de telefone no momento. Johanna podia esperar ou desligar.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bianca de Nice: Sistahood

Mensagem  Bianca de Nice em Qui Fev 27, 2014 4:31 pm

O carro de Marcelo transportava Bianca até o refúgio de sua irmã. Ele ficou bem calado durante o trajeto. Normalmente Bianca adorava conversar sobre futilidades, mas dessa vez vinha em silêncio. Fisicamente estava cansada. Havia desperdiçado sangue no inútil confronto. E nem tinha matado ninguém. Não que fizesse questão disso, as mortes alheias só eram boas quando serviam para um fim. Definitivamente a morte de Jorge não tinha servido para nada - "Para nada não tolinha, serviu para provar que o idiota não era digno da sua atenção" - pensou. Odiava quando Beatrice tinha razão. Bem, nem tanto, já que ela mesma o considerava um simplório. Os poderes dos Orixás eram muito difíceis de controlar e Bianca preferia os métodos mais seguros, sua morte tinha provado esse ponto. Nessa hora lembrou-se do seu criador. Deveria revelar às irmãs a sua participação nisso tudo? Deixaria para o momento certo decidir. Ao chegar na casa de Bea foi recebida por seu carniçal.

- Boa noite. Leve-me até Beatrice. Marcelo querido, vá para casa e cuide das minhas preciosas. Precisarei da força delas.  Obviamente ela se referia à preciosa vitae,  e seu carniçal partiu sem mais perguntas.

O carniçal de Beatrice nem piscou ao ver uma mulher suja de sangue chegando na porta de casa. Mas assustar um carniçal dela devia ser algo muito difícil de qualquer forma e Bianca ficou grata por isso. Dar explicações cansaria sua farta beleza. Olhou novamente para seus sapatos e roupas e se sentiu ultrajada. A vadia Toreador havia sangrado em toda sua roupa. Cogitou procura-la mentalmente e encerrar a vida dela com um ataque telepático. Poderia dizer para as irmãs que Hildegrand poderia revelar informações ao sabá. Depois pensou na bobagem. Suas irmãs nem iam querer saber do destino dela. Mesmo assim desistiu. Poderia precisar do ataque ainda essa noite.

_________________
Aparência 3
Carisma 6

"Sempre com um largo sorriso no rosto"
avatar
Bianca de Nice

Mensagens : 98
Data de inscrição : 20/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Alexandra Devillart - Bianca de Niece

Mensagem  Beatrice Verlanghieri em Qui Fev 27, 2014 9:22 pm

Uma mulher ruiva de meia-idade, com uma expressão dura e séria, atende Bianca com muito respeito e guia-a através dos corredores do casarão sem dizer nenhuma palavra...não tinha permissão para falar com seus superiores. Ela mostra a porta onde estavam Johanna e Beatrice para a mais jovem das irmãs...
avatar
Beatrice Verlanghieri

Mensagens : 84
Data de inscrição : 11/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Filippi - Beatrice

Mensagem  Luiz Filippi em Sex Fev 28, 2014 9:05 am

*É com um tom indisfarçável de irritação na voz que Filippi responde*

- Decerto tivemos um traidor. O ventrue Rurik Price, aparentemente, não era ventrue nem Rurik Price. De alguma maneira ele se apropriou da identidade dele e sabia exatamente o que fazer. Ele destruiu os rituais de proteção do Elísio. Aparentemente uma das malkavianas, que está desaparecida, também estava envolvida. Teremos de tomar cuidado redobrado agora com cada um que chegar.

*Escuta o que Beatrice tem a dizer; não comenta sobre Bianca, embora comemore internamente que não tenham perdido outro membro possivelmente importante. Tampouco entende como Jacarepaguá pode ser "perto"; no seu tempo no Rio de Janeiro, ali era zona rural, um lugar remotíssimo aonde só se ia para comprar cachaça. De qualquer maneira, um lugar com proteção dos tremeres parece ao brujah, acostumado a trabalhar com os feiticeiros, uma alternativa muito melhor que um lugar desconhecido, à vista de onde suspeitam poder estar os inimigos*

- É generoso dos feiticeiros oferecerem seu lugar. Vou falar com os restantes, acho uma boa ideia. Volto a entrar em contato assim que tiver uma posição.

*Com isso, Filippi despede-se e encerra a ligação*

_________________
Carisma 4
Aparência 2
Qualidade: bad boy
Idade aparente: 43
Altura: 1,90 m
avatar
Luiz Filippi

Mensagens : 216
Data de inscrição : 26/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

François Carlent - Johanna Meisner

Mensagem  Narrador em Sex Fev 28, 2014 6:16 pm

'- Pensei que os Tremeres jamais iam me procurar...' - Diz com certa ironia o Nosferatu de voz grave e sombria que atende o telefone quando Johanna poderia pensar que ele não mais o faria.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bianca de Nice: Sistahood

Mensagem  Bianca de Nice em Sex Fev 28, 2014 7:14 pm

Bianca seguiu a carniçal em silêncio, ouviu as vozes das irmãs conversando com outros por telefone. Ambas estavam muito concentradas em suas conversas. Optou por um aceno leve e ouviu as conversas de ambas com auspícius - certamente não se incomodariam.



OFF GAME: auspícius 1 para ouvir os papos nos telefones e considerem no GIF que há muito sangue na roupa e nos sapatos Louboutin.

_________________
Aparência 3
Carisma 6

"Sempre com um largo sorriso no rosto"
avatar
Bianca de Nice

Mensagens : 98
Data de inscrição : 20/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capela Tremere - Chácara em Vargem Grande

Mensagem  Johanna Meisner em Sex Fev 28, 2014 9:18 pm

Com o corpo completamente retesado contra a poltrona, o telefone em uma das mãos e uma expressão severa estampada no rosto, Johanna aguardava ser atendida. Mesmo não sendo a mais paciente das almas, havia desenvolvido após anos e anos de treinamento com Otto um autocontrole primoroso - era isso que garantia o sucesso de suas intrincadas estratégias. Assim, quando Bianca entrou no quarto, mesmo tentada a cancelar a ligação e começar o inquérito com a irmã, preferiu cumprimentá-la com uma sobrancelha levantada, aguardando o final dos toques. A voz macabra que a atendeu não deixou dúvidas: era o próprio Carlent do outro lado da linha.

- Oras, senhor Carlent, e por que não o faríamos? Nós nos preocupamos em ter boas relações com todos os membros merecedores de nossa atenção. E pelo que vi ontem a noite, você é o único que parece realmente saber o que está fazendo - disse, em um misto de elogio ao Nosferatu e depreciação aos outros membros - Com a explosão do Ellisium, não temos mais um lugar seguro para nos reunirmos. Estamos oferecendo a Capela Tremere como refúgio a todos e espaço para reunião. A cidade está em guerra e precisamos de um plano de contenção. Pedirei para um de meus carniçais passar o endereço do local para você agora mesmo. - fez uma nota mental de avisar Franz por SMS assim que desligasse - Posso contar com sua presença? Tenho certeza que você é capaz de se cuidar, mas na situação que a Camarilla está, precisamos de cérebros para garantir nossa vitória.

Tirou o celular do ouvido por um segundo, apertando o botão de mudo rapidamente.

- Bianca, o que raios aconteceu nesse Ellisium e por que você está desse jeito? - disse em seu tom ríspido de sempre. Não queria ser grosseira, era apenas sua forma de expressar choque - Além, é claro, do ataque do Sabá. Vamos ao que importa: quem, de nossos grandes amigos, caiu?

Sim, caros leitores, ela precisava de uma boa notícia para alegrar seu dia.

_________________
Aparência: 2
Carisma: 3
Qualidades Notáveis: Voz Encantadora

"Sempre passa a impressão de segurança e eficiência"
avatar
Johanna Meisner

Mensagens : 37
Data de inscrição : 20/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Beatrice Verlanghieri - Bianca e Johanna / Telefone

Mensagem  Beatrice Verlanghieri em Sex Fev 28, 2014 10:20 pm

Beatrice mal poderia acreditar no que ouvia...como alguém poderia desativar os rituais de Vladimirovich? Sem dúvida ele não poderia ser um Ventrue...nenhum deles teria a capacidade de sequer imaginar o funcionamento de um ritual, muito menos desarmá-lo... mas bem, o próprio alastor estava averiguando isto, por isso Beatrice precisava se focar em coisas mais importantes...Horazio estava morto. ELa não sabia bem como, mas isto era um alívio e um desperdício...ele era útil, mas seu ego era maior... ele dissera que tinha planos para a cidade mas, pelo visto, a cidade tinha mais planos para ele. Teria tempo para se lamentar depois. Ela pega a mensagem de voz em seu telefone enquanto pensava...

Pensava mentalmente em toda aquela confusão e nas informações que tinha...considerava aquele Brujah ainda lhe parecia um grande achado, talvez o único, naquela cidade...e ela anota mentalmente esta satisfação para que lidasse com ela depois. Mais um ponto era marcado no visor, um ataque na Zona Sul...ela não fazia ideia do que havia lá, não ainda. Então percebe Bianca aparecer pela porta como se tivesse acabado de voltar de um de seus experimentos...Beatrice estivera tempo demais com os Toreador para que conseguisse suprir uma cara de desaprovação diante de seus trajes, mas imediatamente sua expressão desanuvia e ela mostra um local para que a irmã mais nova se sentasse...

- Bianca... pelo visto a Corte... - Beatrice faz um gesto indicando uma grande explosão - ... precisa de nossa ajuda!



- Como você acha que eu me senti ouvindo da boca de outros que minha doce irmã esteve em um perigo mortal? Bem, deixa isto para lá...precisamos saber o que houve, precisamos nos preparar...e você, se precisar de alguma coisa...sangue, um banho ou.... - ela faz uma breve pausa e abre um ligeiro sorriso, não havia nada que pudesse ajudar quanto à isso e era um esporte provocar Bianca por conta disso - ...roupas.... sinta-se na sua própria casa. Eu tenho que retornar a chamada dos Ventrue, mas sinta-se à vontade... serei breve. E Johanna...

Ela volta-se para a do meio, sempre tão séria:

- Obrigada por convidar Carlent. Faça com que venha...é vital.

E então ela pega o telefone novamente e liga para o número de Lucas Boaventura, suspirando...falar com os Ventrue nunca era muito agradável e os energuminos que se aninharam naquela corte que ela tivera o desprazer de conhecer, sem dúvida eram os piores tipos de parasitas burocráticos que existiam.
avatar
Beatrice Verlanghieri

Mensagens : 84
Data de inscrição : 11/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

François Carlent - Johanna Meisner

Mensagem  Narrador em Sab Mar 01, 2014 8:17 am

Carlent, de imediato, responde:

'- O Clã Nosferato fica feliz em aceitar a hospitalidade Tremere para a primeira reunião da corte. Acabei de falar com os Malkavianos que temos veto à qualquer tipo de hospitalidade Ventrue ou Toreador já que o trabalho conjunto dos dois clãs resultou na queda do Ellisium e também tenho veto a qualquer tipo de hospitalidade Brujah, depois que meu clã estendeu sua hospitalidade a um Brujah, um Toreador e a um dos seus e o Brujah cometeu o absurdo de usar seus poderes para atrair Assamitas até meus Domínios violando as tradições do Domínio e da Hospitalidade.'

Deixava transparecer claramente sua insatisfação com o Clã Brujah. Por ser perspicaz, Johanna poderia até deduzir que as explicações excessivas de Carlent tinham esse intuito.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bianca de Nice: Sistahood

Mensagem  Bianca de Nice em Sab Mar 01, 2014 11:53 am

Johanna e Beatrice estavam deslumbrantes como sempre. Isso irritou um pouco Bianca que teria que receber os outros membros da corte vestidos daquele jeito. Percebeu a reunião ouvindo as conversas de suas irmãs e ficou satisfeita. Um Ellisium em uma ilha, quem teria esse tipo de idéia. Mais imbecil seria se sugerissem em um avião, ou pior, dentro de um barco. Estava cansada de locais sem rotas de fuga.

Então Rurik era o traidor. Tinha conversado com ele na noite passada e não percebeu nada. Logo ela que se achava muito observadora. Poderia ter sido destruída por esse erro, mas não mais. Concentrou-se em Rurik para ver o que o bastardo estava fazendo e para sua surpresa não conseguiu senti-lo. Quando Filippi mencionou uma malkaviana traidora desejou do fundo do coração que fosse Cláudia. Ter que caçar aquela pirralha e queimar seu estúpido ursinho alegraria sua noite.
Pelo discurso de Carlent, Jorge tinha perecido nas mãos do Assamita que, os orixás o protejam de tanta burrice, ele mesmo convidara ao refúgio do Nosferatu. Esperava que Carlent tivesse dado cabo do infeliz Assamita.

- Não há nada nessa casa que sirva um corpo um pouco mais fabuloso minha irmã, as coisas aqui são todas para pessoas magras demais - disse com desdém de quem não se importava, o que certamente não enganaria Beatrice. Odiava deixar a irmã sentir o gosto da vitória mas o sangue no seu sapato era a prova de sua derrota. Decidiu manter o sangue nas roupas para receber os outros, queria se solidarizar com o populacho. - Depois da reunião devemos guardar essas roupas com o sangue de Hildegrand. Não vi seu corpo portanto pode ser uma prisioneira do Sabá ou mesmo uma espiã e manter seu sangue pode nos dar informações úteis.

Seguiu falando com Johanna, mesmo com ela no telefone. Esperava que ela conseguisse fazer duas coisas ao mesmo tempo, afinal ela era sua irmã multitarefa e demorariam muitos anos para os computadores supera-la. - O Ellisium estava uma loucura cara Johanna. O ataque foi combinado pela disciplina dos Lasombra e uma ação dos Assamitas. Nunca achei que eles trabalhariam juntos. Outros do nosso clã estavam certos em condenar os Assamitas como possíveis traidores. Jorge dos Brujahs e os arcontes Ventrue e Tremere caíram. Não tive nem tempo de cumprimentar Val Casanova. Teremos que explicar aos nossos líderes a morte dela. Beatrice tem mais contatos e deve deixar clara a incompetência e culpa dos Ventrue e Toreador na formação desse Ellisium. Soube que os Toreador chamaram os Assamitas para a proteção do local e dos Arcontes. Que Deus nos proteja desse tipo de clã. Os outros candidatos a príncipe também cairam?

Seguiu ouvindo suas conversas, não considerando falta de educação, apenas evitava a perda de tempo de ter que ouvir tudo novamente da boca delas.

_________________
Aparência 3
Carisma 6

"Sempre com um largo sorriso no rosto"
avatar
Bianca de Nice

Mensagens : 98
Data de inscrição : 20/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luiz Filippi, brujah

Mensagem  Luiz Filippi em Sab Mar 01, 2014 7:32 pm

*Filippi liga para Beatrice no celular - número bloqueado novamente - e fica na espera*

_________________
Carisma 4
Aparência 2
Qualidade: bad boy
Idade aparente: 43
Altura: 1,90 m
avatar
Luiz Filippi

Mensagens : 216
Data de inscrição : 26/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Eva Kramer - Fátima Mansur

Mensagem  Narrador em Ter Mar 04, 2014 3:48 pm

Ao saírem do espelho, as duas Tremeres são recepcionadas por um dos lacaios de Beatrice que as Guia até uma sala confortável onde deixa as duas esperando. Eva, comenta com Fátima:

'- Não deve demorar.'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Beatrice Verlanghieri | Johanna Meisner | Bianca de Nice

Mensagem  Narrador em Ter Mar 04, 2014 3:50 pm

Um dos lacaios de Beatrice, com educação entra na sala e anuncia que as Tremeres Eva Krammer (Assistente pessoal do Astor Vladimirovich) e Fátima Mansur (que tem um elevado prestígio e é bem falada entre os feiticeiros) aguardam na sala de espera, solicitando instruções de como proceder, se deveria mantê-las esperando ou encaminhá-las à sala onde as três estavam reunidas.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capela Tremere - Chácara em Vargem Grande

Mensagem  Fátima Mansur em Ter Mar 04, 2014 5:09 pm

A árabe atravessa o espelho junto a Kramer e assim que são recepcionadas pelo carniçal observa o local onde se encontravam. Finalmente ela estava na capela e iria conhecer os vampiros com os quais ia trabalhar diretamente no Rio de Janeiro. Não sabia muitas coisas sobre as cainitas, apenas boatos da competência que elas carregavam.

- Enquanto esperamos, Magus Kramer, há quanto tempo está no Rio? O que pode me dizer da cidade, além do que as mídia não para de gritar aos quatro ventos?

_________________
Aparência: 3
Carisma: 4
Prestígio de clã: 5
avatar
Fátima Mansur

Mensagens : 152
Data de inscrição : 22/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Eva Kramer - Fátima Mansur

Mensagem  Narrador em Qua Mar 05, 2014 10:07 am

Com naturalidade, Eva comenta com Fátima:

'- Não são muitas as informações que eu posso compartilhar sendo assistente pessoal do Magus Vladimirovich, uma função que muito me horna, mas eu posso dizer que a cidade me aparenta ter seu corpo sobrenatural composto majoritariamente por metamorfos lobos e infestada pela Espada de Caim.'

Faz uma pausa, talvez filtrando algumas informações e segue dizendo:


'- Em aspectos organizativos da Camarilla tínhamos um belo acordo com o Clã Ventrue. Nosso Arconte veio para cá para coroar um príncipe Sangue Azul. Porém, com o assassinato de Leon Kennedy, e uma surpreendente postura arrogante por parte do novo Primógeno Ventrue, acredito que novas alianças vão ter que ser estabelecidas para que a corte caminhe no rumo que nos é pertinente. Mas quem tomará essa decisão, com certeza, será a Primogenia e a Capela da cidade, que além dos trabalhos místicos deve servir como o braço político do nosso clã junto à Camarilla.'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capela Tremere - Chácara em Vargem Grande

Mensagem  Fátima Mansur em Qua Mar 05, 2014 11:46 am

- Não que eu queria pressiona-lá ou saber mais do que está autorizada a revelar, Kramer. - a tremere destacou ao perceber certa hesitação na resposta de Eva. As informações sobre os lobos e sobre a espada de caim eram interessantes. Não conhecia muito sobre eles, apesar de ter travado contato com os dois tipos de criaturas no leste europeu. Talvez isso abrisse novas possibilidades para os estudos da vampira. Vitae de lobos em seus projetos... ela já imaginava algo assim. Quem sabe usar o útero das lobas para a gestação de novas gárgulas. Deviam ser mais propícios que os de vaca.

- As decisões que Beatrice e Johana tomarem serão acatadas por mim, com a mais sublime deferência, Magus. Estou no Rio para servir, para que possamos continuar nossa jornada rumo em direção à evolução cainita.


_________________
Aparência: 3
Carisma: 4
Prestígio de clã: 5
avatar
Fátima Mansur

Mensagens : 152
Data de inscrição : 22/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Eva Kramer - Fátima Mansur

Mensagem  Narrador em Qua Mar 05, 2014 9:48 pm

Eva sorri discretamente e, novamente com o tom profissional diz:

'- É para isso que fomos abraçadas, Magus Mansur. No entanto, não existem ainda muitas informações. O trabalho nessa cidade ainda está se iniciando.'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capela Tremere - Chácara em Vargem Grande

Mensagem  Fátima Mansur em Qui Mar 06, 2014 9:24 am

- Então é isso que faremos. Vamos agir como uma orquestra, regida por competente maestro. E assim vamos transformar essa cidade num celeiro para o crescimento do poder e da influência da família. - ela respondeu imediatamente. Pelo visto não era a única com muitas dúvidas em relação ao Rio de Janeiro, o que a deixava numa situação contraditória. Não sabia se feliz por que não estava nua sozinha, ou se triste por que o trabalho seria maior. De qualquer forma, tentaria agir de forma coordenada com os outros membros do clã, dentro e fora da capela.

_________________
Aparência: 3
Carisma: 4
Prestígio de clã: 5
avatar
Fátima Mansur

Mensagens : 152
Data de inscrição : 22/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capela Tremere - Chácara em Vargem Grande

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 34 Anterior  1, 2, 3 ... 18 ... 34  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum