[CAERN] Entrada Norte - Praça Afonso Viseu - Tijuca (Zona Norte)

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Caern de Cura da Floresta da Tijuca [Entrada Norte - Praça Afonso Viseu] - em Hominídeo

Mensagem  Michell Corbeill em Sex Fev 07, 2014 5:32 pm

Interações com os Senhores da Sombra, Peregrinos Silenciosos e  Júnior Garth.
Em Hominídeo

Acompanhando todo o grupo, Michell também entra na parte traseira do furgão a tempo de ouvir a indagação do Roedor sobre a utilização de armas aos Peregrinos Silenciosos, que haviam entrado no veículo primeiro. Antes mesmo que um deles respondessem, o Theurge faz questão de auxiliar o Ragabash, em partes:

- Acredito que se nossas garras e presas não fazem muito efeito, uma simples bala não será melhor, Garth. Entretanto, eu acredito que ainda sejam eficientes naqueles que eles manipulam e que, com certeza, fazem a linha de frente deles. Não conheço muito sobre vampiros, mas sei o suficiente sobre eles para perceber que os covardes se escondem atrás dos mortais que escravizam antes de saírem de seus covis! O que os vai ferir mesmo é o fogo, como Vingança de Osíris nos informou. Eu gostaria de saber, agora, se nossos companheiros Peregrinos podem nos falar sobre os outros Garous da Arautos do Trovão, afinal apresentações extensas não serão possíveis quando chegarmos lá.


O Andarilho, então, espera que o restante do grupo entre para que assim partissem, enquanto esperava uma resposta dos membros mais antigos da Seita. Um conhecimento básico e prévio sobre a antiga formação da matilha do Avô Trovão ajudariam o Theurge a pensar melhor sobre estratégias e o tipo de poderio que poderia esperar encontrar do seu lado da disputa. Michell não era combativo, na verdade, poderia contar nos dedos de uma mãos as vezes que precisou usar a força. Saber que existiam Ahrouns no campo de batalha tranqüilizariam bastante o Lua Crescente.
________________________________________________________________________________________________________
.

_________________
avatar
Michell Corbeill

Mensagens : 264
Data de inscrição : 03/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Entrada Norte - Praça Afonso Viseu - Tijuca (Zona Norte)

Mensagem  Johann Konietzko em Sex Fev 07, 2014 8:32 pm

- Aos que ainda não me apresentei, sou Andarilho-da-Meia-Noite, meia lua cliath dos Senhores das Sombras...e tenho caçado vampiros desde antes de minha primeira transformação...

Ele faz uma breve pausa quando todos alcançam o carro.

- Tiros serão ineficientes... coquetel molotov, se souberem manusear, serão perfeitos... isso e coisas que tragam muita claridade. Se puderem fazer uma pequena pausa em um posto de conveniência ou um mercado, terão a arma perfeita contra estas criaturas em poucos minutos... se não souberem como fazê-los, eu explico no caminho. De resto, nossas presas e garras ainda são nossa melhor alternativa...

E se já estiverem todos ali, ele entrará no carro para que possam sair...


_________________
Keep your friends close, but your enemies closer.
avatar
Johann Konietzko

Mensagens : 4
Data de inscrição : 03/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Arauto-de-Osíris | Vingança-de-Osíris | Sopro-de-Amón-Rá - Andarilho-da-Meia-Noite | Filho-da-Alvorada | Decodificador-de-Espíritos | Predador-da-Cidade

Mensagem  Narrador em Sab Fev 08, 2014 7:53 am

Enquanto ainda esperavam pelo Presas de Prata para partirem para encontrar a matilha, Sopro-de-Amón-Rá é quem toma a palavra e responde aos questionamentos que surgem:

'- Conhecemos muito pouco a Arautos do Trovão, e estranhamos que a matilha lide com os inimigos mais odiados de nossa tribo e sequer nos procure. É uma matilha que interage pouco com as outras. Tem um líder Fianna, pouco conhecido e uma Theurge dos Senhores das Sombras bem falada. De resto, a matilha pra nós é tão misteriosa quanto pra vocês...'

Ele faz uma pausa e então segue falando:


'- Não temos armas e não teremos tempo para parar para fazer compras, pelo que diz no rádio a bagunça no local já começou... talvez algum dos parentes possa ajudar... mas armas de fogo não são a melhor opção contra Vampiros, prefira objetos cortantes ou fogo.'

E um dos parentes então passa uma Glock, com um pente de 15 tiros e nada mais, para o Roedor dizendo:

'- Cuide bem dela, eu quero de volta no final...'
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Júnior (hominídeo) - Parente/ Arauto-de-Osíris | Vingança-de-Osíris | Sopro-de-Amón-Rá - Andarilho-da-Meia-Noite | Filho-da-Alvorada | Decodificador-de-Espíritos |

Mensagem  Júnior Garth em Dom Fev 09, 2014 1:06 pm

"- Pode deixar." Júnior responde o parente com um leve sorriso de agradecimento. Ele então pega a arma e confere pra ver se está tudo ok com ela. Demonstrando grande intimidade em seu manuseio vira para os demais e comenta:

"- Pelo menos vai servir pro lacaios desses malditos. Agora....alguém tem ideia de quantos vampiros estamos falando? Estamos em maior ou menor número?"

_________________
Júnior Garth (Homínideo)
Cliath - Ragabash - Roedor de Ossos

Aparência: 2
Fúria: 1
Baixa Estatura
avatar
Júnior Garth

Mensagens : 55
Data de inscrição : 03/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Igor > Peregrinos - Parentes - Arautos do Trovão

Mensagem  Igor Petrunov em Ter Fev 11, 2014 8:57 am

Igor acompanhou o comboio até o furgão que os levaria até os parasitas que deveriam eliminar. Pelo número de matilhas reunidas na Clareira, a situação na cidade do Rio de Janeiro parecia ser de um colapso sobrenatural iminente.

O Presas sentia uma ponta de excitação pelo que estaria prestes a enfrentar, algo que há pouco tempo atrás ele   só conseguia imaginar dentro do contexto de um livro ou filme. Apesar de já estar de certa forma acostumado a lidar com o sobrenatural, ele não conseguia pronunciar "vamos ali matar  uns vampiros" sem se sentir um nerd empolgado com um jogo de videogame ou uma partida de RPG, enquanto os outros tratavam aquilo com uma naturalidade desconcertante.

No entanto, sua mente já começava a trabalhar em como lidar com o problema de forma cuidadosa, sem que ninguém precisasse se ferir no processo. Combate até a morte, sangue e cicatrizes de batalha era algo que talvez um Lua Cheia ansiasse por, mas Igor preferia apenas resolver o problema que lhe foi dado.

-- Algum de vocês conhece o local para onde estamos seguindo? Quero dizer, se é um local afastado, ou aqui nessa região mais central da cidade? Talvez alguns galões de gasolina, fósforos e incêndios "acidentais" possam vir bastante à calhar...

_________________

Igor "Filho-da-Alvorada" Petrunov
Fostern dos Presas de Prata, nascido dos homens, sob Lua Crescente
--
Carisma 4 Aparência 4 Raça Pura 5
Idade Aparente: 20 anos


"Just want one thing, just to play the King
But the castle crumbled and you're left with just a name
Where's your crown, King Nothing?"
avatar
Igor Petrunov

Mensagens : 92
Data de inscrição : 05/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Arauto-de-Osíris | Vingança-de-Osíris | Sopro-de-Amón-Rá - Andarilho-da-Meia-Noite | Filho-da-Alvorada | Decodificador-de-Espíritos | Predador-da-Cidade

Mensagem  Narrador em Qua Fev 12, 2014 6:42 am

Arauto-de-Osíris, que seguia ao volante, liga o carro enquanto responde ao Roedor:

'- Devemos ser em menor número, mas quando no confronto direto, eles ficam em desvantagem. Temos é que estar atentos aos truques deles. Vampiros não são fortes fisicamente e nem muito resistentes. Podem, com esforço, se equiparar por algum tempo, mas nada que aguente um embate prolongado. Temos que ter cuidados com seus truques. Eles jogam sujo. Não sabem o que é Honra. Permaneçam sempre atentos...'

Vingança-de-Osíris volta sua atenção para o Presas de Prata enquanto diz:

'- Não teremos tempo para isso, mas com tantos Theurges no grupo um Elemental do Fogo poderia ser bem-vindo. Não sei o que sua matilha investigou, mas por algum motivo ela quer entrar no prédio. Deve ter algo importante lá dentro. Eles já estão em ação, provavelente quando chegarmos eles já estarão dentro do museu.'

O carro então parte, os Garous seguiam em direção à Quinta da Boa Vista.


OFF GAME: As respostas do grupo devem ser feitas no tópico Ruas - Zona Norte.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Hominídeo

Mensagem  Danniel Jacks em Dom Fev 23, 2014 8:05 pm

Depois da despedida de Ira de Bran, Danniel se apressava e rapidamente corria na direção de onde havia estacionado sua moto. Ao chegar em seu veículo o Fianna pega o capacete, se equipa com o aparato de proteção e já sobe na moto. Sem perder mais tempo, ele tira o descanso, liga a mesma e já sai dali, o ronco da moto era forte e os que estivessem ali perto poderiam ouvir o barulho da mesma se afastando do Caern.

_________________
Hominídeo - Ahroun - Fianna - Irmandade de Herne
Aparência 05
Raça Pura 05
Fúria 05
Característica marcante: Voz do Rouxinol
avatar
Danniel Jacks

Mensagens : 359
Data de inscrição : 27/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Entrada Norte - Praça Afonso Viseu - Tijuca (Zona Norte)

Mensagem  Narrador em Qua Abr 23, 2014 7:50 am

avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pedro - Todos

Mensagem  Pedro coração-sereno em Qua Ago 27, 2014 2:22 pm

Pedro havia viajado por dias, mas ja estava acostumado com mudanças, os últimos 2 anos foram bem corridos, mudando de um lado para o outro sempre em busca de algo que ele não podia entender... agora estava ali em frente aquela entrada mais uma vez com um sentimento de dejavu... Pedro põe a mão direita sobre o peito e única coisa que consegue pensar é...

"Sapatinho branco, sapatinho azul, sapatinho branco,  sapatinho azul..."

Em certa parte do trajeto ele muda suas cordas vocais e uiva a sua chegada...

- Pedro Coração-sereno da tribo dos filhos de gaia,  procuro por pacificador da tribo dos filhos de gaia!
avatar
Pedro coração-sereno

Mensagens : 137
Data de inscrição : 25/08/2014
Idade : 23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Justiceiro - Coração-Sereno

Mensagem  Narrador em Qui Ago 28, 2014 7:44 am

O Caern do Rio de Janeiro era uma dádiva. Era imensa a energia gaiana que Pedro podia sentir só de se aproximar da trilha de entrada do Caern. Seu uivo ecoa pelas trilhas e em pouco tempo a resposta chega. A voz vem antes de se notar a presença que se manifesta logo em seguida. Um lobo de pelos avermelhados se aproxima do Filho de Gaia. Ele emanava alguma Raça Pura (3) e na línguas dos lobos busca se comunicar com o hominídeo à sua frente:

'- Me siga, Filho de Unicórnio, eu estou como vigia hoje. Sou Justiceiro, Philodox Forsten dos Garras Vermelhas.'

O lobo faz um gesto com o focinho para que Pedro o acompanhe trilha acima.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pedro - Justiceiro

Mensagem  Pedro coração-sereno em Qui Ago 28, 2014 8:40 am

Pedro abaixa a sua cabeça em reverência ao garra-vermelha em sua frente e começa a caminhar na direção onde o garra lhe havia apontado... em algum momento do caminho ele se agarra a mochila e olha para o céu sentindo uma gota atingir o seu nariz ele pensa...

"O Rio de janeiro ta muito diferente do que eu me lembrava... eu me lembro dessa terra como a terra do sol, porém, ja faz algum tempo que hélios não dá as caras... muito estranho..."
avatar
Pedro coração-sereno

Mensagens : 137
Data de inscrição : 25/08/2014
Idade : 23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Coração-Sereno

Mensagem  Narrador em Sex Ago 29, 2014 10:10 am

Após uma breve trilha, o Filho de Gaia finalmente chega a Clareira Central.

OFF GAME: Cena segue no tópico da Clareira Central.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luke McFionn "Pantaneiro" (Hominídeo) - Todos

Mensagem  Luke McFionn - Pantaneiro em Seg Set 08, 2014 3:01 am

Pantaneiro percorreu boa parte do trajeto pensativo sobre o que tinha acontecido e ainda lhe faltava muitas informações. Pensava nos próprios erros que havia cometido e o que poderia ter feito para evitar tantas mortes. O arrependimento por ter quebrado a própria promessa de que naquela noite ninguém morreria doía em seu ego. Na verdade, o que doía mais era ter apagado em combate. O orgulho ferido denunciava que todos os outros acontecimentos pareciam ter desencadeado por causa disso. Se pudesse voltar no tempo, faria algumas coisas diferentes, mas aquilo não era possível. Restava para o matuto engolir seco e tirar toda experiência possível para a próxima noite não acontecer algo se quer parecido. Não havia lugar para lamentações e sim esperança de dias melhores com determinação e garra.

Faltando poucos minutos para chegar em uma das entradas do Caern, Pantaneiro cobrou as informações que a baixinha ficou de passar sobre o que tinha acontecido quando desmaiou quando estivessem na Van. E assim fez. Olhou para a baixinha e então disse já imaginando ela saber do que se tratava.

- Nymmeria? E aí? Conta pra mim que que pegou depois que eu apaguei...

Aguardava as informações da Galliard da Titãs que sabia lidar com as palavras melhor que qualquer um ali.

_________________
Fianna - Cliath - Ahroun - Hominídeo - Irmandade de Herne
Ambidestro / Magnetismo Animal / Coragem Infecciosa / Ascendência Notável
Raça Pura 05
Aparência 05
Fúria 06
avatar
Luke McFionn - Pantaneiro

Mensagens : 145
Data de inscrição : 16/03/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Nymmeria (hominídea) - Titãs

Mensagem  Nymmeria em Seg Set 08, 2014 7:36 pm

Nymmeria percebeu o ar reflexivo de Pantaneiro e achou melhor não interromper. Ela mesma também estava cansada pela missão, e não havia feito quase nada até agora. Mal podia imaginar como estariam os outros. Seu trabalho, de fato, começaria no Caern, e ela também tinha muito o que pensar antes disso...

A pergunta de Pantaneiro não atrapalhou ela, de certa forma, o que ele queria saber estava passando por sua mente. Resumidamente, ela explicou.
- O inimigo contra quem você estava lutando tombou, graças ao sacrifício de Essência-de-Balder. - faz um respeitoso segundo de silêncio pela memória do Fenris - ele conseguiu imobilizar o Dançarino por tempo o suficiente para que Hal desse o golpe final. Asa-da-Morte - ela faz o mesmo silêncio - também se sacrificou por um motivo maior. Explodiu uma bomba para evitar que a fumaça corruptora se espalhasse. Sem-dó... - Nymmeria dá um esgar de desprezo - fugiu feito um rato do inimigo. Não o encontramos mais, não sei onde ele está...

"Nem me importo..."
pensa com um lado maligno que ela nem sabia possuir.

Suspirando, ela lança um olhar para Kevin.
- Não sei quanto tempo teremos entre o enterro de nossos heróis e a Assembleia. Preciso que me conte da melhor forma possível o que aconteceu depois que você e Joshua se separaram de nós.

_________________
Aryanne Sarmento - Nymmeria
Hominídea - Galliard - Fúrias Negras
Aparência: 4
Fúria: 4
Baixa estatura
Idade aparente: 15/16 anos.
avatar
Nymmeria

Mensagens : 298
Data de inscrição : 16/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Entrada Norte - Praça Afonso Viseu - Tijuca (Zona Norte)

Mensagem  Selene Leukippes em Seg Set 08, 2014 11:34 pm

A Theurge seguia com sua matilha em silêncio. Ainda sentia muitas dores e se permitia relaxar. Ouve Nymmeria explicar para Pantaneiro os acontecimentos e a pergunta dela sobre o que Kevin e Joshua tinham feito. Estava interessada naquilo, mas a lembrança de Joshua faz com que a dor de suas feridas ficasse em um segundo plano. A partida do Ragabash era uma lástima, era um membro promissor. Selene mentalmente pede em prece aos ceifeiros que eles conduzam Joshua em paz na sua travessia.

_________________
Selene Leukippes Valentine - Âmago de Medéia
Theurge - Fúrias Negras - Amazonas de Diana
Aparência 5 - Fúria 2 - Raça Pura 5
Ascendência Notável - Magnetismo Animal
avatar
Selene Leukippes

Mensagens : 306
Data de inscrição : 27/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Entrada Norte - Praça Afonso Viseu - Tijuca (Zona Norte)

Mensagem  Kevin Harper em Ter Set 09, 2014 12:22 am

[u]Sombra Fatal - Nymmeria / Titãs/u]

Kevin percorreu todo caminho em silêncio, o Ragabash estava extremamente cansado, aquela missão tinha exigido demais do Andarilho, um esforço mental exagerado. Ele viajava em seus pensamentos, quais atitudes poderia ter tomado diferente, o que poderia ter feito, se conseguiria ter feito alguma coisa diferente no computador antes dele formatar e tudo ser perdido e nesse momento ele lembra do que Joshua tinha feito assim que entraram no laboratório. Ele apenas coça a cabeça e diz baixinho:

-'Puta merda...'

É quando Nymmeria lhe pergunta o que havia acontecido. Ele olha para a baixinha, para Pantaneiro e voltando a olhar para Nym, ele começa a falar:

-'Assim que entramos pela janela, demos de frente com um laboratório onde os homens pelados estavam sendo "cultivados", eles estavam em grande tubos de ensaio submergidos em algum líquido e a princípio estavam hibernando. Procurei armadilhas e não achei, o Uktena foi começar a mexer no computador, conseguiu algumas informações e salvou tudo em um pendrive, deu pro Joshua e o Joshua engoliu o pendrive...'

Faz uma breve pausa e continua:

-'Me lembrei disso agora, enfim, enquanto esperávamos lá, os carinhas abriram os olhos e tudo começou a ligar e tal, não vi direito, tava ocupado tentando implantar bombas ali, nisso o cara mandou a gente vazar de lá e ir procurar as outras paradas e tudo o mais que tínhamos que fazer, sendo que quando saímos, na moral, tinha muito Dançarino reunido, parecia que estavam nos esperando, foi então que nos separamos e eu resolvi agir e arremessei uma bomba entre eles, essa foi a primeira explosão que vocês devem ter ouvido, nisso o Uktena causou uma explosão nos peladões também, só que aí foi foda pq eles fugiram de lá... Comecei a "lutar" com um deles mas eu não feria o filho da puta, nisso fui pular num corredor escuro e caí num lugar muuuuiiittooo grande, parecia até uma praia com uma gosma negra, foi nojento demais!! Nadei até a costa e cheguei a tempo de ver uns dançarinos abandonando um puta computadorzão e saindo do lugar as pressas, fui lá mexer no pc e o que vejo? O bagulho entrando em modo de auto destruição, porra mané, congelei, nisso a gosma começou a ferver e começou a sair mais fumaça e eu inalando aquela porra e tentando mexer no computador pra desativar a porra da auto destruição do bagulho, e quanto mais eu avançava quebrando os códigos, mais difícil ficava de me concentrar e de não vomitar, essas erupções escrotas começaram a surgir e estourar, eu tava fodido! Enfim, consegui desativar a bomba e evitar que tudo fosse pelos ares lá mas todos os dados do computador foram apagados, infelizmente não consegui extrair nada... Quando tava fugindo do lugar pra não ficar mais exposto à fumaça, encontrei o Joshua desmaiado e dois dançarinos levando ele, ele tava muito ferido, eu consegui matar um deles mas o outro fugiu, muito ferido também... Nós seguimos em direção a uma das pedras da lua, foi aí que nos deparamos com a cena da batalha do pessoal e que o Joshua jogou a bomba na chaminé e aconteceu o que vocês sabem...'

_________________
Hominídeo - Ragabash - Andarilhos do Asfalto - Cães Cibernéticos
Aparência 05
Fúria 04
Características notáveis: Magnetismo Animal
avatar
Kevin Harper

Mensagens : 204
Data de inscrição : 02/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luke McFionn "Pantaneiro" (Hominídeo) - Todos

Mensagem  Luke McFionn - Pantaneiro em Ter Set 09, 2014 2:01 am

Nymmeria de cara entendeu o recado e não demorou responder. Foi muito sucinta em suas palavras e até demais achava o Fianna. Com pouquíssimas palavras a baixinha conseguiu dimensionar o tamanho do estrago. Talvez fosse melhor ela falar daquela forma super resumida, porque assim evitava maior dor dentro de seu peito pelas perdas, por outro lado, gostava dos detalhes. Tinha que confessar que nesse momento ficava difícil avaliar o discurso da Galliard, em todo caso, avaliou como positivo, até porque falou o que precisava ser falado e evitou as péssimas lembranças. Tinha plena convicção que estava poupando seus esforços para a Assembleia. Dentro de sua cabeça ia acompanhando.

"Eu apaguei e Damian deu sua vida para que Hal pudesse matar o desgraçado... Jeito glorioso de um Fenris morrer... Descanse em paz, guerreiro..."

Apertou o volante no carro com força como se canalizasse e extravasasse sua raiva daquela forma. Sentia raiva pelo Fenris não ter levado sorte no combate e precisar chegar ao ponto do sacrifício para a matilha continuar viva. Uma bela atitude, mas Luke gostaria mesmo que ele estivesse vivo, mas compreendia perfeitamente as circunstâncias. Damian havia dado sua vida no lugar da sua própria. Pantaneiro seria eternamente grato para com ele, apesar de carregar isso somente em sua memória.

"Joshua também morreu por um bom motivo... Pensou em salvar todos e que explosão da porra... Ê Ragabash filho da puta de louco e insano... Sua vida e de mais uns outros pela destruição da Wyrm... Uma boa troca... Talvez ele não calculou direito o estrago dessa bomba... Agora já era, fez o que achou certo..."

Apertou com ainda mais força até a ponto de quebrar o volante. Conforme o discurso da baixinha, ia tirando suas próprias conclusões, e quando chegou na parte de Sem-Dó, onde imaginava que o projeto de Philodox tinha dado sua vida de forma heróica e linda como os outros irmãs, Nymmeria diz com todas as letras que ele havia fugido feito um covarde, feito um cão entre as pernas e não havia sequer sumido. Julgando pela postura do mesmo desde o início que pisou na Titãs, não era de se estranhar e por isso não teve dúvidas daquilo. Não conteve a raiva dentro de si que explodiu e deu um soco no volante da Van dizendo para Nymmeria e todos.

- AÍ, Ó! TÁ VENDO! ÊÊÊÊÊÊÊÊ RAÇA MALDITA!! Por isso que eu falo: preto quando não caga na entrada, caga na saída!! Vou te fala, hein! Puta que pariu! Antonio cagou na entrada e na saída! - fez uma pausa indignado com aquilo - Tem preto vagabundo igual tem branco vagabundo, mais tem uns que é demais... tem uns que tem que levar surra de gato morto até o gato miar!!

Pantaneiro não era racista, mas de onde vinha ditados como aquele eram frequentes e era inevitável não pensar daquela forma. Estava com raiva por Antonio ser tão fraco a ponto de fugir. Usava sua raça como justificativa daquele sumiço, mas na verdade sabia que era uma questão de caráter e não de pele. Um pouco de preconceito todos tinham e Pantaneiro mostrou o seu com relação à personalidade do projeto de Philodox que não fazia mais parte da Titãs. Pelo menos não mais naquele momento.

Nota que Nymmeria suspira e enfim passa a palavra para Kevin que também relata sua situação. Pelo visto o Ragabash havia passado maus bocados, e um outro tanto na presença de Joshua. Diferente de Nymmeria, Kevin não poupou esforços para contar exatamente o que tinha acontecido. Dentre todas informações que foi tomando, a do pendrive foi a que mais lhe chamou atenção. Definitivamente, Kevin também passou perto da morte e se não fosse graças ao seu esforço e talento, ninguém estaria ali para contar história. Mais do que depressa acenou para Nymmeria agradecendo também suas palavras e dirigiu a palavra para todos e depois para Kevin.

- Bom trabalho de vocês todos. Eu tô orgulhoso do 'cêis' e envergonhado de mim mesmo por ter sido fraco e ter caído em combate em um momento importante. Esse meu erro custou a vida de Damian e peço desculpa pro 'cêis' por isso. Vou fazer o possível pra isso nunca mais acontecer e mais uma vez, xômano... Bom trabalho! Se não fosse pelo 'cê', talvez nóis tava junto com nossos irmãos agora. Um verdadeiro guerreiro não tem medo da morte quando a vida de seus irmãos tão em jogo. A prova disso foi a atitude de Essência-de-Balder e Joshua.

Deu um tempo pensando naquilo tudo e refletiu.

- Vou relatar o mais rápido possível sobre esses Peladão que nois tretou para a Seita. Definitivamente esses monstro não são fácil de matar. Deu um trabalho da porra pra nóis só aqueles três, imagina se existir um exército disso, nóis tá fudido! Deve ser isso que eles tão tentando fazer, por isso essas experiência que o 'cê' viu naqueles tubo de ensaio. Se é realmente isso, nóis não pode deixar isso acontece. Precisamo sabe o que é pra nóis se defende desses maldito.

A única forma de ter informações sobre o mesmo era recuperando o pendrive e rezando para estar intacto. Imaginava que aconteceria sem maiores danos, e caso tivesse, talvez Kevin pudesse dar um jeito de acessar tais dados. Dados que considerava de extrema importância para o futuro de todos os Garous.

- Pessoal, precisamo desse pendrive que Joshua engoliu... Será que nóis consegue? E precisamo dele inteiro de preferência, se é que isso vai se possível na situação que o corpo dele tá. Vê que que o 'cêis' conseguem fazer aí... Sei que é difícil mexer no corpo dele, mais é por um bom motivo. Provavelmente deve tá no estômago dele... Ou no intestino...

Ia dirigindo normalmente. Já estavam bem próximo à entrada do Caern.

- Enquanto o 'cêis' procura, eu vou terminando de chegar aqui.

Aguardava a resposta de seus irmãos.

_________________
Fianna - Cliath - Ahroun - Hominídeo - Irmandade de Herne
Ambidestro / Magnetismo Animal / Coragem Infecciosa / Ascendência Notável
Raça Pura 05
Aparência 05
Fúria 06
avatar
Luke McFionn - Pantaneiro

Mensagens : 145
Data de inscrição : 16/03/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Entrada Norte - Praça Afonso Viseu - Tijuca (Zona Norte)

Mensagem  Kevin Harper em Ter Set 09, 2014 3:37 am

Sombra Fatal - Titãs

Kevin não tinha nem como ser comparado a seus irmãos que deram a vida pela batalha, ele não havia feito mais que sua obrigação, resistiu com bravura àquela fumaça mas aquilo era o que qualquer Garou de Gaia faria. Ele ouve os xingamentos de Pantaneiro quando ele fica sabendo da fuga de Sem Dó, o cara tinha chegado errado na matilha e saído errado, deveria ser mais um traidor, tinham que dar cabo dele.

Então Pantaneiro dá uma ordem que Sombra Fatal imediatamente olha incrédulo para o Fianna, não sabia como fariam aquilo, e abrir o corpo morto de um de seus aliados seria uma tarefa muito dolorosa para quem quer que fosse fazê-la. No mesmo momento, o Ragabash apenas diz:

-'Tem certeza disso? Não acha que isso deve ser feito por algum outro garou? Cara, não sei das meninas mas eu não tenho conhecimento nenhum com relação a isso e sem contar que porra, é o Joshua cara, não vamos ficar remexendo o corpo do cara sem o mínimo de conhecimento do que estamos fazendo, acho que será doloroso para qualquer um aqui fazer isso... Sei lá, é só a minha opinião, xômano...'

_________________
Hominídeo - Ragabash - Andarilhos do Asfalto - Cães Cibernéticos
Aparência 05
Fúria 04
Características notáveis: Magnetismo Animal
avatar
Kevin Harper

Mensagens : 204
Data de inscrição : 02/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Matilha Titãs

Mensagem  Narrador em Ter Set 09, 2014 7:46 am

Quem viu o corpo de Joshua sabia que ele havia explodiro em vários pedaços e que só um milagre faria se encontrar o pendrive inteiro. Provavelmente ele teria sido destruído junto com as vísceras do Ragabash na explosão. Kevin que havia visto todo o ato sabia que Joshua estava em hominídeo e pode ter a dedução mais clara que um corpo em hominídeo diante da explosão, não ficaria com órgãos intactos e com um pendrive inteiro.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Selene - Titãs

Mensagem  Selene Leukippes em Ter Set 09, 2014 11:26 am

É mais uma reação escandalosa de Pantaneiro que traz Selene de volta à realidade. Pelo nome garou que ostentava, deveria ser oriundo do interior do Brasil mas o jeito escandaloso de ser lembrava Selene das mamas das famílias italianas que sempre falavam gritando pela casa e eram personagens extremamente engraçadas. O conteúdo da fala do Alfa, no entanto, incomodou a Theurge que respondeu imediatamente:

- Não acredito que a cor da pele interfira na capacidade de alguém. Nem acho que é honrado isso. Brancos, pretos, amarelos, homens, mulheres, somos todos Filhos de Gaia como diz na Litania. A covardia de Sem Dó é fruto apenas da índole cretina dele e de nada mais.

*E talvez da tribo, Roedores não são honrados.*

Logo depois, Pantaneiro começa uma mea culpa e diz:

- Desculpas não são necessárias, você é o Alfa não nosso guardião. Somos uma matilha e temos que estar sempre prontos para proteger os nossos quando eles caírem. Somos todos Cliaths, nossa matilha liderou um ataque à uma colmeia, isso é um grande feito para alguém que tá dando seus primeiros passos na nação. Só não podemos deixar que o nosso ego fale mais alto que nossa sabedoria por termos saído vitoriosos. Temos que honrar sim nossos irmãos que partiram, mas sem colocar a culpa em ninguém. Seu desempenho foi ótimo, e se você caiu foi lutando até o fim com todas as suas forças.

Fala em tom sério. Não era adepta de heroísmos ou falsos elogios. Tentava entender a lógica de Pantaneiro, que parecia comum naquela seita, mas tinha uma visão mais pragmática do mundo. Selene não se lembrava do corpo de Joshua estar no carro. Pelo que ela tinha percebido os corpos tinham ido com as outras matilhas, mas como ela mesma em pessoa não tinha colocado aquele corpo ali, ela indaga aos demais já que pela explosão, talvez o corpo tivesse em um espaço fora do seu campo de visão:

- O corpo de Joshua está conosco? Ele não tinha ido no carro com as outras matilhas? Acho difícil encontrarmos algo depois do estado em que encontramos o corpo, mas podemos tentar algo.

Faz a pergunta com sinceridade. Se o corpo estava naquele carro, ela estava tão preocupada com Kevin e depois em sua oração pra Joshua que não tinha percebido. Com o olhar busca ali no carro se havia algum sinal do corpo enquanto com o olfato buscava identificar odores.

_________________
Selene Leukippes Valentine - Âmago de Medéia
Theurge - Fúrias Negras - Amazonas de Diana
Aparência 5 - Fúria 2 - Raça Pura 5
Ascendência Notável - Magnetismo Animal
avatar
Selene Leukippes

Mensagens : 306
Data de inscrição : 27/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Hominídeo

Mensagem  "Hal" - Vento Escarlate em Ter Set 09, 2014 3:31 pm

Hal - Todos

Heitor fica feliz com o retorno de Kevin, mas a dor de perder aliados naquela noite faria com que ele ainda falasse apenas o necessário. Quando o amigo retorna, ele apenas sorri um pouco.

Chegando à entrada do Caern, o Portador acompanha a matilha, ouvindo atento à história do pendrive que Joshua engolira.

" - Selene e Kevin têm razão, não faz sentido mexermos nos restos mortais de nosso amigo, até mesmo, porque não temos a menor experiência com isso e o corpo dele virá com as outras matilhas. Pelo que vi, ele feito em pedaços, ainda que o pendrive seja encontrado, acredito que precisaríamos da ajuda da tribo de Kevin para tentar restaurá-lo, pois dificilmente, ele vai estar intacto."

O Portador procura manter o ar silencioso, mas atento às discussões.

_________________
"Hal": Vento-Escarlate
Hominídeo - Ahroun - Portadores da Luz Interior - Cliath
Aparência 2 (nada de chamar a atenção)
Carisma 2 (introspectivo)
Fúria 6
Mestiço (oriental)
Aparenta estar em meados dos 20 anos
avatar
"Hal" - Vento Escarlate

Mensagens : 195
Data de inscrição : 03/02/2014
Idade : 27

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Nymmeria (hominídea) - Titãs

Mensagem  Nymmeria em Ter Set 09, 2014 6:02 pm

O soco que o alpha dá no voltante sobressalta Nymmeria, que tenta se certificar de que o carro não iria bater em algum lugar.
A Galliard não gostou das palavras de Pantaneiro, e seu olhar se franziu para ele incomodado. Conhecia os ditados do Mato-Grosso e, mesmo quando era criança, os via como injustos e fazia birra contra eles, apesar nunca ser levada a sério com isso...  
Como uma feminista, ela não compactuava com nenhum tipo de preconceito, mesmo contra alguém que ela odiava como Sem-Dó. As palavras de Selene vão ao encontro de seus pensamentos, e a Galliard manifesta abertamente sua concordância.
- Não poderia ter dito melhor, Âmago-de-Medeia. Criticaremos Sem-dó por suas atitudes estúpidas, por seu comportamento covarde. Jamais pela sua cor.


Escuta com preocupada atenção o relato afobado de Sombra-Fatal sobre sua atuação junto com os outros Ragabash, fazendo a conexão entre as experiências que os três haviam visto e os homens nus que haviam lutado contra as Matilhas. O fato de Kevin ter se separado dos outros era uma lástima. Nunca poderia saber o que Joshua ou Trickster haviam feito sozinhos, mas acena com evidente aprovação ao ouvir o quanto o Ragabash havia resistido aos efeitos colaterais da gosma tóxica e se mantido focado em quebrar os  códigos do computador para evitar que tudo explodisse. Era algo que só se podia esperar de um grande Andarilho. A resistência e a determinação de Kevin haviam salvado a todos e Nymmeria não se esqueceria de enfatizar isso na Assembleia.
- Pantaneiro tem razão, Sombra-Fatal. Você salvou a todos nós. Foi um herói, da melhor maneira que um Ragabash e Andarilho poderia ser. Farei uma canção sobre isso quando eu puder...
Virando-se para o Alpha, diz ponderada, ainda que com seu tom poético.
- Não se culpe, Panteneiro. Todos nós fizemos o máximo que podíamos. Vi o quanto lutou até o fim de suas forças contra aquele inimigo. Ele era forte demais, não é à toa que ele levou o membro mais poderoso da nossa Matilha e quase levou você. Grandes guerreiros de Gaia tombaram esta noite. Nossa Mãe te poupou para dar-lhe a chance de ser grande também, e trazer honra ao seu nome, antes de se juntar à Ela de forma gloriosa. Assim como poupou Asa-da-Morte uma vez para ser recebido como um herói em seus amorosos braços... - ela dá um suspiro triste.

Com a ideia de tentar recuperar o pen drive do corpo dele, a Fúria Negra balança a cabeça negativamente, acrescentando ao que diz Heitor.
- Eu peguei cada... - hesita em dizer - pedaço do corpo de Joshua. Está tudo partido, carbonizado... o máximo que podemos achar é metal retorcido e derretido, se tivermos sorte...Deixemos o que restou de nosso irmão se unir à terra.

_________________
Aryanne Sarmento - Nymmeria
Hominídea - Galliard - Fúrias Negras
Aparência: 4
Fúria: 4
Baixa estatura
Idade aparente: 15/16 anos.
avatar
Nymmeria

Mensagens : 298
Data de inscrição : 16/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luke McFionn "Pantaneiro" (Hominídeo) - Todos

Mensagem  Luke McFionn - Pantaneiro em Qua Set 10, 2014 2:01 am

Pantaneiro notou que sua fala com relação à Antonio incomodou tanto Selene quanto Nymmeria e não negava que elas tinham razão. Sabia que a cor de pele não interferia no caráter de ninguém, mas talvez pelo jeito que falou e pelo jeito que se expressou passou a impressão de preconceito. Talvez tivesse exagerado. Infelizmente havia sido criado desde criança com aquela mentalidade, com aqueles ditados, com aquelas expressões, costumes que muitas vezes eram revertidos em deboche por mais que não concordasse com alguns e algumas vezes era inevitável não acabar soltando-os com seu jeito impulso. Tratou logo de corrigir para que não ficasse uma má impressão, até porque não era preconceituoso. Falava demais as vezes. Na verdade, a única aversão que tinha nesse momento era contra a covardia de Sem-Dó por ter fugido feito um rato. Quando as fúrias negras se pronunciaram sobre o que havia dito de Antonio, apenas complementou concordando:

- Tem razão, Selene e Nymmeria. Não é a cor da pele dele que fez ele ser um covarde, mais ele vai paga caro por causa disso. Pode escreve aí... Isso é, se ele tiver a cara de pau de pisar aqui de novo!

Dava aquele assunto por encerrado, até porque a reação de todos para com Antonio era a mesma e não merecia gastar seu tempo com o que não valia a pena. No entanto, logo depois, Pantaneiro ficou absurdamente feliz com o que ouvia. Escutou atentamente as palavras de Selene lhe dando um apoio que não esperava. As palavras da Theurge fizeram com que ficasse melhor e ficou mais satisfeito ainda por ver que ela não falava com o objetivo de agradar o Ahroun, e sim expressava com sua maneira séria o que achava e isso era importante para o Fianna conseguir continuar trilhando seu caminho com confiança e determinação. Agradeceu Selene do seu modo mais simples e verdadeiro, tocando na ponta do chapéu e acenando para a mesma.

- Obrigado, Selene.

Foi surpreendido novamente pela baixinha que também lhe dava apoio dizendo para não se culpar. Quem diria que pudesse surpreender tanto com ela e com sua maturidade apenas de ser tão pequena em tamanho? Não havia palavras suficiente para expressar o quanto estava feliz por estar em uma matilha com membros tão preciosos como aqueles. Faltava palavras para agradecer, mas não faltava sinceridade, por isso repetiu o gesto de Selene para Nymmeria em sinal de agradecimento.

- Obrigado, Nymmeria.

Eis que então retoma o assunto do pendrive e do corpo de Joshua. Kevin havia alertado que não era um bom caminho e que no mínimo não deveria ser feito por eles, até por causa da dor, o que Pantaneiro já havia imaginado: era doloroso. O Ragabash até sugeriu que alguém que tivesse essa capacidade no Caern fizesse aquele trabalho. Hal compartilhava da mesma opinião, Nymmeria também ainda reforçando de que havia visto cada pedaço e todo ele carbonizado onde dificilmente encontrariam algo além de metal retorcido.

" É... acho que realmente perdemos essas informações..."

Julgava o mesmo pelo estado do corpo que também tinha visto, mas não queria perder as esperanças. Selene também reforçava essa ideia e é nesse momento que a Theurge pergunta sobre o corpo de Joshua confirmando se ele não tinha ido na Van das outras matilhas. Imediatamente olha para trás e se lembra que os corpos não estavam com eles. Talvez ainda estivesse meio zonzo.

- Verdade. 'Cêis' tem razão. Os corpos foram nas outras Van e pelo estado que tava o corpo de Joshua dificilmente a gente acharia alguma coisa. Sem falar na dor e sem falar tamém que a gente precisaria comunicar a tribo dos Senhores das Sombras pra isso, afinal, nóis ia te que pedir permissão pra eles pra isso. Sem falar também que como 'cêis' disseram, teria que ter alguém preparado, mais acho que é tarde... Acho que esse pendrive já era. Quase certeza...

Retorceu um pouco dos lábios não vendo outra saída.

- Só resta pra nóis reportar isso pra Seita. É lamentável, porque esse pendrive ia adiantar nossa vida e muito contra aqueles filadasputa. Nóis tamo um passo atrás deles e minha preocupação é que aquela criatura se evolua pra mais forte, mais tá bom. Vamo descobri outro jeito de parar aqueles Peladão. Vamo vê que que dá pra fazer e esse pendrive já é um caso sem solução pelo que tudo indica.

Encostou a Van no estacionamento da entrada norte do Caern finalmente. Desligando a Van, completou.

- Chegamos. Bora lá.

Desceu dá mesma, alterou suas cordas vocais e anunciou a chegada da Titãs uivando.

- Luke McFionn, "Pantaneiro", Cliath Ahroun Fianna da Irmandade de Herne, Alpha da Titãs anunciando a entrada nas redondezas do Caern junto com o restante dos irmãos da matilha.

Aguardou que o restante da matilha descesse da Van e então caminhou para o centro do Caern. Havia muito o que ser discutido ainda, mas teriam tempo depois, primeiro tinham que chegar logo visto que estavam atrasados e as outras matilhas de apoio já haviam chegado. Precisava localizar os corpos e onde estava todo mundo.

_________________
OFF GAME:
Sugiro que continuemos em
na Clareira Central.

_________________
Fianna - Cliath - Ahroun - Hominídeo - Irmandade de Herne
Ambidestro / Magnetismo Animal / Coragem Infecciosa / Ascendência Notável
Raça Pura 05
Aparência 05
Fúria 06
avatar
Luke McFionn - Pantaneiro

Mensagens : 145
Data de inscrição : 16/03/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Estrela Cadente - Todos no Caern

Mensagem  Yasmine P. Jawani em Qua Set 10, 2014 11:54 am

Estrela Cadente havia chegado na rodoviária Novo Rio há algumas horas. A chuva intensa que caía parecia um réquiem que anunciava uma enchente ou inundação. Conseguira pegar o ônibus para seguir ao Caern há horas e o trajeto que duraria apenas uma hora havia se estendido por três. Havia utilizado seus últimos três reais e seus aliados haviam conseguido uma rota alternativa, por isso se separaram.

Estava agora, depois de caminhar quase quatro quilômetros na chuva, na Praça Afonso Viseu. Sabia que o Caern ficava na Floresta da Tijuca, não tinha vindo despreparada. Ensopada, apesar de estar usando um guarda-chuva de formato oriental, ela adentra a praça, completamente deserta, e muda sua laringe para emitir sua chegada ao Caern em um uivo:

-ESTRELA-CADENTE, CLIATH, IMPURA, RAGABASH DOS PORTADORES DA LUZ INTERIOR...ENTRANDO NAS IMEDIAÇÕES DO CAERN.

Não precisava informar em sua simples apresentação que estaria procurando o líder da seita. Quem a recebesse iria ficar sabendo e poderia orientá-la. Ela olha em volta e percebe a grandiosidade daquele local. O Caern parecia grande em extensão e isso agradava muito a Ragabash.

_________________
Portador da Luz Interior - Ragabash - Impura - Cliath
Defeito de Impuro: Albina
Carisma: 2
Aparência: 2
Idade: 26 anos
Qualidade perceptível: Sem Cheiro/Inodoro
avatar
Yasmine P. Jawani

Mensagens : 161
Data de inscrição : 10/09/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Entrada Norte - Praça Afonso Viseu - Tijuca (Zona Norte)

Mensagem  Selene Leukippes em Qua Set 10, 2014 10:09 pm

Selene segue com a matilha.

_________________
Selene Leukippes Valentine - Âmago de Medéia
Theurge - Fúrias Negras - Amazonas de Diana
Aparência 5 - Fúria 2 - Raça Pura 5
Ascendência Notável - Magnetismo Animal
avatar
Selene Leukippes

Mensagens : 306
Data de inscrição : 27/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Entrada Norte - Praça Afonso Viseu - Tijuca (Zona Norte)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum