Mansão Lyon - Jardim Botânico - Refúgio de Vincent Lyon

Página 6 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 5, 6, 7 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Natanael - Linda

Mensagem  Natanael Lacerda em Ter Jun 10, 2014 12:16 pm

O olhar de Victória não passou despercebido, mas o assunto com as influências do bicheiro deveriam esperar um pouco.

Assim que se afastou alguns passos, Linda atendeu ao telefone com sua voz perfeita. Agora, sem que Natanael olhasse para aquele rosto deformado da antiga Nosferatu, a voz dela parecia ainda mais melodiosa. Qualquer bela imagem poderia ser formada na mente do poeta para abrigar aquela voz, menos a de um Rato de Esgoto.

_Bon soir, mademoiselle Wilson. - responde em francês já que ela começou assim, mas logo passa para o português: _Estou ligando para a senhorita para confirmarmos a nossa reunião. Existem dois Membros de meu Clã recém chegados e os levarei para que se apresentem de forma adequada, mas, claro, nossa reunião será em particular.

Faz uma pausa como que para receber a resposta dela, mas sua impaciência não permite que mais do que um segundo passe. Logo ele profere:

_A propósito, majestade, aconteceu algo nessa noite além do incêndio no apartamento Haulot e das mortes na Cidade de Deus? Parece que houve um imenso barulho na Capela Tremere...

Esperava a resposta, infelizmente não conseguia esconder sua curiosidade que era facilmente notada em sua voz por alguém do nível da Príncipe.

_________________
Natanael Lacerda - Toreador
Aparência 5
Rubor de Saúde

Status 2
Prestígio de Clã 2
Senhor de Prestígio - Victoria Ash


"A poesia é decerto uma loucura." (Sêneca)
avatar
Natanael Lacerda

Mensagens : 152
Data de inscrição : 04/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guille - Victoria

Mensagem  Guille França em Ter Jun 10, 2014 3:33 pm

De todos presentes ali, a pessoa que ele menos esperava que viesse falar com ele se aproxima, parecendo realmente interessada em seu estado psicológico, Guille ainda não tinha conseguido determinar se ela o assustava, o deixava incomodado ou o cativava plenamente. Provavelmente um pouco de tudo.

O Toreador acabava de arrumar as bolas na mesa de sinuca, e se preparava para iniciar seu jogo, ouvindo a pergunta da diva, ele se vira para ela, apoiando o taco no chão e dando um largo sorriso simpático, nem de perto tão cativante como o dela, ou mesmo com o de ninguem aqui, então responde calmo, porém no fundo de seus olhos poderia-se notar o mais leve olhar por cima dos ombros de Victoria, como se esperasse ver alguém escondido atrás dela, pronto para esfaqueá-la.

"- Senhorita Ash, agradeço a preocupação, mas não creio que possas me ajudar, infelizmente. O ataque perto de minha propriedade me preocupa, e também não estar com meu celular, outro problema, parece que finalmente, depois de um século estou ficando velho e esquecido. Mas desculpe importuná-la com meus devaneios, a propósito, fico feliz de poder assistir sua tão... competente, Cria em sua Primogenia, como seu Secretário. Afinal, eu que deveria ter oferecido minha mais sincera ajuda para o que quer que necessitar senhorita, estou a sua disposição e do Clã, obviamente.

O Toreador então dá mais um sorriso e se volta para a mesa de sinuca, dando a tacada inicial, e então se voltando para Victoria novamente, dando abertura para que ela se unisse a ele no jogo, caso demonstrasse interesse, enquanto tentava não perder nenhuma reação corporal dela, só não sabia se era por interesse na Cainita, pra saber como suas palavras tinham repercutido ou para poder defletir uma possível agressão, que depois dos Frenesis da noite anterior sempre eram uma possibilidade.

_________________
Carisma: 4
Aparência: 3
avatar
Guille França

Mensagens : 293
Data de inscrição : 04/02/2014
Idade : 25
Localização : Sâo Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Linda Wilson - Natanael Lacerda

Mensagem  Narrador em Qua Jun 11, 2014 9:14 am

Sem mudar o tom de voz, Linda responde:

'- Nossa reunião terá que ficar mais para o avançar da madrugada. Tem coisas muito estranhas acontecendo na cidade e minha recomendação é que passe aos seus o conselho de não saírem para as rua se não for extremamente necessário. Já tenho membros averiguando todas as ocorrências. Se quiser me encontrar, estou marcando todas as minhas reuniões para o Centro Cultural Banco do Brasil, no centro da cidade. A casa de chá está reservada apenas para membros. Será como um Ellisium provisório até que um Zelador seja nomeado e arrume um local adequado.'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Victoria Ash - Guille França

Mensagem  Narrador em Qua Jun 11, 2014 9:19 am

Com elegância, a Toreador pega o taco enquanto observa Guille. Seu olhar era tão penetrante que parecia invadir a alma do Toreador e, com uma tacada certeira, a Diva acaba encaçapando uma bola no jogo enquanto fala com Guille:

'- Nós temos afazeres demais na nossa não-vida e esquecimentos fazem parte. Não se importune por isso. É bom saber que o clã pode contar com você.'

Olha para Guille e comenta em um tom mais baixo, com a voz suave:

'- E melhor ainda saber que também posso contar com vossos préstimos.'

Dá outra tacada encaçapando mais uma bola e depois em uma jogada normal onde acerta mas não encaçapa, passa a vez para Guille e passando por detrás dele, sussurra:

'- A noite lá fora está cada vez mais sombria e perigosa. É bom ter aqueles que sabem dos perigos da noite nas fileiras do Clã.'

Um breve arrepio percorre a espinha de Guille. Tudo é bem breve, logo em seguida por instinto quando olha Victoria é inebriado por sua elegância ao dar a volta na mesa. O sorriso dela cativava...
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guille - Victoria

Mensagem  Guille França em Qui Jun 12, 2014 1:00 am

Obviamente a Toreador tentava usar sua sedução, que era conhecida como ser a maior arma da lenda do Clã da Rosa, e mesmo assim, era impossível resistir, ela tinha um olhar cativante e tudo que fazia parecia ser carregado de elegância, Guille dá um sorriso e faz sua jogada, encaçapando uma bola antes de responder Victoria.

"- E mesmo assim é difícil pensar nos perigos da noite, quando aqui dentro só vejo o calor do fogo da beleza em seus olhos."

Guille não era um sedutor, mas também não era um bruto, talvez ele tivesse sido um sonhador, agora não sabia o que era, estava perdido e precisava sobreviver, Victoria estendia uma mão, ele seria tolo, ousado ou corajoso em aceitar?

"- Depois de tudo que conseguistes em Atlanta, na costa oeste inteira dos Estados Unidos, de toda a força que reunistes e a estabilidade criada pela Camarilla lá, imaginei que a senhorita ia se estabelecer, uma viagem para cá, ao Rio de Janeiro, parece extremamente perigosa para alguém de teu status."

O Toreador faz mais uma tacada, acertando o alvo mais uma vez, encaçapando a bola seguinte.

"- Só pode haver duas explicações, ou seu amor por sua cria, Natanael, é tão grande que seria impossível deixá-lo aqui tão distante, ou tens um espírito guerreiro, e algo em ti não permite que fique parada, algo em seu coração, em suas entranhas sempre a empurrará ao meio da tempestade, ao centro do furacão. Se eu fosse um apostador, sei bem em que apostaria minhas fichas..."

Guille dá um sorriso de meia boca, imaginando se Victoria entenderia o que ele dizia, ou diria que ele era louco, ou um blefador, como era de costume nos que não entendiam a essência de Arikel, mais uma tacada perfeita é dada por Guille, porém, como se obra do destino, ou um efeito calculado para fazer parecer exatamente aquilo, a bola para em frente a caçapa, pronta para ser derrubada por Victoria. Alea jacta est, como diria César.

_________________
Carisma: 4
Aparência: 3
avatar
Guille França

Mensagens : 293
Data de inscrição : 04/02/2014
Idade : 25
Localização : Sâo Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Lyon - Jardim Botânico - Refúgio de Vincent Lyon

Mensagem  Andre Gabrois em Qui Jun 12, 2014 7:58 am

O telefone de Vincent continuava a tocar.
avatar
Andre Gabrois

Mensagens : 108
Data de inscrição : 04/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Lyon - Jardim Botânico - Refúgio de Vincent Lyon

Mensagem  Natanael Lacerda em Qui Jun 12, 2014 2:55 pm

_D'accord, Majestade. Estarei no Elíso provisório no início da madrugada e passarei as instruções para os demais de meu Clã. Obrigado pela preocupação, a propósito.

Se despede e ao terminar a ligação, se volta novamente para seus irmãos.

Tim Maia já dizia que o Brasil era o único lugar em que traficante se vicia, prostituta se apaixona, cafetão tem ciúmes e pobre é de direita. E parecia que ali no Rio os Toreador não se preocupavam com arte, não gostavam de orgia e se preocupavam demais com política. Esses paradoxos eram coisas da terra, só podiam ser...
Ali vemos dois vampiros pegando em tacos e falando de estratégia; vemos um Toreador feio que, apesar de falar demais, dispensou uma menina que se aproximou. Vemos outro Toreador ao telefone e mesmo o Primógeno deles preferia conversar com um Nosferatu ao iniciar a orgia... e enquanto isso, vários humanos nus estavam parados, sem fazer nada ou sem que nenhum Toreador fizesse nada com eles... Alimento na bandeja, mas desperdiçado!
E falando no Primógeno, parece que ele terminou sua ligação. Vejamos o que ele vem dizer:

Natanael retorna e pigarreia para chamar a atenção.

_Meus caros, lamento interrompê-los, mas a Príncipe disse que muitas coisas estão acontecendo lá fora. Agora a pouco houve um barulho na Capela Tremere e não sabemos o que é. Linda sugeriu que os senhores saiam apenas se for extremamente necessário. Eu mesmo sairei para me reunir com ela.

Olha para Vincent esperando para ver se ele conseguia falar com Bianca.

_________________
Natanael Lacerda - Toreador
Aparência 5
Rubor de Saúde

Status 2
Prestígio de Clã 2
Senhor de Prestígio - Victoria Ash


"A poesia é decerto uma loucura." (Sêneca)
avatar
Natanael Lacerda

Mensagens : 152
Data de inscrição : 04/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Alanis - Andre Gabrois

Mensagem  Vincent Lyon em Qui Jun 12, 2014 6:24 pm

O telefone da residência de Vincent é atendido e uma voz feminina com sotaque francês pode ser ouvido do outro lado da linha:


-Residência Lyon, boa noite.

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
Status na Corte - 3
Prestígio de Clã - 3
avatar
Vincent Lyon

Mensagens : 363
Data de inscrição : 28/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Victoria Ash - Clã Toreador

Mensagem  Narrador em Qui Jun 12, 2014 9:08 pm

Victoria sorri e apenas comenta com um ar de mistério para Guille:

'- Ou você não sabe de nada, Guille França...'

Dá uma sequência de três tacadas certeiras e é chamada atenção pela fala de Natanael que a faz encostar o taco indicando que a partida não iria prosseguir. Os comentários sobre os perigos externos recebem uma resposta de Victoria:

'- Irei com você, preciso cumprir os protocolos e não pretendo me esconder como um rato no esgoto só porque a Espada de Caim sabe fazer mais barulho que a bateria da escola de samba do Sr. Modesini na Sapucaí...'

Parecia convicta e nem um pouco destinada a ficar presa na mansão de Vincent naquela noite.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Lyon - Jardim Botânico - Refúgio de Vincent Lyon

Mensagem  Xica da Silva em Sex Jun 13, 2014 5:07 am

A toreador estava atenta a todos os movimentos no recinto, enquanto aguardava as respostas de Modenesi.

_________________
Aparência: 5
Carisma: 5
avatar
Xica da Silva

Mensagens : 181
Data de inscrição : 20/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Vincent - Natanael - Bruno - Francisca - Guille - Victoria

Mensagem  Vincent Lyon em Sex Jun 13, 2014 6:30 am

Não adiantava a insistência da qual Vincent tinha em ligar para Bianca. A ligação não completava. Algo estava muito errado e ele estava ciente disso. Victoria conversava com Guile junto a mesa de sinuca. Francisca e Bruno conversavam e Natanael falava ao telefone. Vincent então ouve o telefone tocar e ele cessa depois de um tempo, Alanis provavelmente o havia atendido.

O pintor então guarda o celular no bolso do terno e olha em volta. Uma chuva torrencial caía lá fora e dentro do salão de festas era quase impossível perceber o dilúvio que tentava inutilmente afogar os condenados. Natanael encerra a ligação e toma a palavra. O olhar do Primógeno não passa despercebido e Vincent o responde:

-Não consegui completar a ligação Primógeno.

Acomodou-se em uma poltrona. Duas mulheres nuas e belas se aproximavam dele e o pintor não fez nenhum movimento para dispensá-las. As palavras de Victoria eram diretas e duras. Ela tinha certa razão e então Vincent profere:

-Então talvez seria sensato irmos ao refúgio dos feiticeiros para ajudá-los?

Vincent olha para Guille e depois para Natanael. Não sabia das habilidades de ninguém, mas sabia que Guille sabia lutar, pelo menos era isso que havia passado anteriormente. O olhar para Natanael era como uma solicitação de permissão.

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
Status na Corte - 3
Prestígio de Clã - 3
avatar
Vincent Lyon

Mensagens : 363
Data de inscrição : 28/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Victoria Ash - Natanael Lacerda | Bruno Modesini | Vincent Lyon | Xica da Silva

Mensagem  Narrador em Sex Jun 13, 2014 12:40 pm

A Toreador responde à colocação de Vincent:

'- Não creio que seja necessário algo tão intenso e tempestuoso, Sr. Lyon. Nenhum Tremere arriscaria sequer um lacaio para salvar uma Guilda Toreador em uma situação de ataque. A não ser que isso fosse lucrativo para eles de alguma forma. O que não podemos é admitir ficarmos presos como ratos enquanto o Sabá domina a cidade. Isso seria admitir que eles controlam o Rio de Janeiro...'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bruno - toreadores

Mensagem  Bruno Modenesi em Sex Jun 13, 2014 9:22 pm

Bruno vê Natanael sair no meio da conversa depois que Vicent lhe diz algo que o bicheiro não presta atenção. Victoria também se retira instantes depois.  Bruno estranha o fato dela e sua cria saírem subitamente do papo, ainda mais quando a anciã erra seu nome, mas acha melhor não se deter nisso e acena positivamente com cabeça diante das palavras de Victoria sobre uma futura conversa. Sobram ele e sua futura concubina a conversar, novamente, sobre futuros investimentos. Bruno apenas sorri diante da Toreadora e lhe diz:

"- Claro Xica, se tá tão afim assim conte com minha ajuda. Vamos trocar uma ideia mais tarde sobre isso?" A atitude de Bruno é completamente diferente de sua primeira reação diante das intenções da Francisca. O bicheiro ampliara suas concepções sobre o mundo e seu correto funcionamento. Ou não.

Mal respondera Xica, Bruno ouve a fala de Natanael que sugeria que ficassem ali como um bando de bichinhas com medo do Sabá. Antes que Bruno pudesse abrir a boca, Victoria intervém e o bicheiro acompanha seu raciocínio com um sorriso na cara:

"- Também tenho que me apresentar, Natanael, e pretendo fazer isso hoje a noite."

Logo depois Vicent sugere, para surpresa do bicheiro, que saiam em comboio para ajudar os feiticeiros. Victoria, mais uma vez, coloca as coisas em seu devido lugar. Bruno começara a ver que as histórias que contavam não eram mentira. Embora fosse mulher era um membro inteligente e com bom senso.


Última edição por Bruno Modenesi em Dom Jun 15, 2014 4:12 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Aparência: 2
Carisma: 5
Voz Encantadora
Vulgar

"O tempo ruge e a Sapucaí é grande"
avatar
Bruno Modenesi

Mensagens : 155
Data de inscrição : 13/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guille - Guilda

Mensagem  Guille França em Sab Jun 14, 2014 11:11 pm

O Toreador aparentemente continuava distraido com seu jogo, sozinho. Talvez Victoria tivesse deixado esse efeito nele, meio hipnotizado. Porem nao deixa de notar nenhum comentário e o ataque a Capela não deveria ser negligenciado.

"- Obviamente os Tremere não moveriam uma palha por qualquer um. Porém, por mais desagradavel que seja, sem eles somos infinitamente mais fracos. Um dilema filosofico interessante de se debater. Se não fosse a urgencia do momento."

Guille não se altera em suas palavras, e realmente parece que queria discutir a filosofia do momento, mas no fundo estava ansioso pela ação, não do jeito bomde ansiedade, do jeito que o deixava temerário, não queria se aventurar nos perigosos jardins Tremere novamente. E continua manipulando o taco de sinuca para esconder sua preocupação.

_________________
Carisma: 4
Aparência: 3
avatar
Guille França

Mensagens : 293
Data de inscrição : 04/02/2014
Idade : 25
Localização : Sâo Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Lyon - Jardim Botânico - Refúgio de Vincent Lyon

Mensagem  Natanael Lacerda em Dom Jun 15, 2014 11:52 am

Natanael se assenta. Uma jovem bela e nua se aproxima e ele não a dispensa. Ela se assenta no braço da poltrona e o poeta apoia sua mão em uma das grossas coxas da mortal.

_Ainda é cedo para nos encontrarmos com a Príncipe. Mas é claro que os senhores podem me acompanhar. Os conselhos de minha Senhora serão bem vindos na reunião e o senhor Modenesi precisa cumprir com a Tradição.

Faz uma pausa e responde a Vincent, alternando o olhar para Guille de vez em quando:

_Não sabemos se o que aconteceu na Capela foi realmente alguma ação inimiga, senhores. Se o Clã Tremere pedir ajuda aos Toreador, não negaremos apoio, mas não aconselho que ninguém saia sem rumo e sem saber exatamente com o que está lidando.

Faz outra leve pausa, a jovem acariciando seus cabelos louros.

_Agora, a verdade é que não temos ainda um Xerife e não temos ninguém a quem recorrer para pedir ajuda para os Feiticeiros. Já avisei à Príncipe sobre o barulho na Capela e ela deverá agir a respeito disso. No entanto, se um de vocês quiser agir, sintam-se a vontade. Se fizerem um trabalho digno de nota poderão ser recompensados. Mas como o Ancião de vocês eu não apoio nenhum tipo de ação imprudente e desnecessária.

A resposta foi mais para Guille que para Vincent. Natanael não queria demonstrar preocupação para com o pintor na frente de todos, mas não deixaria que Vincent saísse e colocasse sua não vida em jogo assim tão facilmente. Cada um era dono de seu próprio nariz, mas a Morte Final foi vista de perto por duas vezes ainda na noite de ontem. Seria muita estupidez querer agir como herói e arriscar sua não vida sem nem saber o que estava realmente acontecendo na cidade...

_________________
Natanael Lacerda - Toreador
Aparência 5
Rubor de Saúde

Status 2
Prestígio de Clã 2
Senhor de Prestígio - Victoria Ash


"A poesia é decerto uma loucura." (Sêneca)
avatar
Natanael Lacerda

Mensagens : 152
Data de inscrição : 04/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Victoria Ash - Clã Toreador

Mensagem  Narrador em Dom Jun 15, 2014 5:30 pm

Com muita tranquilidade, Victoria Ash comenta após a fala de Natanael:

'- Queridos, por favor, vamos usar o cérebro e o bom senso que são armas que nos diferenciam dos nossos inimigos. Se algo tiver poder de fogo suficiente para derrubar as defesas dos feiticeiros não será um de nós que irá resolver o contrário. E se esse um, na tentativa de ajudar, tiver que ser salvo, ainda nos deixará em dívida com os Tremeres. Sejamos inteligentes, não é deixá-los à própria sorte, é ter plena ciência de que cada um tem suas armas e nossas armas não são o confronto aberto e livre com quem tenha poder para derrubar as defesas mágicas dos usurpadores.'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Vincent - Guile - Toreadores

Mensagem  Vincent Lyon em Seg Jun 16, 2014 7:13 am

Victoria não tinha o mesmo pensamento de Vincent. Claro, ela não tinha visto Bianca em ação, imobilizando aquele bruto Brujah para excitar-se com a visão da rechonchuda Tremere nua em sua cama e a seu dispor. Vincent nada diz, mas sua vontade era sair e seguir na direção do Refúgio Tremere para poder ajuda-los e cobrar o favor com o corpo de Bianca, caso é claro, o Sabá estivesse atacando o local. E se não o estivesse, seria uma visita cordial.

Bruno conversa com Francisca e Guile fala para todos ouvirem o que ele pensava. Realmente os feiticeiros eram uma força que não deveria ser desprezada. Estavam em prestígio por não terem vacilado até agora. Guile parecia estranho, mas ele já não o estava deste a noite anterior? Talvez Emilie tenha lhe dado alguns presentes como a loucura dos malkavianos. Só esperava que não gritasse como a diabinha Claudia em sua residência, pois se o fizesse não se conteria para rasgar as entranhas do lutador sem nenhum pudor desta vez.

Com o pensamento das entranhas de Claudia entre suas presas, ele sentiu u ímpeto de passar a língua pelos lábios, ímpeto este que se manteve apenas e seus pensamentos. Qualquer ação, qualquer movimento ali poderia ser lido com facilidade e Vincent não desejava ser um livro aberto.

Sua atenção volta-se para Natanael que comenta que qualquer um poderia seguir para onde quer que fosse. Não demonstrou muita atenção à Vincent. Achou aquele jogo bem interessante. Talvez o Primógeno não desejasse que todos soubessem de seu “caso” com o pintor. Que fosse assim. Victoria comenta sobre o possível ataque e Vincent meneia a cabeça positivamente. Era um ponto a ser considerado.

Vincent se levanta e caminha na direção de Guile, proferindo:

-Posso me juntar a monsieur no jogo?

Pega um taco de bilhar e sorri na direção de Guile. O Toreador/Brujah estava muito alheio à reunião apesar de agora ser o Secretário do clã.

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
Status na Corte - 3
Prestígio de Clã - 3
avatar
Vincent Lyon

Mensagens : 363
Data de inscrição : 28/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guille - Vincent

Mensagem  Guille França em Ter Jun 17, 2014 9:18 am

Guille encaçapa a última bola do jogo e quando Vincent chega ele aponta o taco pro Toreador e começa a rearranjar as bolas. Comenta em tom normal, porém um pouco disperso.

"- Será que todas as noites serão agitadas como hoje? E a propósito, belíssima mansão o senhor tem, senhor Lyon."

O Toreador terminava de arrumar as bolas e então indica a Vincent que ele dê a primeira tacada.

"- Dentre todos aqui achei que o senhor seria o último a querer voltar aqueles infernais jardins Tremere, devido ao... Incidente... De ontem?"

Mesmo suas palavras podendo não ser simpaticas seu tom de voz e sorriso eram.

_________________
Carisma: 4
Aparência: 3
avatar
Guille França

Mensagens : 293
Data de inscrição : 04/02/2014
Idade : 25
Localização : Sâo Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Vincent - Guile - Toreadores

Mensagem  Vincent Lyon em Ter Jun 17, 2014 9:42 am

Guile parece aceitar o pedido de Vincent com um indicar de dedos para o taco. O pintor sorri diante do elogio para com sua residência e ele profere:

-Obrigado pelo elogio Secretário França. Resolvi encontrar uma residência feita por um arquiteto brasileiro e acabei encontrando este refúgio silencioso. E sinta-se em casa em minha residência, por gentileza.

Quando Guile aponta para que Vincent dê a primeira tacada, ele não hesita. Era terrível em qualquer jogo, mas consegue toscamente “estourar” o monte de bolas e acaba por não encaçapar nenhuma.

-Na verdade espero que sejam. Um pouco de emoção e adrenalina tornam nossas não-vidas mais interessantes....não acha?

O comentário sobre os Jardins Tremere não atingem Vincent de forma nenhuma e ele aguarda a tacada de seu irmão de clã:

-Também achei. Mas a não-vida segue. O problema é que foi um ato involuntário Secretário França, e pelo que mademoiselle Kramer informou, causado pela própria malkaviana. O estresse foi muito grande, admito, mas conseguirei superá-lo em breve. Afinal de contas.....temos a eternidade pela frente.

A preocupação demonstrada por Guile para com Vincent surpreende o pintor e o lutador pode perceber isso na face do Toreador. Guile o estava surpreendendo positivamente naquela noite a cada vez que dialogava com Vin.

-Fico contente em poder conversar com monsieur mais abertamente. Parece que temos mais coisas em comum do que podemos imaginar. E se eu o convidasse para voltar aos Jardins Tremere? Monsieur aceitaria meu convite?

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
Status na Corte - 3
Prestígio de Clã - 3
avatar
Vincent Lyon

Mensagens : 363
Data de inscrição : 28/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Lyon - Jardim Botânico - Refúgio de Vincent Lyon

Mensagem  Natanael Lacerda em Ter Jun 17, 2014 10:39 am

Victoria teve de jogar na cara de todos que eles eram fracos para poderem fazer algo em relação ao suposto ataque aos Tremere. Mesmo assim, Vincent meio que convida Guille para ir até a Capela.

Natanael dispensa a garota. Os mortais sairiam dali com a autoestima muito baixa, quase em depressão, de tanto que foram dispensados essa noite...

_Senhores - diz se levantando - essa nossa reunião está encerrada. Depois de ter com a Príncipe, espero poder dar-lhes novas informações sobre a cidade. Não se esqueçam, apenas, de que estamos fundando essa guilda com a intenção de nos unirmos. O que vocês fizerem pode ser tomado como uma ação do Clã e eu terei de responder por isso.

Olha para Vincent e Guille ao dizer isso. Depois se volta para Xica:

_Mas mudando de assunto, bela senhorita Silva, andei trabalhando em um poema inspirado nos muitos amores de pele de ébano que tive quando era mortal e, claro, na libertação tardia dada a eles. Por favor, ouça e diga-me a sua opinião.

O poeta então muda de semblante. Estava mais cheio de si, mas não como no submarino. Era como se estivesse em sua casa, em seu mundo, fazendo aquilo que havia sido criado para fazer. Estava com um leve sorriso nos lábios e um olhar estreito que chegaria a brilhar, não fosse sua condição de morto-vivo. Enquanto recitava, o poeta fazia gestos bruscos que eram compatíveis com a sonoridade do poema, além de "batucar" ora em algum móvel, ora no peito de um dos humanos. Era uma performance digna de nota, diga-se de passagem:

(off: leiam o poema imaginando o som de um tambor)

O Brado dos Bantu

Do fundo da tumba
De um preto parado
Batuque retumba
Do lado quebrado

Dá tunda na terra
O pé machucado
A lama desterra
Um canto rasgado

Do tempo da tora
O povo calado
Restaura no agora
O canto sagrado

Os pretos batucam
No mato gelado
Dançando, debicam
No chão descampado

Sacuda a macumba
Do preto parado
No topo da tumba
Meu ser libertado!


Ao terminar, olha para Xica, mas sabia que aquilo agradaria aos verdadeiros Toreador, espantando um pouco a monotonia da reunião.



_________________
Natanael Lacerda - Toreador
Aparência 5
Rubor de Saúde

Status 2
Prestígio de Clã 2
Senhor de Prestígio - Victoria Ash


"A poesia é decerto uma loucura." (Sêneca)
avatar
Natanael Lacerda

Mensagens : 152
Data de inscrição : 04/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Victoria Ash - Clã Toreador

Mensagem  Narrador em Ter Jun 17, 2014 2:35 pm

Percebendo que os mais inexperientes iriam se perder em seus próprios prazeres, Victoria observa todos por um instante. A conversa de Guille e Vincent, a postura de Bruno, Natanael e seu flerte com Xica. Definitivamente não perderia seu tempo ali, apenas dá um sorriso, caminha alguns passos e já indo em direção à saída do local onde haveria a confraternização comenta:

'- Muito bem monseuirs e mademoiselle, eu irei me retirar para meus novos domínios. Aguardo um contato, Natanael, para me apresentar à Príncipe e...'

Olha na direção de Vincent:


'-... seria de bom tom um criado para me encaminhar até a saída...'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Lyon - Jardim Botânico - Refúgio de Vincent Lyon

Mensagem  Natanael Lacerda em Ter Jun 17, 2014 8:39 pm

_Eu mesmo faço questão de acompanhá-la, Senhora.

Natanael pensou que seu recital atrairia a atenção dos Toreador e faria com que eles quisessem fazer o que o Clã da Rosa normalmente faz em um encontro da guilda: falar sobre arte. Mas estavam em uma situação difícil, é verdade, apenas a Arte da Guerra importava agora.

Ele dá o braço direito para sua Senhora e segue com ela depois que ela se despedir.

_Encontrarei-me com a Príncipe no início da madrugada, por volta de uma da manhã. Irei buscar a senhora em seu novo refúgio, assim, aproveito para saber onde fica, se não tiver nenhum problema, é claro. Aproveito para lembrar de que a senhora é muito bem vinda em meu próprio refúgio, na verdade, até pensei que iria para lá comigo.

_________________
Natanael Lacerda - Toreador
Aparência 5
Rubor de Saúde

Status 2
Prestígio de Clã 2
Senhor de Prestígio - Victoria Ash


"A poesia é decerto uma loucura." (Sêneca)
avatar
Natanael Lacerda

Mensagens : 152
Data de inscrição : 04/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

André - Alanis

Mensagem  Andre Gabrois em Qua Jun 18, 2014 6:37 am

Após alguns instantes, atenderam o telefone. Andre respondeu-a placidamente.

- Boa noite, senhorita. Sou Andre Gabrois, dos nosferatu, e gostaria de falar com o senhor Vincent Lyon!
avatar
Andre Gabrois

Mensagens : 108
Data de inscrição : 04/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Lyon - Jardim Botânico - Refúgio de Vincent Lyon

Mensagem  Xica da Silva em Qua Jun 18, 2014 6:45 am

Ela apenas assentiu com a cabeça, concordando com Modenesi e percebendo a mudança de atitude dele. Talvez o flácido toreador teria aprendido a lição. Embora Xica duvidasse disso nesse instante. Mas não iria continuar com discussões infundadas, uma vez que os tremere estavam sob ataque. Ela ficou observando, até que Natanael lhe recitou uma poesia. O sorriso dela se estendeu, como se estivesse ficando carregada com a energia das palavras. Moveu-se com poucos passos. Batucou na mesa!

_________________
Aparência: 5
Carisma: 5
avatar
Xica da Silva

Mensagens : 181
Data de inscrição : 20/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Alanis - André Gabrois

Mensagem  Vincent Lyon em Qua Jun 18, 2014 7:48 am

A carniçal ouve as palavras do Nosferatu e há um silêncio momentâneo, até que as palavras retornam suavemente:

-Boa noite monsieur Gabrois. Monsieur Lyon está em uma reunião no momento. Por gentileza aguarde um momento para verificar se ele pode atendê-lo.

Passados quase um minuto, Alanis retorna:

-Vou transferir a ligação monsieur Gabrois.

A ligação é transferida e depois de um tempo Vincent atende (próximo post).

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
Status na Corte - 3
Prestígio de Clã - 3
avatar
Vincent Lyon

Mensagens : 363
Data de inscrição : 28/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão Lyon - Jardim Botânico - Refúgio de Vincent Lyon

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 5, 6, 7 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum