Enseadas - O fundo das baías, lagos, lagoas, praias e mar aberto do Rio de Janeiro

Página 2 de 14 Anterior  1, 2, 3 ... 8 ... 14  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Emilie Blanc (Despertar)

Mensagem  Emilie Blanc em Qua Jan 15, 2014 12:14 pm

Emilie abre os olhos de uma vez só, e ao recobrar a consciência, tenta recapitular os eventos da noite anterior. O que lhe vêm com mais força é o bloqueio que estava sendo feito à sua Nuvem, o que mais lhe angustiava. O que aquele terrível dragão poderia estar fazendo com as crianças? O pensamento lhe aterrorizava.

Logo surge a lembrança do capacete eletromagnético de Terry. Seria ele capaz de ajudar?

A esperança faz Emilie levantar de uma vez só da cama. Havia dormido com as mesmas roupas que chegara, apenas tirara os sapatos, mas não se dá ao trabalho de arrumar as peças desalinhadas nem de calçar os pés. Caminha pelo chão frio do submarino até a sala de reuniões, procurando algum outro vampiro acordado, principalmente Terry.
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enseadas - O fundo das baías, lagos, lagoas, praias e mar aberto do Rio de Janeiro

Mensagem  Cláudia Denbrought em Sex Jan 17, 2014 6:53 am

O sono da criança não fora tranquilo. Estar no fundo do mar lhe trazia lembranças do balanço das águas e de certo naufrágio. Além disso, as visões que tinha recebido na noite anterior não saiam de sua cabeça infantil. Ela teimava em vagar pela rede à procura daquela criança. O fim do mundo como conheciam estava próximo. E mais do que isso. Havia uma corte para ser erguida, uma invasão do sabbat pra ser contida. Quando anoiteceu ela permaneceu vários instantes em repouso ainda, mas quando se levantou parecia que não tinha sofrido nada. Recolocou seus trajes e estava pronta para encontrar com seus irmãos.

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
avatar
Cláudia Denbrought

Mensagens : 84
Data de inscrição : 02/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Emilie Blanc

Mensagem  Narrador em Sex Jan 17, 2014 12:10 pm

No caminho para a Sala de Reuniões, Emilie avista Terry dando instruções aos seus carniçais. Logo que a Malkaviana chega perto, nota que ele havia terminado e vê que Terry se vira para Emilie e diz:


'- Boa Noite Emilie, espero que tenha descansado bem... acredito que Conselheiro deve descansar até um pouco mais tarde. Questões de idade, você sabe... mas acho que a pequena Claudia e a misteriosa Luna logo se juntarão a nós.'


O Lunático parecia bem disposto naquela noite.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Terry Constantine

Mensagem  Emilie Blanc em Sex Jan 17, 2014 1:13 pm

Emilie espera Constantine terminar de falar com aqueles carniçais robóticos que lhe davam calafrios. Na sua Nuvem, a malkaviana enfrentava robôs, não pedia a ajuda deles, e nunca conseguia parar de imaginar aquelas criaturas se voltando contra seu criador.

- Boa noite Terry. Eu compreendo... espero que não demorem muito, quero fazer isso o quanto antes.
A ansiedade era latente no rosto de Emilie, e seus cabelos despenteados a deixavam com um aspecto ainda mais perturbado.
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Emilie Blanc

Mensagem  Narrador em Sex Jan 17, 2014 6:07 pm

O lunático diz para sua irmã de clã, ante os seus comentários:


'- Se quiser podemos ir começando. Tudo será gravado e terá algum tempo até ser convertido em um formato disponível para que possamos assistir. Podemos ir adiantando os trabalhos enquanto os outros não acordam...'


Diz e sorri, parecia de bom humor naquela noite. Estava bem mais sociável.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Terry Constantine

Mensagem  Emilie Blanc em Sex Jan 17, 2014 9:06 pm

Emilie nao conseguia entender, nem compartilhar o bom humor de Terry. Talvez ele estivesse empolgado para colocar seu capacete em uso. Ela só esperava que ele fosse capaz de resolver seu problema.

- Podemos começar, sim. Eu prefiro. - pede Emilie, colocando uma mecha de cabelo atrás da orelha, o que pouco contribui para desfazer sua cara amassada.
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Emilie Blanc

Mensagem  Narrador em Sab Jan 18, 2014 5:58 am

Terry guia Emilie até o andar inferior do Submarino, onde até então não tinham ido. Tudo é mecanizado ali. Computadores e Robôs falam e conversam o tempo todo em um ambiente que deixaria qualquer um meio esquizofrênico de tanta informação que vinha de todos os lados. 


O caminho é curto, mas torturante até chegar em uma sala de silêncio absoluto, onde dois robôs apenas preparavam algo no computador e uma cadeira reclinável com um capacete em cima aguardava Emilie. O Malkaviano acompanha sua irmã e diz:


'- Pode se acomodar na cadeira, os preparativos estão quase prontos. Não vai doer nada, você só vai sonhar um pouco...'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Terry Constantine

Mensagem  Emilie Blanc em Dom Jan 19, 2014 9:49 pm

Emilie já era esquizofrênica, e o falatório dos robôs, que já lhe causavam desconfiança, e a presença massiva das máquinas deixam a malkaviana ainda mais transtornada. Ela tapa os ouvidos incomodada, e pede com tom de voz mais estridente que o normal.
- Por favor, faça eles pararem!!!

Quando tira a mão dos ouvidos é então o silêncio que lhe deixa atordoada. Olha a cadeira e engole em seco, Sentindo um arrepio gelado percorrer sua espinha até a sola dos pés sobre o chão frio do submarino.
A impressão que dava era de que estava prestes a passar por uma lobotomia. Chegou a cogitar se não deveria escrever uma carta de despedida para sua senhora e seus amigos, só por garantia. Talvez fosse o medo lhe prepando peças.

Com a orientação de Terry, Emilie caminha, em passos poucos seguros, e se senta na cadeira, mas não reclina as costas. Espera uma segunda ordem, espiando nos monitores onde os robôs estavam mexendo.
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enseadas - O fundo das baías, lagos, lagoas, praias e mar aberto do Rio de Janeiro

Mensagem  Cláudia Denbrought em Seg Jan 20, 2014 2:29 pm

Não demorou muito, mas também Cláudia não foi a primeira a despertar e deixar e estar pronta para a noite naquele dia. Após alguns instantes ela começou a procurar por Emilie, Terry e os outros no submarino.

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
avatar
Cláudia Denbrought

Mensagens : 84
Data de inscrição : 02/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine | Narração - Claudia Dembrough | Emilie Blanc

Mensagem  Narrador em Seg Jan 20, 2014 8:16 pm

Era desconfortável. Assim que Emilie senta, as mãos e pés dela são presas na cadeira. Terry faz um gesto para que ela se acalme dizendo:

'- Acredite, eu consigo saber exatamente o que você está sentindo e eu sei como lhe ajudar. Os códigos são claros, mas fique calma... bem calma...'

O Malkaviano então começava a manipular as emoções de Emilie para que ela se acalmasse enquanto ele colocava o capacete e prendia ela completamente na cadeira.

Enquanto isso, Claudia é encaminhada para a sala onde estavam o grupo, mas faz um caminho diferente. É guiada por serviçais-robô de Terry pelo caminho principal (e bem mais longo) que atravessa quase toda extensão do submarino até chegar na hora em que Terry termina de prender sua irmã de clã na cadeira.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Terry / Cláudia

Mensagem  Emilie Blanc em Seg Jan 20, 2014 10:49 pm

Um grito assustado dispara dos lábios da malkaviana ao se ver presa na cadeira. Ela se debate, puxando em vao as travas que a prendiam e esperneava.
- O QUE E ISSO??!! TERRY PARE COM ISSO!!

A manipulação de seu irmão de clã faz ela parar de se agitar, amortecida pela Demência que eles compartilhavam, mesmo assim, ela chora, grossas lagrimas de sangue, enquanto suplica fitando Comstantine.
- Por favor me tira daqui. Nao me prenda assim...

O capacete e as correntes acabam por bloquear sua visão, de forma que resta apenas a chorosa malkaviana engolir em seco, e tentar se lembrar o motivo pelo qual estava ali. O Dragão...
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enseadas - O fundo das baías, lagos, lagoas, praias e mar aberto do Rio de Janeiro

Mensagem  Cláudia Denbrought em Ter Jan 21, 2014 7:55 am

Ela chegou ao aposento onde estavam Terry e Emilie no exato instante em que a bailarina era aprisionada na cadeira. A pequena estancou, deixando um dos seus pés para trás. Estava em uma posição de guarda, embora fosse extremamente vulnerável fisicamente. Por outro lado ela também sabia que mesmo se quisesse dificilmente conseguiria enfrentar Terry, ainda mais dentro daquele submarino que sequer era amarelo.

Assim, apesar da posição de guarda, ela questionou sem alterar seu tom de voz e sem demonstrar preocupação na forma como falava.

- Acalme-se Emilie... lembre-se do que Terry nos disse ontem. Se pudermos ver o Dragão talvez consigamos identifica-lo e descobrir uma forma de enfrenta-lo em conjunto!

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
avatar
Cláudia Denbrought

Mensagens : 84
Data de inscrição : 02/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Terry / Cláudia

Mensagem  Emilie Blanc em Ter Jan 21, 2014 1:32 pm

Emilie conseguia ouvir a voz de Cláudia, e tentou girar o rosto para ver onde ela estava, sem muito sucesso.

- Eu sei. - respondeu com a voz embargada - mas por que eu tenho que ficar amarrada? Isso vai doer?
Ela pisca os olhos marejados, sentindo a pressão das amarras sobre seus braços e pernas. Tenta voltar a pensar no Dragão, mas o incômodo tornava isso cada vez mais difícil.
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enseadas - O fundo das baías, lagos, lagoas, praias e mar aberto do Rio de Janeiro

Mensagem  Cláudia Denbrought em Ter Jan 21, 2014 2:03 pm

- Realmente não sei por que está amarrada... mas tenho certeza que é necessário. Talvez seja para que você não se machuque durante os procedimentos que Terry e suas máquinas vão realizar. - ela respondeu imediatamente, ainda tentando consolar e acalmar a primogena.

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
avatar
Cláudia Denbrought

Mensagens : 84
Data de inscrição : 02/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine | Luna Strongest | Antonio Conselheiro - Claudia Dembrough | Emilie Blanc

Mensagem  Narrador em Qua Jan 22, 2014 5:07 am

'- Exatamente isso, pequena Claudia.'

Diz o Malkaviano que começava a mexer no computador e explicava para Emilie:

'- É para sua segurança Emilie, vamos começar agora, se concentre na Nuvem, tente se lembrar do que aconteceu ontem...'

Emilie então entra em um transe, ela começa a rever as cenas da última noite em detalhes impressionantes, mas numa velocidade tão rápida que reagir a eles era muito difícil. A entrada da Nuvem era protegido por um enorme Dragão e por criaturas estranhas que ela nunca tinha visto. Emilie se aproximava vagarosamente e parecia que as criaturas não a viam.

Enquanto isso, Terry falava com Claudia no exatmo momento em que Luna e Antônio Conselheiro chegam:


'- Vai ficar tudo bem com ela Pequena, só precisamos que ela veja o que acontece na entrada da tal Nuvem para passarmos em vídeo e poder entender melhor o processo.'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie (Nuvem)

Mensagem  Emilie Blanc em Qua Jan 22, 2014 12:18 pm

Emilie não estava muito satisfeita com a explicação, mas se conforma. Pisca os olhos duas vezes antes de fechá-los definitivamente, trazendo à memória sua última e rodopiante tentativa de entrar na Nuvem.

O transe que vêm em seguida é mais imprevisível do que nunca. Detalhes saltavam à seus olhos, mas Emilie não conseguia se focar em nenhum deles, na verdade, não conseguia se focar em coisa alguma pois sempre que tentava, outras milhares passavam rodopiando à sua frente, e a malkaviana sentia que não podia deixar de dar-lhes atenção, de forma que apenas tentou absorver o máximo possível das coisas aceleradas que estava vendo.

A chegada na Nuvem faz o ritmo voltar ao normal, e Emilie vislumbra o enorme dragão com o respeito temeroso de quem conhecia o inimigo, mas as outras criaturas ao redor a surpreendem. O reino parecia estar mais infestado do que nunca.
Ela procura algum lugar para se esconder e observar com mais segurança as criaturas. Sua reação mais instintiva era sacar a katana, sua arma preferida, e por um momento a mão dela envolveu o cabo da espada, mas a lógica lhe dizia que era mais prudente lutar à distância, com o arco e flecha, embora não fosse muito perita nele. Talvez ainda estivesse com ele guardado... Pensou, procurando-o junto à katana nas costas.


avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Emilie Blanc

Mensagem  Narrador em Qua Jan 22, 2014 12:49 pm

Emilie percebe-se nu. Sem armas ou roupas nas proximidades da entrada da Nuvem...
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie (Nuvem)

Mensagem  Emilie Blanc em Qua Jan 22, 2014 1:21 pm

"O QUE?!" estaca a malkaviana, estupefata ao sentir e ver apenas a pele de seu próprio corpo. Algo estava completamente fora de seu controle naquela Nuvem, como nunca tinha estado antes. Já não era mais a heroína a protegê-la, talvez outro campeão tivesse sido escolhido. A possibilidade faz uma tristeza tremenda abater a malkaviana com a sensação de impotência.

Por outro lado, talvez esse fosse o desafio. Proteger a Nuvem sem entrar em combate direto. Usa um caminho que não fosse o mais óbvio. Uma centelha de esperança começa a brilhar nos olhos aguerridos de Emilie.

A nudez não era um incômodo tão insuportável, numa época havia sido rotina para a loira. Ajudaria a manter seus passos furtivos, acreditava ela conforme caminhava com cuidado, sempre buscando esconderijos, e perscutrando a situação na Nuvem, a quantidade de criaturas, um ponto fraco do Dragão.
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enseadas - O fundo das baías, lagos, lagoas, praias e mar aberto do Rio de Janeiro

Mensagem  Cláudia Denbrought em Qui Jan 23, 2014 7:31 am

Ela continuava ao lado de Terry, apenas observando o espaço ao redor. Quando Luna e Conselheiro chegaram a malkaviana os cumprimentou com um sorriso.

_________________
Aparência - 5
Carisma - 5
avatar
Cláudia Denbrought

Mensagens : 84
Data de inscrição : 02/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Antônio Conselheiro | Luna Strongest | Terry Constantine - Claudia Dembrough

Mensagem  Narrador em Qui Jan 23, 2014 8:22 pm

O silêncio reinava na sala. Terry olhava para Emilie estático, sem fazer nenhum tipo de movimento enquanto uma aparência de preocupação parecia brotar no rosto adormecido da lunática. Luna, vendo aquela situação, comenta com Antônio Conselheiro e Claudia:

'- Só eu estou achando tudo isso aqui muito esquisito?'

Conselheiro, então, comenta em tom baixo:


'- Vamos confiar no garoto. Ele não faria mal a ela na nossa frente...'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Emilie Blanc

Mensagem  Narrador em Qui Jan 23, 2014 8:25 pm

Uma mulher que Emilie não consegue ver o rosto para em frente ao Dragão. Ele abaixa a cabeça para ela e ela passa para dentro do portão enquanto o Dragão parece voltar a montar a guarda. Emilie se aproxima o máximo que pode sem ser notada, qualquer passo adiante a revelaria.

Além do Dragão, milhares de criaturas protegiam os muros da Nuvem. Todas tinham traços de deformação e uma aparência asquerosa e cruel. Em nada aquele lugar lembrava a Nuvem que Emilie estava acostumada. Alguém modificava a Nuvem. Algo mudava e aquele local era ainda mais perigoso agora.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie (Nuvem)

Mensagem  Emilie Blanc em Qui Jan 23, 2014 8:55 pm

Franzindo as sobrancelhas, Emilie observou a mulher não só passar pelo Dragão, mas fazer o monstro adotar uma postura submissa. Deveria ser sua verdadeira inimiga. Quem estava controlando todos aquelas criaturas asquerosas. Talvez, quem estivesse controlando a Nuvem...

A hipótese enrigece de temor o coração de Emilie, que notara quanto tudo havia mudado.

Tinha que achar um jeito de entrar, mas como? Por um momento cogitou se suas disciplinas não funcionariam ali, com Ofuscação e Rapidez poderia ter uma grande vantagem, mas ela não achou muito provável.

Quebrou a cabeça para tentar achar a outra ideia. A que lhe veio era amadora e até óbvia, mas poderia ser eficaz.

Procurou uma pedra qualquer nos arredores onde estava. Pretendia lançá-la para outro canto da entrada e distrair a atenção do Dragão e das outras criaturas com o som, para então se esgueirar furtivamente ou correr para o portão, abrindo-o ou escalando, mas não custava tentar usar seu sangue também, fosse para acelerar seus membros ou repelir os olhares sob seu corpo.

Ficou o que pareceu longos minutos com o punho fechado, tentando pensar em algo a mais que pudesse fazer, mas sua cabeça nunca havia sido mais rápida que o seu corpo.
Chegou até a orar mentalmente, embora não fosse muito religiosa, para a tristeza de sua devota senhora. Só podia contar com a fé e com a sorte. Executou seu plano.
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Emilie Blanc

Mensagem  Narrador em Sab Jan 25, 2014 7:29 am

Emilie tenta executar seu plano, mas a situação não sai exatamente como a Lunática pensou. O Dragão olha na direção onde ela está enquanto os demais guardiões seguem imóveis. Emilie sentia que o Dragão não a via pois estava escondida, mas agora ele tinha o olhar fixo na direção de onde a Malkaviana estava.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie (Nuvem)

Mensagem  Emilie Blanc em Sab Jan 25, 2014 11:29 am

Emilie espia o Dragão até ter certeza que o olhar dele não iria se desviar de onde ela estava, ainda que, aparentemente, não a visse.

"Será que eu consigo fazer ele correr atrás de mim, dar a volta e entrar?"
A ideia era arriscada, de forma que a deixou para último caso. Entrentanto, fez ela considerar outra opção.

Rastejando, a malkaviana recuou de seu esconderijo para outro. Especulava o que estaria protegendo a Nuvem numa distância maior do portão. Um muro mais alto? Criaturas mais ferozes? Ou talvez algo mais fácil de transpor.
"Se eu pudesse dançar..."

Durante apresentações de ballet, a loira era capaz de dar saltos consideráveis, bem como captar a atenção de quem a visse. Sua dança tinha poder, a levava à Nuvem. Qual poder ela teria dentro da Nuvem?

Com essa divagação em mente ela avança.
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Emilie Blanc

Mensagem  Narrador em Sab Jan 25, 2014 11:17 pm

Emilie recua e por pouco não é vista. Por cima dos portões um número incontáveis de Dragões menores parecia chegar para reforçar a segurança do lugar. Eles voam e pousam como soldados enfileirados rodeando duas estrelas rubras que brilhavam sobre o céu. E é por instinto que Emilie olha para o céu assistindo um espetáculo de beleza e pavor. Eram nitidamente criaturas poderosas que se apoderavam da Nuvem após aquela criança aparecer lá. Os robôs eram coisas do passado. Agora eram os Dragões que lá estavam. E dançavam. Hipnotizando Emilie por instantes até que, de repente, eles começam a emitir uma espécie de grunhido que faziam as duas estrelas brilharem mais fortes e quando os olhos de Emilie encontram as estrelas, seu sangue corre mais rápido em suas veias e a Besta começa a ganhar força e tenta se apossar do corpo da lunática.

OFF GAME: Emilie deverá fazer um teste de Autocontrole com dificuldade 8 para não entrar em Frenesi.

avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enseadas - O fundo das baías, lagos, lagoas, praias e mar aberto do Rio de Janeiro

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 14 Anterior  1, 2, 3 ... 8 ... 14  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum