Ruas - Zona Oeste

Página 26 de 28 Anterior  1 ... 14 ... 25, 26, 27, 28  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

RUAS - ZONA OESTE

Mensagem  Lázaro em Dom Out 11, 2015 3:14 am

Interações com Narrador.

Lázaro avança quando finalmente chega nas fronteiras do parque para a cidade. Ele suspira rapidamente, como se esperasse que a inspiração divina descesse nesse meio tempo de hesitação. Mas nada acontece. O crioulo, então, marca o passo em direção ao asfalto, que ele tinha descoberto apenas na noite passada.

Seus passos era cuidadosos, afinal ainda não deveria ser comum um negro sem vestes perambular pelas ruas. Precisava de uma estratégia para caçar.

"Que Oxalá esteja comigo!"
_____________________________________________________
Mais um teste de caça, por favor.

_________________
avatar
Lázaro

Mensagens : 66
Data de inscrição : 04/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Lázaro

Mensagem  Narrador em Dom Out 11, 2015 8:56 am

Os ataques recentes tinham deixado a Zona Oeste com menos pessoas circulando pelas ruas. Isso era nítido para quem estava acostumado com a cidade, talvez não fosse para Lázaro. As ruas não estavam desertas, mas tinham poucas pessoas passando. Poucas pessoas que se surpreendiam com a nudez do Gangrel e se afastavam de perto dele conforme ele se deslocava.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

RUAS - ZONA OESTE

Mensagem  Lázaro em Qua Out 14, 2015 3:46 am

Interações com Narrador.

Haviam poucas pessoas nas ruas, que já faziam parte da memória de Lázaro. Não que isso as tornassem menos estranhos. Aquele chão negro ainda o pertubava intensamente e aquelas coisas que, de vez em quando passavam, feitas de metal e barulhentas também lhe eram muito esquisitas.

"Eu num sei uque foi qui esses omis fizeram cum a minha cidade, mas ta tudo esquisitu dimais..."

Lázaro também percebia que a sua presença, quando percebida - o que não era difícil - atraia o medo das pessoas. Mas, o que ele queria? Um homem de dois metros de altura, todo nu, perambulando a noite pela cidade. Obviamente que boa coisa não era. Ele precisava de roupas. E rápido. Ainda andando, ele procurava por uma residência, ou algo que lhe lembrasse uma. No seu tempo, as escravas penduravam as roupas das suas sinhás em extensos varaus. Talvez, com sorte, isso ainda acontecesse por ali.
_____________________________________________________
.

_________________
avatar
Lázaro

Mensagens : 66
Data de inscrição : 04/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Lázaro

Mensagem  Narrador em Qua Out 14, 2015 10:00 am

Era um bairro residencial, mas de edifícios... construções que Lázaro não via antes e que se surpreenderia ao se deparar. Em busca de roupas, o Gangrel enxerga várias em varias nas janelas dos andares mais altos dos prédios ao seu redor.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

RUAS - ZONA OESTE

Mensagem  Lázaro em Sab Out 17, 2015 10:11 am

Interações com Narrador.

Na época de Lázaro, os humanos ainda não empilhavam tantas casas assim. Aquilo também o surpreendeu. Precisava de roupas e sangue, e poderia juntar o útil ao agradável. Ele procura um lugar reservado, assim, ele toma a forma de corvo. A pequena forma negra tomou vôo e partiu em direção a um dos prédios. Estava em busca de uma apartamento com roupas e que estivesse com as luzes ligadas. Poderia arranjar roupas e alimento de uma tacada só, mas isso poderia ser um pouco caótico.

"Diacho! Mas, lasque-se, eu tô precisandu me recompor..."
_____________________________________________________
1 ponto de sangue para usa o Nível 4 de Metamorfose.

_________________
avatar
Lázaro

Mensagens : 66
Data de inscrição : 04/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Lázaro

Mensagem  Narrador em Ter Out 20, 2015 10:24 am

Lázaro acha um apartamento ideal no sétimo andar. Janelas abertas, roupas no varal e um movimento que parecia de pessoas com luzes ligadas. O Gangrel se aproxima da janela e avista um casal vendo televisão na sala com as roupas dando mole na varanda...
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

RUAS - ZONA OESTE

Mensagem  Lázaro em Qua Out 21, 2015 8:42 am

Interações com Narrador.

O corvo pousa sobre a varanda, olhando as roupas secarem. Havia um casal apático e ele olhavam freneticamente para algo. Aquela cena espanta profundamente o Gangrel.

"Qui diabu é issu?"

Eles olhavam para algo que parecia um grande porta-retratos... que se movimentavam! A pessoas, na grande tela de vidro, mecim e, pelo que Lázaro poderia perceber, até falavam!

"Essa merda é dimais pro meus miolos... Cruz credu, Oxalá! Ondi tu me meteu, homi?"

Ele fica a observar mais algum tempo, meio que fascinando pela possibilidade daquilo que via. Fascinado e assustado. O que mais os homens brancos haviam de ter inventado? Ele observa as roupas procurando algo que parecesse ser comum para aquela época. Também observava se era possível voltar para sua forma e adentrar a varanda sem ser visto. Se fosse possível, ele o faria e pegaria, sorrateiramente, a roupa escolhida.
_____________________________________________________
.

_________________
avatar
Lázaro

Mensagens : 66
Data de inscrição : 04/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Lázaro

Mensagem  Narrador em Qua Out 21, 2015 9:03 am

Lázaro teria que ser furtivo para alcançar seus objetivos primários.

OFF GAME: Para entrar na varanda e pegar roupas sem ser notado, Lázaro terá que passar num teste de Destreza + Furtividade com dificuldade 7.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

RUAS - ZONA OESTE

Mensagem  Lázaro em Qua Out 21, 2015 9:49 am

Interações com Narrador.

Lázaro volta a sua forma humana. Estava na hora de colocar em prática o seu plano. Ele começa a andar cautelosamente, mas algo o incomodava consideravelmente. Talvez fosse aquele som vindo do caixote que se movimentava, talvez fosse os acontecimentos recentes em sua não-vida. O fato é que por vezes, o Gangrel vacilou e, por um triz, não entregou sua presença.

"Que isso, manu! Paciência, demonho!"

Felizmente, sua pouca sorte o garante chegar até as peças de roupas escolhidas. Pegara uma daquelas calças de esporte, em nylon. Para ele, aquilo era novidade, mas lembrava brevemente as calças de cortiça que ele usava na época que trabalhava na lida, ou quando liderava o movimento por aquelas bandas. Ele também pegou uma camisa preta. Tudo aquilo parecia ser bastante normal para aquela época.

Ele se veste cautelosamente, o que também se mostra difícil, mas finalmente ele não era mais um grande negro caolho e pelado... agora era apenas um grande negro caolho. Menos mal. Assim, o crioulo se volta para o que ocorria dentro da casa, queria detalhes do que ocorria. Seria possível entrar no apartamento sem ser visto?
_____________________________________________________
1 sucesso no teste. Foi quase, rs.

_________________
avatar
Lázaro

Mensagens : 66
Data de inscrição : 04/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Lázaro

Mensagem  Narrador em Qui Out 22, 2015 12:02 pm

O casal aparentava estar na faixa dos 40 anos e se vestia com trajes causais. Assistiam compenetrados a televisão que passava uma novela naquele horário. A casa era humilde, mas para Lázaro haviam inúmeros equipamentos jamais vistos antes. A entrada seria pela cozinha, após atravessar a mesma o Gangrel chegaria à sala onde estava o casal.

OFF GAME: Para entrar na casa sem ser notado, Lázaro terá que passar num teste de Destreza + Furtividade com dificuldade 8.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Lupinatti - Jéssica

Mensagem  Lupinatti em Qui Out 22, 2015 6:01 pm

O Tremere escuta o nome do Senhor de Jéssica e concorda com um aceno de cabeça, sinalizando de que sabia de quem ela estava falando.

Quando a mesma questionou sobre seu Senhor Lupinatti respondeu com um ar de desapontamento:

- Meu Senhor se chamava Juan Martin Figueroa, atualmente dado como morto depois de tentar defender nossa antiga Capela contra um lobisomem membro da tal Legião...

Lupinatti olhou de rabo de olho para Jéssica e aproveitou o assunto para fazer nova pergunta:

- E essa Legião... Sabe algo sobre ela?

_________________
Christopher Lupinatti - Tremere - 7ª Geração
Aparência: 3
Idade Aparente: 32 anos
Altura: 1,75m
Peso: 75kg
Qualidades Notáveis: Voz Encantadora
Prestigio do Clã: 7
Status na Camarilla: 2
avatar
Lupinatti

Mensagens : 186
Data de inscrição : 26/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Jéssica Montecchio - Christopher Lupinatti

Mensagem  Narrador em Sex Out 23, 2015 8:49 am

A Ventrue manifesta pesar pela perda de Lupinatti e diz enquanto o carro se aproximava de um luxuoso condomínio na Barra da Tijuca:

'- A Legião é uma coisa recente, não é do meu tempo como Parente. Pelo que sei é um grupo de traidores que caça os Lobisomens e que é caçada por eles. Algo como o Sabá deles...'

OFF GAME: O próximo post deve ser feito no tópico do Condomínio Nova Sicília.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

RUAS - ZONA OESTE

Mensagem  Lázaro em Seg Nov 09, 2015 6:24 am

Interações com Narrador.

O Gangrel atravessa até a cozinha sem muitos problemas. Dali, ele poderia partir para a sala, onde os dois mortais estavam vendo aquele aparelho esquisito. No fim, aquele troço era a coisa mais normal da casa e isso horrorizava Lázaro, que andava cautelosamente para não fazer nada apitar ou tremer, como as coisas da rua faziam. Todo cuidado era pouco.

Aquilo só o fazia ter mais vontade de sair dali. Assim, ele parte para a sala, abaixado, para não ser visto. A ideia dele era colocar os dois inconscientes e faria assim chocando as duas cabeças, uma na outra, com toda sua força. Isso provavelmente deixaria-os desacordados, o que lhe daria tempo de alimentar-se.
_____________________________________________________
.

_________________
avatar
Lázaro

Mensagens : 66
Data de inscrição : 04/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Lázaro

Mensagem  Narrador em Seg Nov 09, 2015 8:08 pm

No auge de sua força, Lázaro acaba chocando as duas cabeças que se abrem e começam a banhar o chão com o sangue das vítimas do golpe do Gangrel. Ambos não resistiriam ao traumatismo craniano...
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

RUAS - ZONA OESTE

Mensagem  Lázaro em Sab Nov 14, 2015 2:05 pm

Interações com Narrador.

O crioulo não tinha tempo para piedade. Precisava daquele sangue para se curar. Assim, ele se aproxima do pulso do homem mordendo-o. Sorveria dele quantidade suficiente para saciar-se parcialmente. O gosto de sangue humano, que não habitava sua garganta a um século, era quase vicioso para o cainita. Ele costuamva se alimentar bastante de animais, mas nunca se esquecia o quão prazeroso era o sangue do rebanho.

Ele parte, então, para a mulher, fazendo o mesmo processo. No fim, de "barriga cheia", ele se levantaria. Diante da imensidão de coisas esquisitas que ali havviam, Lázaro se ver obrigado a vasculhar aquele lugar. O que eram aquelas coisas todas. Lentamente, o Gangrel segue pelos cômodos da casa, vasculhando tudo. Procurava coisas interessantes para seus olhos anacrônicos.
_____________________________________________________
Ele consome 5 pontos de sangue de uma presa e mais 5 pontos de sangue da outra.

_________________
avatar
Lázaro

Mensagens : 66
Data de inscrição : 04/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Lázaro

Mensagem  Narrador em Dom Nov 22, 2015 5:15 am

O Gangrel encontra inúmeros utensílios diferentes para si. Estava numa casa de classe média baixa, de reserva de sangue cheia e com acesso a todos os itens da família.

OFF GAME: Se estiver procurando algo específico conversar com o Narrador sobre o que encontra.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

RUAS - ZONA OESTE

Mensagem  Lázaro em Qui Nov 26, 2015 5:23 am

Interações com Narrador.

Lázaro não procurava nada de específico, na verdade nem saberia o que procurar em todo aquele lugar. Talvez, se encontrasse algo que lhe lembrasse dinheiro, levasse consigo. Sim, faria isso! A moeda de troca dos brancos lhe seria importante agora, então seria isso que lhe chamaria mais os olhos. Depois de achar, ou não, algo, ele se encaminharia até o que parecia ser um banheiro.

Mais uma surpresa!

Aquilo era totalmente diferente das casinhas de fundo de casa que ele conhecia. Não havia candeeiro para se ligar, provavelmente funcionava como a luz do teto da sala, que brilhava misteriosamente. Ele queria lavar as mãos, tirar o sangue que pudesse ter restado de seu alimento, para só assim partir de vez.

Voltaria para a varanda de onde chegara, partindo agora. Deixara as duas silhuetas, deitadas uma sobre a outra. Ao menos tinham morrido juntos.

"É a vida, cumpadi..."

No local onde chegara, antes de se transformar, ele decide tentar curar os primeiros ferimentos, aqueles que lhe incomodavam tanto ao toque do tecido desconhecido que lhe tocava a pele. Precisava começar a sua recuperação.
_____________________________________________________
São cinco pontos de sangue para recuperar um dano agravado, certo?.

_________________
avatar
Lázaro

Mensagens : 66
Data de inscrição : 04/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Lázaro

Mensagem  Narrador em Sab Nov 28, 2015 6:00 am

Não havia muito dinheiro na casa e como o Gangrel não conhecia cartões de crédito e talões de cheques, esses passam sem ser notados. O dinheiro recolhido daria para algumas noites sem luxo, mas nem isso Lázaro seria capaz de precisar na situação em que se encontrava.

Na sacada, Lázaro cura um pouco dos danos sofridos.


OFF GAME: Lázaro tem 15 pontos de sangue e 5 níveis de dano agravado no momento.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

RUAS - ZONA OESTE

Mensagem  Lázaro em Sab Nov 28, 2015 6:21 pm

Interações com Narrador.

Algumas queimaduras vão cicatrizando, melhorando bastante a mobilidade doGangrel. Faltava muito para o cem por cento, mas aquilo já era ótimo. Assim, o crioulo transforma-se num corvo negro e bate asas para longe daquele amontoado de casas.

Deixava uma casa virada de cabeça pra bixo e dois corpos empilhados. Aquilo pouco importava. Precisava encontrar Lampião na tal feira dos paraíba, que Dandara havia falado. Como faria isso? Ele não sabia, mas daria um jeito. Naquele instante, procurava deixar a região mais afastada do Rio, partindo para a movimentação do Centro, talvez ali encontrasse respostas.
_____________________________________________________
Um ponto de sangue para bater asas e voar dali.

_________________
avatar
Lázaro

Mensagens : 66
Data de inscrição : 04/05/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas - Zona Oeste

Mensagem  Kevin Harper em Ter Dez 15, 2015 10:49 pm

Kevin continuava seu caminho pelas ruas das zona oeste já próximo de seu objetivo, a Casa das Máquinas.

_________________
Hominídeo - Ragabash - Andarilhos do Asfalto - Cães Cibernéticos
Aparência 05
Fúria 04
Características notáveis: Magnetismo Animal
avatar
Kevin Harper

Mensagens : 204
Data de inscrição : 02/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ingrid (Crinos - Etérea) - Todos

Mensagem  Ingrid Reis em Qui Jan 07, 2016 2:45 pm

No céu, Ingrid rompe a película e cria uma ponte de ar para que todos possam acessar o hangar do porta-aviões. A Uktena também já surge indo em direção ao local usando rajadas fortes de vento para jogar o máximo de inimigos para uma queda livre até a morte.

_____________________________________
Off: Solicito rolagem dos testes necessários.

_________________
Ingrid Reis - Elo Espiritual
Impura - Athro - Theurge - Uktena - Devoradores de Demônios
Deformidade de Impura -> Propensa à Crueldade
Qualidades -> Magnetismo Animal
Raça Pura 4
Aparência 5
Fúria 2
avatar
Ingrid Reis

Mensagens : 394
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Uli (Crinos)

Mensagem  Uli Jon Roth em Sex Jan 08, 2016 10:20 pm

Logo depois da saída de Ingrid, Uli atravessa a Película, pronto para seguir o plano traçado por Kiba, e estraçalhar alguns inimigos.

_________________
Presas de Prata - Fostern - Hominídeo - Galliard - Sacrifício-dos-Ancestrais
Aparência: 3
Carisma: 5
Raça Pura: 4
Fúria: 6
Qualidades: Reputação (último membro da Garra Conquistadora, forte ligação com os ancestrais de sua familia)
avatar
Uli Jon Roth

Mensagens : 239
Data de inscrição : 10/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Víbora-Negra | Arsenal | Matilha Ceifadores de Maldiros | Matilha Filhos do Trovão - Matilha Esquadrão da Fúria | Matilha Vingadores | Filho-da-Alvorada

Mensagem  Narrador em Sab Jan 09, 2016 11:36 am

Elo-Espiritual atravessa a Penumbra na sua forma espiritual e com seus ventos joga a ampla maioria dos soldados no convés aos chão. Iriam chover homens armados na Zona Oeste do Rio de Janeiro pois poucos se seguravam diante da violência dos ventos.

Arsenal, da Esquadrão da Fúria, é o primeiro a passar após Ingrid e já solta dois pulsos eletromagnéticos que retardam o funcionamento dos canhões e outras armas do convés. Soldados com jatos propulsores presos às costas, no entanto, saem para combate. As ordens eram claras e públicas:

'- Capturem a entidade e matem o restante...'

Uli e Arsenal recebem tiros das armas que lançavam uma espécie de pulso de plasma nos Garous. O Andarilho cai bastante feirdo após ser atingido mas rapidamente a Ceifadores de Malditos assume seu posto no campo de batalha protegendo o juiz. Ira-de-Thor comenta com o Philodox:

'- Seu irmão me deve mais uma agora, garoto.'

Usando de seu martelo, o Fenris começa a abater todos os soldados que surgem no caminho. Carnificina, Ahroun dos Garras Vermelhas, também se destaca lutando em Hispo e atacando os soldados voadores como um predador que destruía suas presas. Fênix-de-Prata se apressa em curar os danos sofridos por Arsenal enquanto a Galliard Legado-de-Anúbis usava uma espécie de fita que envolvia os foguetes e os arrancava dos inimigos, que caíam rumo ao chão da zona oeste. Sombra-de-Loki seguia a postos para seguir com a Esquadrão da Fúria e tinha como arma uma espécie de cetro estranho.

Ciente da missão de tomar a casa de máquinas, a Filhos do Trovão sai em formação e avança em direção a entrada da nave-porta aviões. Usando uma imponente armadura, Garras-do-Trovão abria caminho em meio aos inimigos, sendo muito auxiliado por Duas-Caras (que demonstrava incrível perícia no tiro) e a Galliard Fúria-da-Tempestade que tinha tiros precisos com seu arco. Sussurros-de-Bran e Orgulho-Renascido atuavam de suporte enquanto Hit-Mark com seu arsenal de armas implantadas em seu corpo disparava mini-mísseis de seus braços abatendo inimigos que tentavam atacar do alto.

Víbora-Negra nem era vista pelos membros de sua matilha, mas quando Uli estava caído pelo tiro que tomara a Fúria Negra apunhala um dos inimigos que estava prestes a atitra Uli pelas costas. Seu ataque era futrivo e letal.

Haviam dezenas de soldados voadores atirando com suas armas. Eles evitavam ao máximo o confronto corpo a corpo, porém, Arsenal avisa:

'- Temos que ser rápidos, o pulso não vai durar muito tempo...'

Vários tiros são disparados na direção de Ingrid, mas estando intangível nada acontece com a Theurge.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Kiba Valentine (Crinos) - Esquadrão da Fúria / Vingadores / Ceifadores de Malditos / Filhos do Trovão

Mensagem  Kiba Valentine em Qua Jan 13, 2016 5:54 am

O Presa de Prata surge no campo de batalha e logo vê que a batalha começava a se desenrolar. Arsenal estava caído depois de ter sido atingido por alguma coisa assim como o líder da Vingadores. Sua primeira ação é correr pela ponte de vento até a nave da FESN.

Agora, em “terra firme”, o Ahroun saca Excalibur enquanto se posiciona próximo a Arsenal que era curado por Fênix de Prata.

As matilhas já tomavam suas posições e Kiba aproveita que sua matilha ainda se reagrupava para ativar Excalibur enquanto grita para Declan e aponta para os soldados voadores que estavam entre eles e a torre de transmissão:

- Derrubem os desgraçados!

Dito isso Kiba segura com firmeza Excalibur enquanto sente suas energias e as dela tornando-se uma só.

Off:

Solicito a narração o teste para ativar Excalibur.

_________________
Hominídeo - Ahroun - Presa de Prata - Anjos Guardiões - Inimigos da Wyrm - Cabana da Lua
Cicatrizes: Cicatriz profunda em forma de "/" no tórax e cicatriz superficial na altura do coração.
Carisma 03
Aparência 04
Raça Pura 05
Fúria 07
Idade: 17 anos
Altura: 1,70
Peso: 76kg
avatar
Kiba Valentine

Mensagens : 585
Data de inscrição : 28/01/2013
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Darius Morgraine (Crinos) - Vingadores / Esquadrão da Fúria / Ceifadores de Malditos / Filhos do Trovão

Mensagem  Darius Morgraine em Qua Jan 13, 2016 6:12 am

Logo assim que sai da Umbra Darius vê seu Alpha sendo ferido no chão pelo ataque de algum inimigo e cada matilha já tomando seu local no combate.

No primeiro instante o Ahroun pensa em proteger Ingrid, mas a mesma não parecia precisar de sua proteção, pois os golpes dirigidos a ela simplesmente passavam por seu corpo.

Darius então seguiu pela ponte de vento até o pátio da aeronave e sem perder tempo arrastou as garras no solo, afiando-as o máximo possível para degolar seus adversários. Gregory já devia estar chegando para curar Uli, então, até que o Presa de Prata chegasse, o Ahroun ficou entre os inimigos e seu Alpha para garantir sua segurança.

- Ordens...

Disse Darius sem olhar para Uli, apenas esperando o comando de seu Alpha para atacar.

Off:

Darius gastou 1 de fúria para ativar o dom Garras Afiadas.

_________________
Hominídeo - Ahroun - Senhor das Sombras.
Cicatrizes: Nenhuma.
Carisma 03
Aparência 04
Raça Pura 04
Fúria 06
Idade: 25 anos
Altura: 1,80
Peso: 110kg

Qualidades Notáveis:
Magnetismo Animal
Físico Impressionante
avatar
Darius Morgraine

Mensagens : 138
Data de inscrição : 13/04/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas - Zona Oeste

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 26 de 28 Anterior  1 ... 14 ... 25, 26, 27, 28  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum