[CAERN] Clareira Central

Página 2 de 40 Anterior  1, 2, 3 ... 21 ... 40  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Homínideo - Esquadrão da Fúria

Mensagem  Convidado em Ter Fev 11, 2014 6:59 am

Ingvild estava mais tranquila, precisava se fixar em algum lugar e começar a montar uma espécie de porto seguro, Dereck parecia ser confiável e sendo um andarilho do asfalto, serviria bem a esse propósito, seria de grande ajuda e claro, não ficaria devendo nada pois pagaria pelos seus serviços, velho hábito consumidor, serviço bem feito e até a próxima.

Aceitando o cartão, Ingvild sorri e o guarda em sua bolsa, concordando com a cabeça e aceitando a ajuda.


Ingvild agora interage com Julian e acha ele bastante engraçado, seus maneirismos são diferentes e claro, não estava acostumada com um roedor, mas era algo bem simples, diferente das matilhas europeias. Se virando para Julian ela responde:

-Não encosto em suas bebidas e você não encosta em meus suplementos, temos um acordo?

Assim continuam as apresentações, era uma nova matilha e porque não, futuramente uma nova família? assim agora conversa com Kor o sujeito mais engomado em aparência

-Obrigada pelas boas-vindas Kor, o que precisar de minha fúria todos podem contar - Assim Ingvild se apresentava e se mostrava cordial com todos ali presentes.

Assim agora escutava com atenção as palavras de todos e compreendia que a matilha passava por uma reformulação, sua cabeça estava voltada em ajudar e claro ganhar um lugar de destaque, ser uma oponente guerreira contra os lacaios da wyrm.

Assim Depois de alguns membros, a chegada de outros, Ingvild toma para si a palavra.

-Sou a nova membro do Esquadrão, mas assim como carregamos o nome fúria, assim como sou uma fúria negra, vim aqui para mostrar a minha fúria  e enquanto estiver de pé, lutarei ao lado de meus irmãos e os honrarei com minhas garras na garganta do inimigo.

Ingvild exalava confiança.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mayra - Esquadrão

Mensagem  Mayra Hildebrand em Ter Fev 11, 2014 8:09 am

Séria, Mayra fala pra Sussurros o que ninguém ainda havia dito e que era a informação mais importante da noite:

- Infelizmente, Sussurros, algumas coisas mudaram. Kiba teve que partir e, Esquecido, aquele que você conheceu muito brevemente ontem, acabou de assumir a matilha e está nos representando na reunião de líderes por determinação de Kiba e da liderança da Seita.

Fica séria diante do comentário e, tentando sair de uma conversa que talvez fosse impossível evitar, a Fianna olha pra Dimas e diz:

- Dimas, esse é Sussurros dos Espíritos, nosso outro Theurge, você pode tirar todas as dúvida com ele e juntos chegarem a um consenso sobre a necessidade ou não de reforços para nossa investigação no Hospital.

Mayra sabia das opiniões de Sussurros e entendia as mesmas, porém, ante a partida de Kiba e com o reforço que a matilha recebia, queria saber como as coisas andariam dali em diante.

_________________
Mayra Hildebrand - Voz de Taranis
Hominídeo / Fianna / Ahroun / Tuatha de Fionn
(Aparência 5 / Fúria 7 / Raça Pura 5)
**** Voz do Rouxinol ****
**** Magnetismo Animal ****

Cicatrizes de Batalha
* Cegueira dos Dois Olhos (provocada por um Rastejante Nexus)
* Cicatriz Profunda na altura do abdômen (provocada por um Ancião dos Dançarinos da Espiral Negra)
avatar
Mayra Hildebrand

Mensagens : 429
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ingrid - Vingadores & Agregados

Mensagem  Ingrid Reis em Ter Fev 11, 2014 10:14 am

Sem ter mais o que dizer, Ingrid entra na umbra.

_________________
Ingrid Reis - Elo Espiritual
Impura - Athro - Theurge - Uktena - Devoradores de Demônios
Deformidade de Impura -> Propensa à Crueldade
Qualidades -> Magnetismo Animal
Raça Pura 4
Aparência 5
Fúria 2
avatar
Ingrid Reis

Mensagens : 394
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Esquadrão / Narração — Hominídeo

Mensagem  Balik Samir em Ter Fev 11, 2014 10:19 am

Estava ansioso pelo o que aconteceria naquela reunião. Mesmo sendo dito para não se intrometer nos assuntos políticos da seita, havia aprendido com o último líder que coisas horríveis podem acontecer se confiar plenamente em alguém.

O engomadinho se esforçava, mas os outros não pareciam dar-lhe atenção, somente ouvir não é aprender.

Sentia-se na obrigação de falar, mas foi quando Amanda chegou junto com Sussurros.

Ambos mencionam Asa-Solitária, pareciam saber de algo importante, e seu odor intrigava-me. Ao dirigir-me a palavra, meneio a cabeça positivamente para Sussurros, e imediatamente me desencosto alternando a postura confortável para uma postura mais séria respondendo Amanda: - Perfeitamente. — já podia imaginar o que era, mas com certeza Asa-Solitária não havia me falado, de fato, ainda me perguntava o motivo pelo qual foi embora sem dizer-me uma palavra.


Última edição por Balik Samir em Ter Fev 11, 2014 11:37 am, editado 1 vez(es)

_________________
Hominídeo Ragabash Wendigo - Cliath
Carisma 3
Aparência 2
Fúria 5
avatar
Balik Samir

Mensagens : 130
Data de inscrição : 30/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guardião - Esquadrão da Fúria

Mensagem  Convidado em Ter Fev 11, 2014 11:31 am

Os dois membros anteriormente citados aparecem e Tolerância Zero se apresenta. O outro Theurge pergunta sobre os "reforços'", mas se digna a dirigir a palavra apenas aos membros mais antigos. Dimas evita fazer um julgamento antecipado. Talvez o Uktena estive preocupado com o que a matilha deveria fazer, dadas as informações que ele trouxe.

Quando Mayra lhe dirige a palavra, ele se aproxima dos recém-chegados e estende a mão para cumprimentá-los, primeiro a Tolerância Zero e depois a Sussurro dos Espíritos.

_Boa noite, irmãos. Sim, somos os novos reforços para a Esquadrão. Meu nome é Dimas Soares, Guardião dos Segredos. Theurge Cliath dos Filhos de Gaia.

Ele então se dirige exclusivamente ao Theurge:

_Sua chegada era esperada, depois de relatar o que for necessário, gostaria de saber se você acha que seremos o suficiente para purificar o Hospital ou se precisamos de um Theurge mais experiente. Vejo que você conhece bem o local, mas eu nem faço ideia do que iremos encontrar por lá.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Henker (hominídeo) - Vingadores

Mensagem  Convidado em Ter Fev 11, 2014 11:58 am

O garou se limita a escutar todas as coisas que foram ditas e a tomar notas mentais, e a sorrir quando é falado que eles teriam que desistir da batalha.

Mas decidiu que o momento não era para falar absolutamente nada, aguardaria até que todos estivessem do lado de fora e não iria se demorar mais falando o que não era necessário, sabia sua função e sua matilha sabia quem ele era, agora iria conhecê-lo como um deles.

Se limita a acenar com a cabeça para cada um dos que estavam alí. Já fizeram seu 'discurso' e skald não era sua função, por isso fica em silêncio observando cada um.

Assim quando Ingrid desaparece, ele fica olhando os demais para que pudesse acompanhá-los em seguida.


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Clareira Central

Mensagem  Convidado em Ter Fev 11, 2014 12:29 pm

Ceifador era o terceiro, estava agoniado para um embate e ao escutar as palavras de desistência e combate, sorriu mentalmente, a Theurge não imaginava como era um fenrir e que palavras como desistência não faziam parte do vocabulários dos crias, e era exatamente por isso que ela não era uma fenrir.

Ceifador, pega na mãe de Hrist e caminha em direção aos outros dois companheiros de matilha, soltando levemente a mão da Philodox, não era preciso palavras para dizer que ele a esperava do outro lado, agora sim a guerra viria.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Clareira Central

Mensagem  Iurd Byron em Ter Fev 11, 2014 1:08 pm

Tendo em vista que apenas tinham sido ignorados, Iurd olha para o que ficaram ali e logo em seguida entra na penumbra, assim como os outros.

_________________
Hominídeo - Ahroun - Presa de Prata - Anjos Guardiões - Inimigos da Wyrm - Cabana da Lua
Aparência 04
Raça Pura 05
Fúria 07
Características notáveis: Magnetismo Animal, Coragem Infecciosa
Cicatrizes evidentes: Cicatriz profunda em forma de [ / ] no peitoral
avatar
Iurd Byron

Mensagens : 329
Data de inscrição : 27/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sussurros-dos-Espíritos: Esquadrão

Mensagem  Sussurros-dos-Espíritos em Ter Fev 11, 2014 3:14 pm

O Xamã estava ansioso e misturou todas as informações. Além disso não tinha se apresentado devidamente aos membros novos da matilha (apesar de que só ficou sabendo de todas as mudanças na fala de Mayra).

- Sou Sussurros-dos-Espíritos, Xamã Uktena, Cliath, impuro. Sinto muito não ter me apresentado devidamente antes, mas viemos de uma batalha e ainda não tinha enfrentado vampiros. Nossa Pacificadora tem razão. Não sei como estão as defesas atuais do hospital. Estávamos em uma colméia da Wyrm e deixaremos isso para outro dia. Hoje é dia de Hospital e os últimos a pisar lá foram Mayra e Balik. Temos que confiar nas informações deles

Olhou para Mayra com uma expressão triste:

- Eu tinha aprendido a gostar do Sr. Valentine e sinto muito que não esteja conosco. - evitou comentar que gostou dele depois de receber um fetiche de presente- Espero que ele fique bem. Mas gosto mais de Julian e fico feliz com a mudança. Ele é mais sensato.

Quando ouve as palavras do novo Xamã sente um misto de deleite e ciúmes. Ele estava na única matilha que tinha mais de um Xamã, e isso provavelmente se dava por sua inexperiência. Porém teria mais alguém com quem dividir o fardo de lidar com tantos Guerreiros e Pacificadores com cara de Guerreiros. Esperava que o Filho de Gaia não fosse um bunda mole como o Kor que se submetia a qualquer um para ganhar aprovação.

-Desculpe-me pela confusão Guardião, estou muito feliz em ter mais um Xamã na matilha. Certamente a Doninha o aprovará se tiver coragem. Quanto ao hospital não conheço o ritual de purificação, mas se o Sr Esquecido mão mudar os planos, teremos ajuda de outras matilhas na missão. Pediremos ajuda de uma pessoa que saiba o ritual.

Olhou para os outros membros e fez um aceno de cabeça para todos.

- É claro que se um de vocês souber o ritual tudo será mais fácil. Não ficarei feliz em saber que lidamos com vários Garous que acham que somente Theurges devem saber o toque da Mãe e rituais. Claro que cada augúrio deve se preocupar em fazer sua parte, mas somos uma equipe e todos tem que colaborar.

Olhou fixamente para todos esperando uma resposta, mas já sabia o que diriam. Nenhum deles sabia um ritual sequer e teríamos que pedir ajuda a outras matilhas.

_________________
Theurge Uktena
Aparência 1
Carisma 3
Fúria 2
Característica notável:
Marca de Suspeita (algo parece errado com o Garou atraindo certa desconfiança)
avatar
Sussurros-dos-Espíritos

Mensagens : 80
Data de inscrição : 20/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Yuri Kraken "Sombra-de-Gelo" (Hominídeo) - Henker/ Ingrid / Iurd / Ceifador / Erick / Wolfhere e sua tropa / Guaxinim / Todos na clareira central

Mensagem  Yuri Kraken em Ter Fev 11, 2014 8:02 pm

Era chegada a hora. Todos já sabiam o que tinha que fazer e quem dá a ordem de partida era o Theurge. Yuri deixa escapar um leve sorriso de satisfação. Estava pronto para entrar em combate mesmo sabendo que a tarefa que estava por vir não seria nada fácil. Faria o que estivesse a seu alcance para ajudar a Vingadores.

Ainda com seu arco na mão direita, rasga a película com a outra, como todos os outros e levemente vai adentrando a Umbra. A partir daí, era somente Gaia para guiar todos para que tivessem um bom retorno.

__________
OFF GAME:
Segue na Umbra rasa.

_________________
Yuri Kraken - Sombra-de-Gelo
Ragabash / Hominídeo / Presas de Prata
_________
Aparência 05
Raça Pura 05
Fúria 02
Ascendência Notável / Magnetismo Animal


"Nunca tente conquistar um homem com roupas curtas, conquiste ele sem roupa."
avatar
Yuri Kraken

Mensagens : 100
Data de inscrição : 03/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Kor Yance McDonell (Hominideo) - Mayra/ Dimas/ Dereck / Paulo / Julian / Ingvild

Mensagem  Kor Yance McDonell em Ter Fev 11, 2014 8:42 pm

Ingvild retribui o cumprimento dado e o Senhor das Sombras acena positivamente para mesma mostrando simpatia. Podia sentir de longe exalar testosterona de seu corpo. Nem precisava dizer aquelas palavras, tinha certeza que nos momentos difíceis, o que poderia contar era com sua fúria.

Kor havia acabado de concordar que seria uma ótima ideia fazer o Ritual de Purificação no local, caso conseguissem eliminar todo o mal da Corruptora do mesmo, porém Mayra faz uma observação um tanto quanto pertinente e simples. Teria condições Dimas de realiza-lo com perfeição ou seria necessário buscar alguma ajuda mais experiente? Não que Dimas não tivesse capacidade suficiente para tal tarefa, mas é que era muita coisa em jogo para lidar com as incertezas. Tinham que ter total convicção, e caso desse certo, teria que ter alguém para realizar a purificação com sucesso.

De longe então pode escutar o uivo de Sussuros-dos-Espirítos e Amanda

" E falando nele..."

Não demorou para se aproximarem e quando dirigiu a pergunta se aqueles eram os reforços, Kor acenou positivamente com a cabeça. Iria responde-lo com mais precisão mas Amanda interfere colocando-o a par dos planos e também fazendo sua apresentação. Preferiu evitar a fadiga. Havia falado muito poucos segundos atrás. Mayra logo trata de passar uma régua comentando sobre a fuga disparada de Kiba deixando a liderança para Julian.


Ficou só prestando atenção no diálogo que seguia entre todos ali. Observava cada um dos presentes. Gostava de tirar suas conclusões a partir de seu próprio ponto de vista e não tardaria para que cada um mostrasse o que realmente era.

Era só uma questão de tempo e Kor se mantinha sério e firme.

_________________
Hominídeo - Galliard - Fostern - Senhor das Sombras - Senhores do Cume - "Sopro-da-Tempestade"
_______________
Aparência 05

Fúria 05
Raça Pura 03

Cicatriz no peito num formato [ / ], cabeça em [ | ] e nas costas em [ Z ].




"Diante de uma larga frente de batalha, procure o ponto mais fraco e, alí, ataque com a sua maior força."
avatar
Kor Yance McDonell

Mensagens : 325
Data de inscrição : 28/01/2013
Idade : 27
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tolerância-Zero - Matilha Esquadrão da Fúria

Mensagem  Narrador em Qua Fev 12, 2014 6:25 am

Logo após a fala de Sussurros-dos-Espíritos, Tolerância-Zero, encara o Theurge por alguns instantes e então diz, de forma direta:

'- É uma pena que você pense assim...'

E, com sinceridade, olha nos olhos de Sussurros-dos-Espíritos:

'- Eu não sou de meias palavras e nem quero lhe ofender, mas cada um tem um papel. Cada augúrio tem um papel. Quem cuida da nossa relação espiritual, nos guia nesse caminho, que tem a função de ritualista dentro de uma matilha não é o Ahroun, que são os braços armados de Gaia; não será o Galliard, nosso diplomata e guardião das tradições, não será o Juiz que faz zelar pelo cumprimento do papel de cada Augúrio e nem o trapaceiro questionador. Será o xamã. O espiritualista. Porque ele é treinado para isso. Porque se cada um for bem treinado e cumprir bem o seu papel, as matilhas funcionam. A maioria ainda é Cliath, ainda tem muito a aprender.'

Nesse momento Amanda olha para cada membro da matilha e fala com todos:

'- Todos temos limitações, mas iremos superá-las. Iremos aprender. E que cada um aprenda a ser muito bom no seu Augúrio que nossa matilha será uma das mais gloriosas, sábias e honradas desse Caern. Por vezes, a vida nos faz aprender algo que não é de nosso Augúrio. Como um dom, por uma necessidade. Mas priorizem as especialidades de seus Augúrios, não reneguem suas características raciais e tribais. Sejam bons sendo quem vocês são e assim seremos os melhores.'

Volta-se para Sussurros-dos-Espíritos e fala:

'- Tanto o Ritual de Purificação quanto o dom Toque da Mãe são característicos dos Theurge, embora o Dom também seja reconhecido como característico de algumas tribos. É mais do que natural que ao ter um companheiro ferido, procure-se o Xamã. É natural que ao se encontrar um foco de corrupção que precisa ser purificado, procure-se o Ritualista. Se alguém também pode cumprir esse papel e ajudar, é ótimo, mas o papel de Augúrio é seu e ficar se lamentando, nesse choro contido de que minimiza-se o papel do seu augúrio não levará a nada.'

A Fúria Negra olha para o grupo e diz:


'- Mesmo que Sussurros-dos-Espíritos e o nosso novo irmão tivessem o conhecimento do Ritual acho que uma matilha ou duas de apoio é o mínimo para voltarmos ao local. Não sabemos o que encontraremos lá e depois de tantos problemas e de praticamente uma matilha inteira ter sido dizimada ao ir lá, todo cuidado é pouco. Toda aproximação deve ser cautelosa e a segurança dos membros da matilha deve ser priorizada. Somos uma matilha com maioria de Cliaths, precisamos saber de nossas capacidades, ir até o limite das mesmas e quando necessário não precisamos ter vergonha de pedir ajuda. Se hoje pedimos ajuda, amanhã irão pedir ajuda a nós. É assim o ciclo da vida.'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dereck (hominideo) - Cabelinho de Fogo - Novos chegados

Mensagem  Convidado em Qua Fev 12, 2014 7:38 am

-Ahhh ta... mas e os Hentais!?

O Galliard fica olhando para o ragabash com cara de “Te peguei seu Otaku pervertido” rindo como qm sacaneia um amigo de longa data e então se apresenta para os novos membros de forma geral.

- Dereck Ya Mavmizi, Hominídeos, Cliath, Galliard dos Andarilhos do Asfalto.

E então fica tão somente a observar os novos membros sem os atrapalhar enquanto eles falam o que tinha que falar com a Beta, e ouve toda a explicação de Kor, já ficando enfadado com a demora...

Haviam dados a serem coletados e ele estava longe de um computador decente, só precisava chegar até seu carro, seu notebook para conseguir alguma informação do banco de dados da tribo, mas estavam ali.

Ele cruza os braços e fica imaginando uma forma de sacanaear o Ragabash enquanto o tempo passa.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Guardião - Esquadrão da Fúria

Mensagem  Convidado em Qua Fev 12, 2014 8:20 am

O antigo Theurge da Matilha também não conhecia o ritual. Obviamente o reforço seria necessário. Ele externa sua opinião sobre algum outro garou possuir o ritual. Na verdade, os rituais variam em tipo e alguns se encaixam melhor em determinados augúrios. Quando Dimas sugeriu a Kor fazerem o Rito pelos Falecidos, ele se propôs a ajudar e não a executá-lo justamente por esse ser um ritual mais próximo do augúrio dos Lua Gibosa. Algum Philodox conhecer o Ritual de Purificação não faria mal...

Mas então, Tolerância Zero faz juz ao seu nome e dá um sermão em Sussurros. Ela estava certa. Luna define o papel que cada um irá desempenhar na Nação Garou e cada um deve fazer o seu melhor. No entanto, auxiliar outros augúrios em seu papel não era esquecer do seu próprio... Dimas concordava com praticamente tudo o que a Philodox dizia. Ela estava dando uma verdadeira aula para os recém-chegados, como ele próprio o era. Guardião presta bastante atenção nos ensinamentos de Amanda e concorda meneando a cabeça quando ela diz que hoje precisamos de ajuda e que amanhã nós seremos solicitados para ajudar.

_Concordo plenamente. Mesmo não podendo demonstrar medo devido ao nosso dogma, devemos agir com cautela e sabedoria. De acordo com o relato de Kor e Mayra, todo o cuidado é pouco.

E se voltando a Mayra:

_Já que tem alguém em mente para pedir por ajuda, Voz de Taranis, iremos mesmo precisar.


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Sussurros-dos-Espíritos: Esquadrão

Mensagem  Sussurros-dos-Espíritos em Qua Fev 12, 2014 1:44 pm

A Legisladora (será chamada assim à partir de agora pois Pacificadora não condiz com seu papel) tinha ficado em silêncio desde o momento que saíram da colméia, e de uma forma que muitos considerariam sábia apenas observava tudo e a todos. Quando de repente desatou a falar. Uma enxurrada de ensinamentos que poderiam ser muito úteis para um filhote recém incorporado aos Garou. Não só não era o caso ali, como o Xamã não acreditava na sabedoria dela. Na sua opinião claramente ela guardava seus comentários para hostiliza-lo. Escutou em silêncio a fala dela, em respeito ao posto mais elevado. E só por ele que maneirou sua resposta.

- Você está certa em emitir sua opinião Fúria Negra, e respeito a sabedoria do seu posto e do seu augúrio. Infelizmente já estou cansado de ser mal interpretado. Eu disse que saber um dom de cura seria útil para qualquer Garou. Mas não me omiti e já o aprendi para o benefício de todos nós. Você é uma lutadora tão boa quanto qualquer Guerreiro e se souber alguns dons específicos deles não haverá desperdício.

Olhava para todos ali. Em especial para o novo Xamã e o Trapaceiro, esperava mais compreensão deles do que dos outros.

- Se um Trapaceiro souber falar com espíritos será beneficiado, se um Guardião das Canções conhecer a lei Garou será beneficiado. Todos nós seremos beneficiados. Não quero chorar sobre não conhecer um ou outro ritual, apenas não quero que a matilha seja relapsa e todos fiquem esperando apenas por mim para que as coisas andem.

Teve que se conter para não bufar ou olhar com desprezo para a Fúria Negra. Também era difícil esquecer o cheiro de seu corpo quando andou de moto colado nela. Esperava que ela não tivesse percebido sua ereção involuntária. Era possível odiar e desejar uma pessoa ao mesmo tempo?

_________________
Theurge Uktena
Aparência 1
Carisma 3
Fúria 2
Característica notável:
Marca de Suspeita (algo parece errado com o Garou atraindo certa desconfiança)
avatar
Sussurros-dos-Espíritos

Mensagens : 80
Data de inscrição : 20/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Tolerância-Zero - Matilha Esquadrão da Fúria

Mensagem  Narrador em Qua Fev 12, 2014 2:37 pm

A Fúria Negra seguia encarando o Uktena. Seu olhar tinha uma desconfiança enquanto analisava cada palavra dita pelo Theurge e, então, Amanda o responde:

'- Eu também já estou cansada de muita coisa, Sussurros-dos-Espíritos, e acho que você não entendeu o que eu quis dizer. Pode ser bom se alguém tomar a decisão individual de aprender algo que não seja de seu Augúrio, pode ser. Seria ótimo mais Garous que curem na matilha. Mas o tempo é curto. Você tem muito o que aprender como Theurge. Eu tenho muito o que aprender como Philodox. O Sem Lua tem muito o que aprender como Ragabash. Todo aprendizado consome tempo e eu insisto que a prioridade deve ser o aprendizado das proeficiências de cada Augúrio.'

A Philodox olha para o Theurge e segue falando:

'- Que bom que você aprendeu o Toque da Mãe. E se não tivesse aprendido para aprender outro conhecimento importante para seu Augúrio caberia a todos nós compreender. Você é um Theurge, não um mero curandeiro, e isso tem que ficar claro para todos. Do mesmo modo que tem que ficar claro para você que curar e purificar são características comuns aos Theurges. Eu poderia ter aprendido o Ritual de Purificação, mas não aprendi porque tinha inúmeros Ritos de Punição para aprender. Como você notou, eu sei lutar. Aprendi com a vida, não por opção. Aprendi para sobreviver depois de ver meus pais morrerem na minha frente e passar anos sendo caçada junto com o que restou do Caern onde eu vivia por malditos caçadores. Aprendi ainda filhote e demorei muito mais para chegar ao meu posto pois tive que recuperar o tempo em que aprendi a sobreviver e não tive quem me ensinasse nem o que eu era e muito menos qual a minha função.'

A Meia-Lua olha para todos e comenta:

'- Eu não desejo isso a nenhum de vocês.'

Olha novamente para Sussurros-dos-Espíritos e diz:

'- Eu não quero que pense que eu estou pegando no seu pé. Não vou mentir, algo em você, não sei porque, me soa estranho. Mas eu quero passar por cima disso. Porém, não vou fugir aos meus princípios e ficar calada com uma visão que eu considero equivocada. Não acho ruim que Garous adquiram conhecimento que os torne mais capazes e que ajudem a matilha, porém, a responsabilidade prioritária de cada um aqui é com seu próprio Augúrio e, naturalmente, quando precisarmos de um Theurge iremos recorrer a você. E se você não souber, saberemos que você assim como todos nós tem muito o que aprender e vamos buscar uma solução. Tal qual com qualquer outro aqui de qualquer outro Augúrio.'

A Juíza mantém o olhar nos olhos de Sussurros-dos-Espíritos e encerra dizendo:


'- Consegue entender o que estou dizendo?'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dereck (hominideo) - Os dois brigões

Mensagem  Convidado em Qua Fev 12, 2014 5:19 pm

- Eu tenho certeza de que ele consegue entender, afinal, ele é estranho, mas não parece ser burro, não é mesmo?

O galliard finalmente levanta a voz para falar, já que Kor entrara em um silêncio de rádio incompreensível para que acabou de recitar uma ode à noite anterior.

- Você é a juiza, deve julgar, vc é o xamã, deve... eu não sei bem o que vc deve fazer pq o espiritual não é meu forte, mas eu devo apaziguar, e aquele punheteiro alí...

Ele aponta para o Cabelinho de Fogo

-... é, vc mesmo, consumidor voraz de Hentai... deve fazer todo mundo olhar para o teto e ver que eventualmente tem uma ou duas telhas de vidro, então pq não analisamos isso de uma maneira mais pró ativa? Acredito que seria interessante que esse papo fosse trocado em um momento em que não nos preparamos para ir ao local que tanta tragédia trouxe à esta matilha? De acordo?

Ele dá uma piscada para a Fúria Negra, afinal, ela falara das funções de cada um, e a função do galliard era exatamente amainar aquela situação.

- Então que tal vcs me encherem de informação, para qndo nós sairmos desse santurário da Wyld, eu perguntar alguma coisa pra Weaver que possa nos ajudar, hein?

E dito isso, o garou saca seu celular, e fica olhando de um para o outro com uma cara de genuína curiosidade e um sorriso no rosto... que sutilmente some quando ele olha para a cara do Uktena.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Mayra - Esquadrão

Mensagem  Mayra Hildebrand em Qui Fev 13, 2014 6:32 am

Manter a calma na atual situação não era simples. Julian voltara, Kiba partira, a liderança da matilha estava nas mãos de quem Mayra não confiava que iria deixar seu ego em segundo plano para colocar a matilha como prioridade e, para coroar tudo, brilhava uma Lua Cheia no céu, incitando a fúria em seu coração. A Fianna cerra os punhos ao ponto de suas unhas ferirem a palma de sua mão, mas sem grandes danos, apenas ajudando a Ahroun a manter o importante autocontrole. Diante da inútil discussão do Theurge com a Philodox, Mayra diz:

- Eu acho que seria agradável para todos que o conselho dado pelo nosso Galliard fosse seguido. Cada um sabe da sua função, cada um sabe do seu desenvolvimento, mas agora é hora de focarmos no que realmente é importante e isso é a nossa missão de daqui a pouco.

Fala olhando ora pra Sussurros, ora pra Amanda. Queria que aquele bate-boca tivesse um ponto final e, acreditando que tinha sido clara, volta sua atenção para Dimas e comenta:

- Eu tenho algumas ideias de quem podemos chamar para nos ajudar, mas primeiro precisamos resolver as pendências com relação ao totem da matilha. Se Sussurros e Amanda concordarem em encerrar as discussões para focarmos nas tarefas que temos pela frente seria oportuno que fizesse a conjuração de nosso Totem para que ele os abençoe.


Assim que termina sua fala, a Fianna limpa as marcas em suas própria mão, distraindo-se um pouco. Mesmo tentando ser carismática e conseguindo com esforço manter seu autocontrole, Mayra não tinha o mesmo brilho no olhar e na voz que tinha antes de encontrar com Julian. Aquele encontro a abalara e nem toda a capacidade de boa expressão ou de esconder os sentimentos do mundo conseguiram fazer aquela Fianna esconder que algo dentro de si a incomodava bastante.

_________________
Mayra Hildebrand - Voz de Taranis
Hominídeo / Fianna / Ahroun / Tuatha de Fionn
(Aparência 5 / Fúria 7 / Raça Pura 5)
**** Voz do Rouxinol ****
**** Magnetismo Animal ****

Cicatrizes de Batalha
* Cegueira dos Dois Olhos (provocada por um Rastejante Nexus)
* Cicatriz Profunda na altura do abdômen (provocada por um Ancião dos Dançarinos da Espiral Negra)
avatar
Mayra Hildebrand

Mensagens : 429
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Hominídeo — Narração/ Esquadrão

Mensagem  Balik Samir em Qui Fev 13, 2014 7:50 am

Meus olhos fitavam Amanda aguardando-a, mas ela começa um embate querendo decidir o que cada um ali presente deve aprender. Como disse no início da noite: Esta lua cheia ainda vai arrancar a besta de um.

Talvez isso tenha funcionado para ela, mas não era uma verdade absoluta. Eu mesmo já havia conhecido um mestre ritualista philodox, ao qual me ensinou o que eu sei, e um gualliard gago, mas este eu não faço a menor ideia de como se saiu, mas se Gaia quis assim ele tinha que dar seu jeito.

Estava ponderado se valia a pena entrar no embate ou não, quando noto o posicionamento rápido dos outros, o negão tentava fazer piadas, mas a lua não estava para piadas.

Péssima escolha.

Adoto imediatamente um caráter de prontidão, ouvi rumores sobre garous que se mataram ontem por causa de uma piada na hora errada, se fosse agir a hora era agora.

Mayra, espantando-me, foi sucinta e breve falando de forma clara e sensata. O que me impressionou, ela estava mais controlada do que costume. Teria a dor ter sido um trunfo para o auto controle? A resposta estava em sua mãos, já havia notado aquele gesto, e este era sei gatilho.

Em súbito gritei, para que pudesse me fazer ouvir por todos ali presentes, receoso que alguém voasse em minha garganta:

- Ei! — aguardei todos me olharem com aquela cara de indagação de cachorro que não entendia o motivo de seu amigo trazer a ração da qual ele não gostava, de novo — Basta. Adiemos os ensinamentos de Tolerancia-Zero para quando estivermos em nosso ponto de encontro.

- Agora, iremos convocar nosso totem.
— mostrando a palma da mão em gesto que o theurge responsável podia adiantar-se ao centro. Voltando a fitar um a um, dei prosseguimento:

- Temos ordens claras para que quando Esquecido voltar esteja tudo pronto e que todos saibam sobre a missão, e seus papéis, para que não percamos tempo. Assim que a cerimônia acabar iremos retomar a conversa sobre o hospital e a missão desta noite.

Engoli o "de acordo?" no final. Em outros momentos talvez pergunta-se, mas não neste. Todos deviam estar, ou não seguiriamos com nossos afazeres.

_________________
Hominídeo Ragabash Wendigo - Cliath
Carisma 3
Aparência 2
Fúria 5
avatar
Balik Samir

Mensagens : 130
Data de inscrição : 30/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guardião - Esquadrão da Fúria

Mensagem  Convidado em Qui Fev 13, 2014 7:50 am

Luna estava cheia no céu. Isso significava que os ânimos dos Garou, independente de seu augúrio, estavam abalados. O presente de Luna, a Fúria, era uma faca de dois gumes e qualquer comentário ou olhar torto poderia servir como estopim para que uma briga começasse. Principalmente em uma Matilha formada por estranhos na qual praticamente ninguém se sentia próximo do outro, pelo menos a maioria...

O Galliard viciado na Weaver e Mayra tentam aplacar a discussão que havia começado entre Tolerância Zero e Sussurro dos Espíritos. Discussão que se iniciara devido à pergunta de Dimas e ele desejou ter perguntado em segredo para o outro Theurge. Guardião dos Segredos sabia que a tarefa dos Filhos de Gaia ainda estava longe de ser concluída. Quando é que irmãos que estão do mesmo lado da batalha vão aprender que brigas entre si não leva a nada? Mas uma discussão entre irmãos também era normal, certo? Afinal, estavam tentando ser uma Matilha. Aquilo só não poderia sair de controle e virar algo maior.

Mayra dá sua palavra final, certamente os dois não discutiriam mais. Dimas acena com a cabeça afirmativamente quando ela se refere à conjuração do Totem e ele ia responder, mas viu que ela limpou sangue das próprias mãos e achou prudente ficar calado. Os ânimos ali estavam por um fio e ele achou melhor chamar a atenção de todos para um foco diferente, algo que os unia e os tornavam uma Matilha.

Então Balik dá seu veredicto, terminando de vez a discussão e mostra ao Theurge o centro do círculo. Dimas se adianta, pega sua bolsa dedicada que comportava diversos objetos e a deita no chão, aberta. Ele então afasta algumas folhas do chão e deixa o colo de Gaia à mostra. Na terra, ele escreve um glifo de conjuração e esfarela algumas folhas secas nos contornos do glifo. Em seguida, ele pega um isqueiro e, enquanto murmura um mantra específico, acende uma ponta do rastro de folhas que logo se queima por completo, dando ao fogo o formato do glifo. Como a Doninha era um Totem de Guerra, Dimas achou que o fogo seria o elemento mais indicado. Enquanto as folhas no glifo se consumiam, ele murmurava:

Oh brava Doninha que nos abençõa
Implacável e destemida no caçar
Atenda ao chamado de seus filhos
A Esquadrão da Fúria está a lhe chamar



O Theurge murmura os versos do mantra até ver que o espírito atendeu ao chamado.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Paulo Pereira - Mayra - Dimas - Dereck - Kor - Esquecido - Balik - Ingvild - Sussurros dos Espíritos - Tolerância Zero

Mensagem  Paulo Pereira em Qui Fev 13, 2014 8:18 am

As conversas transcorrem entre Ingvild, Mayra, Dimas, Sussurros e a Philodox, que como o nome já dizia, tinha tolerância zero para as palavras de Sussurros. Tudo que o Theurge dizia, a Philodox rebatia e com força. Era como se uma criança tentasse ter argumentos contra um adulto mais desenvolvido e sobre um assunto do qual o tal adulto tinha mais conhecimento. Mas Cabelinho ouvia a Philodox e poderia utilizar suas palavras para ele mesmo.

Cabelinho fica quieto diante das palavras de todos e fica apenas observando. Alguns pareciam mais quietos que outros, Balik, por exemplo, quase não falava, outros falavam mais e pareciam se sentir mais “em casa” ali, como Dimas. Enquanto pensava nos quesitos dos membros ali, Dereck o interrompe e faz com que o Ragabash desse um imenso sorriso, dizendo:

-Você me pegou Dereck.....droga!

E riu junto com ele. O cara parecia bem legal, assim como Dimas.

Dimas, Sussurros e a Philodox conversam sobre o plano que levaria outro Theurge mais experiente para purificar o local, um hospital pelo visto. Cabelinho sabia dois rituais apenas, mas eles pareciam pouco ou nada utilizáveis no momento. Sussurros tenta se defender e parecia querer a ajuda dos outros em sua conversa, ou Cabelinho estava errado? A Philodox o rebate novamente.

Quando Amanda diz que não desejava o que aconteceu ao passado dela aos garous atuais, Cabelinho não conseguiu encará-la. Abaixou a cabeça e se identificou com ela. Afinal de contas, ele não sabia nada de seu passado. Só sabia o que lhe ocorrera há um ano, mais nada. Poderia ter passado aquilo que ela passou e nem ao menos sabia disso.

Dereck responde a Philodox e aponta Cabelinho como sendo um punheteiro hentai. A reação de Cabelinho é instantânea e ele coloca as mãos no peito como tentando se proteger, balança a cabeça e diz:

-Sou nada disse não....tu tá me estranhando Dereck?

Era até uma cena engraçada. Cabelinho se aproxima de Dereck e dá um encontrão amistoso nele, rindo depois. Mayra concorda com Dereck e desejava seguir logo para a missão, primeiro teriam que ter a benção da Doninha e Cabelinho estava super ansioso com isso. Ele meneia a cabeça positivamente enquanto olha para Mayra como se ele fosse o homem mais sábio dali e ela estivesse falando apenas verdade. Mas na realidade, ele queria mesmo era ver a Doninha.

Balik então, pela primeira vez desde que chegara consegue formular uma frase com mais de duas palavras. E foram palavras boas. Era hora de ver a Doninha. Dimas então começa a falar algumas coisas, escrever uns negócios no chão e Cabelinho se enchia de excitação para ver o totem da matilha. Sua ansiedade era muito maior do que a fúria de todos os presentes.

_________________
Roedores de Ossos - Ragabash - Hominídeo - Cliath
16 anos
Carisma 4
Aparência 2
avatar
Paulo Pereira

Mensagens : 278
Data de inscrição : 31/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Clareira Central

Mensagem  Convidado em Qui Fev 13, 2014 9:14 am

Definitivamente Ingvild achava engraçada a discussão, era uma rebate daqui, outro dali e assim achava cômica a chegada de novos integrantes dessa forma, com debates calorosos entre Theurge e Philodox. Espera, isso mesmo, ela pensava, um Philodox.

POis então, já ão tinha nada a acrescentar ou falar, apenas estava ali esperando o desfecho.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Tolerância-Zero | Doninha - Matilha Esquadrão da Fúria

Mensagem  Narrador em Qui Fev 13, 2014 3:48 pm

Depois dos comentários de Balik e Mayra, Amanda ainda encara o Theurge por alguns instantes e, por fim, olhando para os dois mais antigos da Matilha, fala:

'- De acordo.'

A Philodox fica séria e, em pouco tempo uma mau humorada Doninha surge rompendo a Película e se manifestando no plano físico enquanto diz:


'- Quem ser estranho que chamar Doninha?'

avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Guardião dos Segredos - Doninha/Esquadrão da Fúria

Mensagem  Convidado em Qui Fev 13, 2014 4:13 pm

Guardião dos Segredos para com o mantra quando vê a Película sendo perfurada e o Totem chegando ao Mundo Físico. Quando ela indaga sobre quem a chamou, Dimas, sem conhecer ainda todos os poderes da Doninha, faz uma reverência ao Totem e responde na língua dos Espíritos:

_Grande e destemida Doninha, quem te chamou fui eu, Guardião dos Segredos, Theurge Cliath dos Filho de Gaia e recém chegado à sua Matilha. Te chamei em pedido de seus mais antigos filhos para que você nos abençoe e nos aceite também como seus filhos se por acaso formos merecedores.

Dimas notou que o espírito não vinha tão solícito assim, já que era mais difícil conjurar um avatar de Totem, principalmente um espírito com o qual nunca tinha se relacionado antes.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Sussurros-dos-Espíritos: Esquadrão e furão superdesenvolvido

Mensagem  Sussurros-dos-Espíritos em Qui Fev 13, 2014 4:56 pm

Ouviu a Fúria Negra falar mais uma vez e decidiu estar cansado de discutir com ela. Sustentou o olhar dela e apesar da fúria que agitava em seu peito optou pelo silêncio. Observou que o andarilho do asfalto o chamou de burro, mesmo de brincadeira isso era uma decisão errada no meio de uma discussão. Que tipo de membro a matilha estava recebendo? Se todos realmente concordassem com Tolerância Zero só porque não aguentavam mais ouvir ela falando, bem ele se calaria também.

Mayra e Balik foram mais ponderados. Por um momento Sussurros se perguntou se Gaia não tinha extirpado os membros fracos da matilha no Hospital, fortalecendo Mayra e Balik, e preparando a matilha para receber outros melhores! Seu raciocínio teria lógica se não fosse aquele Garou de cabelos vermelhos e aparência patética. Não, decidiu, isso não teve nada a ver com Gaia...

Então o novo Xamã invocou a Doninha, tinha muito a provar pelo visto e não esperou por Sussurros. Quando o espírito chegou finalmente seu coração se apaziguou. Ele já tinha contribuido com a energia do totem e tinha prazer em estar em sua presença.

-Bela Doninha, temos muitos Garous que desejam se unir à sua matilha. Olhou para Guardião dos Segredos com um olhar de aviso - estávamos justamente lhes explicando seu dogma de não demonstrar medo. Todos eles sabem que devem respeitar um grande e sábio espírito como você.

_________________
Theurge Uktena
Aparência 1
Carisma 3
Fúria 2
Característica notável:
Marca de Suspeita (algo parece errado com o Garou atraindo certa desconfiança)
avatar
Sussurros-dos-Espíritos

Mensagens : 80
Data de inscrição : 20/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Clareira Central

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 40 Anterior  1, 2, 3 ... 21 ... 40  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum