[CAERN] Templo da Justiça

Página 16 de 19 Anterior  1 ... 9 ... 15, 16, 17, 18, 19  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Amanda Ross (Hominidea) - Todos na Cena / Sylvia

Mensagem  Amanda Ross em Seg Mar 23, 2015 12:28 am

Boom ainda estava revoltada, mas nada podia fazer. Aquela Seita estava se mostrando uma enorme piada, uma piada sem graça.

As palavras de Aman fazem a Andarilha limpar as lágrimas, mesmo que superficialmente, e seguir na direção de onde cometeriam o maior dos crimes contra a razão e a justiça, e olha que Amanda nem era uma Philodox, não precisava ser para ver o quanto tudo aquilo era errado.

As palavras de todos eram fortes, uma pior que a outra. As de John, fizeram Boom ter vontade de voar no pescoço dele e arrancar-lhe a vida de uma vez por todas. Não achou que conseguiria querer matar o maldito, mas agora conseguia, com toda certeza conseguiria.

Boom via que a Pedra continuava a circular e, na intenção de acabar logo com isso pega a Pedra. A boca se abre, mas palavras não saem de inicio. Não sabia o que falar de Sylvia, alguém que mal conheceu, mas que nunca lhe fez mal.

A Andarilha morde o lábio inferior e diz:

- Que isso te sirva de lição tia... Pra quem quebra a Litania não tem final feliz... Desculpe...

Amanda não resiste em pedir perdão pelo que fazia. Pro inferno se recriminassem seu gesto ou que ela fosse punida. Achava aquilo tudo uma enorme palhaçada enquanto o verdadeiro culpado de todo aquele inferno ainda conseguia rir da desgraça da Theurge. Boom faz o símbolo na pedra e passa adiante como quem jogava fora algo visivelmente indesejado.

_________________
Boom - Andarilha do Asfalto - Hominidea - Ragabash - Dires Ultimae
Aparência: 3
Carisma: 2
Fúria: 2
Gnose: 3
Defeitos Notáveis: Marca do Predador.
Idade: Aparentemente 19 anos.
Altura: 1,70
Peso: 62kg

''Vou abrir a caixa do quanto eu me importo! Hm, espera aí... Está vazia!''
avatar
Amanda Ross

Mensagens : 201
Data de inscrição : 19/05/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Todos no Templo da Justiça

Mensagem  Narrador em Seg Mar 23, 2015 7:29 am

A pedra seguia de mão em mão, fazendo Sylvia passar pelas mais diversas humilhações.

OFF GAME: Galera, não tem ordem específica ou por matilha. Podem postar atuando na pedra assim que tiverem oportunidade para que possamos seguir com a cena.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Boom

Mensagem  Narrador em Seg Mar 23, 2015 7:30 am

Boom ouve Steven em sua mente:

'- Desculpa? Sua idiota, pedir desculpa num ritual de punição é motivo pro Juiz começar tudo de novo e você ter que passar por isso novamente! Será que não vai aprender nunca a levar as coisas a sério?'

A Andarilho não via o Senhor das Sombras dessa vez, mas podia ouvir o tom de esporro dele falando consigo em sua mente.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Templo da Justiça

Mensagem  Ragnar em Seg Mar 23, 2015 8:29 am

Ouviu mais e mais asneiras de sua nova matilha... A cada nova acusação de um ou outro membro da matilha em pensamento lhe vinha um PUTA QUE PARIU...

A sua vontade era de se manifestar e pedi para os juízes se poderia dar um soco na cara de cada um dos bocabertas bundões que estavam ali...

Em pensamento espancava cada um deles de uma forma diferente, mas infelizmente sabia que não o poderia fazer... Sua única saída agora era tentar de alguma forma arrumar a merda que era aquela matilha... Pensou que seria praticamente a mesma coisa que treinar novos garous, mas lembrou de quem se tratava e lembrou que aqueles tempos não eram nada comparados ao trabalho que teria que fazer agora...

Ragnar estava muito puto vendo todos eles se acusando e o pior... Aparentemente era normal para esta matilha o fato de dois garous estarem aos amassos... Já não sabia mais nem o que fazer... Aguardava "ancioso" para poder fazer algo quando tudo aquilo acabasse...
avatar
Ragnar

Mensagens : 87
Data de inscrição : 28/08/2013
Idade : 27
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bil - Todos

Mensagem  Severino de Araújo em Seg Mar 23, 2015 8:38 am

Era a vez do jovem Uktena. Ele pega a pedra e a pinta enquanto profere suas palavras.

"- Enquanto Gaia era atacada você preferisse a luxúria. Ignorando nossas leis jogasse sobre todos nós a desonra e a desconfiança. Foi egoísta e sem juízo e, por isso, eu  lhe repudio. Que Gaia tenha pena de você."

Bil é firme em suas palavras e mostra convicção no que diz à Senhora das Sombras. Nada era pessoal. Embora não fosse um tradicionalista, Bill sabia da importância das leis e que elas não estavam ali a toa. Ignorá-las era um erro.

_________________
Severino de Araújo (Bil)
Lapada-na-Escuridão
Ahrou - Cliath - Uktena - homínideo
Aparência 2
Glória 3
Honra 1
avatar
Severino de Araújo

Mensagens : 96
Data de inscrição : 13/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Lilibeth Vestrich

Mensagem  Lilibeth Vestrich em Seg Mar 23, 2015 10:58 am

Todos no Caern ouvem o uivo de apresentação de uma garou:

-Lilibeth Vestrich, Sussurros de Danu, Hominídeo, Fianna, Galliard, Cliath. Chegando pela entrada sul do Caern para se apresentar à Matilha Arautos do Trovão.

_________________
Sussurros de Danu - Fianna - Galliard - Hominídeo - Cliath
Qualidades: Voz de Rouxinol - Magnetismo Animal
Carisma: 4
Aparência: 4
Raça Pura: 2
avatar
Lilibeth Vestrich

Mensagens : 79
Data de inscrição : 06/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Amanda Ross (Hominídea) - Todos na Cena / Bil

Mensagem  Amanda Ross em Seg Mar 23, 2015 12:35 pm

Amanda ouve a voz de Steven como se estivesse logo ao seu lado. Naquele instante, a Andarilha se esquece que o Ahroun estava morte e rosna para o Garou ao seu lado.

- VAI AMOLAR OUTRO!

Acabou sendo Bil, o Uktena Ahroun. A Andarilha, visivelmente envergonhada, diz:

- Quer dizer... Você não me amola... Quer dizer... Ah... Esquece... Desculpa.

_________________
Boom - Andarilha do Asfalto - Hominidea - Ragabash - Dires Ultimae
Aparência: 3
Carisma: 2
Fúria: 2
Gnose: 3
Defeitos Notáveis: Marca do Predador.
Idade: Aparentemente 19 anos.
Altura: 1,70
Peso: 62kg

''Vou abrir a caixa do quanto eu me importo! Hm, espera aí... Está vazia!''
avatar
Amanda Ross

Mensagens : 201
Data de inscrição : 19/05/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Templo da Justiça

Mensagem  Danniel Jacks em Ter Mar 24, 2015 9:05 am

Danniel - Todos

Danniel ouve seu "julgamento" e fica quieto, sua sentença fora escrota e ele discordava totalmente e apesar disso fica quieto porém as punições de Aman e de Sylvia eram mais grotescas, principalmente a de Sylvia. Uma punição eterna, dever favores e ainda ser humilhada por toda seita mais uma vez, aquilo era justiça? Enquanto que o garou responsável de verdade iria apenas morrer?

O Fianna não era um juiz e talvez fosse por isso que aquela situação não parecia justa aos olhos do garou e isso fazia com que sua opinião sobre aquela seita e sobre aqueles que a comandavam fosse totalmente alterada, respeitava os caras e agora, pouco se importava pra eles, eram um bando de cuzões, principalmente Sagittarius, se deixando serem influênciados por um garou desesperado e a beira da morte.

O escárnio começava e o Ahroun observava um bando de garou que já haviam cometido tal quebra da litania e jogando aquilo na cara da Theurge, bando de porcos hipócritas, ao passarem a pedra para o Garou, ele a pega com uma mão, olha para sua matilha e não a reconhece, como podiam concordar com aquilo? Olha para os Juízes, os encara por um instante com um olhar agressivo mas logo desvia e por último olha para Sylvia, então apenas diz:


-'De mim não.'

Ele passa a pedra para o próximo garou e cruza os braços, não levaria a sério o julgamento daqueles que ali estavam. Tolerância Zero? Onde já se viu se incomodar com as palavras bolas sendo referidas à masculinidade e hombridade e não se incomodar com um garou que matou vários chamando uma garou de vagabunda? Só podia ser perseguição, talvrz sua tolerância não fosse tão zero já que vagabunda pode. Era uma juíza? Não, era uma piada.

Sagittarius não precisava nem falar, deu a morte ao membro de sua tribo para livrar o garou do sofrimento, era tão patético quanto John. E o senhor das sombras, aquele ali com certeza tinha inveja de Sylvia por tudo que ela conquistou, por ter sido ela a matar a theurge da Legião, era mais um imbecil.

Talvez fosse chegada a hora de fazer juz a seu nome e voltar a ser um Forasteiro em outras terras, aquela seita não era nada mais que uma decepção naquele momento.

_________________
Hominídeo - Ahroun - Fianna - Irmandade de Herne
Aparência 05
Raça Pura 05
Fúria 05
Característica marcante: Voz do Rouxinol
avatar
Danniel Jacks

Mensagens : 359
Data de inscrição : 27/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Todos no Templo da Justiça

Mensagem  Narrador em Ter Mar 24, 2015 10:38 am

No exato momento em que Danniel se recusa a participar do ritual e, não contente, toca a pedra e passa a diante e diz não, todos os meia-luas presentes erguem seu braço em sinal de que o ritual estava suspenso. Era uma suspensão temporária pois, se nada fosse feito, o rito haveria se quebrado. A autoridade do juiz fora contestada com uma ação em meio a um ritual de punição e isso era gravíssimo.

Ira-de-Thor, líder da Seita, se manifesta:

'- A autoridade é sua Sagittarius, faça o que tem que ser feito.'

Os juízes uivam todos em apoio ao Juiz da Seita imediatamente. O clima fica ainda mais pesado e muitos olhares de reprovação caíam não apenas sobre Danniel, mas sobre a matilha Arautos do Trovão. A Justiça Garou era muito tradicionalista e não admitia insubordinações e questionamento de julgamentos, em especial no meio de um Rito de Punição. Sagittarius dá dois passos para frente, encara Danniel e fala com o Fianna em tom sério:

'- Por ainda em punição e com sua honra sob xeque, recusar-se a participar de um Ritual sem autorização da Seita para tal, por desonrar ainda mais sua matilha, expondo toda ela à vergonha que advém de sua atitude, por não respeitar a Justiça de Gaia e a hierarquia da Seita, destituo-o da liderança da Matilha Arautos do Trovão. Por não respeitar e aceitar o resultado do julgamento feito neste templo o proíbo de participar da caçada de Punhos-de-Aço. E...'

O juiz pega um pote e dele tira um pó cinza, apontando para Danniel e falando:

'- Porque tua insubordinação provou que és do sangue do chacal, deixa tua voz proclamar tua verdadeira raça!"

Danniel recebia ali a Voz do Chacal. Dali em diante Danniel falará por meio de ganidos anasalados, agudos, esganiçados e irritantes até o mestre do ritual revogar o castigo. Os bônus referente a voz se perdem e mais uma mancha recai sobre o Garou.

Sagittarius volta ao seu lugar, olha para Severino e para Ira-de-Thor. O Fenris concorda com a cabeça e o juiz diz:

'- Severino Araújo, Lapada-na-Escuridão, és o novo líder da Arautos do Trovão.'

Severino não era Fenris e era um dos poucos membros da matilha que não tinha passado pela missão desastrosa. Provavelmente esse fora o critério do Juiz para decidir rapidamente o novo Alfa da matilha. O Juiz então indica que o ritual seguisse e o escárnio de Sylvia prossegue, passando pelos Garous que ainda não haviam falado.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Templo da Justiça

Mensagem  Pedro coração-sereno em Ter Mar 24, 2015 12:28 pm

Pedro havia ficado paralisado com a punição de Flávio, uma coroa que o mataria se ele entrasse em Fúria para um Ahroun em tempos de guerra era o mesmo que a morte, em um julgamento de batalha ele poderia viver... Pedro volta de cabeça baixa para perto de sua matilha, absorto em seus pensamentos ele procurava em sua mente uma forma de fazer com que o Senhor das Sombras não morresse... Pedro já tinha uma idéia, o julgamento da arautos do trovão se desenrola e a única coisa que ele quer é sair dali, a situação era estressante e a forma que aquela matilha se tratava era deplorável, Pedro presta atenção em uma Garou chamada Sylvia, ela havia se deitado com outro Garou por pura luxúria...

"-Se ao menos fosse por amor..."

Pedro sabia que aquilo era um crime contra a litânia, uma pedra do escárnio era passada de mão em mão e quando chega a vez de Pedro ele a segura, respira fundo e diz:

"-Existiu uma época onde não havia pecado, mas então a wyrm corrompeu o coração do homem e o que era amor hoje é luxúria... que com essa punição você não se esqueça que você é um Garou e não apenas um ser humano!

Pedro desenha um glifo de vergonha na pedra e a passa para o próximo, seus pensamentos agora estavam distantes, se arrependia de não ter saído quando viu Yasmine se afastando... ele esperaria o ritual acabar e sairia o mais breve possível....

_________________
Pedro - Coração-Sereno, Cliath, Filodox da tribo dos filhos de gaia.
Aparência 2
carisma 3
Furia 8
Coração calmo, Mentalidade de matilha
Marca do predador
     


"A magia me mantém vivo mais também me enlouquece e eu tenho que salvar você mas quem é que me salva, me perdoa pelo que eu possa fazer quando não lembrar de você..."
avatar
Pedro coração-sereno

Mensagens : 137
Data de inscrição : 25/08/2014
Idade : 23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bil - todos

Mensagem  Severino de Araújo em Ter Mar 24, 2015 3:29 pm

Bil estava quieto acompanhando o desenrolar do ritual quando a Garou de cabelo azul rosna para ele. O Uktena apenas olha para a ragabash com estranhamento e sem entender suas primeiras palavras. Logo ela começa a se desculpar não sabe por que e ele resolve voltar sua atenção novamente para o ritual.

Nesse momento, para sua surpresa, ele vê o Alfa questionar o julgamento realizado pelo juíz da seita. Um pequeno gesto, mas cheio de significado e que provocou a interrupção imediata do rito. Bil apenas olha para o Fianna tentando entender o motivo daquilo tudo até que Sagittarius assume a palavra e afunda a matilha ainda mais no buraco em que estava. A autoridade é reafirmada e o alfa destituido de seu posto. Além disso, recebe mais um castigo: a voz do chacal.

Quando essa cena acaba Bil percebe que o juiz da seita o observa e antes que pudesse esboçar qualquer reação ele é designado como o novo Alfa da matilha. O Uktena não consegue mexer nenhum músculo de seu corpo, estava paralisado. Surpreso e paralisado. Sua pele de sertanejo queimada de sol, provavelmente, ganhou uma coloração mais pálida diante da novidade. O ambiente era puro silêncio para o pernambucano que não conseguia enxergar mais nada a não ser a face de Sagittarius. E é olhando para os olhos do juiz que seu cérebro, processando tudo o que estava acontecendo, mostra que eram momentos como aquele em que os Garou eram separados dos filhotes. Severino não era mais um filhote e em segundos seu semblante muda do espanto inicial para a convicção de encarar o novo desafio. Não olha para seus companheiros de matilha, meneia positivamente para o juiz e continua a acompanhar o desenrolar dos fatos.

_________________
Severino de Araújo (Bil)
Lapada-na-Escuridão
Ahrou - Cliath - Uktena - homínideo
Aparência 2
Glória 3
Honra 1
avatar
Severino de Araújo

Mensagens : 96
Data de inscrição : 13/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[CAERN] Templo da Justiça - em Hominídeo

Mensagem  Michell Corbeill em Ter Mar 24, 2015 10:00 pm

Interações com o Julgamento do Templo da Justiça.
Em Hominídeo

O final de todo aquele pesadelo chega. Os dois últimos Andarilhos da Arautos tinham sido isentos de qualquer acusação, as o restante havia recebido duras penas. Michell fita Sagittarius, em seu posto de Juiz de Seita. Ele era um Garou respeitado na Seita, deveria saber exatamente o que estava fazendo. As punições poderiam parecer muito pesadas ao ver de alguns, mas o Theurge sabia muito bem o peso que seu irmão tribal estava levando nas costas. Uma punição abaixo do devido, para a ótica de alguns, poderia simbolizar um novo caos no CAERN. Desta vez, um caos interno.

Aman libera uma mensagem motivacional, apesar de sua pena a Peregrino se mostrava confiante e isso era bom. Ainda eram uma matilha, mesmo depois de todos os problemas, e ainda seriam uma logo após o Ritual de Escárnio que Feiticeira das Sombras deveria passar. Participar daquilo, talvez, fosse o mais doloroso naquele momento, afinal deveriam apontas os erros de uma Garou praticamente exemplar, que tinha no seu coração frágil seu principal tormento. A Senhor das Sombras havia caído nas graças do "amor" três vezes. E havia sido enganada por ele nessas três.

Agora, era hora de sofrer as duras penas de suas fragilidades. O ritual começa e os primeiros a falarem são os Juízes, mas as palavras deles não eram ferozes com a do miserável John que, mesmo diante de seu leito de morte, decide zombar uma última vez dos sentimentos de Sylvia. Aquilo enoja Michell.

"Talvez, Ubuntu tivesse razão. Esse idiota deve ter sido consumido pela Wyrm."

Ou não. Aquele poderia ser o John de sempre, apenas liberto de sua máscara, a qual utilizava para por em prática seus planos contra a rival de sua família. Era patético e teria o fim que merecia. O fim que muitos ali esperavam.

O ritual continua, alguns membros da matilha participam, até que a pedra pousa sobre as mãos de Bardo Forasteiro e o Filho do Cervo mostra de qual Tribo havia vindo. Com os sentimentos à flor da pele, Danniel age pela emoção e quebra a linha do ritual. Michell o olha espantado e vê o desencadear das coisas que ocorre. O antigo Alpha sendo destituído, o Uktena novato sendo eleito, a nova punição de Danniel sendo executada. O Fianna, aparentemente, havia esquecido o tipo de jogo que jogava-se numa Seita, ou ainda pensava que os Garous eram seres bondosos que protegiam Gaia com raios que saiam de suas barrigas e... ops, esses eram os ursinhos carinhosos! O fato era que ele não mediu a real gravidade de tudo, havia prejudicado mais ainda a todos e não havia parado com o ritual. Do que havia adiantado aquilo tudo? Pensava ele em posar de "bom moço"? Enquanto Sylvia se mostrava fria e calculista, como a boa Senhor das Sombras que era, Danniel decidia seguir o coração livre dos seus no momento em que isso era menos necessário.

E havia chegado a vez do Andarilho decidir que opção tomar. Ele toma a pedra sobre suas mãos, sentindo a frieza que a mesma transmitia, algo quase poético. Ele olhou para Danniel, destituído de tudo que havia conseguido, e depois para Sylvia, imponente e paciente como uma estrategista tem que ser. Sabia muito bem qual dos dois deveria se espelhar:


- A sabedoria lhe fugiu, Feiticeira das Sombras... aquela que deveria reger todas as suas ações aparentemente lhe abandonou. Você já deveria ter aprendido que esse tipo de homem não presta, querida. Merde! São todos assim, você sabe bem disso, mas preferiu se entregar a falta de controle. Eu só espero que três tenha sido seu número.

O francês faz sua inscrição, como todos os outros, e repassa a pedra, olhando uma última vez para Danniel. O Fianna poderia até achar que estava correto em sua ação e que o restante da matilha era covarde. Talvez todos estivessem vestindo máscaras para aquele momento, como John fizera. Talvez todos estivessem a um passo de se tornarem igual a ele. Mas aquela, talvez, poderia ser o único meio da matilha sobreviver. Sacrifícios eram necessários, principalmente no terreno em que estavam adentrando.

Michell só queria que tudo aquilo acabasse, que John sumisse de seus caminhos e que a Arautos pudesse se reestruturar mais uma vez.

_________________
avatar
Michell Corbeill

Mensagens : 264
Data de inscrição : 03/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aman - Danniel/Arautos

Mensagem  Aman Ubuntu em Ter Mar 24, 2015 10:46 pm

E tudo começa a degringolar ainda mais, Amanda se desculpa em meio ao ritual, Danniel se recusa a participar deste e recebe a Voz do Chacal, além de perder a liderança da Matilha, como se a Seita tivesse poder para inferir nas particularidades da matilha, além do mais escolhendo um novo Alfa, que era novo, não tinha o respeito de ninguém e não fizera nada por merecer aquele cargo, ou seja, não teria nenhuma autoridade perante a matilha.

Aman pega a pedra, precisava realizar o ritual, aparentemente era a última que devia prestar sua "homenagem" à Sylvia.

"- Por três vezes traíste Gaia e suas leis, a vergonha é uma marca mais interna do que externa, a imagem passa, as memórias não."

A juíza sem poderes sabia que aquilo era verdade, por mais que as palavras doessem e ferissem o renome de Sylvia, pior ainda seria a lembrança dos erros dela com aquele desgraçado que fazia de tudo para afundar a Matilha, e aparentemente os Anciões o contratariam de assessor pessoal, em vez de puni-lo como o cão sarnento que é.

Então a Philodox lança um olhar a Danniel, tinha pesar neste olhar, e um leve movimento de cabeça, enquanto esta segura seu braço, para que não faça nem fale mais nada ali, por mais puto que estivesse ela já percebera que a vingança e a tortura, o "exemplo", seria bem maior que qualquer justiça ali.

_________________
Aparência: 3
Carisma: 3
Fúria: 3
Peregrinos Silenciosos - Philodox - Hominídeo
Idade aparente: 20 e poucos
avatar
Aman Ubuntu

Mensagens : 247
Data de inscrição : 03/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flávio

Mensagem  Flávio Brandão em Ter Mar 24, 2015 10:48 pm

Flávio apenas via a situação daquela matilha piorar a cada instante, o Alfa se recusa a participar do ritual de punição e então perde por decreto a liderança, além de ser punido pessoalmente também. Já havia passado da hora do principal culpado daquela confusão ser levado a justiça e morrer, antes que a matilha inteira viesse a ser punida e executada, pois essa era a espiral que eles traçavam.

_________________
Flávio Brandão - Nunca-Mais

Cliath - Senhor das Sombras - Ahroun - Juiz do Destino

Aparência: 1 (aparência de idade na casa dos 30 para 40)
Carisma: 1
Fúria: 6

Cicatriz de Batalha:
Buraco de bala na lateral esquerda da cabeça, falta cabelo na região

Defeitos:
Marca do Predador
Salafrário
avatar
Flávio Brandão

Mensagens : 82
Data de inscrição : 03/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Nymmeria (hominídea) - Pedra do Escárnio

Mensagem  Nymmeria em Ter Mar 24, 2015 11:34 pm

A punição mais dura, depois da de Punhos de Aço, havia sido dada à Garou Feiticeira-das-Sombras, e Nymmeria não estava tão certa de que esta havia sido merecida como estava em relação à caçada do estúpido ahroun falador de merda. Esse sim seria um nome garou ideal para ele depois daquela noite, se fosse sobreviver...

A pequena Galliard fica mais desgostosa ainda vendo que a maior parte das acusações em relação à Sylvia estava relacionada à conduta sexual dela. Duvidava que um homem receberia o mesmo tratamento. Os homens eram os garanhões, as mulheres, as vadias. A sociedade Garou se mostrava com o mesmo opressivo desprezo machista que a sociedade humana, o que era lamentável. Havia uma philodox grávida de um lupino no corpo de juízes e mesmo assim a Theurge quem era a desonrada? Sendo que sua relação sequer tinha gerado um impuro? Havia muita hipocrisia naquele ritual em sua visão.

Porém, tinha que participar dele, que estava totalmente errado em sua visão, e não conhecia Sylvia além dos comentários a respeito dela, de forma que não achava correto fazer qualquer crítica à Garou, que tinha mais vontade de apoiar do que de condenar. Porém, não estava em seus planos perder renome, e o acontecido com o alpha da matilha demonstrava bem o quanto a liderança estava levando aquela situação muito a sério. As palavras de Selene haviam sido bem colocadas em sua opinião, e quase chegou a desejar te-las dito.

Contudo, quando a pedra chega em suas mãos, Nymmeria escreve o símbolo do masculino.
- Você errou por confiar em um homem indigno, errou em se deixar dominar por ele, errou em permitir que suas emoções afetassem sua razão. Enquanto se focar nas vontades dos homens, será fraca e falhará.

Esperava que a Garou entendesse a contraparte de sua mensagem.
Deveria se focar nas vontades das mulheres.

_________________
Aryanne Sarmento - Nymmeria
Hominídea - Galliard - Fúrias Negras
Aparência: 4
Fúria: 4
Baixa estatura
Idade aparente: 15/16 anos.
avatar
Nymmeria

Mensagens : 298
Data de inscrição : 16/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Selene - Todos

Mensagem  Selene Leukippes em Qua Mar 25, 2015 5:27 am

Selene apenas observa o desenrolar da punição. O alfa, agora ex, da matilha se recusa a participar em apoio a sua irmã de matilha. Uma cena louvável se não fosse pouco esperta. Atrair pra si, a ira dos juízes, não era uma boa ideia na conjuntura vivida pela matilha. Selene vê as novas punições à Danniel e percebe a gravidade da situação da Arautos. Aprende com aquilo, jamais permitiria que a Titãs chegasse tão fundo no fundo do poço.

_________________
Selene Leukippes Valentine - Âmago de Medéia
Theurge - Fúrias Negras - Amazonas de Diana
Aparência 5 - Fúria 2 - Raça Pura 5
Ascendência Notável - Magnetismo Animal
avatar
Selene Leukippes

Mensagens : 306
Data de inscrição : 27/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sylvia - Todos

Mensagem  Sylvia Capuleto em Qua Mar 25, 2015 5:53 am

*Quantas vezes eu cair, eu levantarei.*

Pensava a Theurge entre uma humilhação e outra. Quem falava na sua cara, agora, era Flávio. E tem a audácia em invocar o nome de Avô Trovão, aquele que não havia lhe condenado há pouco. Sylvia tinha, junto com Avô Trovão, impedido a destruição total do Caern e ainda tinha que ouvir coisas como aquela.

*E quem é você para falar em envergonhar Avô Trovão, assassino de Garous?* - pensa Sylvia após a fala de Flávio.

Boom se esforça, pede desculpas ao final e Sylvia fica apreensiva com a reação dos juízes mais pela Ragabash do que por si. Boom era muito jovem e imatura, tinha dificuldades em lidar com as mazelas da Nação e uma repreensão podeira ter um impacto negativo na jovem mas, por sorte, ela não acontece. Sylvia, pro sua vez, sabia que aguentaria e seguiria ali firme como sempre.

*Escapamos* - pensa aliviada Sylvia após a desculpa de Boom no final do escárnio.

Severino fala que enquanto Gaia era atacada ela se jogava na Luxúria. Aquilo era um crime contra a história dela mesma e ela olha séria no olho dele quando ele usa essa expressão mentirosa. Logo em seguida ele fala em confiança, repúdio e Sylvia aciona o automático do "blá blá blá você é indigna" que tomava conta da Seita. Não teria remorso dele, mas não esquecera como ele começara o ataque a si.

Danniel então faz pior do que Boom. Sylvia entende e se sente realmente orgulhosa do seu alfa e amigo, mas o que estava por vir era mais do que previsível. Por sorte era Sagittarius pois Sylvia só imaginava que no lugar dele Trovão Inquisidor faria bem pior. Sente-se culpada, pois para protegê-la Danniel perde a liderança e mais uma vez cai em desgraça. Sua vontade era abraçá-lo e pedir desculpas, mas tinha que permanecer séria e sabia que o golpe da liderança era o golpe maior que a matilha sofria.

*Porque Danniel, porque? Você conhece isso aqui, sabe que não adianta...*

Se lamentava pelo ex-líder da sua matilha e mesmo enquanto ouvia Pedro, Nymmeria, Ubuntu e Michell, ainda não tirava da cabeça a preocupação com o futuro da matilha liderada por um desconhecido após execração pública...

_________________
Sylvia Capuleto "Feiticeira das Sombras"
Adren / Hominídeo / Theurge / Senhores das Sombras
Voz Encantadora / Magnetismo Animal
Aparência 05
Raça Pura 05
Fúria 02
avatar
Sylvia Capuleto

Mensagens : 408
Data de inscrição : 28/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Templo da Justiça

Mensagem  Kevin Harper em Qua Mar 25, 2015 10:00 am

Kevin se retira do templo.

_________________
Hominídeo - Ragabash - Andarilhos do Asfalto - Cães Cibernéticos
Aparência 05
Fúria 04
Características notáveis: Magnetismo Animal
avatar
Kevin Harper

Mensagens : 204
Data de inscrição : 02/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Todos no Templo da Justiça

Mensagem  Narrador em Qua Mar 25, 2015 10:53 am

A Pedra de Escárnio havia sido encerrada e ficaria por um bom tempo na mente de todos, especialmente de Sylvia. Um semi-círculo se foram em volta de John. Sagittarius pega um pó prateado e joga sobre John. As tochas que iluminavam o templo trepidam enquanto o Juiz começa a tecer um cântico estranho. Cântico que era acompanhado pelos demais Juízes. De forma bem direta, o Andarilho abre a caçada encerrando o ritual com as palavras:

'- Que sua morte absolva seus pecados, já que não é digno de tentar limpar seu nome em vida. Que os Galliard cantem sua desgraça e sua desonra e que seu nome seja lembrado sempre como o de alguém indigno. Tens 15 minutos de vantagem para sair do Caern. Se conseguir sair da cidade, estarás livre para viver como um Rorin desonrado, se for encontrado pelos que o caçam, eles lhe darão a morte como forma de também limparem a honra que você lhes tirou...'

John dá dois passos para trás, olha para Sagittarius e diz:

'- Não vão me pegar e como eu já posso começar a partir...'

Olha para todos e diz:

'- Adeus, imbecis...'

Ele pega duas bolas de gude todas prateadas. Boom conhecia bem aquilo, era seu protótipo ainda em desenvolvimento. O Ahroun arremessa as duas bolas, uma em Severino e uma em Ragnar, os dois Ahrouns que correriam contra ele (já que Danniel estava vetado da caçada). As bombas explodem e causam grande dano àqueles que ainda estavam em hominídeo e por isso não podiam absorver. Uma fumaça toma conta do local, era fruto de uma terceira bomba que caíra em frente a John. Ninguém mais via John após isso e Sagittarius, imediatamente ordena à Arautos do Trovão:


'- Levem quem precisarem com vocês, mas dêem um fim ao traidor! Partam, Arautos do Trovão.'

OFF GAME: Lapada-na-Escuridão e Ruína-de-Jomungandr tomam 5 níveis de dano agravado cada um. Ambos ganham 1 ponto de Fúria. Feiticeira-das-Sombras totaliza +3 de Fúria após a Pedra de Escárnio. Ubuntu recebe +2 de Fúria. Boom e Decodificador-de-Espíritos recebem +1 de Fúria. Bardo-Forasteiro recebe +4 de Fúria.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Lilibeth - Danniel - Arautos - Pessoal no Julgamento

Mensagem  Lilibeth Vestrich em Qua Mar 25, 2015 12:52 pm

A Galliard chega no Templo da Justiça no momento em que um garou ataca dois outros com um tipo de explosivo e um terceiro explosivo enche de fumaça o local.

”Um ataque no meio de um julgamento?”

Não podia acreditar em seus olhos. Procurou Danniel com os olhos e o viu. Também conseguiu ouviu as palavras de Sagittarius a respeito da caça ao traidor. Se era para a Arautos partir na caça de um traidor, era certo que Lilibeth iria com eles. A Fianna se aproxima de Danniel e diz com sua belíssima voz:

-Bardo Forasteiro...sou Lilibeth Vestrich, Sussurros de Danu, Galliard, hominídeo, Fianna, Cliath. Fui designada para a matilha Arautos do Trovão e orientada a lhe procurar, já que é o Alpha da matilha.

Não sabia que Danniel tinha sido destituído da liderança da Arautos.

_________________
Sussurros de Danu - Fianna - Galliard - Hominídeo - Cliath
Qualidades: Voz de Rouxinol - Magnetismo Animal
Carisma: 4
Aparência: 4
Raça Pura: 2
avatar
Lilibeth Vestrich

Mensagens : 79
Data de inscrição : 06/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Templo da Justiça

Mensagem  Danniel Jacks em Qua Mar 25, 2015 1:07 pm

Danniel - Lilibeth / Arautos

Enquanto os ataques rolavam, Danniel apenas cobre os olhos para proteger sua visão, logo em seguida chega uma garou dizendo ter sido mandada a falar com ele sobre sua apresentação, o garou olha para ela, estava bastante irritado e isso era visível, mas procurava não descontar na novata, então apenas diz:

-'Não sou mais o alpha, procure Severino. A matilha esta em caçada, precisarão de vc.'

Danniel procurava falar pouco, Lilibeth podia sentir uma grande Raça Pura emanando do Garou e sua beleza era absurda, porém sua voz era ridícula, nitidamente aquele garou havia sido punido com a Voz do Chacal.

Seu ódio dos juízes era evidente, o olhar de Bardo Forasteiro deixava isso bem claro para aqueles que lhe observassem, aqueles garous que o julgaram para ele não passavam de lixeiras abulantes, desprezo e humilhação era o que eles mereciam.

_________________
Hominídeo - Ahroun - Fianna - Irmandade de Herne
Aparência 05
Raça Pura 05
Fúria 05
Característica marcante: Voz do Rouxinol
avatar
Danniel Jacks

Mensagens : 359
Data de inscrição : 27/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pedro - Todos

Mensagem  Pedro coração-sereno em Qua Mar 25, 2015 2:55 pm

O fim do ritual se aproxima e com ele o fim da assembléia, Pedro olha em volta, a última assembléia havia terminado com uma guerra, mas essa parecia terminar tranquila, Pedro estava enganado, barulhos de explosão chamam a sua atenção, ele não sabe bem de onde vinha, mas mesmo assim ele muda para sua forma Crinos e se põe perto da matilha... Dessa vez não seria pego de surpresa...

_________________
Pedro - Coração-Sereno, Cliath, Filodox da tribo dos filhos de gaia.
Aparência 2
carisma 3
Furia 8
Coração calmo, Mentalidade de matilha
Marca do predador
     


"A magia me mantém vivo mais também me enlouquece e eu tenho que salvar você mas quem é que me salva, me perdoa pelo que eu possa fazer quando não lembrar de você..."
avatar
Pedro coração-sereno

Mensagens : 137
Data de inscrição : 25/08/2014
Idade : 23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Amanda Ross (Hominídea/Hispo) - Arautos do Trovão / John / Todos na Cena

Mensagem  Amanda Ross em Qua Mar 25, 2015 3:57 pm

Amanda estava envergonhada pelo que estava fazendo, mas tinha que ser feito. Um desanimo sem fim tomava conta de seu corpo diante de tudo aquilo.

Se não bastasse, Danniel toma a atitude que ela gostaria de ter feito. O gesto do Fianna motiva a Ragabash, que sente raiva de si mesma por simplesmente ter aceitado tudo calada.

Os Juízes punem seu Alpha por não concordar em participar de um ritual de punição. Um ritual que nem ele, nem ela, concordavam.

As coisas acontecem rápido demais e Danniel era punido. PUNIDO!

A vontade de Amanda era de perguntar qual era o problema deles. Porque não dava para levar a sério aquilo. Não dava para pensar que aquilo ali não tinha um dedo de “pessoal”.

Não sabia o que Danniel tinha feito a eles além do que já havia acontecido, mas certamente aquilo tudo não foi imparcial.

Depois disso, os outros terminam de se manifestar, um após o outro.

Era então a vez de John, vez que já estava passando da hora. Tudo parecia que iria correr naturalmente. 15 minutos, correr como se não houvesse amanhã, e ter um fim solitário ou morto.

Mas, para sua surpresa, Boom conseguiu ser mais baixo do que nunca, atacando os Ahrouns da matilha com bombas, SUAS BOMBAS.

A Ragabash olhava sem acreditar, pois ela lembrava que estava tendo problemas para terminar as bombas, principalmente porque elas eram extremamente sensíveis e explodiam enquanto ela caminhava.

John havia roubado seu projeto e agora usava para atacar sua matilha.

- DESGRAÇADO!

A Andarilha usava a raiva que tinha para assumir a forma de um “enorme” hispo de pelos brancos.

Off:
Amanda usa 1 de fúria para mudar de forma;
Solicito a narração o ganho de 1 de fúria pelos recentes acontecimentos.

_________________
Boom - Andarilha do Asfalto - Hominidea - Ragabash - Dires Ultimae
Aparência: 3
Carisma: 2
Fúria: 2
Gnose: 3
Defeitos Notáveis: Marca do Predador.
Idade: Aparentemente 19 anos.
Altura: 1,70
Peso: 62kg

''Vou abrir a caixa do quanto eu me importo! Hm, espera aí... Está vazia!''
avatar
Amanda Ross

Mensagens : 201
Data de inscrição : 19/05/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aman (Hispo) - Arautos

Mensagem  Aman Ubuntu em Qua Mar 25, 2015 10:12 pm

Aman vê que o ritual começava, e o desgraçado do John saca algum instrumento estranho e arremessa na matilha, lançando novos impropérios, era impressionante, aquele Garou era o maior perigo para aquela seita, e os Anciões tinham o deixado sair livre, enquanto a própria Arautos devia se manter arcando com as consequencias da acefalia dele.

No entanto o pior acontece, além do bosta sumir a matilha é atingida e dois são feridos. Aman grita para Michell.

"- CUIDA DOS FERIDOS, SIGA A GENTE DEPOIS."

A Philodox então se volta para Amanda que corria e virava hispo, ela se utiliza de sua Fúria aumentada para mudar para a mesma forma da Ragabash, uivando para esta.

"- Calma, ele é um Ahroun afinal de contas, vamos rastreá-lo... Lapada-na-Escuridão precisa atacá-lo primeiro, é nosso único Ahroun."

Danniel estava fora, e Severino não sabia nada da matilha e também não estava se mexendo, ela decide deliberadamente assumir a responsabilidade por aquela caçada, não gostava da Seita querendo controlar quem era o líder da Matilha. Rosnava alto em sua grande forma de chacal.

OFF: 1 de Fúria para Hispo.

_________________
Aparência: 3
Carisma: 3
Fúria: 3
Peregrinos Silenciosos - Philodox - Hominídeo
Idade aparente: 20 e poucos
avatar
Aman Ubuntu

Mensagens : 247
Data de inscrição : 03/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Flávio

Mensagem  Flávio Brandão em Qua Mar 25, 2015 10:15 pm

Era impressionante o que deixavam acontecer ali no templo da Justiça, um Garou que seria punido com a morte fere dois Garous, e tinham deixado claro que ele não poderia ter um julgamento por combate porque não queriam lhe dar a chance de ferir mais um lutador de Gaia, era irônica aquela seita.

Flávio se vira para a nova alfa da matilha, e com os olhos pergunta se não era hora deles saírem dali, tinham mais o que fazer, e aparentemente havia chance daquele lugar virar um campo de batalha.

_________________
Flávio Brandão - Nunca-Mais

Cliath - Senhor das Sombras - Ahroun - Juiz do Destino

Aparência: 1 (aparência de idade na casa dos 30 para 40)
Carisma: 1
Fúria: 6

Cicatriz de Batalha:
Buraco de bala na lateral esquerda da cabeça, falta cabelo na região

Defeitos:
Marca do Predador
Salafrário
avatar
Flávio Brandão

Mensagens : 82
Data de inscrição : 03/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Templo da Justiça

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 16 de 19 Anterior  1 ... 9 ... 15, 16, 17, 18, 19  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum