Hospital Italiano de Santa Cruz

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Hospital Italiano de Santa Cruz [Dimensão maluca]- Em Crinos

Mensagem  Amir Su'ud Al em Qua Out 30, 2013 3:21 pm

Interações com o que restou da Esquadrão + as criaturas que me perseguem.
Em Lupus/Crinos

Tudo acontece muito rápido na ótica do Andarilho. Um dos Ragabash desarma o espadachim a tempo de Angus liquidar a Hidra e decepar um dos braços do último oponente. Esse, em raiva, ataca novamente os combatentes com seus raios, causando um dano mínimo no Theurge. Infelizmente, esse dano mínimo já vinha acontecendo a algum tempo. Amir estava extremamente debilitado e, diante da Fúria que rugia, ele a utiliza para mudar à forma de batalha. Nela, suas possibilidades seriam melhores, o que não mudaria o fato de que naquele instante ele seria um estorvo para sua matilha – ou pelo menos para o que sobrara dela.

O Lua Crescente se coloca de pé, com muita dificuldade, mas se coloca. Ele olha para Mayra, mostrando a seriedade de seus ferimentos.
– Eu não sei se agüentarei muito mais, Mayra, mas peço que não se atrasem. Esse cara não está brincando e aposto que ele tem mais um milhão de truques e só vai parar de usá-los quando ver-nos todos caídos. Que seja ele ou o resto de nós a cair, mas penso que posso não estar vivo para nos ver triunfar. Por isso, eu peço que quem precisar se aproxime para que eu cure os seus ferimentos. Eu preciso utilizar o resto de energia que Gaia me dá para fazer algo em prol de nós.

Os joelhos de Amir estremeciam diante da fraqueza de seu corpo. Mas o Theurge agüentava esses possíveis últimos instantes com a garra que a Doninha lhe tinha reservado.
________________________________________________________________________________________________________
Tomei 1 de Dano Agravado pelo ataque de raio. Ganhei 1 de Fúria.
Gasto um de Fúria para Crinar automaticamente em batalha.

_________________
Amir Su'ud al - Mãos que Curam - Aparência 4 - Raça Pura 0 - Fúria 2
Cliath - IHominídeo - Theurge- Andarilhos do Asfalto
avatar
Amir Su'ud Al

Mensagens : 148
Data de inscrição : 28/01/2013
Idade : 27
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ferida-do-Vento (Glabro -> Crinos)/ Esquadrão da Fúria / Narração

Mensagem  Balik Samir em Sex Nov 01, 2013 2:49 pm

Enquanto via o inimigo ser destroçado esbocei um pequeno sorriso, parecia que tudo daria certo novamente.

Eu me enganei.

Como um recurso final de emergência, o homem pareceu utilizar todas as suas forças para evocar uma nova rajada elétrica, o que me pegou de surpresa, não esperava que ele conseguiste fazer sem a sua espada. Meu corpo novamente atingido, sofre com as dilacerações da eletricidade, meu coração palpitava e meus pelos estavam todos em pé. Em um ímpeto meu corpo metamorfoseia para a forma metade lobo metade humana. Sentia de leve um calafrio percorrer minha espinha enquanto observava Mayra cortar ao meio o homem.

Neste momento eu devia pensar rápido, pelo o que tudo indicava estávamos prestes a ser teleportados novamente, corri então até o corpo do homem, mas desta vez não iria investiga-lo, peguei sua espada e a segurei firme, olhando-a  fixamente esperando o inevitável acontecer.

__________________

Levei 5 de dano agravado.

_________________
Hominídeo Ragabash Wendigo - Cliath
Carisma 3
Aparência 2
Fúria 5
avatar
Balik Samir

Mensagens : 130
Data de inscrição : 30/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Anksu (crinos) / Matilha

Mensagem  Anksu Nanm em Sab Nov 02, 2013 10:33 am

Graças a Gaia tudo estava indo como se estivéssemos pensando com um só cérebro e isso provava que estávamos no caminho de uma matilha muito bem unida e sincronizada. Mayra e Angus destruíram a Hidra sem precisar de muito mais explicações. Balik parecia ter percebido sobre a espada e tinha feito seu trabalho e coordenando perfeitamente o ataque ao "espadachim", quando o "espadachim" perde o braço ele lança uma descarga elétrica que atinge todos ao mesmo tempo ao qual me derruba aumentando o ferimento de queimadura que tinha começado pela bola de fogo e agora por essa voltagem e para piorar os membros deles estavam indo em sua direção para se regenerarem, mais nossa grande Auhron dá fim a sua existência.

Me levanto e Mayra começar a ver os estados dos outros, Balik pega a espada, Amir estava em suas piores condições. Sem poder falar para que meu dom não caia e como havia sido combinado pego meu celular e mando uma mensagem para todos naquele recinto dizendo o que penso.
-"Bom pelo que vimos estamos nos juntando e pelo visto isso está parecendo um jogo ao qual teremos que passar fase por fase até que possamos andar livres e precisaremos fazer isso rápido, Eu peço que me deixem ir na frente já que não podem me ver, ouvir e nem sentir meu cheiro para que eu saiba o que está em nossa frente e possamos ter uma vantagem no ataque e na tática, caso não sejamos transportado de cara para o próximo inimigo."

______________________________________________________________________________________________________
Tomei 2 agravados

Dados rolados por Anksu Nanm
[8] [8] [3] [3] [8] [10]
Rolado às: 12:25:17
Rolado no dia: 02/11/2013
Dificuldade: 7
Resultado: 4 sucesso(s).

_________________
Aspecto-do-Invisível
Hominídeo - Ragabash - Peregrino Silencioso - Cliath
Carisma 1
Aparência 2
Raça Pura 2
Fúria 1
avatar
Anksu Nanm

Mensagens : 106
Data de inscrição : 29/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Matilha Esquadrão da Fúria

Mensagem  Narrador em Sab Nov 02, 2013 12:25 pm

Como era de esperar, o local muda mais uma vez. Balik, no entanto, fica com a espada em mãos, embora os corpos sumam. Em sua mão a espada começa a queimar e uma série de imagens que Balik não consegue prestar atenção por serem muito rápidas, começa a passar na mente do Garou e uma voz doce começa a falar na mente do Wendigo ao passo que uma imensa vontade de atacar seus companheiros começa a brotar na mente do Ragabash:

'- Me sinta... me viva... juntos somos invencíveis...'

Os Garous, agora, notam que estão em um local conhecido - ou talvez esperado. O grupo estava no saguão e, à sua frente, estavam os membros da Filhos do Sol (todos bastante feridos). O Ragabash da matilha, Sombra-da-Tempestade, parece o mais inteiro do grupo e indaga ao que restava da Esquadrão da Fúria:

'- Vocês estão bem? Eu ainda sinto uma presença aqui. Ainda tem mais alguém... e eu não sei o que diabos estamos enfrentando ainda...'

O Philodox, alfa da matilha, olha para Mayra sério e diz:

'- E agora? O que faremos?'

A Filhos do Sol havia aceitado ajudar e dar suporte à Esquadrão da Fúria. Obviamente que por isso, o Alfa da outra matilha jogou a decisão sobre continuar ou não para Mayra.


OFF GAME: Ferida-do-Vento tem que fazer um teste de Força de Vontade com dificuldade 8 para não ceder aos caprichos da espada.A matilha Filhos do Sol é composta por: Fúria-da-Tempestade (Hominídeo - Adren - Philodox - Wendigo - Aro Sagrado - ALFA); Punhos-de-Gelo (Hominídeo - Adren - Galliard - Presas de Prata - Anjos Guardiões); Essência-da-Força (Hominídeo - Forsten - Ahroun - Portadores da Luz Interior - Zéfiro); Olhos-de-Anúbis (Hominídeo - Forsten - Theurge - Peregrinos Silenciosos - Arautos) e Sombra-da-Tempestade (Hominídeo - Athro - Ragabash - Uktenas - Caçadores).
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ferida-do-Vento (Crinos)/ Esquadrão da Fúria / Narração

Mensagem  Balik Samir em Sab Nov 02, 2013 4:44 pm

A espada adaptou-se ao corpo maior de Ferida-do-Vento, com uma tentativa de sorriso, o lobo grande sorriu para si mesmo enquanto apertava a espada em suas mãos, ele olhou ao redor lentamente. Sua expressão era de extrema satisfação, ele começa a caminhar vagarosamente para frente, e anuncia:

- E se dessa vez minha marionete for um de vocês? Vocês irão destroça-lo da mesma forma que fizeram com aqueles pobres seres descartáveis? - A voz do homem que falara anteriormente ecoa por todo o saguão, era o homem que Anksu conhecia muito bem.

Ferida-do-Vento  em um movimento súbito trespassa a espada em algo quase invisível, que somente olhos atentos notariam ser Anksu, e abraça-lhe empurrando-o contra a parede. Sua espada atravessa Aspecto-do-Invisivel na altura da espinha, e correntes elétricas percorrem por todo o seu corpo causando dilacerações em seus músculos, com o rosto próximo ao seu ouvido, ele sussurra para que somente Anksu ouvisse:

- Depois de ter saído com vida na primeira vez, não deveria ter sido tolo de voltar aqui de novo, pulguento.

Ele sorria, estava com a vantagem novamente.

_________________

Vontade
Dados rolados por Balik
[7] [3] [3] [1] [1]

Rolado às: 17:25:50
Rolado no dia: 02/11/2013

Dificuldade: 8

Resultado: Falha Crítica.


OFF - Anksu tem que absorver 5 agravados da espada em um teste
e em um teste extra, 6 agravados do raio.

_________________
Hominídeo Ragabash Wendigo - Cliath
Carisma 3
Aparência 2
Fúria 5
avatar
Balik Samir

Mensagens : 130
Data de inscrição : 30/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Anksu (crinos) / Matilha

Mensagem  Anksu Nanm em Sab Nov 02, 2013 5:09 pm

Antes que eu recebesse a resposta de qualquer um tudo muda novamente, porém a espada continua na mão de Balik. Finalmente estávamos de volta ao saguão onde tudo começou e lá encontramos a matilha "filhos do Sol" que começa a nos indagar. Aproveito a pergunta e mando mais uma mensagem.
"-Devemos continuar o mais rápido possível antes que ele recomesse e nos coloque em outros lugares novamente e separados como fez antes. Não podemos perder tempo. Se ele não morrer isso não irá parar, nossos irmãos terão morrido em vão e nossa missão não será concluída."

E tudo acontece mais rápido anda, quando o voz ecoa novamente pelo saguão e antes que eu pudesse procurar com os olhos, sinto uma dor aguda na direção da minha espinha e surgindo no meu abdômen vejo a ponta da lâmina da espada q estava na mão do Balik, sinto uma corrente elétrica percorrendo o meu corpo enquanto sou impelido até a parede onde aquela voz asquerosa fala só para mim...

Mais antes que eu pudesse fazer qualquer coisa, sinto minhas forças se esvaindo e como se os efeitos do meu dom estivessem agindo em tudo a minha volta ao invés de em mim... Tudo estava ficando embaçado, aos poucos nem a voz do maldito eu consegui ouvir, cheiro só de sangue, o sangue que mais uma vez por culpa daquele bastardo era derramado por mãos aliadas. Minha fúria crescia, mais ela não era suficiente para me reerguer. Não queria que mais um membro se sentisse culpado mais isso eu não poderia falar. A únicas palavras que eu tentei falar mais que não sei se foi ouvida foi:
-Se vinguem. Acabem com ele. Adeus irmãos.

Cuspo sangue involuntariamente, meus joelhos dobraram e meus olhos continuaram abertos porém em estado vítreo. E lentamente vou voltando a minha forma racial e só não termino de cair no chão pois ainda estava preso por aquela lâmina imunda.
______________________________________________________________________________________________________


Vigor 1
Dados rolados por Anksu Nanm
[2] [10] [4] [9] [4] [3]
Rolado às: 18:53:23
Rolado no dia: 02/11/2013
Dificuldade: 6
Resultado: 2 sucesso(s).

Vigor 2
Dados rolados por Anksu Nanm
[9] [10] [6] [9] [5] [6]
Rolado às: 18:53:44
Rolado no dia: 02/11/2013
Dificuldade: 6
Resultado: 5 sucesso(s).

Reativar
Dados rolados por Anksu Nanm
[6] [1] [9] [2] [2]
Rolado às: 18:56:41
Rolado no dia: 02/11/2013
Dificuldade: 8
Resultado: Falha.

_________________
Aspecto-do-Invisível
Hominídeo - Ragabash - Peregrino Silencioso - Cliath
Carisma 1
Aparência 2
Raça Pura 2
Fúria 1
avatar
Anksu Nanm

Mensagens : 106
Data de inscrição : 29/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mayra (Crinos) - Todos

Mensagem  Mayra Hildebrand em Dom Nov 03, 2013 6:30 am

O cenário se transforma mais uma vez e o inesperado acontece. Balik, um dos ragabashs da matilha, ao tocar a espada do inimigo acaba possuído por quem parecia ser o líder daquela empreitada. O maldito assume o corpo de Balik, faz ameaças tolas e acaba usando o Wendigo para dar um fim à vida do Peregrino Silencioso. Tudo que Mayra consegue fazer diante da ação rápida é gritar:

- Nããããããããããããão! Maldito!


A Ahroun olha para Angus e os demais e diz, enfática:

- Sem mortes! Vamos apagar ele!


E parte pra cima Balik, ainda na forma Crinos, e com a Fúria que recebera em seu íntimo se desloca em velocidade, parando ao lado de Balik, mas de frente para o lado oposto para o qual ele olhara e desfere uma violenta cotovelada na nuca do Wendigo, que cai desmaiado com o impacto do golpe.

O corpo de Anksu cai ao chão com a espada cravada e Mayra pega Balik e o joga para longe de Anksu e diz a todos:

- Ninguém toca no corpo de Anksu ou na espada até darmos um fim nesse maldito.

A Fianna olha para o nada e grita:

- É assim que a gente faz quando você usa um dos nossos, agora porque não para de covardia e vem me enfrentar de frente?

Se dirigindo à Amir, Mayra diz:

- Sem discussões, Amir. Estamos no saguão! Pegue Balik e leve ele para ser purificado no Caern, Já!


A Ahroun olha para o Wendigo que liderava a Filho do Sol e diz:

- Mande os feridos de sua matilha junto com Amir. Chega de quedas, é hora de terminar o que começamos!

Mayra olha para todos ali e diz:

- Se alguém tiver como achar esse desgraçado que o ache agora. Não temos tempo a perder...

_________________
Mayra Hildebrand - Voz de Taranis
Hominídeo / Fianna / Ahroun / Tuatha de Fionn
(Aparência 5 / Fúria 7 / Raça Pura 5)
**** Voz do Rouxinol ****
**** Magnetismo Animal ****

Cicatrizes de Batalha
* Cegueira dos Dois Olhos (provocada por um Rastejante Nexus)
* Cicatriz Profunda na altura do abdômen (provocada por um Ancião dos Dançarinos da Espiral Negra)
avatar
Mayra Hildebrand

Mensagens : 429
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Hospital Italiano de Santa Cruz [Dimensão maluca]- Em Crinos

Mensagem  Amir Su'ud Al em Ter Nov 05, 2013 9:06 pm

Interações com o que restou da Esquadrão e da Filhos do Sol.
Em Crinos

Tudo acontece muito rápido diante da ótica debilitada do Theurge. Quando o mesmo percebe, Anksu já estava no chão, assim como Balik, que tinha sido nocauteado por Mayra. A Ahroun se enchia em Fúria e logo começa a despejar ordens que ninguém iria ousar em desobedecer. Tampouco Amir. Mesmo debilitado, o Lua Crescente coloca o Ragabash desacordado sobre seus ombros, iniciando uma caminhada para a porta, não esperando para ver quem o Alpha da matilha de apoio mandaria com eles.

Amir segura o trinco com uma das mãos, aproveitando para falar com aqueles que o seguissem.
- Nós estamos com um furgão a um quarteirão daqui. É a única maneira segura de sair da região já que a Umbra ta mais insana que esse hospital! Mas precisamos estar atentos, porque um dos nossos havia alertado um de seus contatos da polícia para fechar o local. Eles provavelmente podem estar aí fora, então nós precisaremos contornar o local da melhor forma possível.

O Andarilho finalmente gira o trinco, tentando manter a atenção nos barulhos que viam de fora. Não sabia o que lhe esperava do outro lado e ainda esperava alguma manifestação de algum membro da Filhos do Sol. O importante era retirar os feridos dali urgentemente.
________________________________________________________________________________________________________
.

_________________
Amir Su'ud al - Mãos que Curam - Aparência 4 - Raça Pura 0 - Fúria 2
Cliath - IHominídeo - Theurge- Andarilhos do Asfalto
avatar
Amir Su'ud Al

Mensagens : 148
Data de inscrição : 28/01/2013
Idade : 27
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Mãos-que-Curam

Mensagem  Narrador em Qua Nov 06, 2013 8:39 am

A Matilha Filhos do Sol decide fica toda junta. Mayra e Angus iriam com eles. Assim, apenas Amir e Balik seguem para ir embora do local. Como estavam no saguão novamente, os dois conseguem ir embora sem maiores dificuldades. O Sistema de Segurança já havia sido desativado pela Filhos do Sol, a essa altura.

OFF GAME: Mãos-que-Curam deve postar seguindo (mas não chegando) em direção ao carro no tópico das Ruas da Zona Oeste.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Voz-de-Taranis

Mensagem  Narrador em Qua Nov 06, 2013 9:13 am

A Filhos do Sol decidira ficar, mesmo com Garous feridos. O Theurge da Matilha, Olhos-de-Anúbis, então, começa a fazer o Ritual da Pedra Caçadora, mas ele não funciona. O mesmo diz:

'- Merda! A Pedra Caçadora não funciona. Ele deve ter algum tipo de poder bloqueando...'

A voz do inimigo mais uma vez é ouvida enquanto o local todo começa a tremer:

'- HAHAHAHAHAHA... vocês querem ficar para morrer mesmo? Porque não fogem como ratos, assim como fizeram os seus amigos?'

Sombra-da-Tempestade, Ragabash dos Uktenas, no entanto, enquanto ele ir se concentra e olha para Mayra, e diz:

'- Eu sei onde ele está... só me seguir...'

Punhos-de-Gelo, Galliard dos Presas de Prata, para o Grupo antes que eles sigam e diz:

'- É hora da batalha, hora de enfrentarmos aquele que derramou o sangue de nossos irmãos nesse local. Nós perdemos uma irmã preciosa, a Esquadrão da Fúria perdeu bravos combatentes. Mas essas mortes não serão em vão! Vamos cravar nossas garras, presas e fetiches naquele maldito que causou tanta discórdia! Vamos usar nossa Fúria como combustível para incendiar nossos corações e para marchamos até o coração da Wyrm que corrompe esse lugar e arrancá-lo com nossas próprias mãos! Avante irmãos! É hora da vitória!'

E com isso todos sentem-se mais inspirados para a batalha. O Ragabash assume a frente e começa a guiar o grupo em direção ao subsolo. O Grupo desce tendo o Ragabash à frente e sem uma formação específica. Todos atentos a todas as direções e o silêncio sepulcral. O inimigo não mais falava. Talvez nem mais estivesse ali, mas essa dúvida é sanada pelo Uktena que diz sussurrando:

'- Ele tá brincando com a gente, nem saiu do lugar...'

De repente, todas as portas se fecham, e um gás prateado começa a tomar conta do local. Os Garous todos começam a tossir sangue. Era prata, direto nas vias respiratórias. Não havia como absorver. Não haviam saídas. A única porta que havia, estava trancada e protegida por feixes de prata. A voz do mago, novamente é ouvida então:

'- Pra que eu vou fugir se eu posso ver vocês todos morrendo lentamente enquanto eu como pipoca? A propósito, não adianta sussurrar, não há nada que vocês façam, falem ou pesem que possa fugir de mim dentro do meu templo.'

O Uktena rastejando até a porta começa a tentar entender o que fazia ela funcionar, mas não parecia estar sendo bem sucedido em sua missão. O Portador da Luz Interior, Essência-da-Força começa a tossir sangue sem parar, aparentando ser, ao lado do Alfa da Matilha, Fúria-da-Tempestade, o que menos conseguia suportar aquele ataque. Angus tentava golpear a parede dos feixes para ver se eles paravam, mas não era bem sucedido. O metal que protegia a parede parecia inquebrável.

É o Galliard, Punhos-de-Gelo que então toma uma iniciativa e coloca a mão por entre os feixes, tocando o metal e começando a gritar de dor enquanto lentamente uma fina camada de gelo começava a surgir no local. Era um trabalho que ainda ia demorar, mas que Samuel Kraken começava a tentar fazer.


OFF GAME: Com o uso do dom "O Gosto da Marcha", Punhos-de-Gelo inspirou a todos e deu para matilha e aliados mais 9 dados em jogadas que envolvam Força, Briga ou Armas Brancas. Todos tomam 1 nível de Dano Agravado não passível de absorção por turno a partir de agora.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital Italiano de Santa Cruz

Mensagem  Mayra Hildebrand em Qui Nov 07, 2013 8:57 am

Não havia muito o que fazer. Apesar do discurso inspirador do Galliard da Filhos do Sol, a apreensão toma conta da Fianna quando ela se vê junto dos demais em uma espécie de armadilha. Prata entrava pelas vias nasais, causando ainda mais dor e arrancando uma tosse seca da Fianna, que notando que alguns estavam mais feridos, diz sem saber se sua ideia era praticável:

- Prendam a respiração e retornem à suas formas raciais quem não estiver aguentando...


A Ahroun, por sua vez, nota que Punhos de Gelo tentava danificar os lasers com um dom congelante. Se não havia saíra, só restava mesmo colocar aquela porta abaixo e, após dar dois passos para trás a Fianna corre e se projeta contra a porta, causando um grande impacto, um enorme estrondo e um grito de dor do qual a projeção da Fianna ao chão com marcas de queimaduras se segue.

- Se não fosse pela armadura de luna...


Diz a Fianna com a mão no chão, constatando que tinha conseguido amassar um pouco a porta e vendo que sua ideia estúpida talvez não fosse tão impossível.

- É possível...


A Ahroun então se levanta e olha para Angus, dizendo a ele:

- Proteja o Presas de Prata pra ele continuar congelando os circuitos, eu vou tentar por isso abaixo na base da ignorância...


Mayra então se prepara, iria novamente se projetar contra a porta em instantes.

__________________________________________________
Tomei 1 agravado pela inalação de prata e 1 pelo feixe

_________________
Mayra Hildebrand - Voz de Taranis
Hominídeo / Fianna / Ahroun / Tuatha de Fionn
(Aparência 5 / Fúria 7 / Raça Pura 5)
**** Voz do Rouxinol ****
**** Magnetismo Animal ****

Cicatrizes de Batalha
* Cegueira dos Dois Olhos (provocada por um Rastejante Nexus)
* Cicatriz Profunda na altura do abdômen (provocada por um Ancião dos Dançarinos da Espiral Negra)
avatar
Mayra Hildebrand

Mensagens : 429
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Voz-de-Taranis

Mensagem  Narrador em Sab Nov 09, 2013 12:12 pm

As palavras de Mayra não são atendidas prontamente. Os Garous pareciam com receio de mudar de forma. Fúria-da-Tempestade ordena, então:

- Filhos do Sol, em suas formas raciais.

Assim que o primeiro deles assume a forma, o Portador da Luz Interior Essência-da-Força, um feixe o atinge e arranca sua cabeça. Era mais um Filho do Sol morto e a matilha aborta a ideia.

Tossindo muito e muito debilitado, o Wendigo Fúria-da-Tempestade corre em direção à porta e aos feixes e se choca contra eles, gritando de dor, mas ajudando Mayra ao se chocar com a porta. Angus faz o mesmo, enquanto o Galliard segue tentando congelar a mesma.

OFF GAME

Sucessos necessários para derrubar a porta: 50
Sucessos Acumulados pelos Garous: 8 (Mayra), 6 (Angus), 4 (Emmett), 5 (Samuel - Gelo) = 23

avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital Italiano de Santa Cruz

Mensagem  Mayra Hildebrand em Dom Nov 10, 2013 10:02 am

A Fianna concentra sua Fúria para mais uma vez invocar a Glosiosa Força para que esta pudesse lhe ajudar em um ataque. Muitos já estavam feridos e ela mesma começava a se sentir mal por aquela prata, mas não poderia se abater. Era quem estava, talvez, em melhores condições e com isso, novamente toma distância e se projeta contra a prata.

O choque faz a porta balançar e, mais uma vez, Mayra grita de dor ao ser atingida com os feixes. Aquela armadilha era maldita e a única forma de escapar dela seria colocando a porta abaixo, o que Mayra fazia ao passo que pelos danos sofridos, sentia a Fúria crescer dentro de si....
_____________________________________
Gloriosa Força = 4 Sucessos
Atacar a Porta = 15 sucessos (total 38/50)
Tomei +2 de Dano (total 5)

_________________
Mayra Hildebrand - Voz de Taranis
Hominídeo / Fianna / Ahroun / Tuatha de Fionn
(Aparência 5 / Fúria 7 / Raça Pura 5)
**** Voz do Rouxinol ****
**** Magnetismo Animal ****

Cicatrizes de Batalha
* Cegueira dos Dois Olhos (provocada por um Rastejante Nexus)
* Cicatriz Profunda na altura do abdômen (provocada por um Ancião dos Dançarinos da Espiral Negra)
avatar
Mayra Hildebrand

Mensagens : 429
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Voz-de-Taranis

Mensagem  Narrador em Qua Nov 13, 2013 10:32 am

Mais um Garou da Filhos do Sol não aguenta a pressão e cai em convulsão antes de morrer por inalação de prata. Era o Athro dos Uktenas, Sombra-da-Tempestade. O segundo Filho do Sol a cair naquela armadilha. Angus mais uma vez se atira contra a porta, Samuel intensifica o congelamento e Emmett, já sem forças, não consegue fazer nada além de tossir sangue sem parar até cair no chão morto... a situação estava cada vez mais complicada e restavam poucos Garous ainda vivos...

OFF GAME: Total de Sucessos para derrubar a porta -> Punhos-de-Gelo (4), Vingança-de-Arawn (7) -> Total 49/50
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mayra (Crinos) - Todos

Mensagem  Mayra Hildebrand em Sex Nov 15, 2013 4:43 am

A Fianna sente mais uma vez suas forças sendo postas à prova. Tinha que conseguir derrubar aquela porta. Muitos Garous morriam e ela mesma começava a sentir, como jamais sentira antes, o cheiro da morte se aproximar. A Ahroun toma distância e vendo que a porta dava sinais que ia ceder, fala consigo mesma sabendo que sua vida estava em jogo:

- É agora ou nunca...


Depois da distância tomada, Mayra corre, salta pelos feixes de prata, dessa vez absorvendo por completo os danos por ele causados, se choca com a porta com seu corpo e cai, dentro da sala que estava atrás da porta. O caminho estava aberto e os que ainda estavam vivos podiam avançar.


_________________
Mayra Hildebrand - Voz de Taranis
Hominídeo / Fianna / Ahroun / Tuatha de Fionn
(Aparência 5 / Fúria 7 / Raça Pura 5)
**** Voz do Rouxinol ****
**** Magnetismo Animal ****

Cicatrizes de Batalha
* Cegueira dos Dois Olhos (provocada por um Rastejante Nexus)
* Cicatriz Profunda na altura do abdômen (provocada por um Ancião dos Dançarinos da Espiral Negra)
avatar
Mayra Hildebrand

Mensagens : 429
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Voz-de-Taranis

Mensagem  Narrador em Qua Nov 20, 2013 6:09 am

A porta cai e, com isso, um homem com a mão em uma bola de energia pode ser vista pelos Garous. O primeiro que entra com Mayra no chão é Olhos-de-Anúbis, mas assim que ele entra na sala um raio sai da esfera e o atinge em cheio, reduzindo seu corpo a pó.

Com a armadilha de prata desarmada pela derrubada da porta, sobravam Mayra, Samuel e Angus apenas ali, diante do que parecia ser o último inimigo que ria olhando para eles enquanto dizia:

'- Vai ser divertido poder ver vocês agonizando até a morte.'

O homem então se prepara para atacar, olhando para os Garous e entoando palavras incompreensíveis e fazendo com que três raios atinjam Mayra, Angus e Samuel. O Presas de Prata parece ser o que mais se fere com o dano, ficando no chão ainda vivo, mas agonizando de dor. Angus, por sua vez, cai muito ferido, mas se levanta e parte para cima do homem, sendo erguido do chão pelo mesmo e preso ao teto durante o processo.


OFF GAME: Mayra tem que absorver 5 níveis de dano agravado pelo raio.

avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mayra - Todos

Mensagem  Mayra Hildebrand em Sex Nov 22, 2013 7:33 am

Ali estava o seu alvo. Mayra avistava o maldito que era o responsável por todas as mortes que haviam ocorrido até ali e não pensa duas vezes: avança! A Fianna, em Crinos, parte enfurecida na direção do maldito que lhe acerta um violento raio na altura do peito e a joga para trás, mas não a fede. Sua Armadura de Luna e seu vigor excepcional a defendem mais uma vez e a Ahroun rosna na direção do maldito.

- Desgraçado!

Respirando forte, Mayra parte com o que lhe restava de Fúria (e que não era muito), se aproximando do maldito e atacando-o com suas garras em um golpe da direita para a esquerda, na altura da cabeça do desgraçado que acaba desviando em um movimento muito rápido. Mayra não via o movimento do homem, ninguém via. Era como se ele simplesmente se "teleportasse" e voltasse logo após a mão da Fianna passar onde deveria ser sua cabeça.

Quando o homem, no entanto, se prepara para lançar algo sobre a Fianna, Mayra usa sua última ação em Fúria para, com um golpe arrancar o braço do maldito que recua gritando de dor e jorrando sangue para todos os lados. No focinho da Fianna, um sorriso de quem sentia o cheiro do sangue da presa se espalhando pelo local. Era hora de dar um fim ao maldito.

- Avancem! Vamos acabar com ele agora!


Mayra incita Angus e Samuel a atacarem. Aquele servo da Wyrm não sairia vivo daquela sala.

_____________________________________________________
Off: 2 de Fúria p/ ações extras. Causei 3 agravados no inimigo.

_________________
Mayra Hildebrand - Voz de Taranis
Hominídeo / Fianna / Ahroun / Tuatha de Fionn
(Aparência 5 / Fúria 7 / Raça Pura 5)
**** Voz do Rouxinol ****
**** Magnetismo Animal ****

Cicatrizes de Batalha
* Cegueira dos Dois Olhos (provocada por um Rastejante Nexus)
* Cicatriz Profunda na altura do abdômen (provocada por um Ancião dos Dançarinos da Espiral Negra)
avatar
Mayra Hildebrand

Mensagens : 429
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Voz-de-Taranis

Mensagem  Narrador em Sab Nov 23, 2013 10:58 am

O homem vai para trás gritando de dor após perder seu braço. Angus e Samuel avançam contra ele e acertam cada um dois golpe com as garras que esbarram em um brilho que se forma sobre a pele do homem que, imediatamente levanta os dois e bate a cabeça de um contra a cabeça do outro, arremessando os dois desmaiados para longe. 

Agora era só ele e Mayra.

O braço, sangrando, se metamorfoseia em uma lâmina de luz cinza com a qual o homem avança para acertar Mayra, que se esquiva por muito pouco do golpe. O homem, no entanto, se movia muito mais rápido do que a Fianna podia imaginar e logo está na frente dela novamente e acerta uma cabeçada na testa da Garou - em Crinos - que a deixa tonta por alguns instantes. Tonta o suficiente para que ele pudesse atravessá-la com a lâmina, causando uma profunda dor enquanto ele ria e observava a Fianna começando a definhar em sua "mão".
OFF GAME: Mayra tem que absorver, somente com a Armadura de Luna, 6 níveis de dano agravado.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mayra - Mago

Mensagem  Mayra Hildebrand em Ter Nov 26, 2013 8:44 am

Existem situações em que a vida e a morte são decididas nos pequenos detalhes. Mayra vivia ali uma. Angus e Samuel são derrubados facilmente pelo inimigo que lhe ataca o ventre com uma lâmina que fazia com que a Fianna chegasse a cuspir sangue na hora que a mesma lhe acerta. O que o inimigo não imaginava era que a Armadura de Luna que a protegia fosse tão forte ao ponto de evitar que seu tronco fosse atravessado e que mais dano fosse desferido.

Os olhos de Mayra fitam os olhos do inimigo com toda a Fúria que havia em sua alma. Fúria da Tempestade, Essência da Força, Olhos de Anúbis e Sombra da Tempestade. O olhar revelava a ira por cada Filho do Sol que havia caído. Aspecto do Invisível, Essência de Garm, Lírio Selvagem, Paciência Tem Limite... as presas expostas demonstravam a sede de vingança de cada membro da Esquadrão da Fúria tombada.

As garras prontas para atacar com a preocupação com Mãos que Curam, Vingança de Arawn, Punhos de Gelo e Ferida do Vento então se movem. Sua velocidade é sobrenatrual. Uma das mãos segura a arma/braço para que o inimigo não se afaste e a outra Garra acerta o peito do maldito.

Mayra rosna. Olha para sua vítima com a Fúria de quem enfrentava o maior de seus inimigos e com um último movimento rápido acerta o pescoço do seu adversário, jogando seu pescoço longe e, somente então, largando o braço/lâmina para que ele caísse morto.

Era o fim. Haviam completado a missão. A Fianna, ainda em Crinos, no entanto, pega a cabeça do maldito dá apenas dois passos e cai desmaiada próxima à Angus e Samuel sem deixar de segurar a cabeça do inimigo tombado em sua mão direita. Tinha usado todas suas forças, estava simplesmente esgotada!

____________________________________________________________________________________________________
Gastei meus últimos pontos de Força de Vontade na absorção e nos danos e desmaia após o último golpe desferido.
Absorvi os 6 Agravados; causei 4 e 11 de Dano Agravado no mago.

_________________
Mayra Hildebrand - Voz de Taranis
Hominídeo / Fianna / Ahroun / Tuatha de Fionn
(Aparência 5 / Fúria 7 / Raça Pura 5)
**** Voz do Rouxinol ****
**** Magnetismo Animal ****

Cicatrizes de Batalha
* Cegueira dos Dois Olhos (provocada por um Rastejante Nexus)
* Cicatriz Profunda na altura do abdômen (provocada por um Ancião dos Dançarinos da Espiral Negra)
avatar
Mayra Hildebrand

Mensagens : 429
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital Italiano de Santa Cruz

Mensagem  Narrador em Qua Dez 25, 2013 6:37 am

avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Julian Kraken "Esquecido" (Hominídeo) - Mayra / Seguranças

Mensagem  Julian Escott em Dom Mar 23, 2014 9:47 pm

* Julian estava recém saindo do carro quando finalmente escuta as palavras da Fianna ecoarem ao seu redor, afirmando que ela ia até o fim. Não esperava nada além disso, afinal de contas a ruiva sempre fora perseverante. Apesar de um pouco desencanado demais, não era difícil para o Roedor imaginar as péssimas lembranças que Mayra, como uma das únicas sobreviventes da ultima investida, deveria ter com relação aquele local amaldiçoado.  Sentia-se na necessidade de indagar sobre sua decisão apenas como um indicador de bom senso, e a resposta estava dada. Sorri um sorriso leve, como se desejasse mudamente que sua companheira ficasse bem e meramente tranca o veículo com a chave enquanto observa a fachada do Hospital, onde não era difícil vislumbrar as luzes acessas e dois indivíduos com a cara fechada, muito bem trajados e, quase certamente, armados. *

" Conheço um segurança de playboy só pelo chero.. coisa de Andarilho 'sáporra.. "

* Após observar a segurança privada por não mais do que um instantes, avaliando a capacidade dos mesmos e o problema que sua presença poderia significar, fixa os olhos em Mayra e diz baixo: *

-  Então tá na hora de ver qualé que é..

* Coloca as chaves do carro no bolso da calça, segue para a calçada e se aproxima despreocupadamente da entrada do Hospital. Os seguranças não poderiam deixar de notar a intenção escancarada do Roedor de seguir para dentro do ambiente protegido antes mesmo que Esquecido alcançasse a fachada. Olha para o lado por uma vez, apenas para confirmar que a Fianna estava ao seu lado, e então já interpela os seguranças que certamente barrariam o seu caminho: *

- E ai malandragi, tranquilo?! To meio atrasado então vamo agilizar.. qual de vocês vai me levá até o patrão?  

* Sorri apenas com os lábios, sem nem mostrar os dentes, antes de completar para os seguranças, indicando a quê tinha vindo e dando um claro indício de que não era um desconhecido.: *

- Sou o Esquecido e o Spyware já me disse que a senha do wi-fi é "Gretchen"..

_________________
Julian Escott Kraken - "Esquecido"
Alfa da Esquadrão da Fúria e líder dos Roedores de Ossos da Seita
Ahroum - Roedor de Ossos - Adren

Aparência 5 (-2, cicatriz na face)
Fúria 6
Raça-Pura 0

Características notáveis:

- Uma série de cicatrizes de batalha que se evidenciam em seu peito, costas e ombro, sendo a mais notável um corte profundo que percorre sua face.
avatar
Julian Escott

Mensagens : 221
Data de inscrição : 16/02/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mayra - Julian / Seguranças

Mensagem  Mayra Hildebrand em Seg Mar 24, 2014 2:57 pm

Mayra segue em silêncio junto de Julian. Tinha uma expressão séria enquanto caminhava ao lado do ahroun e olhava para os seguranças atenta aos seus movimentos. Não tinha autoconfiança que Julian demonstrava ter lidando com a segurança do local e se preparava para agir a qualquer movimento brusco da dupla que protegia a entrada do hospital maldito.

Para ao lado do Roedor, a Fianna aguarda que uma resposta seja dada pelos seguranças.

_________________
Mayra Hildebrand - Voz de Taranis
Hominídeo / Fianna / Ahroun / Tuatha de Fionn
(Aparência 5 / Fúria 7 / Raça Pura 5)
**** Voz do Rouxinol ****
**** Magnetismo Animal ****

Cicatrizes de Batalha
* Cegueira dos Dois Olhos (provocada por um Rastejante Nexus)
* Cicatriz Profunda na altura do abdômen (provocada por um Ancião dos Dançarinos da Espiral Negra)
avatar
Mayra Hildebrand

Mensagens : 429
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Spyware - Esquecido | Voz-de-Taranis

Mensagem  Narrador em Seg Mar 24, 2014 5:53 pm

O segurança saca um comunicador e diz:

'- Ele chegou. Tá companhado de uma ruiva.'

O comando de Spyware responde pelo comunicador e a dupla podia ouvir:

'- Mande-os entrar. Eu estou na recepção.'

Os seguranças abrem caminho para a dupla que se depara com Spyware, e cerca de uns 50 robôs percorrendo aquela sala como se escaneassem ela por completo. Era possível notar que haviam robôs nos outros cômodos do hospital e Spyware diz para Julian e Mayra:

'- Esquecido, Voz-de-Taranis, bom receber vocês...'

Fala em tom casual, não parecia preocupado.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Julian Kraken "Esquecido" (Hominídeo) - Mayra / Spyware

Mensagem  Julian Escott em Ter Mar 25, 2014 2:28 am

* Julian apenas aguarda enquanto a comunicação interna era realizada. Presta a atenção necessária enquanto um dos homens saca seu comunicador e anuncia sua presença acompanhada de uma ruiva. Não pôde deixar de pensar, enquanto corre os olhos por Mayra: *

" E que ruiva..."

* Era fácil se perder nos contornos da Fianna. Apesar de todo o tempo que já haviam passado juntos, ainda se impressionava com a beleza tão gritante da fêmea de cabelos avermelhados. Esboça um pequeno sorriso ao perceber que não estava sendo discreto em sua avaliação e, de qualquer forma, provavelmente nem se importava em esconder o olhar. Talvez sua acompanhante nem mesmo percebesse o gesto.. de qualquer forma, não perde muito tempo com os seguranças e tão logo ouve o comando de Spyware liberando a passagem, faz sinal de cabeça para Mayra segui-lo, enquanto passa pelos homens bem trajados dizendo para eles descuidadamente: *

- Então a Gretchen continua abrindo portas..

* Sorri e segue seu caminho sem se importar com respostas ou reações. Não demora até que a recepção surja diante de seus olhos e o Roedor logo visualiza o líder dos Andarilhos do Asfalto acompanhado de algumas dezenas de maquinas estranhas. Recebe as boas vindas casuais de Spyware e, antes mesmo de responder, olha atentamente ao redor, avaliando o local com algum pesar.

" Então essa é a famosa sepultura de Garous.. "

* Quando volta os olhos novamente para Spyware, sorri levemente e comenta: *

- "Bom" é vê que as coisa deram certo por aqui. Esse lugar já apagô Garou demais, tava memo na hora de destruir tudo e botar um fim nessa porra..

* Para Esquecido, ainda parecia obvio que a missão de purificar o local e destruí-lo de uma vez por todas ainda estava de pé, e era isso que esperava. Olhando ao redor e só captando maquinas trabalhando sabe-se lá no que, lembra-se de sua falta para com aquelas que inicialmente seriam suas matilhas de apoio e completa em tom apologético: *

- .. mal ai, era pra eu ter colado antes. Mas eu quase fui pra vala la no Caern e quando o capeta me devolveu e eu acordei, tive um balde de merda pra resolver.. mal aí.

* Julian estava nitidamente sendo sincero e sua fronte assumia agora um tom mais sério, digno do momento. Aguarda alguns momentos silenciosamente, até que pergunta: *

- Tá tudo bem com os nossos? E cade o Papo-Reto? Foi o ragabash da matilha dele que me deu a letra que a coisa aqui tava encaminhada..

_________________
Julian Escott Kraken - "Esquecido"
Alfa da Esquadrão da Fúria e líder dos Roedores de Ossos da Seita
Ahroum - Roedor de Ossos - Adren

Aparência 5 (-2, cicatriz na face)
Fúria 6
Raça-Pura 0

Características notáveis:

- Uma série de cicatrizes de batalha que se evidenciam em seu peito, costas e ombro, sendo a mais notável um corte profundo que percorre sua face.
avatar
Julian Escott

Mensagens : 221
Data de inscrição : 16/02/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mayra - Julian / Spyware

Mensagem  Mayra Hildebrand em Ter Mar 25, 2014 9:27 am

Mayra caminha com Julian para dentro do cemitério vivo. Não gostava daquele lugar e quando entra fica olhando atenta para todos os lados. Haviam robôs por todos os lados e Spyware parecia espera-los. Recebia-os bem e após o cumprimento do Andarilho, a Fianna responde:

- Boa noite Spyware.

Comenta e se mantém em silêncio. Deixava Julian conduzir a conversa, ele era o Alfa, sua tarefa ali era apenas de suporte.

_________________
Mayra Hildebrand - Voz de Taranis
Hominídeo / Fianna / Ahroun / Tuatha de Fionn
(Aparência 5 / Fúria 7 / Raça Pura 5)
**** Voz do Rouxinol ****
**** Magnetismo Animal ****

Cicatrizes de Batalha
* Cegueira dos Dois Olhos (provocada por um Rastejante Nexus)
* Cicatriz Profunda na altura do abdômen (provocada por um Ancião dos Dançarinos da Espiral Negra)
avatar
Mayra Hildebrand

Mensagens : 429
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital Italiano de Santa Cruz

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum