Museu Nacional da UFRJ (Quinta da Boa Vista)

Página 9 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sylvia (Crinos) - Arautos do Trovão

Mensagem  Sylvia Capuleto em Qua Mar 26, 2014 5:04 pm

Sylvia é atacada por um vampiro, mas consegue aguentar o tranco do golpe. A Theurge tinha foco no ritualista que agia com Ethan e a sobrevivência do Ragabash era sua prioridade. Sacando sua Desert Eagle, que estava dedicada ao seu corpo, a Senhor das Sombras dispara, ignorando o inimigo que lutava consigo, dois tiros certeiros que acertam bem no meio na cara do sacerdote que é projetado para trás e, por consequência, para longe de Ethan.

A Theurge esperava que o tiro não tivesse o matado, mas pelo que via a vida de Ethan corria risco e medidas drásticas tinham que ser tomadas. O inimigo, no chão, sangrava muito mas ainda estava vivo embora fora do campo de visão de Sylvia (uma vez que a maca onde Ethan estava atrapalhava tudo). A Senhor das Sombras, somente após os dois tiros dados com o uso de sua Fúria olha para o inimigo à sua frente, provavelmente sofreria um novo golpe do maldito, mas era o preço que pagaria pela ação que considerava correta naquele momento.

_________________
Sylvia Capuleto "Feiticeira das Sombras"
Adren / Hominídeo / Theurge / Senhores das Sombras
Voz Encantadora / Magnetismo Animal
Aparência 05
Raça Pura 05
Fúria 02
avatar
Sylvia Capuleto

Mensagens : 408
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Feiticeira-das-Sombras | Punhos-de-Aço

Mensagem  Narrador em Qui Mar 27, 2014 12:02 am

Assim que cai no chão, Nagar simplesmente desaparece e ninguém mais o vê. O Vampiro na frente de Sylvia ataca a Theurge com a língua que acerta bem no focinho da Senhor das Sombras. Enquanto isso, John tinha mais uma vez a iniciativa contra o vampiro que havia acabado de lhe acertar.

OFF GAME: Feiticeira-das-Sombras tem que absorver 4 de dano agravado.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sylvia (Crinos) - Arautos do Trovão

Mensagem  Sylvia Capuleto em Qui Mar 27, 2014 9:57 am

Mais uma vez a investida do maldito sanguessuga esbarra em sua Armadura de Luna. Sylvia não tinha mais o inimigo que ameaçava Ethan em seu campo de visão e, com isso, se foca no maldito que atacava a si. Com a arma em punho ainda aproveita a proximidade para dar um tiro a queima roupa no rosto do desgraçado que vai para trás com a mão no rosto e gritando de dor.

Imediatamente, vendo que John continuava a ser um completo inútil, Sylvia dispara um tiro que acerta na cabeça do inimigo do Andarilho e faz com que o mesmo siga para trás. Usava a Fúria para dar os dois disparos na cadência máxima de sua arma e mirava na cabeça por maior letalidade. A Senhor das Sombras sabia que se arriscava ao não dar um fim ao seu inimigo mas esperava que John mostrasse a atitude que ela esperava de um Ahroun na situação crítica em que se encontravam.

Retomando a guarda, a Theurge fica preparada para atirar novamente, sua arma mirava no seu oponente embora imaginasse que atraísse a atenção dos dois inimigos próximos para si nesse momento.

_________________
Sylvia Capuleto "Feiticeira das Sombras"
Adren / Hominídeo / Theurge / Senhores das Sombras
Voz Encantadora / Magnetismo Animal
Aparência 05
Raça Pura 05
Fúria 02
avatar
Sylvia Capuleto

Mensagens : 408
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Museu Nacional da UFRJ (Quinta da Boa Vista)

Mensagem  Danniel Jacks em Qui Mar 27, 2014 10:03 am

Bardo Forasteiro - Michell / Garth

O caminho para o museu encontravasse cheio de corpos, porém não estava obstruído, entre os corpos estava Persegue a Verdade, o Philodox da matilha, será que a surra que o Juíz da matilha tinha tomado influenciou em seu desempenho? Não tinha como saber aquilo naquele momento.

Danniel avançava, passava por cima doa corpos e a medida que prosseguia, diz para seus novos companheiros:

-'Mantenham atenção e muita cautela, os inimigos que ainda estiverem vivos podem atacar, se isso acontecer, terminem o serviço.'

_________________
Hominídeo - Ahroun - Fianna - Irmandade de Herne
Aparência 05
Raça Pura 05
Fúria 05
Característica marcante: Voz do Rouxinol
avatar
Danniel Jacks

Mensagens : 359
Data de inscrição : 27/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Museu Nacional da UFRJ (Quinta da Boa Vista)

Mensagem  Vento-Cortante em Qui Mar 27, 2014 10:43 am

Que golpe!

Tomei uma do filha da mãe, enfim, era uma matalha, consegui tirar um dano, arranquei um braço, e o filha da mãe se transofrmava em cobra, o outro me atacou e senti rasgar a minha pele, logo o dano foi tranquilo, não senti muito e deu pra dar uma investida, ele me chamou a atenção, irá tomar uma bela de uma garrada e quando coloco minha força no golpe..

Erro.

O cara esquivou com maestria, pareceu até que apertou os botões de esquiva em algum SNk vs capcom...

Merda.

-

OFF: Dano absorvido, garrada executada e inimigo esquivando perfeitamente...

_________________
DEMIAN LOHFINK / VENTO-CORTANTE-DO-LOBO-DIABÓLICO
Cliath, Wendigo Galliard Homínideo.


Raça Pura: 5
Aparência: 5
Fúria: 7
Força de Vontade: 8
Gnose: 2
avatar
Vento-Cortante

Mensagens : 40
Data de inscrição : 16/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Júnior Garth (hominídeo) - Bardo-Forasteiro/Decodificador-de-Espíritos/Narração

Mensagem  Júnior Garth em Qui Mar 27, 2014 11:14 am

Júnior, seguindo as orientações do Alpha, caminha entre os corpos com o máximo de atenção possível com a arma destravada na mão. Porém, algo incomoda o Roedor e não são os corpos estirados no chão. Na verdade, seu poder de fogo não parecia adequado para o que poderia estar por vir. A quantidade de corpos ali o alertava para isso. Como sua tentativa de se armar aproveitando o equipamento dos brutamontes fardados que havia abatido anteriormente não foi feliz, *Quem diabos faz uma arma sem gatilho?*, ele observa os corpos atrás de cumprir a ordem do Alpha, mas também de maior poder de fogo.

_________________
Júnior Garth (Homínideo)
Cliath - Ragabash - Roedor de Ossos

Aparência: 2
Fúria: 1
Baixa Estatura
avatar
Júnior Garth

Mensagens : 55
Data de inscrição : 03/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Vento-Cortante-do-Lobo-Diabólico

Mensagem  Narrador em Qui Mar 27, 2014 1:21 pm

A cobra em forma de serpente dá um bote e começa a enroscar as pernas do Wendigo, que se nada fizesse teria elas quebradas em pouco tempo. Enquanto o Galliard se preocupava com a cobra lhe subindo pelas pernas, o portador da Lança tenta atravessar o Wendigo com sua lança.

OFF GAME: Para se livrar da cobra o Wendigo terá que ter 3 ou mais sucessos em um teste de Força com dificuldade 7. Vento-Cortante-do-Lobo-Diabólico tem que tentar absorver 4 níveis de dano agravado pelo novo golpe com a lança.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

John Montecchio (Crinos) - Sylvia / Demian/ Dereck / Steven/ TODOS / Vampiros

Mensagem  John Montecchio em Sex Mar 28, 2014 12:06 am

Após ser atingido pelas costas, John rapidamente vira-se para trás focando o inimigo e vê Sylvia dando alguns tiros nos desgraçados. Os tiros da Theurge acertavam, mas por algum motivo os malditos não caiam. Não pensou duas vezes, o tempo era precioso. Com um golpe preciso de baixo para cima usando sua garra direita rasgou a barriga do Vampiro covarde que havia o atacado pelas costas e ainda assim o desgraçado não havia caído. Com a garra esquerda, não dando tempo para se recuperar, rasgou sua caixa toráxica sentindo despedaçar os pulmões e também o coração. Suas tripas rapidamente espalharam pelo chão fazendo-o tombar imóvel e sem vida.

- Todo covarde tem que morrer é assim!

Olhava John com desprezo para o maldito agora morto. Mal terminou de expressar suas palavras e já partiu pra cima do outro Vampiro que estava com Sylvia. Depois do que havia passado com ela, seria uma lástima deixa-la morrer, então mais do que depressa, em um momento oportuno, usou novamente sua garra direita na transversal acertando um golpe muito forte no inimigo que atacava a Senhor das Sombras. Sangue voou pelos ares. O Vampiro cambaleou e John achou que ia cair morto, mas não morreu. O Andarilho ficou incrédulo tentando acreditar como ele havia conseguido resistir ao golpe e estava claro que foi uma questão de sorte. Por muito pouco ele não havia morrido, mas com toda certeza não escaparia do próximo golpe.

- Porque não mexe com um do seu tamanho, hein? Seu fraco! Precisa bater em mulher pra se sentir melhor!?


Disse para o Vampiro em tom de provocação e era óbvio o motivo. John estava muito ferido e para ser curado, precisava de Sylvia viva. A estratégia era simples: não morrer, defender Sylvia da morte para ser curado e ser um herói como sempre, caso contrário, tudo poderia estar perdido se a Theurge morresse naquele momento ou se ele também morresse, mas descartava essa possibilidade, uma vez que confiava em seus instintos de combate. A dor era suportável, mas ainda assim sentia forte. Atrapalhava um pouco sua desenvoltura na luta e a sensação que tinha era como se parte de suas costas havia sido dilacerada. Precisava resistir o máximo que pudesse... Sua vida dependia disso.

_________________
OFF GAME:
John deu 04, 08 e 05 de Dano Agravado em seus golpes.


_________________
Ahroun - Andarilhos do Asfalto - Cliath - Espertinhos

Aparência 05
Fúria 05
Magnetismo Animal / Ambidestria.
Cicatriz no pescoço em formato de "S".[/b]


"Apenas é digno da vida aquele que todos os dias parte para ela em combate."
avatar
John Montecchio

Mensagens : 250
Data de inscrição : 13/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Punhos-de-Aço | Feiticeira-das-Sombras

Mensagem  Narrador em Sex Mar 28, 2014 4:48 pm

Sobrava um vampiro lutando contra Sylvia e depois de ser atingido por John e ficar no corpo a corpo com o Andarilho ele simplesmente se transforma em Serpente e envolve todo o corpo do Andarilho do Asfalto, forçando para quebrar todos os ossos do Andarilho do Asfalto enquanto suas presas tentavam cravar no pescoço do Ahroun.


OFF GAME: Punhos-de-Aço tem que obter 7 sucessos em um teste de Força com dificuldade 7 para se livrar da serpente. O Andarilho tem que absorver 7 níveis de dano letal para ver se seus ossos serão quebrados ou não.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Museu Nacional da UFRJ (Quinta da Boa Vista)

Mensagem  Convidado em Sex Mar 28, 2014 4:55 pm

O barulho da luta subitamente deixa de ser percebido pelo ragabash, qndo, em uma nuvem rosa provocada pela bala da theurge acerta a cabeça do ritualista que some, o garou então começa a se debater tentando de alguma forma se soltar, e tenta se concentrar, imaginando se naquele momento ele conseguiria reassumir suas funções e transformar na besta em crinos que sua raça lhe conferia.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Museu Nacional da UFRJ (Quinta da Boa Vista) - em Glabro

Mensagem  Michell Corbeill em Sex Mar 28, 2014 9:25 pm

Interações com Danniel Jacks e Júlio Garth.
Em Glabro

O Andarilho recolheu as luvas e óculos dentro de sua bolsa lateral, seria sua mais nova diversão descobrir se aquelas coisas tinham algo a mais logo que saíssem dali. Ele segue junto aos outros dois membros da matilha, tomando cuidado para não pisar nos corpos mutilados e açoitados que encontravam no caminho. Que Gaia cuidasse daquelas almas, pois os corpos visivelmente não possuíam mais solução! Imerso nesses pensamentos, o Theurge apenas houve o alerta do Alpha, querendo acreditar que não precisaria levantar as próprias mãos contra algum inimigo. Na verdade, seria muito difícil alguém convencer o lua crescente a utilizar suas garras de maneira tão brutal. E se um dia o fizesse, o resultado seria desastroso! Para ele mesmo, é claro.

Mas ele permanece no caminho mortuário, sentindo o peso de seus ferimentos, enquanto analisava toda aquela situação que tinha se metido em sua primeira noite naquela cidade, que parecia não ser tão maravilhosa quanto os outros diziam.
________________________________________________________________________________________________________
.

_________________
avatar
Michell Corbeill

Mensagens : 264
Data de inscrição : 03/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Bardo-Forasteiro | Decodificador-de-Espíritos | Predador-da-Cidade

Mensagem  Narrador em Sab Mar 29, 2014 9:04 am

O trio entra no museu e lá mais um caminho de corpos. Um caminho que seguia até o final de um corredor muito escuro onde os Garous não seriam capazes de enxergar absolutamente nada.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

John Montecchio (Crinos) - Demian/ Danniel/ Ethan/ Steven/ Sylvia / Vampiraiada

Mensagem  John Montecchio em Sab Mar 29, 2014 12:33 pm

Não deu tempo de fazer nada. A única coisa que seus olhos conseguiram acompanhar foi a porra do Vampiro se transformar em uma Serpente maligna e instantaneamente começar a enrolar pelo seu corpo. John até tentou de alguma forma se desvencilhar dela, mas em vão. Ela havia sido mais rápida, mas astuta que o Ahroun e o preço daquilo seria muito alto. Não tinha dúvidas. Já havia visto o Wendigo e Sylvia se foderem por causa de uma maldita dessas. Estava na pior agora e sua vida corria grande risco, já que estava muito ferido. Talvez seria melhor deixa-lo atacando Sylvia e não ter provocado tanto, mas agora era tarde para lamentações.

" Se pelo menos eu tivesse matado esse desgraçado! Não estava acontecendo isso..."

A situação piorava muito mais que John podia imaginar. A Serpente enrolou de uma tal forma em seu corpo que sentia um a um dos seus ossos quebrarem. Uma dor infernal começou a percorrer seu sistema nervoso e o pior de tudo é que conforme ela quebrava seus ossos, o Ahroun perdia a força. Como se não bastasse, a maldita tentava cravar suas presas em seu pescoço e sabia que se continuasse assim, era só uma questão de tempo para conseguir.

- AAAAAAAAAAAAAAARRRRRRRRRRRRRRRRRRRGGGGGGGGGG!! FILHA DUMA PU...  Aaaaarrrrrg!

Não acreditava naquilo. Se negava a acreditar que ia morrer de uma forma tão imbecil como aquela e o pior de tudo, ia morrer sem poder se defender dignamente. Com todos seus ossos quebrados, estava inutilizado. A dor era infernal e por alguns segundos John achou que fosse apagar. Estava quase se rendendo, deixando que Gaia fizesse seu caminho, mas então algo lá do fundo deu mais força para continuar resistindo.

" Ela não morreu... Não vou morrer também! Não vou... não posso! Não vou... "

Infelizmente, não havia nada que pudesse fazer à não ser resistir. Sua vida não estava em suas mãos agora e dependia da boa vontade de seus irmãos, que também estavam ocupados travando suas próprias batalhas. John não pedia por ajuda. Era orgulhoso demais para isso, mas seu grito de dor e desespero denunciava a sua situação lamentável. Se pelo menos Sylvia fizesse alguma coisa, mas o que esperar de uma Capuleto? Se é que ela havia intenção em ajuda-lo, já que desejava tanto sua morte. Aquela até agora era a melhor das oportunidades para Sylvia se livrar de John e acreditava que assim seria, mesmo não querendo acreditar...

_____________
OFF GAME:
John teve todos seus ossos quebrados do pescoço para baixo e nunca esteve tão perto da morte como agora.
Agora sabe o que Sylvia passou. hahaha  Razz  Razz 

_________________
Ahroun - Andarilhos do Asfalto - Cliath - Espertinhos

Aparência 05
Fúria 05
Magnetismo Animal / Ambidestria.
Cicatriz no pescoço em formato de "S".[/b]


"Apenas é digno da vida aquele que todos os dias parte para ela em combate."
avatar
John Montecchio

Mensagens : 250
Data de inscrição : 13/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sylvia (Crinos) - John / Ethan

Mensagem  Sylvia Capuleto em Sab Mar 29, 2014 3:24 pm

Um gesto, um tiro e uma morte. Com um tiro certeiro, bem rente ao rosto de John, Sylvia elimina a serpente gigante que havia destruído todos os ossos do Ahroun. Sabia bem a dor que ele sentia e pela discussão que tiveram há pouco estava muito feliz de vê-lo naquela situação.

A Senhor das Sombras se agacha, como quem vai curar o Andarilho mas apenas sussurra no ouvido dele:

- A prioridade é de quem está preso. Você é forte, não é mesmo? Adora falar isso... eu te curo depois de soltar o Ethan. Até lá saboreie bem lentamente o gostinho da dor e considere isso como o justo pagamento pela gracinha lá de cima. Mas não se preocupe que mais uma vez eu vou salvar a sua vida mesmo sem que você mereça isso. É meu fardo por ser superior.

Sorri e se levanta, como se fosse partir, mas sabendo que seria uma irresponsabilidade deixar um Garou à beira da morte vulnerável em uma cena de combate pisa com o pé esquerdo no rosto do Andarilho, causando um pouco de dor, mas logo fazendo a sua Gnose canalizar pelo seu pé, percorrer o corpo do Ahroun e curar todas suas feridas (curei 7 de dano agravado).

A Senhor das Sombras então, depois de ter curado o maldito Andarilho do Asfalto, segue andando apressada até a maca onde estava Ethan, soltando as amarras do Ragabash e perguntando a ele:

- Ethan, você tá bem?

Curaria ele assim que o soltasse, precisava de um pouco de tempo antes de usar o toque da mãe novamente.

_________________
Sylvia Capuleto "Feiticeira das Sombras"
Adren / Hominídeo / Theurge / Senhores das Sombras
Voz Encantadora / Magnetismo Animal
Aparência 05
Raça Pura 05
Fúria 02
avatar
Sylvia Capuleto

Mensagens : 408
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

John Montecchio (Hominídeo/Crinos) - Sylvia/ Ethan/ Steven / Demian / Vampiros / TODOS

Mensagem  John Montecchio em Sab Mar 29, 2014 4:09 pm

Sylvia não tinha chulé e esse era o único ponto positivo daquilo tudo, do resto, era preferível que a Serpente tivesse arrancado seu pescoço em uma abocanhada certeira ou entrado inteira pelo seu rabo, porque de todo jeito tinha tomado no cu. Sylvia havia matado com um tiro preciso perto do seu olho o maldito Vampiro, que por azar não havia conseguido, e que ainda tinha se transformado em Serpente quebrando todos seus ossos. O destino realmente era injusto, teve certeza disso. O mundo era injusto com John. A esperança do Andarilho havia quase se reduzido à pó.

Pensar que havia feito sua ação na boa vontade para livrar a Theurge da situação ruim que estava e o que levou em troca foi um esculhambo provocativo o chamando de atrevido e ainda fodendo com seu orgulho seguido de um pisão na cara, era algo realmente desestimulador de continuar vivendo. Definitivamente preferia ter morrido do que ter dado o gostinho para Sylvia pensar que estava por cima. O pior de tudo era ter que escutar a Theurge falar sobre o que havia acontecido com os dois à pouco como se fosse um pagamento pela "gracinha". Estava claro que a Senhor das Sombras enganava a si mesmo com a intenção de pisar em John, e conseguia, mas mal sabia ela que também havia sucumbido à vontade e o desejo de se entregar em seus braços. Só os dois sabiam da verdade...

" Humpf... Agora é gracinha, neh? Antes não era... Descarada! Fala como se não tivesse gostado do que sentiu..."

Não respondeu nada para a Theurge. Sua resposta viria depois em outra conversa. Se limitou a guardar todas as respostas que estavam na ponta da língua para si, até mesmo porque havia sido ela que tinha curado todos os seus ossos quebrados, todos os seu ferimentos, todas suas dores. O alívio era instantâneo e bom, mas os problemas ainda não haviam acabado.

Deixou de lado por enquanto o que havia acontecido e se levantou partindo para ir ajudar o Wendigo que ainda estava em combate. Precisava ajuda-lo antes que se encontrasse em uma situação similar à sua e como Sylvia já havia ido libertar Ethan daquela maca em que o Ritualista estava usando, foi a melhora atitude que poderia tomar. Precisava ajudar o Wendigo antes que ele morresse, era seu dever.

___________________
OFF GAME:
Ganhou 01 de Fúria pelo recalque de Sylvia. Cool 

_________________
Ahroun - Andarilhos do Asfalto - Cliath - Espertinhos

Aparência 05
Fúria 05
Magnetismo Animal / Ambidestria.
Cicatriz no pescoço em formato de "S".[/b]


"Apenas é digno da vida aquele que todos os dias parte para ela em combate."
avatar
John Montecchio

Mensagens : 250
Data de inscrição : 13/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Museu Nacional da UFRJ (Quinta da Boa Vista) - em Glabro

Mensagem  Michell Corbeill em Dom Mar 30, 2014 12:55 pm

Interações com Danniel Jacks e Júlio Garth.
Em Glabro

O trio seguia para dentro do museu, seguindo o rastro de corpos que se estendiam para dentro do mesmo, como as linhas que traçavam-se até o tesouro perdido. Não sabia quem eram, mesmo suas suspeitas lhe dizendo que seguiam a Corruptora. O francês procurava por mais homens fardados ao chão, o que poderia indicar que os Peregrinos haviam realmente passado por cima dos mortais. Entretanto, agora, o lua crescente se perguntava se todos eles não seriam das tais Forças Especiais. Na verdade, Michell não sabia definir se essas tais forças eram benignas ou se, de certo, caóticas.

No meio dessas observações, e percebendo o corredor escuro que lhes esperava, o Andarilho se vira para o Alpha:


- Não seria sensato se tomássemos a forma de batalha, Bardo Forjador? Aqui dentro, o Véu está protegido, creio.
________________________________________________________________________________________________________
.

_________________
avatar
Michell Corbeill

Mensagens : 264
Data de inscrição : 03/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

CRINOS

Mensagem  Danniel Jacks em Dom Mar 30, 2014 10:30 pm

Bardo Forasteiro - Michell / Garth

Os garous corriam para encontrar a matilha, muitos corpos estavam no caminho e ao que parecia nenhum deles era de seus companheiros, estava aliviado por conta daquilo. Logo a frente, o caminho estava um tanto tranquilo até o momento porém logo a frente encontrariam algo estranho, um corredor completamente escuro onde não enxergavam nada.

Em certo momento, Michell diz para assumirem a forma de batalha, Danniel concordava com aquilo. O Fianna para, e libera sua Lança, extraindo ela de seu corpo, ativando ela e logo em seguida assume a forma Crinos. Então diz:

-'Sim sim, você tem razão. Alguém aí tem uma lanterna ou algo do tipo? Prosseguir nesse escuro vai ser meio complicado.'

_________________
Hominídeo - Ahroun - Fianna - Irmandade de Herne
Aparência 05
Raça Pura 05
Fúria 05
Característica marcante: Voz do Rouxinol
avatar
Danniel Jacks

Mensagens : 359
Data de inscrição : 27/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Predador-da-Cidade - Bardo-Forasteiro / Decodificador-de-Espíritos

Mensagem  Júnior Garth em Seg Mar 31, 2014 10:04 am

Júnior segue acompanhando o grupo meio desapontado pois mais uma vez não conseguiu encontrar nenhuma arma que pudesse utilizar. As falas de Decodificador e do Alpha chamam sua atenção. Definitivamente, Decodificador estava certo, ali dentro o véu estaria protegido e eles poderiam assumir sua forma de batalha. Isso alegra o Roedor e tira de sua cabeça a preocupação em aumentar seu poder de fogo. Antes que pudesse fazer qualquer coisa o Alpha retira de seu corpo uma lança e logo depois assume a forma crinos. O Roedor olha estupefato nunca tinha visto aquilo de tão perto. Aquela imagem apagara por completo a momentânea percepção que tivera sobre o Alpha quando do ataque dos policiais. Ainda boquiaberto ele escuta Bardo perguntar se alguém teria uma lanterna. Isso faz com que Predador apalpe imediatamente os bolsos de seu casaco. Ele sente algo e o retira do bolso. Trata-se da caixa de fósforo que havia pego no interior da Van quando o plano era explodir tudo e todos. Ele olha para a caixinha que estava na palma de sua mão à vista de todos, olha para o Alpha, olha para o corredor escuro, lembra da luz cortada e das velas apagadas em casa, olha mais uma vez pro Alpha, olha mais uma vez pra caixinha, olha mais uma vez pro corredor escuro e conclui que ela seria mais útil acendendo as velas de sua casa, afinal, de que valeria os fósforos se não tinham nada que pudesse servir como tocha no local.

Predador, seguindo a ideia de Decodificador e o comando do Alpha, também assume sua forma Crinos. Crescem ao longo de seu corpo uma pelagem espessa cor de cobre. Seu corpo se modifica por completo. Seu rosto assume uma forma mais próxima de seus parentes lupinos, sua massa muscular se expande e ganha alguns centímetros de altura. Mesmo depois de todo esse processo ele tinha pouco mais da metade do tamanho do Bardo-Forasteiro já transformado. Ele então alonga seus novos músculos, girando, primeiramente, os ombros, depois o tronco e por fim o pescoço. Com certeza sua confiança não tinha relação nenhuma com seu tamanho.

_________________
Júnior Garth (Homínideo)
Cliath - Ragabash - Roedor de Ossos

Aparência: 2
Fúria: 1
Baixa Estatura
avatar
Júnior Garth

Mensagens : 55
Data de inscrição : 03/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Bardo-Forasteiro | Predador-da-Cidade | Decodificador-de-Espíritos

Mensagem  Narrador em Seg Mar 31, 2014 4:12 pm

O trio estava diante de uma intensa penumbra. Entrar era não enxergar nem um palmo à frente de seus olhos.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ethan (hominídeo) - Sylvia

Mensagem  Convidado em Seg Mar 31, 2014 5:20 pm

*Livre!*

A dor no peito, no corpo, na alma, mas ele estava livre...

O sentimento de impotência, de submissão de fraqueza não o dominava mais, e curiosamente ele se sentia mais arguto, mais atento... melhor!

Ele olha para Sylvia, e é como se a tivesse visto pela primeira vez, nota o seu semblante, seus olhos, e analisa a pergunta que ela lhe dirige e ele apenas acena positivamente com a cabeça, enquanto observa o cenário ao seu redor, em tempo de ver o que ainda acontecia enquanto os seus sentidos estavam se re-orientando.

E então se lembra da seringa e que algo corria em suas veias e, por isso olha em suas mãos.

- Daqui a pouco eu vou estar melhor do que agora Feiticeira... obrigado... como estamos?

E olhando ao redor lança a pergunta mais importante alí...

- E Nagar???

E enquanto esperava a resposta o garou fecha os olhos e assume sua forma de batalha, assim seus ferimentos começariam a se fechar...

- O controle daquela praga sobre minhas funções cessou...

Aquilo era um pedido velado, um pedido para que a theurge o livrasse daquela dor, mas não poderia faze-lo de forma aberta, estavam em batalha e ele não sabia da gravidade da situação ainda e por isso, talvez, a garou teria que esperar em curá-lo, por isso, sua forma de batalha, talvez ajudasse no processo.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Museu Nacional da UFRJ (Quinta da Boa Vista) - em Glabro/Crinos

Mensagem  Michell Corbeill em Seg Mar 31, 2014 11:19 pm

Interações com Danniel Jacks e Júlio Garth.
Em Glabro/Crinos

A concordância do Alpha faz com que o francês assumisse sua forma racial da forma mais natural possível. Michell, apesar de ter nascido nela, sempre preferiu a leveza que andar sobre duas patas lhe angariava. Coisas que atraem alguns Impuros, geralmente. Entretanto, sempre que voltava para a forma de batalha, o Andarilho sentia um quê especial que ainda não havia conseguido distinguir realmente.

Com um corpo mais alto, mais peludo e mais mortal, o Theurge observa a imensa lança que o Fianna retirara de seu corpo, algo que o Andarilho ainda não tinha se acostumado a ver. Provavelmente um fetiche. O Roedor pareceu ter alguma ideia, mas rapidamente a abortou, dando espaço para o lua crescente se manifestar. Nesse mesmo instante, ele retira seu tablet da bolsa, dizendo:


― Sempre se têm um aplicativo de laterna, não se preocupem... Lanterna: ligar!


O tablet, que se apoiava facilmente no meio de uma das mãos do Andarilho, acendeu rapidamente tão logo reconheceu o comando de voz. Assim, o francês acomoda mais uma vez o aparelho dentro da bolsa, só que dessa vez o mesmo havia ficado com o visor do lado de fora, dentro de um bolso externo. Ele pende a bolsa apenas pelo pescoço, fazendo com que a mesma parecesse um colar de fio um pouco mais longo devido ao novo tamanho adquirido. Pelo menos, um pouco de luz tinha sido arranjada, fazendo com que o Garou esperasse que seus companheiros continuassem a caminhada. Estava cansado e extremamente machucado, mas aquilo não abalava a sua curiosidade de saber como tudo aquilo acabaria.
________________________________________________________________________________________________________
.

_________________
avatar
Michell Corbeill

Mensagens : 264
Data de inscrição : 03/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

John Montecchio (Crinos) - Sylvia / Demian/ Dereck / Steven/ TODOS / Vampiros

Mensagem  John Montecchio em Ter Abr 01, 2014 9:28 am

John continuou seguindo as pressas, o mais rápido que podia, para ajudar o Wendigo que ainda tretava com os inimigos.

_________________
Ahroun - Andarilhos do Asfalto - Cliath - Espertinhos

Aparência 05
Fúria 05
Magnetismo Animal / Ambidestria.
Cicatriz no pescoço em formato de "S".[/b]


"Apenas é digno da vida aquele que todos os dias parte para ela em combate."
avatar
John Montecchio

Mensagens : 250
Data de inscrição : 13/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sylvia (Crinos) - Ethan

Mensagem  Sylvia Capuleto em Ter Abr 01, 2014 1:50 pm

A primeira pergunta que Ethan faz remete à falha que incomodava a Senhor das Sombras. Suas armas de fogo não eram tão efetivas quanto as garras de um Ahroun, mas ainda sim tinham ajudado a soltar Ethan. Outros Garous falariam isso e se conformariam com um "bem maior", mas Sylvia era uma Senhor das Sombras forjada sob o fogo da provação. Errar era algo que lhe incomodava e nitidamente insatisfeita com seu próprio desempenho:

- Ele fugiu.

Não tece comentários mais longos sobre o assunto que lhe incomodava mas a ferida no peito de Ethan demonstrava claramente que seu coração estava de volta no lugar. Menos mau pois ia ser complexo a tarefa de resolver esse problema sem ter capturado o vampiro. Tocando levemente a ferida e fazendo com que ela se feche ao curar todos os danos sofridos por Ethan, Sylvia pergunta preocupada:

- O ritual foi concluído?

_________________
Sylvia Capuleto "Feiticeira das Sombras"
Adren / Hominídeo / Theurge / Senhores das Sombras
Voz Encantadora / Magnetismo Animal
Aparência 05
Raça Pura 05
Fúria 02
avatar
Sylvia Capuleto

Mensagens : 408
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Museu Nacional da UFRJ (Quinta da Boa Vista)

Mensagem  Danniel Jacks em Ter Abr 01, 2014 11:22 pm

Danniel - Michell / Garth

Aproveitando-se da lanterna, esperava que o caminho ficasse menos escuro para os garous que ali seguiam, Danniel portava sua lança e sempre mantinha ela em guarda, seu ferimento o incomodava mas ele não iria deixar aquilo atrapalhar o Fianna, ele iria encontrar sua matilha e não iria medir esforços para tal. Tão logo a lanterna estivesse acesa e o caminho melhor, Danniel diz:

-'Espero que isso sirva, se não, você poderia tentar invocar algum espírito, do fogo, talvez?'

_________________
Hominídeo - Ahroun - Fianna - Irmandade de Herne
Aparência 05
Raça Pura 05
Fúria 05
Característica marcante: Voz do Rouxinol
avatar
Danniel Jacks

Mensagens : 359
Data de inscrição : 27/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Museu Nacional da UFRJ (Quinta da Boa Vista) - em Crinos

Mensagem  Michell Corbeill em Qua Abr 02, 2014 10:54 am

Interações com Danniel Jacks e Júlio Garth.
Em Crinos

O foco de luz se expandia do tablet par ao campo de visão do trio. O Andarilho esperava que isso realmente desse certo, tomando a frente, mas não se distanciando dos companheiros. Diante da pergunta do Fianna, ele apenas responde:

- Ainda não aprendi os procedimentos para uma invocação, mas possuo um outro meio de fazer chamas aparecerem. Já fiz isso hoje; posso fazer novamente.


O lua crescente sorri para o Ahroun e o Ragabash. Suas últimas palavras mostraram que aquelas chamas na perna do "policial" não foram ocasionais, muito pelo contrário. Ele permanece no caminho do corredor, esperando que a iluminação que possuía bastasse.
________________________________________________________________________________________________________
.

_________________
avatar
Michell Corbeill

Mensagens : 264
Data de inscrição : 03/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Museu Nacional da UFRJ (Quinta da Boa Vista)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 9 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum