Enseadas - O fundo das baías, lagos, lagoas, praias e mar aberto do Rio de Janeiro

Página 6 de 14 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 10 ... 14  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Natanael - Vincent

Mensagem  Natanael Lacerda em Ter Fev 25, 2014 9:02 am

Claudia não iria procurar o Nosferatu pessoalmente como Natanael havia suposto. Vincent, por sua vez, pede para que o poeta tente contato com o outro Toreador, um tal de François Durriex. Mesmo sem conhecê-lo, Natanael tenta fazer o que seu irmão de Clã pede.

As coisas haviam se complicado. Aparentemente haviam Setitas pela cidade, o que poderia piorar a situação já que, ao contrário de alguns outros Independentes, os Seguidores de Set têm a tendência de destruir a paz de cidades da Camarilla. Mas aquela era até uma boa informação, deixem que os inimigos se destruam...

Natanael faz um gesto afirmativo em resposta ao pedido de Vincent e se concentra, enquanto os demais continuam conversando ou ligando para alguém e tenta encontrar a mente morta-viva do Toreador suposto anarquista, de acordo com Thomas.

Off: 1 de FV para Telepatia.
Natanael rolou 4 dados de 10 lados com dificuldade 8 para telepatia que resultou 8, 9, 4, 6 - Total: 2 Sucessos

_________________
Natanael Lacerda - Toreador
Aparência 5
Rubor de Saúde

Status 2
Prestígio de Clã 2
Senhor de Prestígio - Victoria Ash


"A poesia é decerto uma loucura." (Sêneca)
avatar
Natanael Lacerda

Mensagens : 152
Data de inscrição : 04/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Filippi - Vincente, Guille, Terry (att. todos)

Mensagem  Luiz Filippi em Ter Fev 25, 2014 11:56 am

*Filippi responde a Vincent com uma breve risada sinistra e um tapa no ombro, nem um pouco fraco*

- Espero que não! Nem todos os toreadores podem ser Germano Lafontaine, mas não seria nada mau ter uns dois ou três parecidos por aqui. Vai chegar a hora de provarem se são colhudos ou são franguinhos.

*Vira-se para Guille*

- Onde fica esse dojô? Seria muito bom se ficar fora dos lugares óbvios onde se procuraria um membro da Camarilla...

*Completa olhando para Terry*

- Deveríamos pensar que estamos num estado de guerra. Não somos os donos da cidade, somos de novo guerrilheiros, os anarquistas que fomos em Joinville, embora só uma de nós fosse realmente anarquista. Penso que o ideal é que não tenhamos um elísio permanente, mas que ele mude a cada noite. Terry, sabe se seria possível fazer a atualização a cada noite no tablet do ponto de reunião?


*Assim que recebe o celular, pega o tablet, confere o telefone de Beatrice sem se dispersar nos outros membros e liga para ela*

_________________
Carisma 4
Aparência 2
Qualidade: bad boy
Idade aparente: 43
Altura: 1,90 m
avatar
Luiz Filippi

Mensagens : 216
Data de inscrição : 26/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Guille, Todos

Mensagem  Emilie Blanc em Ter Fev 25, 2014 2:02 pm

Tapando o vocal do telefone, Emilie se dirige de volta até o local onde todos estavam, não sem uma desconfortável sensação de lástima por ter que enfrentar a fumaça do cigarro novamente.

Estica a cabeça pela porta, procurando por Guille França.
-  Ô Guille. Onde fica o seu dojô? Acho que posso convencer os ventrue a se encontrarem com a gente lá, se for num local seguro e longe dos últimos ataques

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

François Carlent - Claudia Dembrough

Mensagem  Narrador em Ter Fev 25, 2014 4:18 pm

O Nosferatu, repleto de ironias, responde:

'- Eu estava bem. Muito bem. Até que um Brujah resolveu chamar um Asamita para os meus Domínios. Aí já não fiquem tão bem. Mas voltei a ficar bem quando resolvi o problema. Estava bem, mas o telefone tocou e agora não estou tão bem quanto estava...'

Faz um breve silêncio e, ainda com suas ironias responde:

'- Como é mais do que óbvio, eu já sei de tudo que você disse. Talvez até um pouco mais. Talvez não, com certeza. Mas há uma coisa que eu não sei... uma única coisa...'

Nova pausa e por fim, a última afirmação:


'- A única coisa que eu não sei é o porque estamos perdendo tempo com essa ligação improdutiva...'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Vincent Lyon | Luiz Filippi

Mensagem  Narrador em Ter Fev 25, 2014 4:22 pm

Terry concorda com a cabeça ante a suposição pertinente de Vincent e responde Filippi:

'- Não será problema. A atualização pode ser feita a qualquer momento que desejarem.'

Olha para o Brujah e segue dizendo:


'- Assim como pretendo manter o esquema de cruzamento de dados que me permite identificar membros conhecidos que cheguem na cidade. Em geral só os nossos são pegos porque o Sabá usa outros meios pra transportar seus bandos, mas é uma ajuda. Se tivéssemos acreditado no meu sistema, nem Luna e nem Rurik teriam a liberdade que tiveram na noite passada.'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guille -Filippi/Emilie

Mensagem  Guille França em Ter Fev 25, 2014 7:58 pm

Guille estava concentrado lendo sua SMS recebida, quando Natanael, Emilie e Filippi se dirigem a ele falando do dojô e da academia, perguntando onde ficaria e cogitando se seria um bom lugar de Elysium. Responde então aos Cainitas enquanto manda uma SMS também para seu Lacaio para ele preparar o dojô pessoal na academia para uma reunião e aguardá-lo lá na academia.

"- Então senhores, minha academia, como poderíamos ler no cartão se ele não tivesse queimado e se molhado inteiro, haha,  fica no Jacarepaguá, muito próximo à Cidade de Deus, fazemos um trabalho comunitário lá, acredito que ninguém imaginaria um refúgio da Camarilla naquele local, fora ser bem distante dos últimos ataques, acredito que o submarino possa nos deixar em algum lugar da Barra, e de lá conseguimos transporte fácil para a academia."

Já a respeito do Museu e das Serpentes, Guille não tinha muito o que opinar, mas talvez o Sabá quisesse uma dominação completa, eliminando qualquer ameaça, mesmo de independentes.

_________________
Carisma: 4
Aparência: 3
avatar
Guille França

Mensagens : 293
Data de inscrição : 04/02/2014
Idade : 24
Localização : Sâo Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Guille, Todos

Mensagem  Emilie Blanc em Ter Fev 25, 2014 10:09 pm

Emilie parece ponderar por um momento ao saber onde era o dojô. Sente um certo receio pela proximidade com a favela, mas por outro lado, o raciocínio de Marie-Amélie e do toreador, sobre um lugar distante e improvável ser mais seguro, faz um sorriso de aprovação brotar nos lábios da malkaviana. Teria dado um sorriso maior ainda e começado a tagarelar se tivesse ouvido aquilo num momento mais ameno. Ela e Guille tinham algo em comum, Emilie também fazia trabalho social, ensinando ballet.

Dessa vez, não se distancia muito dos companheiros, apenas encosta ao lado do umbral da porta, ainda do lado de fora, mas continua falando em bretão.*

OFF: Segue nas Ruas do Centro

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Natanael - Vincent

Mensagem  Natanael Lacerda em Qua Fev 26, 2014 9:52 am

O Senhor François não tinha permitido o contato. O mais óbvio era supor que isso era devido ao fato de não se conhecerem, mas dada a ocasião, Natanael prefere não arriscar:

_Vincent, não consegui permissão para iniciar a conversa. François pode ter bloqueado sua mente por não me conhecer, mas se ele for mesmo um traidor, obviamente não iria querer alguém analisando seus pensamentos. Talvez se um número desconhecido ligar...

Natanael pega seu telefone recém adquirido e disca o número de Durriex que estava no tablet. Emilie havia perguntado sobre a localização do dojô, parecia cogitar a possibilidade da reunião acontecer por lá. A localização não agrada ao Toreador, mas ao menos era longe dos principais locais de ataque. Além disso, se Guille tinha um local que prestava trabalhos comunitários (como assim?) para os carentes, ele talvez angariasse contatos entre os moradores dos morros. Isso poderia ser útil.

Espera Durriex atender. Apesar de não conhecê-lo, o número de telefone era novo e não tinha problemas. Claudia e Emilie mantinham contato com os outros Membros e Natanael resolveu ajudar quanto à união daqueles pertencentes à Camarilla. Isso, levando em conta que François não seja mesmo um anarquista.

Off: liga para Durriex


Última edição por Natanael Lacerda em Qui Fev 27, 2014 1:44 pm, editado 1 vez(es)

_________________
Natanael Lacerda - Toreador
Aparência 5
Rubor de Saúde

Status 2
Prestígio de Clã 2
Senhor de Prestígio - Victoria Ash


"A poesia é decerto uma loucura." (Sêneca)
avatar
Natanael Lacerda

Mensagens : 152
Data de inscrição : 04/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Claudia Dembrough | Emilie Blanc | Natanael Lacerda | Vincent Lyon | Luiz Filippi | Guille França

Mensagem  Narrador em Qua Fev 26, 2014 9:55 am

O lunático comenta com o grupo:

'- Eu não sei se ficar perto de uma favela como a Cidade de Deus, com o arsenal bélico que há, e em um outro possível esconderijo Sabá possa ser uma boa ideia ou uma ideia aceita pelos membros que não participam dessa grande fraternidade. E também não sei se a melhor ideia é colocar todos num mesmo local que não seja esse submarino...'

O Malkaviano olha para cada um e diz:


'- Minhas leituras demonstram uma surpreendente boa intenção coletiva, uma preocupante inocência e nenhuma liderança. Os que não estão aqui embaixo, senhoras e senhores, não são inocentes e muito menos paladinos. São como a ampla maioria de nossa espécie e como se vocês ainda não são hoje, serão um dia. Não sei se o Dojô do amigo Toreador vai ser uma ideia bem aceita por quem está na superfície... mas quem sabe...'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enseadas - O fundo das baías, lagos, lagoas, praias e mar aberto do Rio de Janeiro

Mensagem  Cláudia Denbrought em Qua Fev 26, 2014 11:31 am

Ela reagiu como se não tivesse entendido as ironias do nosferatu, apesar de tê-lo feito. Por dentro a pequena malkaviana começou a se irritar, talvez por não estar acostumada a malkavianos intragáveis como Carlent. Mesmo Phantomas, em Paris, era extremamente polido.

- O motivo da ligação, monsier Carlent, é que aparentemente falo com o membro mais antigo que resta na cidade, daqueles que viviam aqui. Com a queda da ilha fiscal, não temos um local preparado suficientemente para nos reunirmos. Assim sendo, gostaria de saber se possui alguma sugestão. A princípio estamos pensando em um lugar em Jacarepaguá, próximo á cidade de Deus.

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
avatar
Cláudia Denbrought

Mensagens : 84
Data de inscrição : 02/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Vincent - Emilie - Natanael - Guile - Claudia - Terry

Mensagem  Vincent Lyon em Qua Fev 26, 2014 1:37 pm

Natanael parece não conseguir entrar em contato com François. Depois que o Toreador se deu conta de que François ainda não conhecia Natanael e isso poderia acarretar em um bloqueio mental. Vincent sorri para Natanael e diz:

-Não há problema Natan. Pelo menos sabemos que ele está vivo. Obrigado. Pode ser que ele atenda o telefone...ótima ideia.

Coloca a mão direita no ombro de Natan. O irmão de clã estava bem solícito com Vincent e o melhor, não estava mais perto de Claudia. O tapa no ombro de Vincent, dado por Fillipi é um pouco forte, mas Vincent o responde:

-Posso não ser monsieur Lafontaine.....mas com certeza tenho culhões para provar que não sou um franguinho.

Vincent meneia a cabeça positivamente ao Brujah. Em um primeiro momento achou que ele era grosseiro e muito chato, mas agora ele tinha certeza de grosseria do Brujah. A chatice, por outro lado, já havia se dispersado.

Viu que Terry concordara com Vincent sobre os Seguidores de Set e diz para todos ouvirem:

-Isso quer dizer que não precisaremos nos preocupar com os Seguidores de Set...pelo menos por enquanto.

Emilie e Guile conversavam sobre o endereço da academia do Toreador. Mas era próximo de uma favela, o que poderia ser perigoso. Terry fala sobre culpados e inocentes e que até o momento não havia nenhum líder entre eles, o que era verdadeiro. Vincent toma a palavra, dirigindo-se a todos:

-Vamos nos encontrar na minha residência no Jardim Botânico. Não há comunidades muito próximas além de possuir segurança suficiente para uma reunião esta noite. Minha residência tem espaço de sobra para acomodar uma parte dos membros. Primógena Blanc? Mademoiselle Denbrought? Monsieurs?

Queria uma resposta de cada um deles ali. Trabalhar em grupo era bom, mas tomar decisões em grupo era um pouco complicado. Vincent estava bem preocupado com a situação dos membros ali e da Torre de Marfim.

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
Status na Corte - 3
Prestígio de Clã - 3
avatar
Vincent Lyon

Mensagens : 363
Data de inscrição : 28/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guille - todos

Mensagem  Guille França em Qua Fev 26, 2014 2:14 pm

Guille ouve as respostas de seus colegas de submarino. Duvidavam da segurança de seu local e mais ainda de seu trabalho comunitário. Quem não via o potencial que as classes baixas armadas com artes marciais podiam provir para um Cainita não tinham entendido muito bem a Jihad.

"- Senhor Constantine. Não sei quanto à presença do Sabá e a aceitação de nossos companheiros fora da água. Mas, se me permite discordar, sem querer ofender nosso anfitrião, não vejo inocência nem boa vontade coletiva, a não ser em matéria de sobrevivência geral entre ninguém de nós aqui. Todos querem sobreviver, e não estando unidos na Camarilla podemos desistir de enfrentar o Sabá, e com certeza eles não pouparão ninguém que não compartilhe de seus ideias e práticas demoníacas."

Ingenuidade maior era revelar a posição de seu refúgio, ou transportar qualquer um em seu transporte que sendo secreto seria a melhor arma de todas, mas de conhecimento geral podia se tornar uma piada. Ser tratado como inocente e ingênuo serviria perfeitamente caso alguém tentasse ataca-lo socialmente. Mas fisicamente daria um ímpeto muito grande ao adversário. Porém Guille decide se mostrar mais 'ingenuo' ainda, completando.

"- Mas e os Setitas? Se foram atacados eles poderiam ser aliados valorosos para nosso esforço guerreiro?"

E internamente ele completa, 'ou um bom alvo para demonstração de força.

"- Nós precisamos de alguma demonstração de força, mais do que uma reunião ou até mesmo um líder, precisamos manter o Sabá nas sombras, daonde eles nunca deveriam ter saído."

Talvez alguem levasse a relação entre os Seguidores de Set e a demonstração de força. E dai não seria Guille a trazer isso a tona oficialmente.

_________________
Carisma: 4
Aparência: 3
avatar
Guille França

Mensagens : 293
Data de inscrição : 04/02/2014
Idade : 24
Localização : Sâo Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Aliança Brujah-Malkav-Toreador

Mensagem  Emilie Blanc em Qui Fev 27, 2014 1:54 pm

Emilie volta até a sala, embora mal chegue a passar da porta.
- Falei com a preator dos ventrue. Ela disse que vai conversar com os outros do clã sobre o lugar da reunião, mas ficou bem inclinada a aceitar o dojô. Só precisamos dar o endereço certinho pra eles depois. - pisca para Guille.

Buscou o olhar para Filippi na sala. Ia comentar com ele sobre Rurik Price, e em como os ventrue também não sabiam nada a respeito dele, mas como o brujah estava ao telefone deixou o assunto para outra hora.

- Mas ouvi meio por cima que vocês estão pensando em outros lugares...

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

François Carlent - Claudia Dembrough

Mensagem  Narrador em Qui Fev 27, 2014 6:31 pm

Após ouvir a resposta de Claudia, Carlent comenta:

'- Próximo à Cidade de Deus... vocês realmente pensam muito mal... e cada vez mais essa ligação se torna mais inútil... há algo realmente de útil a ser falado ou você me ligou apenas com tediosas especulações?'

Diz a voz que tinha um ar de sombria e não dava nenhuma opção, apenas deixava claro com sua afirmação sua desaprovação com a proposta levantada por Claudia.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Claudia Dembrough | Emilie Blanc | Natanael Lacerda | Vincent Lyon | Luiz Filippi | Guille França

Mensagem  Narrador em Qui Fev 27, 2014 6:37 pm

Logo após os comentários de Guille, Terry olha para o Toreador e apenas diz:

'- Disposição, boa vontade e inocência, como disse.'

Dá um sorriso para o Toreador e volta sua atenção para Emilie e diz:

'- Nada de concreto ainda.'

O Malkaviano volta sua atenção à tela, mapeando o que pareciam ser os locais de ataque e filtrando notícias da internet dizendo:


'- As forças especiais estão nas ruas. Avisem a quem estiver na superfície para ter atenção redobrada.'

avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Natanael - todos

Mensagem  Natanael Lacerda em Qui Fev 27, 2014 8:36 pm

Nada. Ninguém atendia ao telefone do senhor François. Era compreensível que ele não atendesse a um número estranho, no entanto. Depois que os Membros falam sobre o local da reunião, Natanael aproveita o espaço na conversa para dizer:

_Com licença senhores, acredito que a residência do senhor Lyon seja melhor para nossa reunião e que o Clã Ventrue se prontificaria mais a nos encontrar lá.

Olha para Guille:

_Senhor França, peço desculpas, mas precisamos nos apressar e ir para um lugar mais perto, já que como disse o senhor Constantine, há grande movimentação lá fora, até mesmo das forças especiais. Acredito que a residência de Vincent seja mais perto do que o seu dojô. No entanto, ainda precisamos de um lugar mais público do que uma moradia de algum Membro para ser o Elísio, e ai entraria a sua indicação. Mas, senhor Guille, o senhor falava sobre a demonstração de força ser mais importante do que a reunião ou a liderança. Concordo que temos de mostrar para os Sabá que ainda estamos aqui e que não nos rendemos, mas eu acredito que não possamos fazer nenhuma demonstração de força sem termos um plano ou uma liderança adequada, mesmo que provisória. Querendo ou não, precisamos nos encontrar com os demais Membros da Camarilla e resolvermos essa situação.

Ele para, como que pensando, e continua:

_Mas seria muita inocência, tomando emprestada a crítica do senhor Constantine, acreditar que todos os demais Membros supostamente vinculados à Camarilla realmente o sejam. Já tivemos muitos problemas por acreditarmos demais e não averiguarmos o passado dos Membros de maneira adequada. Mas, infelizmente, não podemos nos arriscar a deixar outros irmão de bem lá fora, no fogo cruzado. Tentei ligar para Durriex, mas ninguém atende ao celular. Se alguém o conhecer, tente novamente alguma forma de contato, pois não obtive sucesso. Continuarei tentando contato com alguns outros Membros que não sabem do que se passa na cidade. Talvez eu seja mesmo inocente, senhor Constantine, mas diga, já que não é uma boa ideia nos reunirmos lá fora, ao menos podemos buscar os outros para que nossa reunião aconteça nesse seu magnífico refúgio submarino?

Natanael sabia que a pergunta seria mal recebida, mas apesar de não parecer, ela era um pouco irônica devido a acusação feita pelo anfitrião Malkaviano de que aqueles vampiros tinham boas intenções demais. A intenção era sobreviver, quanto mais sobreviventes, melhor. Vampiros são seres sociáveis, apesar de competitivos. Mas Guille já havia dado uma resposta à altura quanto àquela crítica...

Enquanto aguarda a resposta, Natanael disca o número da Toreador recém chegada. Ela havia chamado sua atenção e Natanael não queria deixar que alguém tão belo e interessante ficasse lá em cima, sem proteção... Estava curioso a respeito de sua irmã. Seria mesmo aquela famosa mulata de Minas? Em sua fazenda, em São Paulo, ainda mortal, Natanael ouvira histórias sobre Chica. Se fossem a mesma pessoa, o Toreador queria muito se encontrar com ela. Imaginando que Vincent poderia ficar com ciúmes, diz para seu irmão de Clã, já levando o telefone ao ouvido:

_Temos de contactar os demais Membros de nosso Clã, mon cher. Eu ligo para a senhorita Silva e você para o senhor Durriex, pode ser?

Dá uma piscada para o outro Toreador e espera a ligação ser atendida.

Off: ligação para Xica da Silva.

_________________
Natanael Lacerda - Toreador
Aparência 5
Rubor de Saúde

Status 2
Prestígio de Clã 2
Senhor de Prestígio - Victoria Ash


"A poesia é decerto uma loucura." (Sêneca)
avatar
Natanael Lacerda

Mensagens : 152
Data de inscrição : 04/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guille - Triplice Aliança

Mensagem  Guille França em Qui Fev 27, 2014 10:00 pm

Terry e Natanael se pronunciam. Mais cutucadas dali e daqui e o Toreador não estava com a menor cabeça para se reunir na casa de mais ninguem. Precisava ir para a academia e rápido. Já eram 11h, ele tinha o que discutir com seu carniçal e seu amigo.

"- Então acredito que apenas as lideranças dos Clãs devam se encontrar. Um encontro mais amplo causaria muito tumulto e pouca coisa resolvida. Façamos então na casa do senhor Lyon. Sem ofensas recebidas. Mas acredito que todos nós necessitamos de um tempo para resolver suas próprias coisas e nos encontramos onde marcado. Eu ao menos gostaria de sair de baixo d'agua logo. Sem querer ofender vosso refugio Senhor Constantine, mas definitivamente esse não é o habitat natural dos Cainitas. A não ser que o senhor aceite abrigar todo o Clã Ventrue e Tremere também aqui e nos reunirmos nesse exato lugar onde já estamos sentados. Talvez essa fosse a melhor situação. Poderiamos até ter um Elysium temporário móvel, bem dificil de ser atacado imagino."

Guille pensa em batiza-lo Elysium Iemanjá mas deixa esse comentário no ar. Enquanto gira seu celular rapidamente entre os dedos.

_________________
Carisma: 4
Aparência: 3
avatar
Guille França

Mensagens : 293
Data de inscrição : 04/02/2014
Idade : 24
Localização : Sâo Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Aliados

Mensagem  Emilie Blanc em Qui Fev 27, 2014 11:18 pm

Um clima de animosidade parecia se erguer entre o grupo. Emilie já havia se incomodado com as atitudes de Constantine e parecia que não era mais a única.

Ao saber sobre as forças especiais nas ruas, imediatamente se lembrou de Thomas. Ele já deveria ter saído dos esgotos, mas até agora não tivera nenhuma notícia. Onde ele poderia estar? O pedido de Natanael para localizar Durriex também fez a malkaviana se lembrar de que havia conhecido o toreador na noite passada.
Emilie nunca antes desejou tanto ter a capacidade de estender sua mente em direção às mentes de outras pessoas. Com esse poder ela resolveria os dois problemas.

A discussão sobre onde aconteceria a reunião começa a deixar Emilie impaciente, que faz um gesto largo, bradando.
- Precisamos entrar em consenso! Eu achei que o dojo de Guille havia sido aceito por todos, por isso sugeri ele aos ventrue, mas se até Guille agora discorda... Natanael, sua residência fica num local seguro e discreto, longe dos ataques? Terry você tem como mapeá-la via satélite para ver se há algum perigo nas imediações? Eu até que adoraria fazer essa reunião no submarino, mas como organizar isso de forma logística? Pediríamos para os membros dos outros clãs nos esperarem onde? Você teria como submergir em algum lugar ou dirá a todos para pularem na água também? Depois tem outra, você nos disse que não podemos confiar em todo o mundo, e mesmo assim, pretende expor o seu submarino para membros que sequer se aliaram a nós? Eu não acho uma boa ideia, mas se você preferir... Não tenho dúvidas de que este é o local mais seguro do Rio de Janeiro, mas se o dispêndio não valer à pena é melhor nos decidirmos pela casa de Vincent. Detestaria ter que pedir aos outros clãs para nos cederem um território.

Bem mais calma, ouve a sugestão de Guille e pondera rapidamente.
- As lideranças, e os membros que indicamos para ocuparem os cargos.Cláudia e Natanel podem nos acompanhar como secretários de clã, e então negociaríamos os cargos dele. Luiz Filippi representaria os brujah, pelo menos até o clã escolher oficialmente um primógeno.

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Natanael - todos

Mensagem  Natanael Lacerda em Sex Fev 28, 2014 9:16 am

A ideia da reunião no submarino acabou sendo aceita na discussão, para a surpresa de Natanael. Guille e Emillie queriam uma decisão logo para fazermos a reunião. E Guille tinha razão novamente ao dizer que apenas os representantes de cada Clã deveriam estar presentes para não chamarem mais atenção. De todo modo, era importante ao menos tentar contato com os Membros que não sabem nada do que está acontecendo na cidade. Quando Natanael iria responder à Primógena, Xica atende e ele faz um gesto com o dedo pedindo licença e vai para onde antes a Malkavian estivera.

_________________
Natanael Lacerda - Toreador
Aparência 5
Rubor de Saúde

Status 2
Prestígio de Clã 2
Senhor de Prestígio - Victoria Ash


"A poesia é decerto uma loucura." (Sêneca)
avatar
Natanael Lacerda

Mensagens : 152
Data de inscrição : 04/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Filippi - todos

Mensagem  Luiz Filippi em Sex Fev 28, 2014 9:51 am

*Filippi desliga o telefone e vai dizendo*

- Falei com a primógena tremere, ela ofereceu a própria capela provisória para a reunião, fica distante da cidade, num lugar seguro. Acredito que seja nossa melhor opção.

*Então percebe o rumo das discussões e, levantando-se, diz em tom impositivo e algo irritado*

- Não. Nada de representantes. Nada de divisões. Devemos reunir a maioria no mesmo lugar, ou vai ser a mesma coisa que porra nenhuma. Até porque muitos clãs foram severamente atingidos, como o meu, e estão acéfalos. Merda, ESTAMOS EM GUERRA! Não é hora para discussão imbecil.

*Volta-se para Natanael, no mesmo tom brusco*

- Se desconfiamos dos membros, não há lugar melhor do que uma capela tremere para separar o joio do trigo. Eles têm rituais para tudo. Se pedirmos, elas provavelmente serão capazes de saber quem são os traidores.

*Olha para todos*

- Vocês podem entrar numa merda de um consenso? Ou precisam que um coronel estabeleça a porra da hierarquia e diga aonde vão e o que vão fazer?

*Vira-se para Emilie, num tom mais calmo*

- Conseguiu falar com a ventrue?

_________________
Carisma 4
Aparência 2
Qualidade: bad boy
Idade aparente: 43
Altura: 1,90 m
avatar
Luiz Filippi

Mensagens : 216
Data de inscrição : 26/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Aliados

Mensagem  Emilie Blanc em Sex Fev 28, 2014 10:24 am

Outra ideia de refúgio. Emilie se irritaria com isso, se não fosse uma opção tão boa. Era coerente, viável e segura. Por outro lado, os poderes misteriosos dos tremere, ainda mais dentro de seu território, davam a Emilie calafrios de pensar no que eles seriam capazes de fazer se tivessem más intenções.

Conseguia entender a explosão do brujah, ainda que não concordasse plenamente com ele. Os brujah realmente haviam recebido o golpe mais duro, talvez o único membro além de Luiz Filippi fosse Lampião, e não se oporia aos dois participarem da reunião, mas representantes de clã, oficialmente escolhidos existiam para questões como aquela. Dois de cada um seria suficiente, mas achou melhor não discutir aquela assunto, prefere voltar ao assunto inicial.

- De fato, os tremere são os melhores em separar o joio do trigo, se estiverem interessados nisso... E se um traidor estiver dentro do próprio clã Tremere? Vamos ter como nos defender das magias deles dentro de seu próprio território?

Discordou igualmente do brujah quando ele quis se impor de forma autoritária. O militar poderia ser excelente nas situações de risco, mas talvez não fosse o melhor líder naquele caso, mas claro que não diria isso a ele. Preferia recorrer à fala mansa, principalmente com membros de uma família tão impulsiva.

Tranquilamente, ela responde.
- Consegui. Eu sugeri o dojô pra ela, mas disse que ligaria novamente. Espero poder fazer isso com uma opção definida por todos. Até o momento temos o Submarino, a casa de Vincent e a Capela Tremere, cada um com seus prós e contras. Minha preferência é pelos dois primeiros, e vocês, o que acham melhor?

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enseadas - O fundo das baías, lagos, lagoas, praias e mar aberto do Rio de Janeiro

Mensagem  Cláudia Denbrought em Sex Fev 28, 2014 10:45 am

- Liguei para fazer essa proposta e também para perguntar, diretamente a vós, monsier Carlent, se teria alguma sugestão de local para nos reunirmos. - ao longe ouviu que as tremere tinham sugerido a capela. Não tinha certeza, mas aparentemente Terry também tinha sugerido o submarino. - Os tremere ofereceram sua capela. E mon Frère, Terry Constantine, seu submarino.

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
avatar
Cláudia Denbrought

Mensagens : 84
Data de inscrição : 02/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Natanael - todos

Mensagem  Natanael Lacerda em Sex Fev 28, 2014 11:11 am

Todos ouviram o início da conversa de Natanael com Xica da Silva:

_Pela bela voz acredito que eu esteja mesmo falando com a senhorita Silva. Tentarei ser breve. Seu número está em nossos registros, mas não se preocupe, não direi meu nome por motivos óbvios, mas sou um Membro da Família das Rosas e pretendemos reunir todas em um mesmo jardim. A senhorita já deve estar sabendo dos últimos acontecimentos e deve querer saber exatamente do que se trata. Caso tenha interesse, será bem vinda.

E quando o poeta estava já saindo com o telefone esperando pela resposta da Toreador, é obrigado a parar dada a resposta brusca de Filippi. O Toreador o olha sério e ouve a resposta de Emilie. Realmente não se poderia confiar demais em ninguém, mas fazer o quê? Filippi tinha razão, mas Emilie também tinha. Diante disso, Natanael já estava cansado de não decidirem um local. Ele não conhecia ninguém, mas sabia que podia confiar o mínimo possível em seus companheiros de Clã. No entanto, pondera, não queria expor o refúgio de Vincent e o dojô de Guille a nenhum tipo de ataque Sabá. Se eles forem perseguidos pelos inimigos, que estes encontrem a capela Tremere e não um refúgio Toreador... Ele tapa o telefone com a mão e diz:

_Perfeitamente senhor Filippi, acho que podemos confiar em um Clã que sempre apoiou a Camarilla. Voto por nos reunirmos na Capela.

E volta sua atenção à moça do telefone novamente. Ele havia gostado do toque de ironia em sua frase:

_Vejo que a senhorita acabou sabendo de muita coisa, isso é bom. Infelizmente, por telefone fica complicado lhe passar as devidas informações. Estamos nos decidindo a respeito do lugar exato para nos encontrarmos e já estamos chegando a um consenso. Lhe darei o endereço por mensagem.

Ele sai da sala.

_________________
Natanael Lacerda - Toreador
Aparência 5
Rubor de Saúde

Status 2
Prestígio de Clã 2
Senhor de Prestígio - Victoria Ash


"A poesia é decerto uma loucura." (Sêneca)
avatar
Natanael Lacerda

Mensagens : 152
Data de inscrição : 04/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Claudia Dembrough | Emilie Blanc | Natanael Lacerda | Vincent Lyon | Luiz Filippi | Guille França

Mensagem  Narrador em Sex Fev 28, 2014 6:05 pm

Quando Emilie fala sobre os perigos do Submarino como um espaço para receber todos, Terry apenas diz para Emilie:

'- Não se preocupe quanto a isso, eu tenho um verdadeiro exército nuclear e cibernético aqui embaixo, o Sabá não é nada perto da Ordem da Razão. Mas eu me sentiria mais à vontade se a reunião não fosse aqui, não tenho a pretensão de sediar o Ellisium nem mesmo por uma noite, se houver outra opção, prefiro.'

O Malkaviano olha para Emilie e comenta:

'- E eu não acho prudente falarmos em cargos sem que toda a corte ou pelo menos todos os clãs se reúnam. Pode soar com a ideia de que decidimos tudo e o ego cainita é algo tão sensível...'

Comenta o lunático, dialogando mais uma vez com Emilie. Filippi faz sua fala e ganha a atenção de Terry que exclama após a fala do Brujah:

'- Liderança, finalmente! Talvez ainda haja esperanças...'

O lunático se levanta e acende mais um cigarro, se aproximando de Emilie e dizendo de modo que todos ouçam:


'- Os Tremeres venderiam a alma de cada um de nós aqui ao diabo em troca de poder, mas são o clã que mais precisa da Camarilla unida para sua sobrevivência. O ódio que todos nutrem por eles é o que nos garante sua lealdade. Posso duvidar que eles fizessem o que quer que fosse para ajudar minimamente qualquer um, mas acho que o clã com menor possibilidade de ter traidores em suas fileiras é o Tremere. Eles tem um controle muito rígido sobre os seus membros e as capelas Tremeres são famosas por se manterem de pé mesmo quando cidades inteiras caem. Não vejo local mais seguro na cidade... ou melhor, até vejo, esse submarino, mas por ser como Guille disse fora do nosso habitat, a maioria não se sentiria muito confortável por aqui.'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

François Carlent - Claudia Dembrough

Mensagem  Narrador em Sex Fev 28, 2014 6:14 pm

'- Não pretendo ficar preso em uma bomba relógio há milhares de pés, essa ideia é completamente estúpida criança imbecil.' - Diz rispidamente sobre a possibilidade do uso do submarino malkaviano e comenta com Claudia: '- o Clã Nosferatu tem veto à hospitalidade Ventrue ou Toreador depois do fracasso destes como Senhores do Ellisium e do clã Brujah pela violação e ofensa ao nosso Domínio. Não temos problemas com a Capela Tremere.'

E simplesmente desliga a ligação sem esperar uma resposta de Claudia.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enseadas - O fundo das baías, lagos, lagoas, praias e mar aberto do Rio de Janeiro

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 14 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 10 ... 14  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum