[CAERN] Cemitério

Página 18 de 22 Anterior  1 ... 10 ... 17, 18, 19, 20, 21, 22  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Crinos - Mayra / Philip

Mensagem  Convidado em Seg Nov 03, 2014 1:51 pm

Adrian vê a chegada dos dois membros da esquadrão e permanece por perto mas distante esperando membros da arautos, assim, ainda estava eufórico com aquele ataque, queria saber se suas palavras ao menos poderiam inspirar coragem e que todos se lançassem a batalha.



Adrian respira e espera  começa a gritar a plenos pulmões:

-HOJE A ARAUTOS MOSTRARÁ A SUA REDENÇÃO, E EU SINFONIA-FINAL-DA-MORTE, NARRAREI NOSSOS FEITOS, SEJA AQUI NO CAERN OU NO ALÉM, PISANDO NA CABEÇA DESSES MALDIDOS NO INFERNO!


Última edição por Adrian Croce em Seg Nov 03, 2014 3:44 pm, editado 1 vez(es)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Cabelinho de Fogo (Crinos) - KIba - Philip - Mayra

Mensagem  Paulo Pereira em Seg Nov 03, 2014 3:05 pm

Somente agora que Cabelinho consegue discernir quem o estava carregando. Era Kiba. Pela centésima vez Asa Solitária tinha salvo a vida do Ragabash. O Ahroun cai de joelhos e em consequência Cabelinho também cai no chão e começa a rolar de um lado a outro tentando apagar o fogo. Em meio aos seus próprios gritos e aos gritos de outros que estavam sendo massacrados, Cabelinho fala para todos e para ninguém em específico.

-A Umbra........filhotes....para a Umbra......

Ouve Mayra, Philip, um garou que falava alguma língua estranha e outro garou. Sabia que Philip estava sem gnose e por isso tenta de alguma forma aguentar os ferimentos por todo o seu corpo evitando se mover muito. Seu corpo todo estava queimado. Assim que o fogo em seu corpo cessa devido as rolagens do Roedor no chão, ele diz:

-Obrigado Asa Solitária.....muito obrigado. Mais uma vez salvou a minha vida. Lhe devo muito.

Pensou em tocar no ombro do Ahroun, mas não poderia. Ele também estava queimado.

-O que acham....argggghhh....de levarmos os filhotes para a Umbra. Lá pode estar mais seguro....que droga...estou sem meus materiais explosivos...

_________________
Roedores de Ossos - Ragabash - Hominídeo - Cliath
16 anos
Carisma 4
Aparência 2
avatar
Paulo Pereira

Mensagens : 278
Data de inscrição : 31/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Igor (Crinos) > Todos no Cemitério

Mensagem  Igor Petrunov em Seg Nov 03, 2014 3:14 pm

Igor chegou ao Cemitério junto com Kiba e logo trocou a forma mais ágil do lobo pela forma de guerra, preparando-se para o que estaria por vir.
Enquanto corriam, o lua crescente conseguia ver o claro sofrimento que Kiba tentava suportar. Ainda na Clareira, mesmo com os ferimentos que recebera, o jovem Ahroun estava determinado em cumprir as ordens de Ira-de-Thor, mas parecia começar a fraquejar um pouco quando finalmente chegaram ao Cemitério.

- Aguenta firme, Kiba. - dizia Igor, enquanto tentava ajudar com que quaisquer focos de brasas no pêlo chamuscado do ahroun fossem eliminados. De toda a sua matilha, ele parecia ser o mais digno de alguma confiança, e não apenas - mas principalmente por - partilharem o sangue do Lobo Progenitor, mas pelo caráter íntegro que demonstara até então. Levando em conta que os representantes de sua tribo que conhecera até então só haviam trazido vergonha para o sangue, o Ahroun tinha muito da consideração de Igor. Dentre todos, o lua crescente realmente se importava com Kiba.
- Preciso de você pra despachar esses malditos de volta para as entranhas da Wyrm!

Alguns outros garous iam chegando e, junto com eles, Mayra e Philip. Ainda faltavam alguns membros do Esquadrão, entre eles seu alpha, mas imaginou que estivessem tendo problemas em deixar a Clareira.

Adrian, o marombeiro falador e descontrolado que havia caído sob influência da Wyrm há minutos atrás, envergonhando ainda mais o nome de sua tribo, parecia estar se sentindo no set de filmagem de 300 com aquele papo de "tonight we dine in hell".

"Como os mais velhos ensinam os filhotes nessas terras?" - pensava, enquanto fitava o discurso infantilmente inflamado do galliard da Arautos. Se todos pensassem assim na matilha dele, não era de se espantar a vergonha à qual foram submetidos naquela noite.

"Ser um garou não é ser um super herói, garoto", era o que Vladimir lhe dizia constantemente. Igor passara por um momento de grande euforia logo após sua primeira mudança. Podia finalmente devolver todas as porradas que a vida havia dado nele. Tinha se tornando forte, podia fazer coisas que jamais imaginara, e isso o havia deixado vislumbrado.

Não havia nada heróico em ser um garou nas noites finais. Estávamos apenas lutando contra o fim inevitável, e sua própria existência era a prova da inexorabilidade desse destino. Apesar de jovem, Igor já compreendia o quão trágico era o papel que lhe fora designado como um garou, como um escolhido de Gaia, como o "Último-Rei-Antes-do-Fim".

_________________

Igor "Filho-da-Alvorada" Petrunov
Fostern dos Presas de Prata, nascido dos homens, sob Lua Crescente
--
Carisma 4 Aparência 4 Raça Pura 5
Idade Aparente: 20 anos


"Just want one thing, just to play the King
But the castle crumbled and you're left with just a name
Where's your crown, King Nothing?"
avatar
Igor Petrunov

Mensagens : 92
Data de inscrição : 05/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

John Montecchio (Crinos) - Todos

Mensagem  John Montecchio em Seg Nov 03, 2014 4:56 pm

Ao chegar no Cemitério, nota que alguns de outras matilhas já estavam por lá. Cada um à seu modo, mas o que mais chamou atenção foi o novato Presas de Prata extremamente focado na união da matilha. Ele sentia que talvez aquela pudesse ser a oportunidade de redenção. John queria ter essa esperança, queria realmente acreditar nisso, mas não era hora para ilusão. Precisavam salvar o Caern se não de nada adiantaria. Morreria ali e entre viver um dia a mais, preferia morrer lutando em defesa daquilo que achava certo.

O fogo se espalhava rapidamente. Conforme as ordens de Ira-de-Thor, era necessário ajudar os filhotes. Enquanto Danniel não se manifestava, fazia o que estava ao seu alcance para ajudar os filhotes. Procurava protege-los do que causasse qualquer mal.

"Esse fogo precisa parar..."

_________________
Ahroun - Andarilhos do Asfalto - Cliath - Espertinhos

Aparência 05
Fúria 05
Magnetismo Animal / Ambidestria.
Cicatriz no pescoço em formato de "S".[/b]


"Apenas é digno da vida aquele que todos os dias parte para ela em combate."
avatar
John Montecchio

Mensagens : 250
Data de inscrição : 13/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Cemitério

Mensagem  Hrist Thordsvedt em Seg Nov 03, 2014 5:21 pm

Hrist chega correndo na forma lupina, achando sua matilha e vendo seus irmãos queimados... Olha rapidamente o local, vendo o caos e o desespero consumindo com fogo aquele Caern. Ela muda sua forma para a de Crinos, se erguendo com os seus e diz, rapidamente:

- Precisamos reunir os filhotes...procurar os que podem ter se afastado. Mayra, uive sua posição os chamando aqui... os que já entendem podem vir até você buscando proteção enquanto nós vamos procurar os outros. Precisamos levá-los para o lago ou para a Umbra se ela estiver segura...Theurges... podem chamar algum espírito para ajudar?

Ela olha para Philip e para Erick com pressa.

_________________
Raça pura: 5 (Ascendente Notável: Filha de Gogol Fangs-First)
Aparência: 3 (Cicatriz na face esquerda, cega deste olho)
Fúria: 6
Qualidade Boa reputação (A de ser muito justa, porém muito rígida)

" Vingança não é um motivo valido, vingança é uma resposta emocional. Não, não é vingança: é punição."
avatar
Hrist Thordsvedt

Mensagens : 236
Data de inscrição : 19/04/2013
Idade : 30
Localização : Sampa City

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Philip (Crinos) - Hrist

Mensagem  Philip Telford em Seg Nov 03, 2014 6:07 pm

Hrist chega e já tem uma ideia de plano, rapidamente o Fianna tira de dentro de seu colete (que expandia com sua forma), o seu facão, e corta sua mão para ter um liquido que o ajudasse na invocação.

"- Me da cobertura que vou tentar chamar um elemental da água, ele pode pelo menos nos proteger."

Então ele começa o ritual de invocação em gaélico, como ensinado por sua tribo.

"- Espirito elemental da água, precisamos de seu auxilio, senão nossos filhotes perecerão."

OFF: Tento invocar o elemental da agua, como sou um jogador relapso não lembro, mas se não for o ultimo ponto, gasto 1 de fdv!

_________________
Drink-no-Abismo
Fianna - Theurge - Hominídeo - Cliath
Fúria: 2
Aparência: 4 (1,90 - 100kg)
Carisma: 1 (carrancudo)
Sempre com um frasco de whisky a mão, seu colete do moto-clube e um facão na cintura
avatar
Philip Telford

Mensagens : 218
Data de inscrição : 23/05/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Kor Yance McDonell (Crinos) - Todos

Mensagem  Kor Yance McDonell em Seg Nov 03, 2014 6:16 pm

Kor chega no cemitério e logo vê quase todos da matilha ali. Kiba ajoelhado quase que em chama, todo chamuscado, Philip e Mayra perto dele, assim como Cabelinho e Hrist que havia chegado quase junto. Chega a tempo suficiente de escutar Cabelinho dar a ideia de levar os filhotes para a Umbra. Não sabia até que ponto isso seria bom, mas quem sabe poderia ser uma boa ideia. Hrist então traça um plano, uma estratégia. Procurar os mais afastados e recolher os restantes. Pede ajuda de Philip e este por sua vez pede cobertura, imediatamente Kor se aproxima do lado do Theurge parando sua corrida e dizendo:

- Cheguei. Sou sua cobertura, Philip. Manda vê.

Havia fogo por todo o local. Bem provável que teria que sair mata a dentro atrás dos que estavam perdidos. No entanto, estava ali agora para cuidar dos filhotes e protege-los. Aguardava Julian aparecer e deveria fazer isso em instantes.

____________________________
OFF Game:
Solicito da narração teste para Armadura de Luna.

_________________
Hominídeo - Galliard - Fostern - Senhor das Sombras - Senhores do Cume - "Sopro-da-Tempestade"
_______________
Aparência 05

Fúria 05
Raça Pura 03

Cicatriz no peito num formato [ / ], cabeça em [ | ] e nas costas em [ Z ].




"Diante de uma larga frente de batalha, procure o ponto mais fraco e, alí, ataque com a sua maior força."
avatar
Kor Yance McDonell

Mensagens : 325
Data de inscrição : 28/01/2013
Idade : 27
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bil (Crinos)- Todos

Mensagem  Severino de Araújo em Seg Nov 03, 2014 8:07 pm

Finalmente Bil chega ao cemitério. No meio de inúmeras sugestões, opiniões e chutes, duas coisas chamam a atenção do Uktena: a viajada do Presas de Prata e a postura de Fúria-da-Justiça-Implacável. Ele se prende ao seu próprio umbigo num momento em que o Caern corria o risco de deixar de existir enquanto ela dá forma às várias sugestões, tomando medidas concretas para a proteção dos filhotes. Enquanto seu Alfa não chega ele procura ajudar da forma que pode às ações dela.

Duas ações parecem centrais nesse momento: a reunião dos filhotes e o chamamento de algum espírito para ajudar. Bil se posta próximo a Kor para tentar proteger não só o Theurge que tentava convocar um elemental da água como também a Garou cega que deveria convocar os filhotes. Era necessário tentar estabelecer um perímetro seguro e enquanto o faz ele procura algo que possa usar para afiar suas garras.

Off: 1 ponto de fúria para Garras Afiadas.

_________________
Severino de Araújo (Bil)
Lapada-na-Escuridão
Ahrou - Cliath - Uktena - homínideo
Aparência 2
Glória 3
Honra 1
avatar
Severino de Araújo

Mensagens : 96
Data de inscrição : 13/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Igor (crinos) > Esquadrão

Mensagem  Igor Petrunov em Seg Nov 03, 2014 8:30 pm

Pouco a pouco, sua matilha começava a se reunir no Cemitério.

Igor esperava alguma reação de Kiba, mas havia muito a ser feito e os filhotes não podiam prescindir da ajuda.

Hrist e Kor finalmente haviam se juntado ao grupo e, tão logo a juíza chegou, cuspiu ordens que Drink-no-Abismo se dispôs prontamente a acatar.

Impassível, o crinos, de um pêlo alvíssimo que reluzia em matizes prateadas à luz do luar que corajosamente trespassava as colunas de fumaça que se erguiam pelas copas das árvores, se pôs de pé ao lado de Kiba. Os gritos dos filhotes podiam ser ouvidos ao longe e isso aumentava ainda mais o senso de urgência de que deveriam ser guiados sem demora até a segurança.

"Não posso permitir que aqueles corpos que se levantavam dos túmulos sejam os deles. Isso não acontecerá!"

O Lua Crescente fincou os olhos em Hrist e sentenciou.

- Deixe que Drink-no-Abismo combata o incêndio. Eu guiarei os filhotes em segurança até aqui.

Silenciosamente, o Presas deu mais alguns passos, passando por Fúria-da-Justiça-Implacável e afastando-se alguns poucos metros do grupo.

Abriu os braços em forma de cruz, inspirou profundamente e soprou, um sopro longo que parecia bem mais forte que a quantidade de ar que havia sorvido. Lentamente, seus olhos tornaram-se arredondados, sua íris diminuiu e pêlos branquíssimos que lembravam penas contornavam seus olhos, conferindo-lhe o aspecto que lembrava uma ave de rapina com as asas abertas.

Em tom solene e tingido pelo respeito, Igor proferiu:

- Ouçam o chamado do vento, espíritos irmãos. Aquele cujo sangue o Falcão e sua Côrte juramentaram proteger, humildemente, conjura-vos!



-------------

OFF: Solicito ao Narrador uma rolagem para invocação de um espírito juramentado da Côrte do Falcão. Utilizo um ponto de Força de Vontade para o teste.


Última edição por Igor Petrunov em Seg Nov 03, 2014 10:33 pm, editado 2 vez(es)

_________________

Igor "Filho-da-Alvorada" Petrunov
Fostern dos Presas de Prata, nascido dos homens, sob Lua Crescente
--
Carisma 4 Aparência 4 Raça Pura 5
Idade Aparente: 20 anos


"Just want one thing, just to play the King
But the castle crumbled and you're left with just a name
Where's your crown, King Nothing?"
avatar
Igor Petrunov

Mensagens : 92
Data de inscrição : 05/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Julian ''Esquecido" (Crinos) - Esquadrão / Titãs / Arautos

Mensagem  Julian Escott em Seg Nov 03, 2014 8:40 pm

* Julian chega ao cemitério a tempo de ver que os seus irmãos de matilha já se aglomeravam. Via outros Garous de outras matilhas cumprindo as ordens de Ira-de-Thor mas a Esquadrão era definitivamente maior numero. Nao tinham tempo para esperar que todos chegassem e tinham que agir rápido, o Caern estava sendo bombardeado e a morte batia as portas dos Garous de Gaia. Ouve a sugestão da Philodox de sua Matilha e pensa que poderia aproveitar algo do que já fora sugerido. Para próximo aos membros da Esquadrão que se recompunham e buscavam instrucoes já bradando: *

- Não adianta nois correr por ai que nem loco com filhote em baixo do braço se não tiver praonde levar! Vamo fazer um circulo seguro e depois nois solta os grupo de resgate e vai avançando!

* Olha ao redor, observa Philiph em algum tipo de ritual e decide que não deixaria seus irmãos se separarem e virarem presas faceis. Se volta para o Theurge e orienta: *

- Continua a invocação, Drink!

* Observa os demais e então sinaliza: *

- Esquadrão, fiquem em volta do Theurge e vamo criar um local seguro pra trazer os filhote. Hrist, fica esperta, você vai liderar um grupo de resgate pra trazer os muleque pra dentro da nossa proteção enquanto a gente marcha pra fora daqui. Ninguém se separa até eu dar o sinal!! Igor, volta já aqui porra!!

* Estava puto com Hrist mas num momento como aqueles sua raiva não importava de nada. O inimigo era outro e Julian não pensa em nada alem do objetivo. Em verdade, sabia que apesar dos pesares a Fenris era competente o suficiente para escoltar os filhotes de volta para segurança. Descolaria um grupo para ela quando fosse o momento. Olha rapidamente para as outras matilhas, reconhece o alfa da Titãs gritando ali perto e decide que teriam mais sucesso agindo em conjunto. Grita para Pantaneiro: *

- Titãs, quero fazer um triangulo com nossas treis matilha e colocar os filhote no meio enquanto nois avança junto pra fora desse inferno! Cada matilha voltada prum lado enquanto nois vaza, ta ligado?! Ceis tao dentro?!

* Espera a confirmação do líder da outra matilha antes de prosseguir, do contrario nada daria certo. Enquanto isso, aproveita a interrupcao dos berros de um cara escandaloso da Arautos e brada para Adriam também, não enxergando o Alfa da matilha abençoada pelo avô trovão: *

- Ow malandro, avisa teus irmaos de matilha e teu alfa sobre o que tamo tentando fazer aqui, se puder!!

* Depois simplesmente se atem a sua matilha e rosna baixo: *

- Segurem a onda ate eu liberar os grupo de resgate e vamo passo a passo sair daqui juntos! Vou meter os filhote no meio do triangulo!

* E aguarda a reação dos demais enquanto segura com força sua lamina de gelo na tentativa de ativar o espirito gélido que nela habitava. Tenta se armonizar com o fetiche já buscando com os olhos os problemas que surgiriam. *

__________________
Off: solicito à narração o teste de ativação do fetiche.

Sugestão de formação para as matilhas:

____________  Arautos
                  /                     \
Esquadrão ____________ Titãs

_________________
Julian Escott Kraken - "Esquecido"
Alfa da Esquadrão da Fúria e líder dos Roedores de Ossos da Seita
Ahroum - Roedor de Ossos - Adren

Aparência 5 (-2, cicatriz na face)
Fúria 6
Raça-Pura 0

Características notáveis:

- Uma série de cicatrizes de batalha que se evidenciam em seu peito, costas e ombro, sendo a mais notável um corte profundo que percorre sua face.
avatar
Julian Escott

Mensagens : 221
Data de inscrição : 16/02/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luke McFionn "Pantaneiro" (Crinos) - Todos/ Julian

Mensagem  Luke McFionn - Pantaneiro em Seg Nov 03, 2014 9:07 pm

A matilha que tinha mais Garous ali era a Esquadrão. Escuta alguns tecendo planos enquanto outros já agiam. Uns invocando espíritos e outros fazendo a proteção enquanto esboçavam as preocupações dos filhotes. Por mais que o restante da Titãs ainda estivesse chegando, estava ali cumprindo as ordens. Logo mais chegariam e sem dúvida reagrupariam. Fazia o que estava ao seu alcance no momento para proteger todos eles, eis que então escuta a voz do Alpha da Esquadrão. Era o tal do Esquecido. Havia gravado bem a cara dos Alphas das outras matilhas e seu sotaque era um tanto quanto estranho, porém, dava uma ideia até boa.

" Nóis faze um circulo e coloca os filhote no meio pra protege e tira eles daqui... Pode funciona..."

Pantaneiro então rapidamente respondeu para Esquecido se colocando a prontidão naquele plano.

- Tamu dentro, Esquecido! Pode conta com nóis! Parece se um bom plano pra defende a filhotaiada, mais o resto da minha matilha ainda tá chegando já já! Segura aí que nóis tá junto, xômano!


Isso faz com que Pantaneiro rapidamente olha para trás procurando o restante da matilha. Havia vindo correndo na frente, passado as ordens e ninguém ainda havia aparecido por ali.

"Puta que pariu... Cadê o resto da galera? Será que deu merda lá trás? Fodeu..."

Estava preocupado, porque seria um problema grande se tivesse que voltar novamente na Clareira Central. Primeiro que não sabia o que poderia estar acontecendo, segundo que estaria desobedecendo ordens e deixaria um buraco no plano de Esquecido que parecia ser bom para os filhotes. Terceiro que precisava defender os filhotes. Foi ganhando tempo ajudando. Completou para Esquecido:

- A gente vai leva eles pra onde? O Caern inteiro tá sendo atacado. O certo memo era nóis acaba com esses filadasputa da Wyrm antes que eles fizesse mais merda!


Já voltava assumindo a posição que Esquecido havia sugerido e ainda de olho no restante da matilha. Se não chegassem, teria que pensar em algo urgentemente. Não podia ficar ali sem ninguém. Talvez até estivessem precisando de ajuda.

Desabsorveu seu facão do mal e sua foice malvadona levando cada um em uma mão e se concentrou para ativa-los.Não sabia o que iria enfrentar, mas era bom que estivesse preparado. Vai saber que tipo de inimigo estavam lidando. Poderiam ser surpreendidos.

_________________________
OFF GAME:
Solicito da narração a ativação do Fetiche.

_________________
Fianna - Cliath - Ahroun - Hominídeo - Irmandade de Herne
Ambidestro / Magnetismo Animal / Coragem Infecciosa / Ascendência Notável
Raça Pura 05
Aparência 05
Fúria 06
avatar
Luke McFionn - Pantaneiro

Mensagens : 145
Data de inscrição : 16/03/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aman (Crinos)

Mensagem  Aman Ubuntu em Seg Nov 03, 2014 9:17 pm

A Peregrino chega ao cemiterio e vê muito fogo, estavam ali apenas John e os dois novatos, um que gritava palavras de ordem, preocupado com sua gloria, não com os filhotes, ele era um perigo maior que John para a matilha e o Uktena afiava suas garras.

Enquanto isso as outras matilhas se organizavam e bolavam um plano, a Peregrino acata as instruções do Roedor e já se posiciona na posição indicada.

"- Punhos de aço, Uktena, Presas, venham aqui. Bardo-Forasteiro estava vindo mas o perdi de vista. Boom e Coração-Impiedoso sumiram de vista."

Então com uma voz bem mais alta ela fala para que os outros soubessem que estavam ali.

"- Esquecido, Pantaneiro, a Arautos do Trovão está aqui, não todos mas eles tão chegando, as suas ordens.

_________________
Aparência: 3
Carisma: 3
Fúria: 3
Peregrinos Silenciosos - Philodox - Hominídeo
Idade aparente: 20 e poucos
avatar
Aman Ubuntu

Mensagens : 247
Data de inscrição : 03/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

John Montecchio (Crinos) - Todos / Aman

Mensagem  John Montecchio em Seg Nov 03, 2014 9:38 pm

Estava ali pronto para o que desse e viesse perto dos demais de sua matilha. Não demora para Esquecido chegar sugerindo um plano de defesa. Danniel ainda não tinha chegado, mas Aman rapidamente se põe a frente da matilha aceitando e dizendo que mesmo sem o Alpha, acataria aquele plano. Se aproximou dela então acenando para a Philodox.

- Pronto. Vamos salvar esses filhotes.


Disse isso com um tom de convicção como se não fosse uma opção e sim uma obrigação.

_________________
Ahroun - Andarilhos do Asfalto - Cliath - Espertinhos

Aparência 05
Fúria 05
Magnetismo Animal / Ambidestria.
Cicatriz no pescoço em formato de "S".[/b]


"Apenas é digno da vida aquele que todos os dias parte para ela em combate."
avatar
John Montecchio

Mensagens : 250
Data de inscrição : 13/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[CAER] Cemitério - em Crinos

Mensagem  Michell Corbeill em Seg Nov 03, 2014 10:42 pm

Interações com a matilha Arautos do Trovão, Titãs e Esquadrão da Fúria.
Em Crinos.

Michell se esquivava dos focos de fogo, chegando ao cemitério tão logo via sua matilha se reagrupando. Não via Steven e Boom, sabendo apenas que Danniel estava um pouco ocupado com as chamas em seu corpo. As matilhas se agrupavam, aparentemente havia um plano. O Andarilho se mantem a postos, já falando:

-
Pessoal, eu peço cuidado com suas ações pois Sylvia nao está aqui e eu sou apenas um Cliath com muita pouca Gnose para curar. Já existe algum plano?

Michell poderia conjurar água por intermédio dos elementais, mas se perguntava se a quantidade que produziria seria eficiente para agir em algum canto. Não podia gastar sua Gnose em vão, então lhe restava esperar o plano que parecia ser organizado.

.

_________________
avatar
Michell Corbeill

Mensagens : 264
Data de inscrição : 03/02/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Todos no Cemitério

Mensagem  Narrador em Ter Nov 04, 2014 5:24 am

O elemental da água surge e parecia agitado. Provavelmente o Fianna não era o único a invocar o espírito por ali. Enquanto o espírito se materializava, uma energia gaiana começa a tomar contornos também pelo poder de Igor, surgia ali uma imponente Águia, da Corte de Falcão.

A Águia diz à Igor:

'- Porque me chamar, Filho-da-Alvorada?'

O elemental da água, com sua manifestação acaba diminuindo o fogo que havia à frente do grupo proporcionando a eles a primeira visão do campo de batalha. Uma visão que não gostariam de ter. O Elemental olha para Drink-no-Abismo e pergunta:

'- O que quer de mim, Filho do Cervo?'

Sopro-da-Tempestade se concentra mas não consegue invocar a Armadura de Luna. Severino afia suas garras. Julian ativa sua Lâmina-de-Gelo e traz uma breve brisa gélida que corta a todos perto do Ahroun. Pantaneiro ativa suas lâminas. E todos se chocariam com que iriam ver.

Os filhotes gritavam desesperados e não fugiam. Não fugiam porque não podiam fugir pois estavam sendo mutilados e devorados pelos mortos do Caern que levantavam de suas tumbas e atacavam os filhotes que, como era de praxe na seita, terminavam o ordenamento do cemitério depois das cerimônias. A cena é nojenta e assustadora. Garous que haviam lutado lado a lado com os Garous, que tinham história com os Garous ali presentes, que foram heróis daquela Seita se levantavam como mortos vivos e atacavam os filhotes, ceifando-lhes a vida e se alimentando de suas carnes.

Os hominídeos levantavam na forma hominídea e pareciam um pouco mais rápidos que os Impuros que se erguiam na forma Crinos. Os lupinos levantavam como lobos. Todos com um olhar vazio, gemendo de forma melancólica e avançando agora na direção dos Garous. Kiba podia ver ali Seifer e Angus, a Esquadrão da Fúria reconhecia Dimas, Lauren e todos os mortos no hospital. A Arautos via seu ex-alfa psicopata voltando dos mortos e andando na sua direção. Hrist vê seu próprio irmão devorando um filhote no horizonte. A Titãs via Essência-de-Balder e Hal tinha que lidar com o fato de ver seu próprio mentor. Julian deparava-se com seu pai, Coração-Valente.

Aquele choque não deveria ser facilmente digerido por alguns ali.

Os barulhos de explosão continuavam, a fumaça negra subia do caern que era quase totalmente tomado pelas chamas. Um trovão, no entanto, chama a atenção de todos e as primeiras gotas fortes de chuva tocam a pele dos garous. Raios começam a cair pelo caern e os trovões se multiplicam. Os ventos ficam cada vez mais fortes e a chuva cada vez mais intensa. Uma tempestade, das mais fortes, brotava do nada. A Arautos do Trovão sabia o que era aquilo e o que estava por começar.


OFF GAME: Sopro-da-Tempestade não tem Gnose suficiente para ativar Armadura de Luna.


avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Philip (Crinos) - Espirito/Esquecido

Mensagem  Philip Telford em Ter Nov 04, 2014 6:32 am

Philip via a cena horrivel que o elemental havia permitido que eles vissem. Os mortos tentavam devirar os filhotes, que estavam estaticos e apavorados, aquela era uma cena tenebrosa, mas os Garous não podiam perder a cabeça. Os que cairam na mesma noite já estavam de pé, andando lentamente e tropegamente em direção à carne fresca dos filhotes. Isso tudo e o fogo não amainava.

Porem, antes que pudesse falar com o espirito, a chuva volta a cair, fortemente, então ele fala para o elemental.

"- Poderoso espirito das águas, nossos filhotes estão entre os mortos e o fogo, precisamos que você os escolte de lá até aqui para que não se queimem. Os mortos são nossa responsabilidade, pedimos apenas que os guie e os proteja do fogo!"

Então ele se vira para Esquecido.

"- Esquecido, deixa um Garou de cada matilha comigo e junto com o espirito da agua vamos proteger os filhotes. Pode mandar o grupo de resgate parar us morto. Do fogo eu e o espirito cuidamo pra protege os fiote."

_________________
Drink-no-Abismo
Fianna - Theurge - Hominídeo - Cliath
Fúria: 2
Aparência: 4 (1,90 - 100kg)
Carisma: 1 (carrancudo)
Sempre com um frasco de whisky a mão, seu colete do moto-clube e um facão na cintura
avatar
Philip Telford

Mensagens : 218
Data de inscrição : 23/05/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Aman (Crinos)

Mensagem  Aman Ubuntu em Ter Nov 04, 2014 6:47 am

A Peregrina olha a horrivel cena que via a diante, os filhotes entre o fogo e os mortos, mortos aqueles que vira cair a pouco, vira serem enterrados, e agora, tropegos, avançavam para devorar o futuro da Nação Garou.

Então, do nada, um trovão surge, e então uma chuva, progressivamente mais forte, até uma tempestade se formar começa, era a ação de Sylvia novamente, a Peregrino sussurra para que no maximo sua matilha escutasse.

"- Obrigada Feiticeira-das-Sombras."

Aman então volta-se para o lider daquele empreitada, falando para Esquecido. Ela assumira o posto de lider ali, pois o Alfa e os de posto mais alto não estavam presentes, e depois da assembleia acha que John não teria muita moral com ninguem.

"- Esquecido, a Titãs ainda não chegou inteira, então a Arautos pode avançar com o resto do grupo, quando o resto da matilha do Javali chegar eles já estarão aqui, onde reuniremos os filhotes."

Ela então se vira para sua matilha e olha para cada um quando lhes fala.

"- Punhos de Aço, lidere a investida contra os mortos, Lapada na Escuridão ao lado de Punhos. Filho da Alvorada, você e seu espirito garantam que nada vai nos atacar pelas costas e pelos lados, fique de olho aberto. Eu e Decodificador dos Espirtos vamos atrás e guiamos os filhotes de volta à entrada."

_________________
Aparência: 3
Carisma: 3
Fúria: 3
Peregrinos Silenciosos - Philodox - Hominídeo
Idade aparente: 20 e poucos
avatar
Aman Ubuntu

Mensagens : 247
Data de inscrição : 03/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Kiba Valentine (Crinos) - Todos na Cena / Julian / Igor / Paulo

Mensagem  Kiba Valentine em Ter Nov 04, 2014 7:20 am

Muito fogo estava espalhado por todo o Caern. Alguns Garous ali também estavam em condições tão ruins quanto a sua ou pior. Cabelinho lhe agradece pela ajuda e o Ahroun acena com a cabeça enquanto ainda lutava com o fogo que queimava sua pele.

Igor começa a tentar ajuda-lo a apagar o fogo e o Ahroun agradece com um sutil:

- Obrigado...

A ajuda do Theurge era bem vinda, mas apagar o fogo que tinha combustível de sobra para queimar era complicado demais. O pedido de ajuda do Theurge faz o Ahroun recolher Excalibur e se colocar de pé mais uma vez.

“Não posso descansar enquanto tem gente precisando de mim...”

Hrist chega e fala sobre um espírito pra ajudar. Certamente alguma coisa da água seria muito bem vinda e Phillip rapidamente já começa a agir para suprir essa demanda.

Conforme Igor caminhava para longe o Ahroun começa a segui-lo para garantir que nada interrompesse a invocação, mas logo Julian chega e começa a dar ordens para todos.

O Ahroun pedia para retornarem e que fechassem uma área de contenção para cuidar dos filhotes. Novamente um plano engessando a matilha e as demais. Porem, aparentemente os lideres da Arautos e da Titãs concordavam com Esquecido, então não valeria apena discutir.

Kiba espera que Igor terminasse a invocação, mas quando quase tudo estava terminando os mortos começam a levantar de suas covas e atacar os filhotes que ali estavam.

- NÃOOOO!!!

O Ahroun pensa em avançar, mas se deparar com Seifer, Angus e toda a Esquadrão da Fúria lhe faz paralisar mais uma vez. Com certeza aquilo tudo era uma brincadeira de muito mal gosto. E Kiba não perdoaria o responsável por aquilo.

Por um instante o Ahroun até pensou estar sobre os efeitos do poder do maldito Senhor das Sombras mais uma vez, mas não... Aquilo era real... Muito real.

Enquanto todos diziam o que iriam fazer o Presa de Prata olha para Igor e diz:

- Reagrupar...

Feito isso o Presa de Prata começa a recuar enquanto sentia que uma tempestade se aproximava. Kiba certamente nunca esteve tão feliz ao ouvir o som de um trovão.

Assim que se aproxima de Esquecido e os demais o Presa de Prata olha para o Alpha e diz:

- Julian, o lugar mais seguro do Caern agora é a Pedra da Lua. Temos que levar os filhotes pra lá e mandar eles pra outra Seita. Se tivermos que ficar protegendo eles não vamos poder ajudar o resto da Seita.

_________________
Hominídeo - Ahroun - Presa de Prata - Anjos Guardiões - Inimigos da Wyrm - Cabana da Lua
Cicatrizes: Cicatriz profunda em forma de "/" no tórax e cicatriz superficial na altura do coração.
Carisma 03
Aparência 04
Raça Pura 05
Fúria 07
Idade: 17 anos
Altura: 1,70
Peso: 76kg
avatar
Kiba Valentine

Mensagens : 585
Data de inscrição : 28/01/2013
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Cabelinho de Fogo (Crinos) - Esquadrão - Cemitério

Mensagem  Paulo Pereira em Ter Nov 04, 2014 7:44 am

Cabelinho estava muito ferido e percebe que Kiba também o estava. O ragabash apenas ficava imaginando porque Igor não os curava. Ele não era Theurge e sabia aquelas mágicas de mago branco do Final Fantasy? Ele dera a ideia de levarem os filhotes para a Umbra e Hrist chega depois dizendo a mesma coisa. Isso era bom. Ele tivera uma boa ideia? Esperava que sim. Pelo discurso de Hrist, ele tinha que crescer e começaria a fazer isso a partir de agora.

Kor chega logo depois do próprio Cabelinho e de Igor. Ele seria uma grande ajuda. A ideia de Hrist de juntar os filhotes era muito boa. Estava quase todo queimado e não seria de grande ajuda por enquanto. Esquecido chega e começa a bradar ordens. Eram ótimas ordens, mas os feridos não tinham que ser curados? Cabelinho seria somente mais um peso para a matilha.

Aparentemente todos os outros garous acatavam as ordens de Esquecido e isso era bem interessante. Cabelinho, aos trancos e barrancos se arrasta em Crinos para ficar próximo de sua matilha, mas a dor era tão grande e constante que ele mal consegue fazê-lo. Cabelinho tinha que pedir que o curassem e a Kiba:

-Preciso que me curem e que curem Asa Solitária.....estamos muito feridos.....

A carne queimada de Cabelinho emitia um odor de churrasco de cachorro. Espíritos são invocados e para o desespero de Cabelinho, os mortos se levantavam e estavam literalmente se alimentando dos filhotes. Procurou Dimas no meio daquela confusão, mas não conseguiu vê-lo em uma primeira olhada até que apertou os olhos e o viu comendo um filhote. Estavam no cemitério e era possível ver que TODOS os mortos estavam se levantando. Era como uma horda faminta a procura dos filhotes.

Raios, trovões e uma chuva começa novamente a cair e Paulo agradece. Algum Theurge poderia ter feito aquilo ou Gaia estava tentando salvá-los. Pelo menos o fogo diminuiria. Cabelinho estava muito ferido e por enquanto aguardava as ordens do Alpha que parecia comandar o grupo inteiro. Kiba tem uma ótima ideia, mas o Ragabash pensava que aquele Caern já estava perdido. Suas esperanças começavam a desaparecer.

_________________
Roedores de Ossos - Ragabash - Hominídeo - Cliath
16 anos
Carisma 4
Aparência 2
avatar
Paulo Pereira

Mensagens : 278
Data de inscrição : 31/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Yasmine (Hispo) - Pantaneiro - Titãs - Todos no cemitério

Mensagem  Yasmine P. Jawani em Ter Nov 04, 2014 7:50 am

Pantaneiro já estava no Cemitério e não parecia nada contente com a situação. Yasmine estava em lupina e se aproxima dele. Era possível ver que a Ragabash estava com a pata traseira fraturada. Ela resolveu não mudar para Crinos agora ou ficaria em desvantagem. Resolveu usar a fúria que ganhara na Clareira Central para mudar para Hispo. Teria três patas em vez de uma e maior poder de defesa e ataque.

-Pantaneiro....

Mas não tem muito tempo de falar mais nada. Esquecido, o Alpha da Esquadrão da Fúria brada ordens aos outros garous e Yasmine pensa que poderia ser uma ótima ideia. A Portador se coloca ao lado de Pantaneiro quando a visão dos garous mortos que se levantavam de suas covas para se alimentar dos filhotes podia ser vislumbrada, já que o espírito da água invocado diminuíra o fogo no Caern e dava a oportunidade de ver melhor o campo de Batalha.

Yasmine estava ferida, mas conseguiria se virar. O problema era a pata quebrada. Mas ela daria um jeito.

-....estou pronta para ajudar...ferida, mas pronta.

E esperava as próximas ordens.

OFF: Usado 1 de Fúria para mudar para Hispo.


Última edição por Yasmine P. Jawani em Ter Nov 04, 2014 9:51 am, editado 1 vez(es)

_________________
Portador da Luz Interior - Ragabash - Impura - Cliath
Defeito de Impuro: Albina
Carisma: 2
Aparência: 2
Idade: 26 anos
Qualidade perceptível: Sem Cheiro/Inodoro
avatar
Yasmine P. Jawani

Mensagens : 161
Data de inscrição : 10/09/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Lapada-na-Escuridão (Crinos) - Punhos-de-Aço - Ubuntu - Todos

Mensagem  Severino de Araújo em Ter Nov 04, 2014 8:36 am

Lapada afia suas garras e, seguindo o comando da juíza de sua matilha, se coloca ao lado de Punhos-de-Aço entre os mortos que atacavam os filhotes e os Theurges presentes. Notando o lapso da juíza ele pergunta:

"- E o Sinfonia-Final-da-Morte?"

Não tinha tempo para maiores considerações, mas desconfiava que quanto mais garras tivessem melhor seria o resultado. Sua fúria se manifesta em sua fisionomia e em sua respiração acelerada. Sua postura com as garras afiadas e a mostra era a de uma fera presa pronta para massacrar o que estava diante de si. Não tinha a mesma relação dos demais com aqueles que se levantavam. Nunca correra ao lado de nenhum deles, nem mesmo os conheceu em vida já que quando chegou ao Caern eles eram alvo dos rituais fúnebres a pouco encerrados. Para Bil o que estava diante dele eram manifestações do Avô Serpente e ele estava ali para detê-los.

Já o massacre dos filhotes não tinha como ser ignorado por nenhum dos presentes. Embora alguns já estivessem perdidos eles deveriam salvar o máximo possível. Ele rosna tentando atrair a atenção dos mortos para si para dar tempo dos filhotes ainda vivos fugirem.

"- RRRRRRRRRRRR... MALDITOS!!!!"

Apesar da postura guerreira seu juízo continuava funcionando perfeitamente e ele observa a existência de hominideos, lupinos e Crinos entre os mortos que caminham. Isso lhe sugere que existiam níveis diferenciados de ameaça e que eles deveriam levar isso em conta. As maiores ameaças, aparentemente, eram os Crinos.

"- Primeiro os Crinos em dupla?"Pergunta para Punhos-de-Aço a quem cabia comandar o revide.

Severino observa a cena buscando alvos que pudessem abater, principalmente os Crinos, sem correr o risco de serem cercados pelos demais.

_________________
Severino de Araújo (Bil)
Lapada-na-Escuridão
Ahrou - Cliath - Uktena - homínideo
Aparência 2
Glória 3
Honra 1
avatar
Severino de Araújo

Mensagens : 96
Data de inscrição : 13/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Todos no Cemitério

Mensagem  Narrador em Ter Nov 04, 2014 8:59 am

A cena era dantesca. Haviam inúmeros Garous enterrados naquele Caern e, com isso, eram muito superiores numericamente. Os filhotes que ainda não estavam mortos, estavam de alguma forma presos sendo devorados, ou tendo seus membros amputados. Não havia filhote ileso e não havia nenhum filhote livre para correr. Eles estavam no meio de uma horda de Garous mortos que levantavam com sede de carne viva e avançavam contra eles de forma bestial. Assim como haviam também alguns mortos que avançavam na direção das matilhas que estavam chegando ao sentir o cheiro de carne fresca.

OFF GAME: Esse post é uma mera atualização descritiva feita para tirar as dúvidas mais comuns que tem chegado à Narração. Não o considerem como um acelerar de cena, apenas como complemento ao post anterior.
avatar
Narrador
Admin

Mensagens : 5110
Data de inscrição : 27/01/2013
Idade : 34
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://segredosdoapocalipse.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Julian Escott "Esquecido" (Crinos) - Esquadrão / Arautos / Titãs

Mensagem  Julian Escott em Ter Nov 04, 2014 10:59 am

* Tendo dado suas ordens e sugestões de ação, Esquecido aguardava por respostas e elas não demoram a chegar. Pantaneiro, Alfa da Titãs não demora em confirmar seu apoio à idéia proposta e se mostra disposto a seguir a sugestão. Aquilo era definitivamente bom, duas matilhas atuando em conjunto aumentava as chances de sucesso. Mais do que apenas a resposta da Titãs, também chega aos ouvidos do Roedor de Ossos uma manifestação da Arautos do Trovão, que começava a aumentar seu contingente no cemitério caótico e cercado por chamas. Na ausência daquele que Esquecido entendia ser o Alfa da matilha, ou ao menos o era durante a assembléia, uma Garou se adianta para falar por seus irmãos.

“ Agora é só fazer essa porra dar certo!”

* A Arautos do Trovão também estava dentro. Reconhece a representante da matilha abençoada pelo Avo-Trovão como aquela que julgara os próprios irmãos perante a Seita na Assembléia recém ocorrida, e assume que ela tinha o respeito e autoridade para levar o plano adiante. Agora simplesmente formariam o perímetro seguro enquanto os demais chegavam e em instantes poderiam se lançar contra o que quer que os esperasse do outro lado. *

“Vamo Drink, termina essa porra e baixa esse fogo..”

* Esquecido se concentrava no fetiche que tinha em mãos, uma tradicional espada da família de seu pai, e sente que ao apertar com mais força a empunhadura o espírito que residia na arma se manifesta, pronto para se lançar contra o que quer que fosse. Conforme uma breve onda gelada percorre seu corpo, a arma forjada nas mais remotas geleiras da Sibéria ganha um tom azulado e sinistro, fazendo runas antigas surgirem pela extensão da lamina afiada. Sabia que novamente naquela noite alimentaria aquela arma ancestral com carne e sangue, mas definitivamente não estava preparado para servir o prato que à saciaria. Por que a invocação de Drink-no-Abismo havia terminado, o fogo baixara, e seu próprio pai, dono anterior daquele exato fetiche empunhado pelo Roedor de Ossos de sangue nobre, protagonizava a matança dos filhotes. *

“Isso é mentira! É a porra de uma mentira!”

* O Roedor de Ossos tentava se convencer de que tudo aquilo não passava de uma ilusão pregada por sua mente, mas os gritos dos filhotes trucidados pelos mortos era real demais. Via sangue inocente espirrar conforme as criaturas viciosas que outrora chamara de irmãos se entregavam à luxuria do sangue. Seu sangue gela por um instante, sua perna hesita.. não queria violar aqueles que já haviam se coberto com mortalhas. Na verdade, não sabia se queria estripar o cadáver de seu pai, fosse ele ou não uma aberração. E talvez uma das ultimas palavras de seu genitor antes de partir nunca houvesse sido mais ironicamente verdadeira: *

“Nunca se negue a chance de liderar. Faça o que tiver que fazer..”

* Assim seria, lideraria seus irmãos querendo ou não. Balança a cabeça, olhos gelados que evitavam raciocinar demais sobre o que estava por ser feito.. ou melhor, sobre o que tinha que ser feito! Ouve Drink-no-Abismo lhes garantindo que poderiam iniciar a surtida deixando apenas alguns irmãos para trás e ouve a Philodox dos Arautos se manifestando no sentido de que os que chegassem depois iriam compor o ultimo grupo. Outro comentário importante é a ideia bem vinda de um ponto seguro para o qual deveriam se dirigir. De fato, não poderiam fazer muito se tivessem que proteger os filhotes o tempo todo, o ideal seria transportá-los para longe usando a ponto mística da pedra da lua. Aquilo parecia bom o suficiente e não tinham mais tempo a perder, teria que servir. Sem mais, Julian se volta inicialmente para sua própria matilha, mas estende o tom de seus brados para que fosse ouvido por todos os presentes, já que todos haviam aderido ao plano, lhes dizendo: *

- Os filhotes vão ser trazidos prá cá, aqui vai ser o ponto seguro! Nóis vai meter um tipo de extração, segurando os morto tempo suficiente pra conseguir trazer os filhote de volta! O bagulho tem que ser frenético, entrar no inferno, pegar os pequeno e sair! Quando os filhotes estiverem aqui, cada uma das matilha assume uma ponta do triangulo e nóis recua junto até a pedra da lua!

* Vira-se então para sua própria matilha, sabendo que teria que dividi-los e os instrui: *

– Kor, Hrist, Igor e Declan vem comigo, a gente vai trazer os muleque de volta! Mayra, Cabelinho, Philiph, Nycole e Kiba, vocês vão manter esse lugar seguro enquanto nóis num volta. Kiba, o comando da defesa é seu!

* Gostaria de poder levar Mayra consigo, gostaria de poder levar Kiba, mas a ação tinha de ser rápida e a Fianna faria melhor defendendo uma posição do que avançando às cegas, enquanto Kiba e Cabelinho estavam feridos demais para pedir que ambos se expusessem.Vira-se para Pantaneiro, líder da Titãs e para Ubunto, que tomava as decisões pela Arautos: *

- Os membros da Titãs e Arautos que já chegaram vem junto pro resgate! Os que ainda vão chegar, ficam pra defesa! As matilhas voltam a se unir na retirada. De acordo!?

* Sugere a ordem apenas para que tudo se tornasse oficial, de forma a não desrespeitar hierarquias. Estava passando além da linha que divide uma matilha da outra e se preocupava em não causar atritos desnecessários por conta de ego. Dito isto, e sabendo que não havia mais tempo nenhum a perder se quisessem resgatar algum filhote, finaliza: *

- Esquadrão e irmãos, vamo meter o pé!!!

* Segura firme sua lamina de gelo e então avança pela passagem de fogo em direção ao reino da morte esperando que fosse seguido, do contrário tudo desabaria. *

_________________
Julian Escott Kraken - "Esquecido"
Alfa da Esquadrão da Fúria e líder dos Roedores de Ossos da Seita
Ahroum - Roedor de Ossos - Adren

Aparência 5 (-2, cicatriz na face)
Fúria 6
Raça-Pura 0

Características notáveis:

- Uma série de cicatrizes de batalha que se evidenciam em seu peito, costas e ombro, sendo a mais notável um corte profundo que percorre sua face.
avatar
Julian Escott

Mensagens : 221
Data de inscrição : 16/02/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Luke McFionn "Pantaneiro" (Crinos) - Todos / Julian / Yasmine

Mensagem  Luke McFionn - Pantaneiro em Ter Nov 04, 2014 11:32 am

"Puta que pariu... aconteceu alguma coisa... num é possível... Cadê eles?!"

Era o que se perguntava enquanto não via ninguém de sua matilha ali como havia ordenado. Pra isso acontecer, algo muito grave deveria estar acontecendo na Clareira Central que é onde estava. Tinha que ser algo muito grave mesmo e essa seria a única explicação. Quando menos esperou uns integrantes da Esquadrão conseguiram invocar uns espíritos, inclusive o espírito da água e quando esse abaixou o fogo a frente, viu o que jamais gostaria de ser visto: filhotes sendo devorados pelos mortos que haviam sido enterrados. Muitos deles sendo mutilados, comidos vivos, presos. Era uma cena bizarra. O grito de desespero era enorme e precisavam salvar ele a todo custo. Pantaneiro sentiu sem sangue ferver e a raiva ia consumindo.

Eis que então escuta a voz de Yasmine. Olha pra trás enquanto ela dizia que estava pronta para ajudar, mas estava ferida. Saía da sua forma de combate para facilitar a movimentação e então olha para seu pé que estava visivelmente quebrado.

- Foi bom que veio! Segura a onda aí que os filhotes tão morrendo ali!

Aquilo significava que Yasmine teria que dar seu máximo assim mesmo. Não havia Theurges o suficiente para fazer as curas e muitos estavam debilitados. Seus próprios Theurges não estavam ali. Rapidamente dizendo para Yasmine, completou:

- Cadê os outro!?

Talvez ela tivesse explicação. Esquecido então se põe a falar novamente respondendo o que havia perguntado anteriormente como buscariam os filhos. Sua estratégia de salvação era simples, entrar, pegar, trazer e defende-los. Isso era bem melhor que deixar os coitado lá, sendo devorado. Ele passa as ordens para sua própria matilha e depois pergunta se as outras tava de acordo. Pantaneiro não tinha desenvolvido nenhuma ideia, até porque estava sem a matilha, mas se juntar e se unirem agora era o melhor caminho. Respondeu então para Julian:

- De acordo, Esquecido! Bora logo que os filhotes num vão aguenta muito tempo!

Completou.

- Yasmine, comigo!

Se aproximou dos que iam fazer resgate já correndo junto com eles passando pelo fogo e indo em direção aos filhotes. Resgataria todos se dependesse da sua vontade. Ainda não sabia se ia passar a faca nos morto-vivo, mas era bem provável que sim. Qual o problema de um morto morrer? Nenhum.

_________________
Fianna - Cliath - Ahroun - Hominídeo - Irmandade de Herne
Ambidestro / Magnetismo Animal / Coragem Infecciosa / Ascendência Notável
Raça Pura 05
Aparência 05
Fúria 06
avatar
Luke McFionn - Pantaneiro

Mensagens : 145
Data de inscrição : 16/03/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

John Montecchio (Crinos) - Todos / Aman

Mensagem  John Montecchio em Ter Nov 04, 2014 11:54 am

Michell logo chega falando que estava sem gnose e aquilo talvez pudesse ser um problema se precisassem de cura. Espíritos da água e um Falcão são invocados pelos membros da Esquadrão da Fúria e John somente observa os mesmos baixarem as chamas do fogo e então, quando isso acontece, revela o pior. Filhotes presos, sendo comidos pelos mortos vivos, devorados e mutilados da pior maneira. Estava tão frio de tantas perdas que não poderia pensar nas consequências, mas se negava a deixar aquilo acontecer. Seu foco era totalmente agora o Cemitério. Notava que grande fumaça subia de outros lugares do Caern e ainda escutava explosões.

"Precisamos salvar o nosso futuro..."

Uma forte chuva então começa a despencar do céu, com raios, trovões e muita água. Já havia visto uma vez e no exato momento veio a lembrança de Sylvia semi-nua no aeroporto fazendo essa obra de arte. Não tinha dúvidas que aquilo era obra dela e nem fazia ideia de onde estava, o fato, é que tinham que avançar. Não poderiam ficar ali parados. Aman rapidamente toma as rédeas da situação. Coloca si como responsável pela investida contra os mortos e resgate dos filhotes na ausência de Danniel. A própria juíza se encarrega de organizar uma formação. É então que Esquecido brada mais uma vez esboçando seu plano. Era basicamente o plano de todos, a única diferença era que ele propunha uma união. Três matilhas agindo juntas era melhor que uma pra cada e cada uma pra qualquer lado. Quando ele perguntou se estava de acordo, dizendo que a metade da Esquadrão cuidaria da retaguarda de da defesa, respondeu para ele:

- Tamo com você, Esquecido! Vamos! Rápido!

Olhou para a Arautos e como estava liderando a investida, completou.

- Todo mundo na formação que Ubuntu falou. Sinfonia-da-Morte, faça a linha de frente comigo e com o Lapada-na-Escuridão. Cuidado a nossa retaguarda e os lados quem estiver atrás e no meio. Não deixem que infiltrem na formação para não ficarmos travados. A prioridade é o resgate dos filhotes independente se os que estão profanados pela Wyrm estejam em Crinos, Lupino ou Hominídeo! Entendido, Arautos?!

Esperava que com isso respondesse a pergunta de Severino. Completou mais uma vez dando o último comando certificando que todos estavam cientes do que iriam fazer e então acompanhou a Esquadrão que seguia com a estratégia com a maioria e somente o Alpha da Titãs com uma outra membro sua.

- Vamos!


Seguiu correndo acompanhando todos que eram responsáveis pelo resgate passando o fogo e indo em direção aos filhotes. Unidos, com certeza seriam mais fortes. Agora a Arautos acompanhava a Titãs e a Esquadrão fazendo o que deveria ser feito.

_________________
Ahroun - Andarilhos do Asfalto - Cliath - Espertinhos

Aparência 05
Fúria 05
Magnetismo Animal / Ambidestria.
Cicatriz no pescoço em formato de "S".[/b]


"Apenas é digno da vida aquele que todos os dias parte para ela em combate."
avatar
John Montecchio

Mensagens : 250
Data de inscrição : 13/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [CAERN] Cemitério

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 18 de 22 Anterior  1 ... 10 ... 17, 18, 19, 20, 21, 22  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum