Enseadas - O fundo das baías, lagos, lagoas, praias e mar aberto do Rio de Janeiro

Página 11 de 14 Anterior  1 ... 7 ... 10, 11, 12, 13, 14  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Luiz Filippi, brujah

Mensagem  Luiz Filippi em Sex Mar 14, 2014 3:05 pm

*Finalmente, depois de todos deixarem o submarino, Filippi é o último a sair.*

_________________
Carisma 4
Aparência 2
Qualidade: bad boy
Idade aparente: 43
Altura: 1,90 m
avatar
Luiz Filippi

Mensagens : 216
Data de inscrição : 26/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Mikael Vega

Mensagem  Narrador em Dom Abr 13, 2014 8:06 pm

O Malkaviano é jogado em um tupo que desce com um grande vapor de ar quente. O Vapor vai, em pouco tempo, secando o corpo e as roupas (ao menos parcialmente) de Mikael que cai em cima de um grande colchão de ar. O lunático está em uma sala com paredes todas de metal, cheia de luzes piscando e com um robô que planava sobre o chão com seus curtos braços erguidos e, apoiada nesses braços uma toalha branca.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mikael Vega - Narração

Mensagem  Convidado em Qua Abr 16, 2014 5:05 pm

Mikael logo é pego por tentáculos metálicos, teria ficado muito mais alarmado se aqueles tentáculos fossem viscosos e negros, mas não eram, de modo que ouvira o som de teclas do outro lado da linha quando falou com Terry assumiu que ele controlasse esse tipo de coisa. De modo que Mikael se permitiu passar por todo aquele processo estranho, até porque de nada adiantaria tentar escapar no meio daquilo tudo.

Havia cáido num colchão branco, com o corpo parcialmente seco, ao menos o excesso de água já não estava mais alí. O Malkavian põe as mãos na cabeça com as vozes reclamando em seus pensamentos, ele bate na cabeça umas quatro vezes.

- DÁ...PRA...CALAR...A BOCA???

Não, elas não calavam, precisava tocar algo, só assim elas dava algum sossego, precisava tocar um violão, àquela hora a guitarra estava toda estragada, não prestaria mais a não ser para bater em alguém. Ele não havia visto a toalha do robô que estava logo à sua frente, ficou impressionado com tal, de modo que olhou ao redor tentando focar no exterior ao invés do interior. Pegou a toalha e começou a se secar.

- TERRY!?!?!?

Gritava pelo irmão de clã, imaginando que ele estaria alí.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Mikael Vega

Mensagem  Narrador em Qui Abr 17, 2014 5:24 pm

O robô responde aos gritos de Mikael:

'- O Sr. Constantine já virá atendê-lo. Por favor, seque-se e fique à vontade. O Senhor deseja seguir para seus aposentos? O Sr. Constantine já destinou um quarto para que possa descansar ao longo do dia, Sr. Vega.'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mikael Vega - Narração

Mensagem  Convidado em Sex Abr 18, 2014 3:04 am

Mikael gritava mas só obteve resposta do Robô presente. Mikael continuava se secando, secando a cabeça pressionando-a pelas vozes incessantes mantendo-se firme para não virar um louco naquele lugar. Com um suspiro, Mikael responde ao robô com a voz sussurrada como se não quisesse barulho, mesmo ele próprio tendo feito a pouco tempo.

- Leve-me... Para o aposento... Robô!

Disse a frase pausadamente, como se realmente estivesse aguentando uma dor, ou algum tipo de incomodo físico, e realmente estava, para ele. Esperava encontrar logo um instrumento, só assim as vozes parariam de falar coisas desconexas e pelo menos ficaria felizes em escutá-lo tocar, era sempre assim, sempre assim...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Mikael Vega

Mensagem  Narrador em Sab Abr 19, 2014 9:58 am

O robô guia o lunático por corredores com paredes totalmente lisas em tom metal. Durante o caminho são inúmeros os robôs que Mikael vê pelo caminho até que, finalmente, chega em uma porta branca que se abre, revelando um quarto nos mesmos moldes dos corredores, mas com uma grande tela de televisão presa em uma parede. A cama, de longe, parecia bem confortável.

Antes que Mikael entrasse,no entanto, passos podem ser ouvidos pelo lunático e uma figura surge no horizonte com um cigarro em sua boca e duas taças de vinho em sua mão direita. Tratava-se de Terry Constantine que entrega o cigarro ao robô, estende uma das taças de vinho à Mikael e diz:

'- Seja bem-vindo a bordo novato, sou Terry Constantine. Pode ficar tranquilo que aqui, você está em segurança.'

O sorriso de Terry era extremamente carismático. Era uma figura pela qual era fácil se afeiçoar. Parecia um lunático gente boa que erguia a taça de vinho convidando Mikael a um brinde.




avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Terry Constantine

Mensagem  Emilie Blanc em Dom Abr 20, 2014 7:07 pm

O celular de Terry começa a tocar...

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mikael Vega - Terry Constantine

Mensagem  Convidado em Dom Abr 20, 2014 9:40 pm

O Malkavian observava as paredes lisas metálicas daquele lugar, era realmente uma coisa... Diferente. Nunca esteve em um lugar parecido com aquele antes. Mikael como sempre mantinha-se em silêncio, as vezes piscava fortemente como se usasse qualquer tic ou hábito exterior para manter sua consciência fora de sua mente barulhenta. Ele observava os vários robôs e ficava no minimo impressionado, nunca tinha visto coisas assim antes, passava olhando-os torcendo o pescoço, tal como um homem olha uma mulher muito bonita ao passar por ele.

Mikael seguia o robô até finalmente um quarto com porta metálica que se abre mostrando uma cama aparentemente confortável.

Antes de poder reagir, Mikael percebia a aproximação de alguém, um homem com um cigarro na boca e duas taças de vinho, uma em cada mão. Ele entregava o cigarro para o robô e logo em seguida a taça para Mikael, que observa bem antes de pegar a taça. Ao olhar dentro, deu um tapa na sua cabeça para que pudesse tirar um pouco as vozes barulhentas e concentrar-se melhor no momento. Terry fazia um brinde, Mikael de imediato gostou dele, parecia um cara diferente, um cara realmente legal, de modo que Mikael ergue a taça para brindar com o irmão de clã dando um sorriso forçado e olhos bem arregalados, qualquer coisa servia, qualquer reação externa por menor que fizesse sentido ajudava o Malkavian a se concentrar-se no exterior, e ser capaz de falar com a dor em sua voz:

- Mikael Vega... Obrigado... E... Adorei o lugar...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Emilie Blanc | Mikael Vega

Mensagem  Narrador em Seg Abr 21, 2014 7:30 pm

O aroma do vinho era fantástico e atrativo. Terry era um cara simpático e imediatamente brinda com Mikael e toma um gole do vinho, dizendo em seguida:

'- Que bom que gostou, esse lugar é seguro e está sempre aberto aos clã e seus amigos.'

Sorri e então seu telefone toca. Terry olha para Mikael e diz:

'- Um minuto.'

O lunático pega o telefone e o atende na frente do seu irmão de clã:


'- Emilie? Acabei de encontrar com Mikael, ele está em segurança.'

avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Terry Constantine

Mensagem  Emilie Blanc em Ter Abr 22, 2014 1:36 am

- Sim, sou eu. - um ar de alívio transparece na sua voz cansada com a informação dele. - é mesmo?! Ah! Que bom! Uma boa notícia. Temos outra irmã que chegou ao Rio de Janeiro hoje e entrou em contato comigo, Natasha Romanov, não sei se já visualizou no seu sistema. Ela já está abrigada no refúgio dela. Gostaria de reunir todos amanhã para uma reunião de Clã, o mais cedo possível, para esclarecermos à ela e a Mikael a situação da cidade, bem como eu preciso explicar mais detalhadamente para você também sobre o que foi deliberado na Capela Tremere, mas antes, eu tenho que te adiantar algumas coisas antes mesmo que o sol nasça...

Emilie toma uma pausa grave e fala à ele com a voz firme, de forma direta e reta.
- A nosferatu Linda Wilson é a nova príncipe do Rio de Janeiro. Cláudia encontrou a Morte Final nas presas de Vincent Lyon, depois de um surto no jardim da Capela, cujas causas eu tenho minhas suspeitas, mas seu resultado foi colocar quase metade dos membros em frenesi, inclusive ela e Vincent. A príncipe ordenou que você desativasse todos os tablets, exceto os que estavam com os membros que caíram na noite passada. Ela disse que tem planos para essa tecnologia e quer que você entre em contato com ela no começo da próxima noite para marcarem um encontro presencial.

Toma outra pausa, mas dessa vez, abranda sua voz.
- Não sei  em que hora e local Linda vai querer se encontrar com você, mas gostaria de fazer nossa reunião de Clã em seu submarino. Pretendo conversar também sobre os problemas que apenas nós, malkavianos, podemos resolver, sobre os quais nos debruçamos no começo desta noite...
Dá uma breve pausa, lembrando-se do saudoso Antônio Conselheiro.

- Podemos contar com sua hospitalidade mais uma vez? Deixo a seu critério o horário exato da reunião depois que você ligar para a Príncipe, bem como um ponto de encontro onde eu e Natasha possamos esperá-lo para embarcar.

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Emilie Blanc

Mensagem  Narrador em Ter Abr 22, 2014 3:34 pm

Terry estava de bom humor, mas seu humor parece que se esvai diante do que Emilie começa a comentar. O lunático não emite nenhum tipo de som até que a primógena termine de falar e, então, comenta com ela:

'- Bom, a Nosferatu pode esperar. Vou proceder com a desativação dos Tablets dos desaparecidos e mortos. Usarei isso como álibi em caso de demora para atender o chamado. Podemos fazer a reunião na primeira hora da próxima noite. Posso buscar você e quem mais quiserem na Marina da Glória ao anoitecer.'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Terry Constantine

Mensagem  Emilie Blanc em Ter Abr 22, 2014 5:06 pm

As palavras de Emilie saem com aprovação.
- Perfeito. Então nos encontramos lá. Eu, Natasha e qualquer outro irmão de clã que venha a me procurar.

Aguarda, para ver se o hacker tinha algo a acrescentar, e então, se despede.
- Tenha um bom descanso, Terry. Até amanhã

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Emilie Blanc | Mikael Vega

Mensagem  Narrador em Ter Abr 22, 2014 5:26 pm

Terry se despede, desliga o telefone e volta sua atenção à Mikael.

avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mikael Vega - Narração

Mensagem  Convidado em Qui Maio 08, 2014 11:58 pm

Mikael desperta num sobressalto, se fosse um humano estaria suando e se respirar não fosse mais um disfarce do que uma necessidade estaria arfando. Ele pôe as duas mãos em sua cabeça e fecha os olhos, as vozes, as vozes... Ah como elas irritavam, tinha que se focar, tinha que focar no sonho, aquilo... Aquilo era estranho, estranho demais... estava com sede, estava com muita sede... Sangue, precisava de sangue... Seus olhos começavam a ficar vermelhos e ele segurava para não perder o controle, as vozes gritavam e falavam freneticamente... Aquele homem, quem era ele??? E porque ele fazia aquilo??? Tantas perguntas sem respostas... Mas algo nele... incitava algo em Mikael, algo sombrio e odioso, a besta queria se manifestar, mas ele agava seu próprio corpo como se estivesse reprimindo uma dor. Ele tremia e gemia, de dor, perturbado, de sede... E de... Algo a mais... Que ele não sabia definir o que era, mas incitava a despertar o lado odioso de todos os cainitas. Aquilo não era um sonho, definitivamente não era um sonho, era um aviso, era um aviso!!!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mikael Vega - Narração

Mensagem  Convidado em Sex Maio 16, 2014 1:17 pm

Mikael pensou que iria ceder, por um triz pensou que a besta sucumbiria seu ser e tomasse conta de suas ações, mas não... Ele havia aguentado, a vontade ainda se manteve mas ele aguentou e aguentou até a vontade passar, porém as vozes não ajudavam, mantinham-se gritantes falando coisas sem nexo, mas dessa vez elas tinham que falar com sentido, elas tinham de saber alguma coisa disso que estava acontecendo, de modo que ele grita alí.

- Diga-me alguma coisa!!! Qualquer coisa!!! O que era aquilo que eu vi??? Responda o porque ele estava fazendo aquilo!!!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Mikael Vega

Mensagem  Narrador em Sab Maio 17, 2014 9:27 am

As respostas não vem, apenas uma série de vozes incompreensíveis pareciam agora gritar na mente de Mikael.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

FIM DE TEMPORADA

Mensagem  Narrador em Qua Nov 19, 2014 7:52 am

A noite se encerra no Rio de Janeiro. Duas tempestades acabam por deixar milhares de mortos e desabrigados. Populações pobres sofrem como nunca sofreram com os fenômenos tropicais da cidade maravilhosa. O Exército e todas as polícias passam a ser coordenadas pelas Forças Especiais de Segurança Nacional depois de "organizações terroristas" matarem diversas lideranças políticas e empresários da cidade. Vereadores (mais da metade), Deputados (mais da metade da bancada federal e estadual do RJ), Desembargadores, Juízes, o Prefeito, o Governador e lideranças de variados setores da sociedade figuram entre os mortos. Líderes do tráfico e grandes nomes do crime também acabaram mortos . Foi uma noite e uma manhã de Caos. O clima é de insegurança total e com forte patrulhamento das forças policiais e do exército.

O Comitê Olímpico Internacional confirmou que os Jogos de 2016 continuam na cidade, mas exigem medidas rápidas para não reverem a decisão. O novo Governador e Prefeito Interino, o ex-Presidente do TJ-RJ Desembargador Henrique Castro, assume concomitantemente os postos com o discurso de convocar eleições no fim do ano e de cooperação com as Forças de Segurança Nacional. Faz um discurso pedindo para a cidade tomar o seu rumo normal e enfatiza que as medidas imediatas já iam refletir no dia a dia da sociedade.

Aquela noite tempestuosa mudou a cidade do Rio de Janeiro para todo o sempre. A Aliança Independente, organização com fins de ajudo mútuo que reúne os Ravnos, os Seguidores de Set e os Giovannis da cidade, declarou guerra aos lobisomens e colocou qualquer acordo de paz em risco. O Sabá já está pronto para, e sempre desejou, a Guerra. Os caçadores são atraídos pelos fatos e vão tentar limpar a cidade. O famoso "bando do Chuck", caçadores mercenários e temidos mundialmente, desembarcou no fim da tarde. Os demônios e infernalistas encontram o solo fértil para suas atividades no sopro de terror que tomou conta do Rio de Janeiro. A FESN, como representante dos interesses do Governo Federal também parte para a Guerra. Os Anarquistas se proliferam. A ordem é inexistente e forças ainda desconhecidas se movem nas sombras. Ou nem tão nas sombras assim.

Em meio a tudo isso, a Camarilla não tem opção. Ou vai à Guerra, ou cairá vítima dela. Os Garous sobreviventes, menos de um terço do efetivo anterior, lamberão suas feridas com sede de vingança. A cidade não é mais dos Lobisomens, a cidade não é da Camarilla. A cidade não é do Sabá, muito menos dos anarquistas. A cidade não é de ninguém, todos a reivindicam.

Todos estão em guerra. Todos são caça e caçador. A Guerra Civil começou.



Bem-Vindos à VII Temporada da Crônica Segredos do Apocalipse
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie Blanc

Mensagem  Emilie Blanc em Qua Jul 01, 2015 12:03 am

O alívio de Emilie é breve, já que, apesar de estar segura agora, recebera avisos alarmantes.

"Cuidado com o veneno contido no espinho das rosas..." fica pensando nisso ao ser puxada para dentro do submarino, e assim que se vê dentro do refúgio de Constantine, procura com os olhos o anfitrião.

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Emilie Blanc

Mensagem  Narrador em Qua Jul 01, 2015 8:09 am

E lá estava mais uma vez Terry Constantine diante de Emilie Blanc. Dessa vez não fumava. Estava vestindo um terno elegante e encostado na parede enquanto um de seus robôs dava uma toalha para que Emilie se secasse. O lunático pergunta:

'- Está tudo bem, Emilie?'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Terry

Mensagem  Emilie Blanc em Qui Jul 02, 2015 7:21 pm

Emilie estava tão centrada em suas reflexões que demorou para reparar em como Terry estava diferente do habitual, sentindo-se grata por ele não estar fumando. Pega a toalha que lhe é oferecida, secando o rosto e enrolando-a em seu corpo.

- Temos que tomar cuidado com os toreadores. Eles são perigosos... - só então, ergue o rosto para olhar Constantine - estou bem, por enquanto, mas todos os lugares são perigosos, e o mundo vai se acabar se eu não puder evitar...

Levanta-se, caminhando no submarino, até onde estava Terry, ainda se secando com a toalha.
- Sabe de John Smith? Precisamos alertá-lo...

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Emilie Blanc

Mensagem  Narrador em Sex Jul 03, 2015 8:43 am

Sério, Terry apenas diz:

'- John Smith está morto.'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Terry

Mensagem  Emilie Blanc em Sex Jul 03, 2015 9:09 am

Emilie fica estupefata com a revelação de Constantine.

- Morto?! Como isso aconteceu? Como você soube? Você estava com ele? - e em um tom mais grave e apreensivo - ele era outro traidor?

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Emilie Blanc

Mensagem  Narrador em Sex Jul 03, 2015 11:48 am

O lunático chama Emilie para acompanhá-lo até um monitor onde câmeras de satélite mostram o acontecido no Parque Estadual da Pedra Branca:

'- Não sei o que houve lá, porque ele estava lé e como diabos ele conseguiu explodir e chamar a FESN, mas o fato é que isso aconteceu.'

Faz uma pausa e segue falando:


'- Quando soube do incêndio hackeei alguns satélites para tentar ver o que houve e me deparei com isso...'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Emilie - Terry

Mensagem  Emilie Blanc em Ter Jul 07, 2015 8:29 pm

Emilie olha assombrada para as imagens na tela, sem conseguir acreditar no que acontecera. O que John havia ido fazer naquele Parque? Por que estava com uma bomba implantada no corpo? Quando Terry menciona a FESN, ela se lembra das peças que podem ajudar a resolver o quebra-cabeça.

- A última vez que vi John ele estava no Centro Cultural Banco do Brasil comigo. Quando conversamos, ele mostrou interesse em trabalhar junto ao Xerife e eu os apresentei. Naquela mesma noite eles foram investigar uma Quebra da Máscara. Hoje, na reunião, o primógeno Brujah nos contou que eles acabaram cercados pela FESN, e que John Smith foi capturado enquanto os brujahs fugiam... nesta mesma noite, John ligou para Stevie e disse que havia conseguido escapar, com ajuda de Calebros, e mais cedo, eu também conversei com ele sobre outro assunto por SMS. A Príncipe determinou que Smith e Calebros fossem interrogados pelo xerife e pelos tremere, para descobrir o que aconteceu durante a captura dele...

Ela olha para as imagens, refletindo em uma conclusão.
- John Smith já estava morto, desde ontem. Esta pessoa que estamos vendo estava se passando por ele, era alguma armação da FESN.

Suspira, absorvendo com pesar a morte de mais um membro de seu Clã.
- Uma maldição parece afetar os malkavianos no Rio de Janeiro. Estamos perdendo cada vez mais irmãos...

_________________
Aparência: 5 (Rosto de bebê)
Carisma: 5
avatar
Emilie Blanc

Mensagens : 433
Data de inscrição : 02/09/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Terry Constantine - Emilie Blanc

Mensagem  Narrador em Qua Jul 08, 2015 9:31 am

Terry ouve as palavras de Emilie e comenta com ela:

'- Talvez fosse ele mesmo, mas com algum tipo de explosivo implantado. A FESN pode ter feito ele de espião e talvez até mesmo o próprio Calebros. O poder de fogo deles é impressionante, tentei mapear as ações e achei um ataque à Lobisomens que lutavam - e matavam - a Tremere Fátima Mansur na Zona Oeste, e essa ação de agora no Parque da Pedra Branca.'

O Malkaviano passa o vídeo da luta dos Lobisomens e quando, em uma das tomadas, é possível ver Kiba na forma Glabro (ainda diferente da hominídea, mas dando um norte de quem ele era), a Lunática ouve a voz da criança em sua mente:

'- É ele... o Filho de Falcão...'

A conexão era rápida e acaba logo, provavelmente de onde quer que a criança falasse, fazia muito esforço, mas o que Emilie vê no contexto geral dos ataques é um grande exército, armado com alta tecnologia e que fez um Garou que brilhava com corpo de fogo, como uma Fênix, de prisioneiro. Emilie também assiste à morte de Fátima, pois ela nota que mesmo com todos mortos pela Fesn, O Garou de corpo de fogo ressuscitara todos antes de ser preso.

Terry comenta:


'- São imagens impressionantes, não é? Já foram apagadas de todos os sistemas, mas eu consegui salvar a minha cópia a tempo.'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enseadas - O fundo das baías, lagos, lagoas, praias e mar aberto do Rio de Janeiro

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 11 de 14 Anterior  1 ... 7 ... 10, 11, 12, 13, 14  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum